10 Dicas de SEO Super Importantes Que Você Precisa Saber

important

Muita coisa mudou no mundo do SEO.

Porém, certos princípios fundamentais permanecem os mesmos.

Por exemplo, focar palavras-chave com o objetivo único de melhorar as classificações orgânicas não funciona mais, mas as palavras-chave ainda são essenciais.

Além de conseguir juice SEO, as palavras-chave revelam muito mais sobre os usuários e aquilo que eles têm mais dificuldade.

Com tantas dicas de SEO, tornou-se quase impossível determinar quais devem ser seguidas e quais você pode ignorar sem medo.

Você pode guardar este material para lembrar-se destas 10 dicas de SEO super importantes quando você precisar.

Tanto os profissionais de marketing B2B quanto B2C querem mais leads de busca, pois eles possuem 8,5X mais chances de conversão que um lead outbound.

image20

O Brian Dean fez um trabalho fabuloso quando criou um post apresentando 200 fatores de classificação do Google. O post acabou se tornando famoso, gerando milhares de novos leads para o Brian, a partir de buscas orgânicas.

Este artigo não será tão detalhado como o do Brian. Entretanto, quero mostrar a você as 10 dicas de SEO super importantes que você precisa saber desde já.

Se você focar apenas nessas dicas de SEO, você irá certamente direcionar mais tráfego para o seu blog e melhorar as suas classificações de busca, sem se arriscar a sofrer uma punição do Google.

Vamos começar:

Dicas de SEO #1. Retire qualquer coisa que deixe o seu site lento.

A velocidade da página é um fator importantíssimo no SEO.

image22

Em outros tempos, você poderia passar batido com um site que carregasse devagar. Eu me lembro de uma época em que eu tinha de esperar por volta de 5 minutos para que um site de notícias famoso carregasse completamente.

Tenho certeza de que você já se viu nessa situação.

Nunca é uma boa experiência, mas é um golpe mortal hoje em dia. Uma página lenta pode desencorajar as pessoas de comprarem o seu produto.

Dados do Strange Loop mostram que um atraso de 1 segundo no tempo de carregamento de uma página pode gerar uma perda de 7% em conversões.

image06

Na mente dos compradores em potencial, um site lento é um site não-confiável. E ponto final.

A velocidade da página é vital, tanto para os usuários quanto para o Google. Segundo o eConsultancy, “40% das pessoas abandonam um site que gasta mais de 3 segundos para carregar.”

image10

Como os negócios se tornaram mais conscientes das oportunidades de gerar leads direcionados e aumentar receitas por meio da otimização para as ferramentas de busca, há uma enorme demanda por velocidade.

Em 9 de abril de 2010, o Google incluiu a velocidade do site como um dos fatores importantíssimos de classificação.

Isso significa que, se as suas páginas estão lentas, você está lutando em uma causa perdida pelo topo das listas orgânicas, independentemente da qualidade do seu conteúdo, ou do design profissional do seu site.

Segundo estudos internos do Google, quando uma página carrega devagar, os visitantes gastam menos tempo nela. Por outro lado, o carregamento rápido de páginas reduz custos operacionais e melhora a experiência do usuário, dentre outras vantagens.

image12

Fique livre dos elementos desnecessários que deixam o seu site lento. Se você for um usuário do WordPress, considere a ideia de desativar os plugins que você possa ter instalado e ativado, mas na verdade, não precisa.

Também, organize a sua barra lateral e coloque lá apenas o que for essencial.

Para aprender como conseguir mais das ferramentas de busca ao melhorar a velocidade da sua página, veja as páginas de recursos abaixo:

Dicas de SEO #2. Faça links externos para sites com conteúdo relevante.

Fazer links externos para outros blogs é crucial para o crescimento,

como afirma o Brian Clark, fundador da Copyblogger Media.

Para a maioria das pessoas, fazer links externos para páginas de conteúdo relevantes e confiáveis é ruim, pois isso retira as pessoas da sua página.

Mas eu não penso assim.

Segundo o Rand Fishkin, fundador da Moz,

Fazer links externos envia tráfego monitorável, o que faz com que o seu site seja um recurso mais valioso e expansível.

Se você tem lido os meus blogs, perceberá que fazer links externos para outros sites é um hábito meu. Quando escrevo um post novo, eu recomendo outros sites confiáveis, onde for apropriado.

image09

Você não pode esperar receber algo dos outros se não estiver disposto a dar primeiro. Por exemplo, se estiver procurando ter links inbound de blogs respeitados, uma das formas mais fáceis de fazer isso é mostrar disposição para fazer links externos para esses blogs a partir do seu próprio conteúdo.

É claro que você somente deve direcionar para páginas de conteúdo que ofereçam um tremendo valor. Isso é uma boa prática de SEO.

Mais importante ainda é você notificar um influenciador quando fizer um link externo para ele e, se o seu post for de valor, ele poderá fazer um link externo de volta para você, compartilhar o post ou até enviá-lo por e-mail para a imensa lista de e-mails de inscritos que ele tem.

Dicas de SEO #3. Escrever para pessoas primeiro, para as ferramentas de busca depois.

Ultimamente, tenho observado que cada vez mais blogueiros e produtores de conteúdo estão retornando ao velho método de SEO. Se estiver entre eles, está na hora de mudar a sua mentalidade.

image13

Muitas pessoas ainda não estão faturando com as palavras-chave de cauda longa, preferindo, em vez disso, tentar manipular as ferramentas de busca.

Esta é a abordagem errada.

Em vez disso, escreva conteúdo para o usuário, pessoas que têm olhos para ler e cartões de crédito para comprar o seu produto. Rastreadores de busca são apenas scripts — eles não compram produtos.

O Copyblogger é o meu site número 1 para visitar, quando se trata de colocar os leitores em primeiro lugar. Não é surpresa alguma que o Brian Clark seja tão bem sucedido no marketing de conteúdo. Ele chegou a fazer com que o Copyblogger se tornasse uma empresa de marketing digital multimilionária.

image11

Tudo isso aconteceu porque um profissional de marketing, como você, era apaixonado por ajudar as pessoas. Isso é o que me leva a fazer isso também — e talvez a você também.

Então, o que significa escrever para usuários primeiro, antes de para as ferramentas de busca?

Bem, é muito simples.

Esqueça que o Google existe quando estiver escrevendo. Em vez disso, crie conteúdo que irá ajudar alguém. Isso é conhecido como redação SEO.

É engraçado que, quando você põe os seus usuários em primeiro lugar, você escreve, na verdade, conteúdo útil que as ferramentas de busca irão recompensar, porque as ferramentas de busca seguem os usuários. Não é o contrário que acontece.

Dicas de SEO #4. Motive outros sites confiáveis a fazerem links externos para você.

Em grande parte, os inbound links ainda são a alma das classificações de busca.

image01

Quando você combina links dofollow e unfollow, você consegue um perfil natural de links que até mesmo o Google irá recompensar.

O marketing de conteúdo tem tudo a ver com a criação de conteúdo que valha a pena compartilhar, e cria nas pessoas a necessidade e a urgência de fazer links externos para você.

Você sabe por que tantos blogueiros fazem links externos para os meus posts no QuickSprout.com e no NeilPatel.com?

O principal fator determinante do meu sucesso é que eu invisto muito tempo, dinheiro e recursos na criação de um único post ou uma outra peça de conteúdo.

Quanto esforço você acha que usei ao criar “O Guia Completo para Construir a Sua Marca Pessoal”?

image15

Quando você está na linha de frente do seu mercado, ao criar conteúdo útil e direciona-lo a blogs respeitados, você irá perceber que mais pessoas irão fazer links externos para você, naturalmente.

Dicas de SEO #5. Tenha as análises web funcionando desde o início.

Após definir as suas metas de SEO claramente, você precisa encontrar um software para registrar o que está funcionando e o que não está.

image05

O Google Analytics, Google Search Console e outras soluções privadas de softwares de análise web podem ajudá-lo a ter uma noção do seu sucesso.

Ferramentas como o CrazyEgg também mostram a você onde os visitantes do seu site estão clicando e como eles navegam ao deixarem o seu site.

image18

Você precisa ter essas análises web funcionando, mesmo antes de você enviar o primeiro visitante ao seu site ou landing page.

Dicas de SEO #6. Escreva meta descrições originais e relevantes para cada página.

Outra dica de SEO muito importante que a maioria das pessoas ignora é a meta descrição bem elaborada. 

A meta descrição é a primeira seção que as pessoas veem quando o Google apresenta a sua página aos usuários de busca.

image03

Normalmente, o Google não gosta de conteúdo duplicado. Sim, algumas vezes há necessidade de citar um parágrafo ou sentença de um outro site (e usar links externos de volta para a fonte), mas se publicar conteúdo duplicado se tornar o seu modo de vida, você poderá ser punido pelo Google.

Do mesmo modo, duplicar meta descrições pode causar problemas para você. Mas mesmo que você não seja punido diretamente, você não estará oferecendo uma boa experiência aos seus usuários.

Você não pode ter a mesma meta descrição para uma página que fale sobre marketing por e-mail e uma sobre vendas. Existe uma grande diferença entre esses assuntos e as suas meta descrições precisam mostrar isso.

Se for um usuário do WordPress, você pode consertar meta descrições duplicadas instalando o Pacote All-In-One-SEO ou os plugins da Yoast.

Então, no seu editor do WordPress, desça até o final da página e acrescente uma tag do título e uma meta descrição originais.

image14

Dicas de SEO #7. Use somente URLs fáceis de ler e coerentes.

Se os usuários não conseguem ler ou entender a sua URL, então, as ferramentas de busca podem estar confusas, também.

Veja como são as URLs da minha página:

image04

Com certeza a URL acima é longa, mas é fácil de ser compreendida, tanto pelos usuários quanto pelas ferramentas de busca. Não há números ou caracteres além das palavras e hífens utilizados.

Fuja de URLs de páginas como esta aqui:

https://www.entrepreneur.com/article/272531

Não se esqueça: mecanismos de busca seguem os usuários de busca.

O Brian Clark disse uma vez que os robôs do Google são como crianças, que precisam receber comida na boca frequentemente. E ele está certo.

Mesmo nesta era da evolução da busca, incluindo o RankBrain, rastreadores de busca ainda são programas, e não, pessoas. Você precisa guiá-los corretamente.

Se eu fosse adotar uma nova estrutura de URL, eu acho que iria padronizá-la conforme a estrutura do Brian Dean. Ele garante que apenas 2-4 palavras devem ser incluídas em qualquer URL.

Isso faz com que a URL seja inesquecível para o usuário, fácil de ser buscada e fácil de digitar. O Copyblogger faz a mesma coisa:

image08

Você pode saber mais sobre a otimização das URLs da sua página com este infográfico:

image23

Dicas de SEO #8. Crie um impulso com indicadores sociais.

Sim, indicadores sociais são importantes e você precisa focar em aumentar os seus.

É verdade que o Google não adicionou indicadores sociais aos fatores dos algoritmos de classificação, mas já vi pessoalmente que os sinais sociais impactam sim as classificações de busca.

image19

Não acredita em mim?

Bem, há muitos estudos de caso que têm provado o impacto causado por compartilhamentos sociais, curtidas, tweets e pins nas classificações de busca.

Por exemplo, a Moz começou a ranquear no Google com o “Guia para Iniciantes” depois que a Smashing Magazine tuitou o guia. As classificações de busca do Shrushti subiram da página 400 para a 1 do Google, por causa das mídias sociais.

image21

Se quiser ter mais indicadores sociais, as regras não mudaram. Eis um resumo delas:

  • Crie conteúdo útil e que valha a pena compartilhar.
  • Adicione botões de compartilhamento ao seu post e os deixe visíveis.
  • Estimule as pessoas a compartilhá-lo ao pedir para que elas façam isso.
  • Realize um concurso nas redes sociais para conseguir mais compartilhamentos.
  • Mencione e direcione influenciadores/usuários fortes no seu post e os notifique.

… E muito, muito mais.

Dicas de SEO #9. Use as palavras certas em suas imagens.

Imagens são importantes para a otimização dos mecanismos de busca.

O Google dedicou uma seção inteira dos seus resultados da sua ferramenta de busca para imagens. Isso deveria te mostrar o quanto a empresa é preocupada com imagens.

image07

Quando os usuários estão procurando por uma imagem específica, eles realizam a busca com o quê?

Palavras-chave.

Por causa disso, você precisa utilizar as palavras-chave certas nos nomes das suas imagens e acompanhando o texto (como a legenda). É claro que isso não significa adotar um amontoado de palavras-chave.

image16

Porém, se a sua imagem é a de um “chapéu feminino azul,” não nomeie a sua imagem como “clique aqui para comprar chapéus.”

Sempre se lembre de que, no SEO, a relevância é mais importante que a criatividade ou a inteligência.

Dicas de SEO #10. Crie e publique um conteúdo original de forma consistente para melhorar as suas classificações.

Segundo o Content Marketing Institute, produzir um conteúdo original que engaje é um desafio para a maioria dos profissionais de marketing.

Quer você seja um profissional de marketing B2B ou B2C, você precisará ser disciplinado no que diz respeito a produção do conteúdo.

image17

Isso é ainda mais importante do que você imagina, por causa de algo conhecido como “fator novidade.” Um conteúdo original é um dos fatores que afetam a pontuação do grau de novidade e, consequentemente, as classificações de busca para aquela página específica.

image00

Se você não for o Brian Dean, que domina a arte de promoção de conteúdo e consegue, regularmente, dezenas de milhares de usuários para ler um novo post, o jeito mais fácil de otimizar o seu grau de novidade é criando conteúdo de forma consistente e regularmente.

Se você escolheu promover o seu conteúdo online, então, criar posts de blog originais e úteis não é uma opção — é uma necessidade.

Conclusão

A duração de um domínio ou página na web é também crucial para o seu sucesso. Por causa disso, não altere, constantemente, o nome do seu domínio. Escolha um e mantenha-o, a menos que haja um motivo muito bom para mudar.

A propósito, isso realmente acontece — só não faça disso um hábito. Tenho usado o QuickSprout por mais de 10 anos e pretendo manter o nome do domínio.

Se você já tiver publicado um post antes que não é mais relevante para os usuários, principalmente por causa das mudanças recentes do Google, então, em vez de escrever um novo conteúdo do zero, trabalhe na atualização da página.

Dessa forma, você pode reter os backlinks, compartilhamentos sociais e outras métricas de engajamento onsite que a página já conseguiu.

Por fim, aprenda a ter foco e a criar conteúdo em torno de termos de busca de cauda longa (ex.: técnicas de marketing em mídias sociais) e, não, palavras-chave primárias (ex.: mídias sociais).

Quando construir os links, pense em qualidade, e não, em quantidade. E não se esqueça de deixar as páginas web compatíveis com o mobile.

Se você prestar atenção nestas dicas de SEO importantes, eu garanto que você irá criar um conteúdo melhor, direcionar mais tráfego orgânico, conseguir mais leads, e aumentar os seus rendimentos.

Quais são as outras dicas de SEO ou técnicas que você considera mais cruciais para melhorar as classificações de busca?

Share