3 Maneiras Comprovadas Para Converter Tráfego Pago em Lucro

profit

É possível que você saiba muito sobre como gerar tráfego pago – mas não sobre o que fazer para converter esse tráfego.

Se esse for o caso, você tem um problema.

Saber converter tráfego pago é essencial se você deseja ter um retorno sobre investimento para suas campanhas, e se quer anunciar de forma sustentável no longo prazo.

Existem muitos métodos que podem ser usados para converter tráfego pago, mas vamos examinar três formas confiáveis de transformar tráfego pago em lucro.

Na medida em que vemos cada método, você vai aprender o que é mais importante implementar e o que deve ser o seu foco no longo prazo, caso você queira continuar melhorando seus resultados.

Ao final deste post, você será capaz de usar estes novos conhecimentos para promover campanhas de tráfego pago lucrativas.

Vamos começar!

Webinars

Os webinars são muito provavelmente a forma mais eficaz de converter tráfego PPC em lucro.

Os webinars são conhecidos por suas altas taxas de conversão. Empresas como o Buzzsumo já comentaram que têm tipicamente uma taxa de conversão de 20% com eles.

Baixe este material para ver 3 formas comprovadas e confiáveis de converter tráfego pago em lucro.

Falando de maneira geral, há três coisas em que você terá que se concentrar se quiser gerar um retorno sobre investimento com os seus webinars:

  1. Convencer as pessoas a participar de seu webinar
  2. Manter as pessoas em seu webinar
  3. Converter os participantes em clientes

Se você está usando tráfego pago, pode usar uma plataforma, como os anúncios no Facebook, para gerar participantes para o seu webinar.

Você provavelmente não vai fazer o webinar no mesmo dia em que as pessoas se inscreveram para participar.

Sendo assim, assegure-se de que você tem uma sequência de emails preparada para lembrar os usuários do webinar que se inscreveram.

Os melhores dias para enviar emails promovendo webinars são terças, quartas e quintas-feiras – segundo este estudo, os três dias dão resultados estatisticamente iguais.

image06

A taxa média de participação de um webinar pode variar, mas o dia em que você faz o webinar é importante.

De acordo com os dados a seguir, os melhores dias para promover um webinar são quartas e quintas.

image10

Usando o mesmo conjunto de dados, se descobriu também que o melhor horário para um webinar é 11 horas da manhã no fuso horário PST.

image04

Você deve considerar essas informações com cuidado.

Afinal, se você mora na Austrália e vai promover um webinar apenas para participantes australianos, não vale a pena fazer o evento às 11 horas da manhã no fuso PST só por causa dos dados.

Lembre-se: os seus próprios testes geralmente vão mostrar o que funciona melhor para o seu mercado.

Tenha em mente que a forma mais fácil de convencer as pessoas a participar de um webinar é escolher um tema sobre o qual elas (especificamente, o seu público-alvo) querem aprender mais (e pelo qual têm grande interesse).

Se a sua taxa de participação for baixa, é possível que você esteja falando de um tema em que as pessoas não estão interessadas.

De qualquer forma, se você está confiante que vai conseguir participantes para o seu webinar, o próximo passo será descobrir como fazer que os participantes fiquem lá durante o webinar. E você pode fazer isso criando um webinar engajante.

Se você quer deixar seu webinar engajante, há alguns passos comprovados que você pode seguir.

O primeiro passo se refere a como você, como apresentador, se comporta durante o webinar.

A “energia” que você traz pra um webinar é importante. Se você não está entusiasmado com o tema que está apresentando, a probabilidade é de que seu público também não se entusiasme.

O entusiasmo é importante, e é bom mostrar a sua personalidade – fazer isso muitas vezes deixa as pessoas mais interessadas no que você tem a dizer.

Uma boa forma de melhorar a sua energia durante um webinar é simplesmente apresentá-lo de pé.

A segunda forma de deixar o seu webinar engajante é usar slides simples, intrigantes e divertidos.

Isso geralmente significa que você não deve usar slides cheios de texto, já que eles podem ser uma distração.

Adicionalmente, se o que você vai dizer durante o webinar já estiver incluído no texto do slide, as pessoas vão perder o interesse em te ouvir.

O ideal é usar slides que intrigam, mas também divertem. Isso é particularmente verdadeiro para os slides da sua introdução, já que eles vão definir o tom do resto do webinar.

image00

A terceira coisa que você pode fazer é oferecer uma sessão de perguntas e respostas ao final do webinar.

Os benefícios serão duplos.

Uma sessão de perguntas e respostas vai te ajudar a desenvolver engajamento, mas também vai manter os participantes no webinar até o final – garantindo que você terá um público para quem apresentar a sua oferta.

Quando o webinar terminar, você deverá relembrar rapidamente o que as pessoas aprenderam, para reforçar o valor que receberam ao participar do evento.

Você deve então apresentar os benefícios dos conhecimentos que eles adquiriram – o que pode ser feito com esses dados?

A seguir, você pode explicar que tem uma oferta que permitirá que o público obtenha os resultados que você descreveu no webinar de forma mais fácil, rápida ou eficaz.

E então você deve descrever a sua oferta, detalhadamente, e informar aos participantes como podem adquirí-la.

Oferecer um desconto ao vivo no webinar funciona muito bem.

As pessoas esperam uma venda em um webinar, a não ser que se diga o contrário. Por isso, você não precisa ficar muito nervoso com a ideia de apresentar uma oferta ao público.

Se o seu conteúdo for excelente, as pessoas estarão ansiosas para ouvir sobre a sua oferta. Ou, no mínimo, muitos deles não vão se opor a ideia de ouvir a sua oferta em troca do valor que você ofereceu nesse evento.

Sequências de autoresposta de email

O próximo método que você pode usar para converter tráfego pago em lucro é o uso de uma sequência de autorespostas de email.

Se você quer fazer isso bem, deve focar nos passos a seguir.

  1. Ofereça um brinde irresistível
  2. Crie uma página de inscrição atraente
  3. Faça com que as pessoas cliquem em seus emails
  4. Ofereça valor a aqueles que leem seus emails
  5. Saiba quando apresentar sua oferta

Oferecer um brinde irresistível é mais fácil do que você imagina.

Se o seu público-alvo pudesse resolver um problema, qual seria? A resposta a essa pergunta muitas vezes te diz o que deve ser o brinde.

Mas se você precisa de inspiração, verifique o que já está funcionando.

Veja alguns livros populares em seu segmento. Entre na loja do Kindle e pesquisa uma palavra-chave relacionada ao seu tema.

Ao ver os assuntos que os livros cobrem, você provavelmente encontrará algo que pode usar para o seu brinde.

Talvez você queira também ver sites onde se discutem diversos temas, como o Quota ou o Reddit.

No Quota, por exemplo, você pode pesquisar uma palavra-chave relacionada com o seu segmento e depois clicar na seção ‘Topic FAQ’ para ver que perguntas as pessoas estão fazendo.

image02

Esses serão bons temas para a sua oferta de brinde.

Se você quer que as pessoas se cadastrem para receber o seu brinde, precisa criar uma landing page atraente.

Criar uma landing page que converta pode dar bastante trabalho, mas ferramentas como o Leadpages fazem uma grande parte do que é necessário no lado técnico.

É na redação que a maioria das pessoas tropeça.

A chave para criar um bom conteúdo é saber o que o seu público deseja alcançar, mas também o que ele quer evitar.

Um dos aspectos mais importantes de uma landing page é o título.

Felizmente, se você estudar alguns dos títulos usados por outras pessoas em seu segmento, poderá desenvolver um senso crítico do que é preciso para criar um título que se comunica com os medos, e os desejos do seu mercado.

Tenha em mente que o seu título não precisa necessariamente focar nos benefícios, mas precisa impulsionar a ação.

Este título ‘negativo’ aumentou os leads em 65%.

Se você puder destacar os riscos enfrentados por alguém em seu mercado alvo, sua landing page poderá converter mais do que se você apontar apenas os benefícios.

O mesmo se aplica aos assuntos que você deve selecionar para a landing page.

É difícil acertar as landing pages na primeira tentativa, então esteja pronto para fazer testes A/B com suas páginas ao longo do tempo.

Inicialmente, você deve testar os seguintes itens:

  • Título
  • Assuntos
  • Imagens
  • Formulário de inscrição

Fazer com que as pessoas abram os seus emails é outra tarefa que pode exigir muita habilidade de redação. Grande parte disso envolve a criação de uma linha de assunto eficaz.

Cerca de 35% dos assinantes de email tendem a abrir emails baseando-se apenas na linha de assunto. Ou seja, criar boas linhas de assunto é importante.

Idealmente, você não deve fazer linhas de assunto muito longas. As que utilizam entre 6 e 10 palavras tendem a dar os melhores resultados.

 

image08

Uma regra de ouro é não ser muito exagerado nas linhas de assunto de seus emails. Veja abaixo algumas boas sugestões sobre como criar linhas de assunto que geram boas taxas de abertura.

image01

Considere assinar as listas de todos os seus concorrentes, e mesmo de pessoas em outras áreas. Isso vai te educar (e inspirar) a respeito das linhas de assunto dos emails.

Na maioria das vezes, você vai constatar que se o conteúdo dentro do primeiro email for bom, as pessoas vão aguardar ansiosamente suas próximas mensagens.

Isso reduz a necessidade de mexer muito com as linhas de assunto, já que os leitores vão saber que seus emails contêm valor, independente do título ser bom ou não.

Assim, oferecer valor em seus emails deve estar entre as suas prioridades.

Oferecer emails recheados de conteúdo não é tão difícil assim.

Tudo o que você tem que fazer é fornecer mais detalhes de como o seu público pode resolver o problema com a oferta do seu brinde.

Talvez você queira até fazer uma sequência de autorespostas de email centrada em problemas e desafios relacionados, com cada email abordando um conceito diferente.

Então, se eu estivesse enviando uma sequência de autorespostas sobre ‘adestramento de cães’, o brinde pode se relacionar a ‘como fazer o seu cão parar de latir’.

E cada um dos emails seguintes focaria em problemas que afligem os novos donos de cães – como treinar o cão para passear usando a guia, ou como impedi-los de mastigar os móveis, por exemplo.

Emails que oferecem muito valor são importantes, já que constroem confiança e afinidade com os participantes da sua lista antes de pedir que eles comprem.

Na maioria dos casos, é útil enviar pelo menos 4 emails oferecendo valor antes de fazer uma oferta a venda.

Como no caso do webinar, seu email promocional deve discutir como o produto resolve facilmente os problemas mencionados nos emails que oferecem valor.

Talvez você queira até oferecer um cupom de desconto exclusivo para usuários que estão comprando em resposta à sua sequência de autorespostas.

Mais uma vez, assinar outras listas de email é uma boa forma de ver como um email promocional pode ser formatado.

Páginas de vendas

Você também pode usar uma página de vendas para converter tráfego pago em lucro.

No entanto, é importante mencionar que enviar tráfego pago diretamente para uma página de vendas tende a gerar as menores taxas de conversão.

Isso acontece porque as pessoas não te conhecem muito bem, e não confiam muito no que você tem a oferecer.

Por causa disso, elas suspeitam de você, e hesitam em comprar o seu produto.

Criar uma boa página de vendas também é bastante trabalhoso. Você precisará de muito mais habilidade com a redação do que é preciso para criar webinars e emails.

Felizmente, as páginas de vendas tipicamente obedecem a uma fórmula bastante testada. Quando você sabe onde vai cada elemento, criar uma página de vendas é bastante fácil.

Cada seção da sua página de vendas atende a um tipo diferente de “comportamento de compra”, e você provavelmente vai receber uma variedade de pessoas que vão ler a sua página de vendas. Esses usuários vão representar comportamentos de compra diferentes:

image05

Aqui está um excelente modelo que você pode pegar emprestado na hora de criar sua própria página de vendas. É um modelo um pouco básico, mas é um bom começo.

image09

A seção do título precisa atrair atenção, e, ao mesmo tempo, informar ao usuário que vê a página o que é o produto.

É importante contar porque você está oferecendo esse produto. Você pode contar essa história no parágrafo de introdução.

Algumas pessoas fazem isso através de uma carta de vendas em vídeo, e outras usam uma carta de vendas em vídeo e texto em sua página de vendas.

É importante que ao longo da sua página de vendas apareçam subtítulos que destacam os benefícios de ter o produto e os custos de não tê-lo.

Isso porque as pessoas vão varrer a sua página, e você precisa garantir que elas sejam influenciadas pelos seus subtítulos ao fazer isso.

Outra questão importante é que você não deve usar grandes blocos de texto em sua página de vendas. Isso dificulta para as pessoas encontrarem as informações de que precisam.

Use frases curtas e não parágrafos com mais de 2 ou 3 frases.

Testemunhos também são uma parte importante de uma página de vendas.

image03

Os testemunhos geram prova social, e informam ao visitante que o produto que você está oferecendo realmente funciona e dá resultados reais.

É bastante útil ter testemunhos de pessoas que representam o seu consumidor ideal. Isso vai fazer com que os visitantes da sua página de vendas acreditem que o produto deu resultado para pessoas como eles.

Também é importante ter em sua página de vendas uma seção de Perguntas e Respostas.

É ali que você vai retirar algumas das objeções mais comuns que as pessoas podem ter ao considerar a compra do seu produto.

Quanto mais produtos você vender, mais condições terá para criar uma boa seção de perguntas frequentes, já que poderá incluir as perguntas que as pessoas te enviam.

Também é essencial incluir em sua página de vendas uma seção onde você ofereça a redução de riscos.

Essa seção vai informar ao potencial comprador que, se ele estiver insatisfeito com o produto, poderá solicitar um reembolso.

Reduzir os riscos para o potencial comprador garante que ele se sinta confortável comprando de você, sabendo que pode solicitar um reembolso caso não goste do produto.

A maioria dos consumidores não vai se aproveitar do fato de você oferecer uma garantia de reembolso.

O Darren Rowse estima que após vender mais de 40.000 ebooks com uma garantia de reembolso, os pedidos de reembolso representaram apenas 0,25% de suas vendas.

Conclusão

Neste post, vimos como você pode converter tráfego pago em lucro, e analisamos três métodos que você pode usar caso queira começar imediatamente.

Dos três métodos, os webinars são com certeza o melhor, já que eles tendem a converter mais e, de certa forma, exigem menos trabalho.

De qualquer maneira, você está livre para experimentar também os outros métodos que apresentei, já que é possível que um deles dê resultados melhores na hora de converter tráfego pago em lucro.

Você nunca vai descobrir se não tentar.

Assim, faça algumas campanhas pagas e observe a velocidade com que elas geram lucro, usando as dicas que discutimos aqui!

Boa sorte!

Você tem alguma dica sobre como converter tráfego pago em lucro? Compartilhe abaixo!

Share