4 Dicas de Como Melhorar a Taxa de Abertura de Emails

emails

Se você já fez qualquer tipo de campanha de email marketing, sabe como é importante ter uma alta taxa de abertura de emails.

Afinal, não adianta ter uma longa lista de emails se ninguém clica nos links que você envia.

Se você observa uma baixa taxa de abertura de emails sempre que faz uma campanha de email marketing, talvez não saiba como começar a melhorar seus resultados.

Assim, você ficará feliz em saber que o processo de aumentar a taxa de abertura de emails na verdade é bem mais simples do que você imaginava.

Neste post, vamos ver como aumentar a taxa de abertura de emails.

Você vai aprender como melhorar a taxa de abertura de emails para suas campanhas de email marketing e como manter esses resultados em longo prazo.

Ao final desse post, você saberá por que tem uma taxa de abertura de emails baixa e quais mudanças precisam ser feitas para mudar essa situação.

Vamos começar. 

O fundamental: criando um bom relacionamento com a sua lista

Ao longo desse post, vamos discutir táticas nas quais você pode usar para melhorar as taxas de abertura de emails em suas campanhas de email marketing.

No entanto, para que essas táticas funcionem ao máximo, é importante que você ofereça material em que vale a pena clicar.

Ao promover alguma coisa, assegure-se de que as pessoas se interessem por ela. 

Lembre-se da razão pela qual as pessoas assinaram a sua lista e que tipo de pessoa fez isso.

Saber por que eles assinaram a lista é essencial.

Você precisa saber o principal tipo de conteúdo pelo qual as pessoas se interessam e o que elas esperam de você – e sua prioridade deve ser enviar conteúdo ou outras coisas que se alinhem a esses interesses e a essas expectativas.

Conhecer o tipo de pessoa que assinou sua lista também é importante, porque assim você poderá enviar links para conteúdo relacionado aos interesses desse público sem ser percebido como spam.

Observação: Muitas vezes, é importante enviar conteúdo “relacionado”, já que isso oferece mais um nível de valor para quem está em sua lista de email.

Você também precisa se assegurar de que seus emails não estão fazendo promessas que não são cumpridas quando as pessoas clicam. 

Se você fizer promessas falsas, talvez suas campanhas tenham inicialmente uma taxa de abertura de emails alta. Mas com o tempo, seus números vão cair e será difícil voltar a crescer, já que as pessoas terão menos confiança em você.

Se você cuidar dessas questões regularmente, vai construir um bom relacionamento com a sua lista.

E ao fazer isso, vai garantir que as táticas que vamos examinar a seguir funcionem muito melhor.

Inclua um call-to-action claro

Um dos passos mais importantes que você pode tomar para melhorar sua taxa de abertura de emails é usar um call-to-action claro e óbvio.

Usar um call-to-action é basicamente dizer a alguém o que fazer.

image08

Quando se trata de marketing, é sempre uma má ideia supor que as pessoas vão fazer o que devem (segundo a sua perspectiva).

Assim, você precisa deixar bem claro o que você quer que as pessoas façam e então facilitar essa tarefa o máximo possível para elas.

Lembre-se, a maneira como você formata seu email pode ter um grande impacto em como as pessoas percebem e interagem com o seu call-to-action – um aspecto que vamos examinar mais à frente.

Mas nesse momento, vamos ver alguns conceitos que você precisa reconhecer quando se trata do uso de calls-to-action no email marketing.

A primeira coisa que você deve ter em mente é que é importante ter um único call-to-action, e não múltiplas opções.

Isso significa que você deve dar às pessoas apenas uma coisa para fazer.

Cada um dos emails que você envia deve ter apenas um objetivo que você quer que as pessoas cumpram.

Claro, você pode colocar vários calls-t0-action em um único email – mas é preciso que todos eles peçam às pessoas para fazerem a mesma coisa.

Abaixo, veja um exemplo de como o uso de  ‘um único call-to-action’ levou a uma resposta 27 vezes maior do que a gerada originalmente por uma campanha:

image01

Em outro exemplo, vemos que o uso de um call-to-action único (a imagem à esquerda) aumentou os cliques em 371% e as vendas em 1.617%.

image00

Você deve supor que as pessoas são preguiçosas. Se você pedir que elas façam muitas coisas diferentes em uma página, elas provavelmente não farão nada.

Conclusão: não distraia o público com links que não contribuem para o objetivo único que você estabeleceu para esse email específico.

Você também precisa garantir que o seu call-to-action mostre claramente qual vai ser o resultado de um clique. 

Você pode fazer isso explicando o benefício de clicar ou simplesmente declarando qual é a sua oferta.

Assim, se eu estivesse promovendo um relatório de SEO, poderia dizer:

‘Baixe Meu Relatório de SEO Gratuito Hoje Mesmo’ ou ‘Me Ensine Como Chegar à Primeira Página dos Resultados no Google’.

Você deve experimentar as duas abordagens, já que elas influenciam o usuário de formas diferentes. A melhor opção vai depender do tipo de pessoa que assina a sua lista.

No entanto, é importante dizer que você poderia usar ambas em um mesmo email.

Se os dois CTA levam à mesma coisa, você poderá influenciar tipos de personalidades diferentes ao usar ambas as abordagens.

É importante não utilizar uma linguagem muito suave ao descrever os benefícios da sua oferta. Você pode perceber isso nos exemplos que mostramos acima. 

Existem duas emoções nas quais você deve tentar se inspirar ao escrever seus calls-to-action: urgência e curiosidade.

Ambas são muito poderosas para influenciar as pessoas.

Aqui estão algumas palavras que estimulam a curiosidade:

image04

E aqui, algumas palavras que criam um senso de urgência 

image02

Use essas palavras ao escrever seus calls-to-action e você verá um aumento na taxa de cliques.

Você pode também fazer algumas experiências com o design do seu call-to-action.

Como mostramos nos exemplos acima (e mais à frente nesse post), você verá que um call-to-action em forma de “botão” ganha muito mais destaque.

Naturalmente, isso atrai mais atenção e pode melhorar as taxas de cliques consideravelmente.

Dando atenção à formatação dos emails 

A maneira como você formata suas mensagens também pode ter um grande impacto sobre a sua taxa de abertura de emails.

É importante notar que seu estilo de formatação vai depender do segmento em que você atua e do que você quer promover (ou seja, no que você quer que as pessoas cliquem).

A maioria dos profissionais de marketing descobre que a formatação em uma coluna única funciona melhor para eles.

image06

O Campaign Monitor tem um exemplo de como uma mudança de formatação pode trazer bons resultados.

Eles conseguiram um aumento de 127% na taxa de abertura de emails após refazer o design de seus emails para usar um formato simples em uma coluna.

Veja o layout que eles usavam antes:

image05

E agora, o formato novo:

image09

Ok, é possível argumentar que o formato anterior também usava uma coluna só, mas é difícil negar que a nova versão enfatiza o uso de uma coluna única. 

Ao formatar o email dessa forma, o Campaign Monitor deixou o texto mais fácil de ser lido, o call-to-action mais óbvio, e consequentemente, mais “clicável”.

Esse call-to-action também é mais visível por usar o formato de “botão”.

Vejamos outro exemplo que mostra como a formatação em uma coluna pode fazer muita diferença.

Inicialmente, os emails do Process Street eram assim:

image07

Esse email não produziu bons resultados, e a taxa de abertura foi baixa.

image12

No entanto, após algumas alterações (de acordo com os princípios que vimos anteriormente), a versão final acabou ficando assim:

image10

E os resultados já dizem tudo…

image11

As mudanças levaram a um aumento geral de 842% na taxa de abertura de emails.

Claro, se você quiser que a formatação em uma coluna funcione excepcionalmente bem, precisa prestar atenção em alguns outros detalhes.

Por exemplo: é importante fazer um email fácil de ser lido. Você pode fazer isso dividindo o texto em parágrafos fáceis de se ler e usando “botões”, como na imagem acima.

A formatação em uma coluna também pode funcionar para lojas online. Veja o exemplo abaixo:

image13

Observação: Eu mencionei anteriormente a importância de ter um call-to-action único para cada email. No entanto, com uma loja online, às vezes será preciso fornecer vários calls-to-action em um mesmo email.

Nesse caso, é essencial deixar as coisas o mais simples e claras possível.

A melhor forma de fazer isso é criar calls-to-action específicos para cada seção. Usar uma formatação simples também é importante, já que você precisa destacar as opções que aparecem em cada seção a fim de evitar confusão.

Aqui está um exemplo de como fazer isso, em um email da J. Crew:

image14

E aqui está outro exemplo, da JackThreads.

image15

Desde que os seus calls-to-action sejam específicos e a formatação do seu email seja clara, você deve ter bons resultados na hora de fornecer múltiplas opções de onde o usuário pode clicar.

Tenha força de vontade para fazer testes

Se você quer melhorar as taxas de abertura de emails para suas campanhas de email marketing, precisa também desenvolver força de vontade para fazer testes.

Isso significa que você deve fazer experiências com todos os métodos que abordamos nesse post… e mais.

Como discutimos, você deve experimentar usar diferentes tipos de linguagem ao escrever o seu call-to-action.

Também é possível experimentar diferentes tipos de formatação.

Quando perceber que sua taxa de abertura de emails cresceu, você provavelmente fez alguma coisa certa.

Claro, existem outros elementos que podem ser testados.

Você pode por exemplo, fazer experiências com o horário de envio dos emails.

Se você puder enviar seus emails em um horário em que há grandes probabilidades de eles serem abertos, vai aumentar a chance de ter mais pessoas clicando nos links em suas mensagens.

Às vezes as pessoas deixam de abrir um email simplesmente porque ele foi enviado em um horário inconveniente e por isso ficou despercebido na caixa de entrada.

Se você enviar seus emails na hora certa, mais pessoas da sua lista terão a chance de ver e abrir seus emails e, consequentemente clicar em seus links.

A proporção de cliques pode se manter a mesma, já que, em termos técnicos, você não está alterando o email em si. Mas o número total de pessoas que clicaram em seu link provavelmente vai aumentar, já que mais usuários chegaram a abrir o email.

Não existe um horário ideal para todas as situações.

De fato, o gráfico abaixo mostra que o horário de abertura varia conforme as profissões.

image03

Por isso, você precisa testar os horários de envio, como todo o resto.

Envie campanhas diferentes em horários diferentes. Provavelmente você vai perceber alguns padrões de horários que funcionam melhor.

Conclusão

O email marketing é uma excelente forma de distribuir seus esforços de marketing e alcançar um grande número de pessoas ao mesmo tempo.

No entanto, para muitas pessoas, o email marketing só valerá o tempo e esforço gasto se for possível fazer os usuários clicarem nos links dentro da mensagem.

Se você já teve dificuldades com taxas de abertura de emails muito baixas, deve ter aprendido aqui uma forma de melhorar seus resultados.

É importante que você comece a trabalhar nisso imediatamente, seja aperfeiçoando seus calls-to-action ou alterando a formatação.

Afinal, quanto mais rápido você começar, mais cedo verá resultados.

Você tem alguma dica sobre como aumentar a taxa de abertura de emails em uma campanha de marketing? Compartilhe nos comentários abaixo! 

Share