5 Erros de Otimização dos Mecanismos de Busca Que Vão Prejudicar o Seu Ranking

mistakes

O SEO pode ser complicado. E as consequências de não trabalhar com ele da forma correta podem ser terríveis.

Se você continuar a cometer os mesmos erros de otimização, seus lucros e visualizações nunca sairão da estaca zero. Resultados como esses provavelmente te farão desistir rapidamente. 

Estamos vivendo em uma era de informação, e você pode aprender tudo que é possível saber sobre SEO. Entretanto, se você não utilizar as dicas corretas, logo você estará completamente perdido. Parece assustador, não?

Muitos profissionais de marketing de conteúdo e blogueiros estão lutando para alcançar tráfego orgânico ou mesmo manter suas classificações de busca, por terem seguido o status quo e recusado a se adaptar ao novo modo de otimizar páginas.  

A notícia boa é que a busca entrega resultados bem específicos e direcionados para os usuários.

Por exemplo, se você vende câmeras digitais e alguém descobre sua página através do termo de busca “melhores câmeras digitais online”, as chances de conversão desse visitante em um cliente serão altas.

Trabalhando com SEO em seu site? Evite Estes 5 Erros de Otimização dos Mecanismos de Busca que podem prejudicar seu ranking.

De fato, leads gerados por mecanismos de busca têm 8,5 vezes mais chances de conversão se comparados aos usuários obtidos através de outras estratégias de geração de leads inbound

image12

Bem, vamos agora explorar os 5 erros de otimização que prejudicam as classificações de busca. Também irei lhe mostrar como consertá-los e melhorar sua performance de busca. 

Erro de Otimização #1: Não otimizar para as palavras-chave corretas

Algumas vezes, as pequenas coisas que frequentemente passam despercebidas são as que mais influenciam no sucesso do seu negócio.

Você pode não saber disto, mas nem todas as palavras-chave irão resultar em crescimento para o seu negócio. É verdade. Algumas delas podem até mesmo prejudicar suas conversões.

Palavras-chave podem te ajudar a buscar tráfego e classificações. Palavras-chave primárias (por exemplo, “política” ou “ganhar dinheiro online”) geralmente possuem maior volume de busca, mas palavras-chave de cauda longa (por exemplo, “Política democrata na Carolina do Norte em 2016” ou “ganhar dinheiro pelo ebay em casa”) geram 70% de todo o tráfego de busca – e é esse tráfego que realmente gera conversões.

image03

Pessoas de todos os grupos sociais utilizam o Google para encontrar informações relevantes através de palavras-chave específicas.

Até mesmo turistas, por exemplo, utilizam mecanismos de busca ao comprar passagens aéreas e realizar reservas em hotéis, ou ainda para se orientar no trânsito em um novo destino. De acordo com o Search Engine Watch, “a busca é o primeiro passo de 60% dos turistas.” 

A verdade é que seu sucesso com a otimização dos mecanismos de busca começa com as palavras-chave. 

Entretanto, se você decidir otimizar para cada palavra-chave que vier a sua cabeça, as chances são que você não esteja entre os primeiros nos resultados das páginas de busca.

Pior que isso, você passará por uma alta taxa de rejeição, uma vez que usuários de busca que eventualmente encontrarem sua página irão deixá-la, sem que você ao menos consiga direcioná-los ao que você tem a oferecer. 

Esse erro de otimização geralmente resulta em uma situação conhecida como pogo-sticking. É o que ocorre quando as pessoas rapidamente clicam no botão “Voltar” do navegador à procura de um resultado de busca diferente, exclusivamente porque sua página não satisfez suas necessidades.

image06

De fato, não otimizar para as palavras-chave corretas irá derrubar suas classificações de busca.

Não fique confuso quando eu disser “palavras-chave corretas”. Eu apenas me refiro às palavras-chave que irão conduzir seu público-alvo ao encontro de sua página, quando eles as inserirem nos mecanismos de busca.

Desta forma, você se torna confiante que seu conteúdo será relevante quando o cliente certo busca, por exemplo, “Reviews de canecas de cerâmica”, utilizando o Google. 

Ao otimizar para palavras-chave, estas simples orientações podem ajudar: 

  • Não otimizar para palavras-chave globais quando você apenas oferece serviços e produtos para clientes locais.
  • Pare de otimizar para palavras-chave genéricas que tragam visitantes desmotivados, irrelevantes ou que não sejam úteis ao seu negócio.
  • Otimize tanto para palavras-chave informativas quanto para palavras-chave comerciais. Não foque apenas em informação. Caso contrário, você não alcançará um negócio de sucesso que gere rendimento.

O mais importante, se você está apenas começando, é não otimizar para palavras-chave primárias que serão difíceis de classificar.  Lembre-se, mesmo se você classificar para uma palavra-chave primária, é muito improvável que aconteça uma conversão. 

Se você é um expert em mídias sociais em busca de clientes, pare de otimizar para “marketing em mídias sociais”, exceto para páginas informativas genéricas. Em vez disso, você deveria buscar opções mais proveitosas dentre as palavras-chave de cauda longa, como por exemplo … 

  • especialista em mídias sociais em Nova York 
  • melhor especialista em mídias sociais para restaurantes 
  • especialista em marketing de mídias sociais para escritórios de advocacia
  • consultor de mídias sociais em Los Angeles 
  • melhores práticas de marketing em mídias sociais 
  • checklists para marketing de mídias sociais 
  • marketing de mídias sociais para pequenos negócios 
  • especialista em geração de leads em mídias sociais 

… dentre outras. 

É muito importante focar nas palavras-chave corretas.

Aqui vai um exemplo: Richard Emils tem conduzido seu site por alguns meses. Entretanto, ele não estava satisfeito com os resultados de busca que estava alcançando.

Então, ele pesquisou as palavras-chave corretas e otimizou seu conteúdo para a palavra-chave “ideias de programas de bem-estar”. Ele agora está em primeiro lugar no ranking para essa palavra-chave primária nos resultados do Google, apenas consertando um erro de otimização:

image14

Em seguida, ele utilizou a técnica skyscraper do Brian Dean para criar e promover o conteúdo de seus links que valem a pena. Os resultados foram impressionantes. Ele gerou 41.992 visualizações de página, alcançou o primeiro lugar na classificação orgânica e aumentou seu rendimento recorrente mensal para US$100.000,00.

image02

Erro de Otimização #2: Confundir PPC (Pague por clique) com SEO 

Acredite em mim, houve vezes em que confundi anúncios “Pague por clique” com resultados de busca orgânicos. Isso geralmente acontece quando o Google não indica que os primeiros resultados da busca são anúncios pagos.

De toda forma, tem se tornado muito mais fácil identificar anúncios PPC no Google, graças ao símbolo “Anúncio”.  Por exemplo, quando eu pesquisei por “desenvolvedor php”, eu encontrei apenas um anúncio PPC. 

image11

Tenha cuidado com isso, pois as vezes ao olhar para os resultados de busca orgânicos, você pode não encontrar o símbolo “Anúncio” mostrado em destaque.

Isso pode acabar gerando uma certa confusão. 

A experiência negativa para os usuários é que eles pensam que os anúncios PPC em que estão clicando são na verdade listagens orgânicas alcançadas pela página em questão, através da força de seu próprio mérito.

Em vez de confundir seus usuários alvo, você pode dar lances em termos que fazem menção a sua marca, de modo a prevenir que seus concorrentes tirem vantagem de suposições incorretas dos seus usuários de busca.

Se por alguma razão você e seus concorrentes derem lances nos mesmos termos de marca, o Google irá favorecer você em relação a eles, pois como um todo seu site e sua landing page estarão mais dentro do tema e serão mais relevantes para as palavras-chave relacionadas a esta marca.

Verdade seja dita, existem alguns debates que questionam se os profissionais de marketing devem ou não apostar em palavras-chave de marca. Contudo, todos os argumentos apontam para uma única coisa: relevância. 

Você quer que suas palavras-chave de marca respondam às perguntas de seus usuários alvo. Desde que se vá ao encontro aos objetivos do usuário, siga em frente e aposte nelas. Caso contrário, descarte-as.

A Amplify Interactive divulgou dados, relativos a janeiro (gráfico abaixo), que mostraram um aumento de CTRs em 5,1% quando uma marca tem ambas as listagens, orgânicas e pagas, em vez de apenas um resultado orgânico.

image09

Para aprender mais sobre dar lances em palavras-chave relacionadas à marca, veja as orientações dos guias abaixo: 

Erro de Otimização #3: Esperar que os resultados de SEO causem efeito imediato para novos sites 

Eu levei aproximadamente dez anos para alcançar resultados significativos por todos os meus esforços dedicados em SEO.

Sinceramente, você não deve esperar um resultado imediato. Não importa o quão inteligente você seja. Retorno instantâneo simplesmente não funciona com SEO. Os SEOs modernos  focam no longo prazo e em satisfazer o usuário com seu conteúdo.

image01

Não me entenda mal. Eu não estou dizendo que um SEO de sucesso irá levar anos para trazer resultados. Já vi pessoas com novos sites que começaram a gerar tráfego orgânico e classificações surpreendentes em apenas três meses.

Uma dessas histórias de sucesso pertence a Perrin Carrell. Recentemente, ele adotou um animalzinho de estimação. Enquanto ele estava em busca da melhor ração para seu novo amigo, ele acabou se frustrando, devido ao fato que o Google não estava lhe oferecendo as melhores respostas – uma vez que não havia nenhuma resposta disponível.

Então, Perrin desenvolveu um site especificamente com a proposta de oferecer um conteúdo rico em informações sobre o problema com o qual se deparou.

E, em apenas 6 semanas, usando o poder dos guestographics, ele foi capaz de impulsionar seu tráfego orgânico em 939%

image08

Perrin não é o único que obteve um sucesso repentino com SEO. Servando Silva recentemente compartilhou sua história inspiradora sobre seu site focado em um nicho específico. Ele foi de 0 a 400 visitas por dia em um período de 2 meses.

Dito isso, esses estudos de caso e histórias de sucesso não são o padrão. São possíveis, mas não são comuns.

Você pode pensar que essas pessoas trabalharam duro (é claro que sim) para alcançar o sucesso. Mas, novamente, existem pessoas que suam dia após dia criando conteúdo, promovendo-o e conseguindo links, mas ainda lutam por uma classificação alta no Google. 

Frequentemente, pessoas como essas desistem.

Obviamente, uma das principais razões pelas quais elas desistem é o fato de os resultados imediatos esperados por elas não aparecerem.

Se você tem um site antigo e consolidado, então você pode esperar classificações de busca e tráfego imediatos, especialmente quando você otimiza seu conteúdo para palavras-chave de cauda longa

image00

Por outro lado, se seu site é novo (especialmente se é um site de um nicho bem específico), esqueça as classificações imediatas. Em vez disso, foque na criação de conteúdo orientado por dados e em promovê-lo legitimamente. 

Não tente conseguir links a qualquer custo. Isso apenas causará um efeito contrário e você acabará sendo penalizado. Se você está em busca de vendas rápidas em seu site de nicho específico, foque em propagandas PPC através do Facebook, Google AdWords, Instagram, LinkedIn e outros mecanismos de busca.

Os verdadeiros benefícios do SEO virão para você a partir de 6 meses ou mais. A razão para essa demora é que seu novo site precisa ter um conteúdo de qualidade, engajar usuários , conseguir links de assuntos do mesmo contexto, alcançar indicadores sociais, dentre muitas outras coisas. Isso tudo leva tempo. 

Para encerrarmos essa seção, eu tenho duas simples palavras para você: “Seja paciente.” 

Erro de Otimização #4: Utilizar-se de técnicas e estratégias abusivas de SEO

A maioria das “soluções rápidas de SEO” geralmente envolvem técnicas abusivas de SEO. Se isso parece bom demais para ser verdade, então fique atento quanto a esse tipo de erro de otimização.

A grande verdade é que conseguir links para uma página é fácil, mas conseguir links que impulsionam sua classificação é difícil. Na verdade, muito difícil.

image10

Por exemplo, antes de conseguir um link em sites que já são autoridades, como o Search Engine Journal, Moz, QuickSprout e Entrepreneur, é preciso trabalhar duro.

Você tem apenas duas opções. Você pode fazer um guest post de alto valor ou pode pagar alguém com as habilidades certas para fazer isso por você.

Acredite em mim: ainda assim o contato com influenciadores pode dar errado, especialmente se seu único propósito ao receber um destaque num blog popular seja conseguir links. 

O sucesso vem quando você muda seu foco de suas necessidades imediatas (como links, tráfego, compartilhamentos sociais) para entregar valores enormes através de seu conteúdo. Isso é o que os usuários querem. 

Técnicas abusivas de SEO podem parecer rápidas, atrativas e promissoras, mas não se renda a elas.

O Google lançou em abril de 2012 uma atualização do algoritmo Penguin. Seus principais objetivos foram recompensar melhor sites confiáveis e penalizar sites praticantes de spamming nos resultados de busca. Eles estavam especificamente em busca de sites que efetuavam a compra de links ou os obtinham através de redes de links desenvolvidas especialmente para impulsionar classificações no Google. 

Em resumo, os sites penalizados pelo Penguin estavam basicamente cometendo erros de otimização ao utilizar técnicas que violavam e manipulavam resultados de busca.

Do mesmo modo, não se deve confiar em soluções duvidosas de SEO, não importa onde você as conseguiu. 

Ano passado, Ryan Stewart tomou uma atitude ousada e decidiu parar de vender serviços de SEO. Por quê? Porque ele não podia mais garantir nenhum resultado preciso aos seus clientes. O SEO havia mudado. 

image13

Novamente, qualquer agência ou expert em SEO que te garanta um primeiro lugar em classificações está se aproveitando de você.

Preste bastante atenção:

Ninguém pode te garantir resultados de busca imediatos ou um primeiro lugar na classificação orgânica.

Erro de otimização #5: Não utilizar textos âncora para links internos

Textos âncora são importantes, tanto para usuários quanto para mecanismos de busca. Se isso não fosse verdade, o Google não se importaria com os textos âncora que você utiliza em seu conteúdo. 

Eu jamais irei aconselhá-lo a otimizar em excesso seu conteúdo com textos âncora que tenham uma correspondência exata. Você poderia ser penalizado pelo Google e perder suas classificações alcançadas. 

image05

Quando falamos de links internos (links que levam à outras áreas de seu site), relevância é o ponto principal. Se você utiliza textos âncora como, “clique aqui”, “leia mais” ou “visite o site aqui”, procure não exagerar nessa prática.

Eu sei que utilizar um call-to-action com palavras genéricas pode aumentar sua taxa de cliques, mas isso pode ser prejudicial a longo prazo. Então, como você deve elaborar seu texto âncora, sendo esse um importante item de SEO?

image15

Se você escreve um post de blog sobre o assunto “landing pages”, e quer um link para outra página onde os leitores possam realizar o download de templates, você deveria utilizar um texto âncora como:

  • Consiga um template para sua landing page
  • Download de templates para sua landing page
  • Temas de landing pages para negócios

Não exagere nesse ponto. O importante é ser natural. 

image07

Se o texto âncora não soa natural, livre-se dele. Por isso eu recomendo que você escreva seu conteúdo primeiramente, e então transforme algumas de suas palavras-chave parciais ou relativas à marca em um texto âncora.

Conclusão

Nos dias de hoje, é complicado sair do lugar comum, devido à grande quantidade de conteúdo que vem sendo publicado. 

Lembre-se que usuários de busca não estão interessados em mais um conteúdo que irá matá-los de tédio.

Se coloque no lugar deles. O que você espera encontrar ao pesquisar um termo no Google?

Obviamente, você quer os resultados de busca corretos. Afinal, quem se dispõe de tempo para vasculhar milhões de resultados de busca para conseguir o conteúdo ideal?

Foque em criar conteúdo para links que valem a pena

Além disso, se você tiver oportunidade de construir links para suas páginas úteis, foque em qualidade ao invés de quantidade. Do ponto de vista do Google, 1 link dofollow da Forbes.com irá trazer mais valor de SEO do que 5 links dofollow de um blog que surgiu do nada.

 Quais outros erros de otimização dos mecanismos de busca você acha que podem prejudicar os rankings de busca orgânica? 

Share