Como Aumentar o Tráfego Orgânico Sem Posicionar no Top 10 do Google

content promotion

A busca é a fonte de tráfego número #1 para páginas de conteúdo na internet, superando o tráfego de mídia social em mais de 300%. De acordo com um experimento realizado pela equipe de marketing do Groupon, 60% do tráfego direto é na realidade tráfego de busca orgânica.

Estas estatísticas são bastante animadoras, certo?

Mas e se você é incapaz de ter uma boa classificação nos resultados do Google? Será que isso significa que você não tem esperança de aumentar o tráfego orgânico a partir dele? Você vai aprender a verdade sobre Otimização para Mecanismos de Busca neste artigo.

Como eu fui capaz de classificar no top 10 resultados do Google para várias palavras-chave de alto volume? Bem, isso não aconteceu da noite para o dia. Eu tenho blogs ativos desde 2007.

Nesse tempo, eu escrevi e publiquei mais de 600 posts no Quicksprout.com e um punhado no Neilpatel.com. Eu também contribuo para vários outros blogs do mercado.

Sim, busca orgânica pode gerar mais – e mais valiosos – cliques do que busca paga.

De fato, um cliente da ContentMX que estava usando ambos os métodos de tráfego pago e orgânico para gerar tráfego registou um aumento de 84% no número de cliques orgânicos, que foi muito melhor do que os resultados pagos.

A Estratégia definitivo para direcionar o tráfego orgânico Sem classificação nos do Google Top 10

É verdade que meus blogs geram mais de 700 mil visitantes por mês, mas isso demandou muito trabalho e perseverança. Eu continuo aprendendo, e acho que é difícil parar.

A maioria dos posts que eu escrevi lá em 2010 são aqueles que aparecem na busca orgânica. Então você vê, SEO não é uma estratégia de marketing de curto prazo – ele funciona para aqueles que podem colocar esforço e ser pacientes.

Aumentar o tráfego orgânico se resume a oferecer um conteúdo útil para o seu público-alvo, de modo que eles vão compartilhar com os outros. Sempre que você fizer isso, você irá aumentar seu tráfego orgânico a cada mês.

image30

Você poderia empregar técnicas de SEO Black Hat e rapidamente aumentar os rankings de suas páginas, mas pense no amanhã. Cedo ou tarde, o Google vai definitivamente achar, penalizar seu site, e empurrar seus rankings lá embaixo para a página 91.

Pessoalmente, eu vi o SEO White Hat ter performances melhores do que as técnicas black hat. Isso simplesmente mostra que o marketing de conteúdo tem o potencial para aumentar o tráfego orgânico a longo prazo.

Eu conheço um monte de blogueiros e profissionais de marketing de conteúdo que geram milhares de visitantes orgânicos para seus blogs a cada mês, mas eles não classificam altamente nas páginas de resultados do motor de busca (SERPs).

Baixe esta planilha passo a passo para aumentar o tráfego orgânico sem classificar no top 10 do Google.

Vamos explorar 7 abordagens estratégicas que você pode tomar se você quer aumentar o tráfego orgânico, mesmo se o seu blog é novo e você não tem esperança de conseguir o tráfego certo vindo do Google. 

Estratégia #1: Compartilhe Infográficos em Redes Comunitárias

Infográficos são poderosos geradores de tráfego, leads e vendas, porque eles são um excelente meio de marketing visual. De acordo com The Content Cloud, “As pessoas se lembram de 80% do que veem e fazem, e apenas 20% do que leem.”

De 2010 a 2012, KISSmetrics conseguiu mais de 41.000 retweets referenciando seus infográficos. A Unbounce registrou que, em apenas dois anos, a busca de infográficos aumentou 800%.

image31

Se você está planejando construir um novo site, ou crescer o seu site existente, infográficos são ótimos para aumentar o tráfego orgânico.

Sempre que eu lanço um infográfico, ele vai receber 22,6% menos tráfego nos primeiros três meses do que posts de blog regulares. Mas ao longo de 12 meses, os infográficos recebem 35,1% mais tráfego.

Você pode ser tentado a usar uma das ferramentas de infográficos grátis por aí, mas a qualidade do produto resultante pode não ser tão boa quanto qualquer um feito por um profissional especializado ou construído com ferramentas premium.

Eu uso Visual.ly para projetar todos os meus infográficos. É ótimo, mas não é barato.

image44

Se você estiver apertado no orçamento, não há outra alternativa – Dribbble.com. Este é um site de freelancers, onde você pode encontrar um designer gráfico profissional com habilidades em design de infográfico. Basta seguir estes passos simples:

Passo um: No site principal, digite “designer de infográfico” na caixa de pesquisa. Pressione a tecla Enter:

image04

Passo dois: Analise os resultados: Basta clicar em um dos resultados para conhecer sobre o designer. Se você estiver satisfeito com a descrição, projetos concluídos, avaliações dos cliente e comentários, ótimo – se não, você pode escolher um outro designer. Há milhares deles no dribbble.com

image04

Nota: você deve clicar no nome do designer, não na imagem. Se você clicar na imagem, você verá opiniões de outros clientes. Mas, se você clicar no nome, ele vai levá-lo para uma página onde você pode conhecer mais sobre o designer e ver trabalhos concluídos.

image41

Quando o seu infográfico está pronto, você tem que divulgá-lo. É aí que o benefício real vem. Seu infográfico pode ser muito útil, bem desenvolvido e prático, mas se ninguém o vê, você desperdiçou tempo e dinheiro.

Existem várias maneiras de promover um infográfico – por exemplo, blog e marketing de mídia social. Mas o método mais eficaz é compartilhá-lo nas redes comunitárias. Redes comunitárias são sites onde vários blogueiros se unem para compartilhar conteúdos e dicas.

A maioria das pessoas nestes sites comunitários estão à procura de conteúdo para divulgação e republicação. Sites como a comunidade GrowthHackers permitem que você distribua seu conteúdo. Insira seu infográfico na página do blog e compartilhe.

image22

Se você já lançou um infoproduto, você provavelmente já está ciente que recrutar afiliados para promover o seu produto é a maneira mais fácil de garantir vendas consistentes.

Da mesma forma, quando você compartilha seu infográfico em sites comunitários, você está recrutando blogueiros, profissionais de marketing de conteúdo e empresários digitais que estão à procura de conteúdo útil para divulgar.

Quanto mais compartilhamentos e links naturais apontando para sua página, mais influência você terá, e seu tráfego de busca orgânica vai disparar.

Outra rede comunitária que você pode compartilhar o seu infográfico é o Blokube.com. É gratuito, mas você tem que se cadastrar.

image13

Veja também: 60.000 visitantes e contanto: Como dobrar seu tráfego com infográficos

Estratégia #2: Auditoria Competitiva da Concorrência

Se você continuar a ver as páginas do seu concorrente classificando altamente no Google, enquanto você ainda luta para conseguir tráfego, então há algo que você pode aprender com eles.

De acordo com Cicada Online, você precisa descobrir os fatores On Page que fazem seus concorrentes bem sucedidos.

image40

Algo que pode aumentar o tráfego orgânico e muito é o engajamento social. Em outras palavras, se seus concorrentes têm influência nas mídias sociais, eles podem conseguir que milhares de pessoas compartilhem o conteúdo deles. Por sua vez, isso solicita que os rastreadores do Google indexem e classifiquem a página.

Aqui está a prova de que ter influência e engajamento social é importante: Simply Measured comparou vários sites de reservas online e descobriu que o envolvimento no Twitter do Hilton Worldwide supera outras redes.

image15

É possível que seus concorrentes estejam direcionando para palavras-chave que você nunca descobriu. E você pode não encontrar essas palavras-chave quando você usa o Planejador de Palavras-Chave do Google AdWords ou qualquer outra ferramenta de busca de palavra-chave por aí.

Bryan Eisenberg listou 21 ferramentas que você pode usar para espionar legalmente seus concorrentesAuditoria Competitiva é a maneira mais rápida de descobrir exatamente porque eles estão à frente de você nos resultados de busca.

image01

Antes que você possa espiar com sucesso seus concorrentes, você tem que saber quem eles são. Então, vamos começar por aí.

Passo um: Vá ao SimilarSites.com. Insira a URL do seu site na caixa de pesquisa. Em seguida, clique no ícone de pesquisa no lado direito.

image36

Passo dois: Role a página. Você vai ver os blogs e sites que geralmente escrevem sobre temas semelhantes.

image20

No exemplo, se você rolar ainda mais para baixo, você vai ver os meus principais concorrentes. Estes são blogs e sites que meus leitores costumam visitar antes ou depois de ler o conteúdo do Quicksprout.com. Então, eles são meus principais concorrentes:

image38

Agora que eu sei quem são meus principais concorrentes, bem como as URLs de seus sites, agora eu posso espioná-los. No próximo passo, eu vou identificar as palavras exatas que estão sendo utilizadas para aumentar o tráfego orgânico dos meus concorrentes e te mostrar como fazer o mesmo.

Passo três: Vá ao Alexa.com. Esta ferramenta pode mostrar se as melhores palavras-chave dos seus concorrentes estão no top 10 de resultados do Google.

Na página inicial do Alexa, insira a URL do site do seu concorrente (por exemplo copyblogger.com) no campo. Clique em “encontrar”.

image19

Passo quatro: Analise a geografia do público. O Alexa te dá informações detalhadas sobre o público do seu concorrente, de onde vieram e como eles são engajados quando visitam o site do seu concorrente. Isso é verdadeiramente importante, particularmente a seção “pageviews diários por visitante”.

image39

Você pode ver que a maioria dos leitores do Copyblogger vivem na Índia. O que isso significa para você?

Bem, se você está com sede nos Estados Unidos ou no Reino Unido, e você quer receber mais atenção e clientes dessas regiões, você precisa dizer aos rastreadores do Google sobre o que é seu site e otimizar o seu conteúdo para palavras-chave específicas da sua região.

Por exemplo, se você é um desenvolvedor web com base nos EUA, você pode configurar landing pages e criar mais artigos detalhados para palavras-chave como:

  • Desenvolvedor web na Califórnia
  • Empresa de desenvolvimento web EUA
  • Web design Los Angeles

Quanto mais você otimizar para palavras-chave que são relevantes para qualquer local perto de você, mais o Google irá associar o seu site com a área relevante e recompensá-lo com os usuários certos.

Além disso, os dados sobre pageviews diários na imagem acima são muito importantes. O Alexa nos diz que o Copyblogger tem uma taxa de retenção de 2,13%.

Este número indica quantas páginas ou posts os visitantes leem no site. Você pode querer apontar para esta meta ou tentar ultrapassá-la. Tudo se resume ao conteúdo útil, o envolvimento dos usuários e da velocidade do seu blog.

Passo cinco: Analisar palavras-chave orgânicas. Quando você navega ainda mais para baixo, o Alexa mostra quais palavras-chave os visitantes estão procurando que levam ao seu concorrente.

image16

Nota: Estas são as principais palavras-chave que fazem crescer o blog do Copyblogger. Você pode ver no resultado acima que “marketing de conteúdo” envia 5,49% do tráfego de busca orgânica para eles. Se o site atrai mais de 500.000 visitantes por mês, 5,49% do tráfego orgânico é equivalente a 27.450 visitantes únicos por mês.

Qualquer blog que recebe metade desse tráfego será bem sucedido. Eu estou mostrando isso para provar a eficácia dessas principais palavras-chave. Mas adivinhem? A maioria dos artigos posicionando para essas principais palavras-chave não estão nem mesmo no #1 ou #2 lugar no top 10 do Google. Vamos ver:

image23

Você pode saber a posição exata de suas palavras-chave alvo nos motores de busca sem verificá-las uma por uma. Para economizar tempo, insira a URL do site do seu concorrente no SEMrush.com e clique no botão de busca:

image45

Em seguida, role para baixo e você verá as palavras-chave orgânicas (incluindo algumas palavras-chave que o Alexa.com não mostra). Você também vai ver as posições atuais de cada palavra-chave. Esta é uma das razões pelas quais eu recomendo o SEMRush – tudo é ao vivo!

image42

É hora de você começar a buscar no seu mercado. Saiba exatamente o que seus concorrentes estão fazendo, em seguida, decida qual dessas estratégias que você deseja usar para o seu negócio.

Ao implementar as conclusões da sua auditoria competitiva, você definitivamente vai ver uma melhoria significativa em todas as áreas. Várias empresas já provaram o quão valiosa a análise competitiva pode ser. Por exemplo, Everest Group realizou uma análise competitiva para um provedor de serviços da Fortune 500.

O cliente tinha vários desafios. Mas o maior deles era como entregar as métricas que afetavam o custo global e preços dos prestadores de serviços, incluindo as hierarquias de funcionários e do mix de entrega onshore-offshore.

Com a ajuda do Everest Group, a empresa foi capaz de entender os dados e análise de requisitos resultantes da iniciativa de benchmarking. Os resultados da análise competitiva forneceram duas grandes vantagens.

image03

Primeiro, a análise permitiu o cliente identificar as áreas em que o preço estava potencialmente desalinhado com os seus concorrentes.

Em segundo lugar, o cliente foi capaz de entender completamente sua estratégia de recursos humanos do projeto em comparação com os seus concorrentes, o que lhes permitiu investir em melhores localizações offshore.

Através da realização de uma auditoria competitiva, Daniel Gonzalez, especialista em CRO (otimização da taxa de conversão) da SingleGrain, foi capaz de determinar o potencial do mercado “filhotes à venda”, um sub-nicho no mercado de filhotes.

Ele descobriu que seus concorrentes estavam gerando mais de 10.000 visitantes de busca orgânica mensais, ao inserir a URLs dos sites deles no Quantcast.com. Essa informação foi um grande motivador para ele.

Por exemplo, se eu quero saber quantas pageviews únicas que o Muscleforlife.com tem, eu vou simplesmente ir ao Quantcast, inserir a URL do site na caixa de pesquisa e apertar enter:

image14

Em seguida, vou ver a página de estatísticas de tráfego:

image29

Sabendo mais sobre seu mercado, seus concorrentes, as tendências emergentes e ferramentas populares, você vai ser capaz de ser mais esperto que seus concorrentes ou pelo menos obter uma porcentagem do tráfego orgânico deles.

Para fazer isso, basta direcionar as “top palavras-chave” deles nos posts do seu blog e postagens de mídia social. Use as palavras-chave para elaborar títulos poderosos que irão cativar seu público-alvo.

Acima de tudo, faça guest posts de alta qualidade nos sites dos seus concorrentes e certifique-se de otimizar para as mesmas palavras-chave.

Desde que o Google já identificou o tema do site do seu concorrente, o seu guest post irá provavelmente classificar no top 10 resultados do Google dentro de um curto espaço de tempo, o que significa aumentar o tráfego orgânico para você, também.

Estratégia #3: Otimizar para Variações de Palavras-Chave de Cauda Longa

Se você quer direcionar visitas de longo prazo ao aumentar o tráfego orgânico, você tem que direcionar frases-chave de cauda longa. Eu sei que você já ouviu isso muitas vezes, tanto aqui como em outros blogs do mercado. Mas há uma razão pela qual isso se tornou um clichê: Isso funciona.

Dos 262.169 visitantes que vieram ao Quicksprout.com em fevereiro de 2014, 238.195 vieram através de palavras-chave de cauda longa. Isso é um gritante 91% do tráfego.

image18

Você acha que todas essas palavras-chave de cauda longa que geraram milhares de visitantes orgânicos para o meu blog vieram de posts classificados em #1 no top 10 resultados do Google?

Claro que não. Para ser honesto com você, apenas um punhado de minhas palavras-chave de cauda longa estavam altamente classificadas na época. Sim, eu vi muita melhora desde 2014, não há dúvida sobre isso.

A estratégia de palavras-chave cauda longa é realmente uma tendência das melhores práticas de SEO. Até agora, o Google não manifestou qualquer problema com isso. Claro, você pode acabar em apuros por exageros, mas isso é verdade para muitas estratégias de SEO legítimas.

Há alguns anos atrás, a Amazon fez 57% das vendas a partir de palavras-chave de cauda longa (buscas de produtos). Tenho certeza de que esse número só tem aumentado.

image26

Descobri que quando você segmenta palavras-chave de cauda longa, você pode não classificar no top 10 do Google para elas, mas com o passar do tempo, você vai realmente classificar para palavras-chave relacionadas para as quais você não otimizou.

Por exemplo, quando você procura por “construir tráfego para blog,” você verá um dos posts que publiquei anteriormente neste blog visando a palavra-chave de cauda longa “como aumentar o tráfego do blog.”

image09

Esse é o poder de uma variação de palavras-chave de cauda longa. Você vai começar a aumentar o tráfego orgânico para palavras-chave relacionadas. Isto é conhecido como LSI (Indexação semântica latente). Nós vamos ver mais sobre isso na estratégia a seguir.

Mas, por agora, vamos começar por encontrar algumas palavras-chave de cauda longa. Eu gosto de começar com a ferramenta de palavra-chave do Google para encontrar palavras-chave sementes com milhares de buscas mensais. Em seguida, eu vou cavar mais fundo. Basta seguir estes passos simples:

Passo um: Vá ao Planejador de Palavras-Chave do Google Adwords. Uma vez que você acessar, digite a palavra-chave principal (por exemplo, “loja online”) na caixa. Clique no botão “Obter ideias”:

image25

Em seguida, clique na guia “ideias de palavras-chave” para revelar palavras-chave relacionadas.

image37

Passo dois: Selecione as palavras-chave de alto volume. Estas são as principais palavras-chave que recebem pelo menos 1.000 buscas mensais. Isto é importante porque você ainda quer as variações de cauda longa para ter um volume de busca decente.

Passo três: Encontre variações de cauda longa. Copie todas as expressões destacadas acima, em seguida, encontre as variações mais longas usando KeywordTool.io – uma ferramenta de pesquisa de palavra-chave grátis que é uma alternativa para a ferramenta do Google e Übersuggest.

image17

Aqui estão suas palavras-chave de cauda longa:

image27

A seção de destaque mostra suas variações de palavras-chave de cauda longa para a palavra-chave “loja de vestido online.” Se você observar de perto, você verá que algumas dessas palavras-chave não fluem bem. Na verdade, a maioria delas parecem spam. Por exemplo:

  • compras online vestido delhi
  • entrega gratuita compra do vestido online
  • entrega em todo o mundo compra vestido online
  • compras de vestido online Europa

Se você integrar qualquer uma dessas palavras-chave de cauda longa textualmente no seu títulos, seus usuários não ficarão felizes. Então, o que você faz em vez disso?

Use sinais de pontuação para integrar as palavras-chave de cauda longa no seu título. Aqui está um exemplo:

  • Compra de vestidos online – as lojas de Delhi têm promoções incríveis
  • Compra de vestidos online: Entrega grátis na sua porta dentro de 48 horas
  • Compra de vestidos online (Entrega gratuita e rápida)

Nota: Em cada um destes exemplos, eu usei um hífen (-), dois pontos (:) ou parênteses () para escrever títulos atraentes.

As palavras-chave ainda são as mesmas. O Google vai tratar “Compra de vestidos online – entrega gratuita” da mesma forma que trataria “Compra de vestidos online entrega gratuita”.

Há muitas fórmulas de títulos que você pode usar para atrair o seu público, mas esta abordagem de “pontuação” é muito popular – ela é usada por blogs de autoridade, como Mashable:

image32

Se você está lendo meus posts do Quicksprout.com, você sabe que eu uso esta fórmula de título muitas vezes:

image00

Estratégia #4: Utilize LSI (Indexação semântica latente)

SEO é arriscado. Você pode pensar que sua estratégia é infalível, e apenas ao descobrir que o Google não concorda, você pode acabar dando um tiro no próprio pé.

Para minimizar suas chances de ser penalizado por enchimento de palavras-chave e manipulação dos motores de busca através de palavras-chave de cauda longa, use LSI (Indexação semântica latente). O que significa? O Google nos diz:

image43

O LSI é sobre como identificar padrões. O Google usa LSI para avaliar o valor de palavras-chave que aparecem no conteúdo da sua página.

Quando o Google rastreia uma página da web, as palavras-chave e frases mais comuns são identificadas e agrupadas. O LSI, em seguida, procura palavras ou sinônimos estreitamente relacionados que são relevantes para o título da página.

Por exemplo, se o seu título era “gerar tráfego web”, o rastreador do motor de busca esperaria encontrar palavras-chave relacionadas para esse tópico no conteúdo da página também. Alguns dos sinônimos para “gerar tráfego web” que ele espera são:

  • gerar visitantes online
  • direcionar tráfego online
  • gerar visitantes para site
  • obter o tráfego para um site
  • atrair visitantes online

Se você continuar a repetir a mesma palavra-chave (seja cauda longa ou palavras-chave principais) em seu conteúdo, não importa o quão inteligente você pensa que é, o Google vai certamente descobrir e sancioná-lo. A única saída é usar os sinônimos para a palavra-chave principal.

Por exemplo, se o título é “Como aumentar o tráfego orgânico para o seu blog,” a principal palavra-chave é “aumentar o tráfego orgânico.”

Você poderia começar a sua introdução assim:

Se você quer aumentar o tráfego orgânico para seu site, este post foi escrito com você em mente. A maioria das pessoas nunca mais saiu da sua zona de conforto depois de lançar um blog. Elas pensam que os visitantes aparecem como mágica.

Não, não é assim que funciona. Há algumas coisas que você deve fazer se você quer gerar visitantes de busca para seu site – vamos explorar cinco estratégias:

Você notou como eu usei um sinônimo no final? Troquei “aumentar o tráfego orgânico” com “gerar visitantes de busca.” Para o Google, você está basicamente dizendo a mesma coisa duas vezes, mas você vai ficar fora do radar para evitar ser penalizado.

Quando você usa a abordagem LSI, você não tem que mencionar repetidamente sua principal palavra-chave ou palavra-chave de cauda longa em seu conteúdo. Mantenha a principal palavra-chave no título e os sinônimos no corpo do texto, e você vai ficar bem.

Se você considerar o meu post recente em que eu falei sobre “táticas de link building”, você vai notar que eu não menciono as palavras-chave alvo várias vezes no artigo. Em vez disso, eu usei palavras que significam a mesma coisa:

image11

Usar sinônimos e palavras-chave relacionadas é natural para escritores e profissionais mais prolíficos. Por exemplo, os autores do Moz usam o método LSI ao escrever posts de blogs de alta qualidade. Considere os sinônimos sublinhados, apenas no primeiro parágrafo:

image34

Se você pode ajudar o Google a entender melhor sua página, então, ele vai enviar os usuários certos para o seu site, você estando na primeira página de resultados ou não.

Estratégia #5: Aumentar o Alcance Através de Páginas de Recursos Orgânicas

Aumentar o alcance dos e-mails é popular. Quando bem feito, isso pode levar a mais links recebidos. Mas existem limitações, especialmente se você for um construtor de links agressivo. De acordo com o Moz, 31% dos blogueiros nunca vão abrir um e-mail que contém um pedido de link no título do e-mail.

image33

No entanto, o mesmo estudo mostrou que e-mails detalhados que oferecem valor para o receptor são mais suscetíveis de ser abertos. Aqui está o gráfico:

image21

A abordagem de páginas de recursos orgânicas é apenas uma maneira de pesquisar páginas da web que são altamente classificadas no top 10 do Google, e se oferecer para atualizá-las.

Em primeiro lugar, conteúdos de recursos são o tipo de conteúdo que oferece muito valor. “Recursos”, neste caso, não significa uma página que contém links para outros blogs ou páginas internas. Basicamente, qualquer página da web que está altamente classificada agora no top 10 de resultados do Google, é uma página de recursos.

E se você pudesse melhorar o post, e pedir ao autor para publicá-lo, em seguida, incluir um link para ele no post popular?

Eu vou te mostrar o que eu quero dizer. Vamos começar por encontrar um post que é altamente classificado no Google para a palavra-chave “monetização da lista de e-mail”:

image05

O primeiro resultado orgânico é um post do GetResponse. Sim, este post é útil e tem valor por causa da autoridade da marca e domínio do GetResponse. Mas eu posso melhorar esse post. E GetResponse aceita guest posts, o que torna muito mais fácil de ser publicado no seu blog.

Desde que o seu título é:

  • 4 maneiras de monetizar a sua lista de e-mail e alcançar a lucratividade

Eu posso simplesmente melhorar o título, adicionando um número e palavras de poder:

  • 7 maneiras inteligentes para monetizar a sua lista de e-mail e alcançar a lucratividade

Melhor ainda, eu poderia fazê-lo um guia definitivo:

  • O guia definitivo para monetizar a sua lista de e-mail e alcançar a lucratividade

Com um título atraente, GetResponse pode muito bem dizer “sim” para sua proposta. Mas não os decepcione quando você começar a escrever o post.

Aqui estão algumas maneiras simples para melhorar o valor do seu post antes de enviá-lo para o editor:

  • Crie títulos irresistíveis.
  • Comece a introdução com um estrondo (fazendo uma declaração ousada, mostrando um resultado típico, fazendo uma pergunta, etc).
  • Mostre exemplos de blogs e profissionais que tenham êxito monetizando suas listas de e-mail e como eles fizeram isso.
  • Adicione vários gráficos, capturas de tela e imagens personalizadas (mas evite banco de imagens).
  • Referencie blogs de autoridade que são relevantes para seu tópico.
  • Diga ao editor ou blogueiro que você vai promover o guest post maciçamente nas mídias sociais.
  • Escreva como se sua vida dependesse disso. Faça o seu melhor trabalho.

Lembre-se que quando falar sobre sua ideia de guest post (em uma tentativa de melhorar a qualidade de um post popular), não inclua “pedido de link building” no seu título de e-mail. Na realidade, você não está atrás dos links – você está atrás do tráfego. Aprenda com o pior pedido de guest post da história e não cometa os mesmos erros:

image10

O objetivo de falar sobre sua ideia do artigo é dar valor a um novo conjunto de pessoas. Nunca peça nada em troca, nem mesmo links.

image24

Se você tiver sucesso em inspirar o proprietário ou editor do blog (para GetResponse, é o editor), então você pode simplesmente pedir que eles façam referência e linkem para seu guest post no primeiro parágrafo do post popular que já está na posição #1 do Google.

Você vai aumentar o tráfego orgânico de forma significativa para o seu site e de forma consistente. Em vez fazer guest posts sem saber se você vai ter sucesso ou não, saiba como aproveitar as páginas de recursos para aumentar o tráfego orgânico.

Estratégia #6: Construir Consciência do seu Site Palestrando

Há algumas coisas que você pode não saber sobre mim. Eu tenho 30 anos de idade. E tenho palestrado em mais de 239 conferências durante a minha carreira.

image02

A maioria dos profissionais de marketing, blogueiros e donos de empresas temem falar em público. De acordo com a Public Speaking Success, 75% das pessoas experimentam ansiedade de falar em público, o que faz a apresentação em palestras bastante desagradável para eles.

Mas falar em público é uma poderosa forma de construir sua marca pessoal. Quando bem feito, isso pode solicitar um monte de gente para começar a procurar seu nome em motores de busca.

image28

Você não tem sequer que otimizar para o seu nome. Depois que o Google descobre que mais e mais pessoas estão percebendo você, ele vai empurrar o seu site para o topo.

Se você nunca falou a um grupo de profissionais de marketing e empresários, você tem que começar por algum lado. Isso significa que você pode querer fazer qualquer palestra que aparece no caminho, pelo menos inicialmente.

Quando eu comecei a palestrar ativamente, a procura pela minha marca decolou. Neste momento, mais de 4.000 pessoas, procuram por “Neil Patel” a cada mês. E quando o fazem, o primeiro resultado que aparece é o meu blog.

image06

Oradores de grande sucesso começaram contando uma história. Reconte suas histórias de sucesso e as use para dar direção aos seus ouvintes. “As histórias de sucesso são uma ótima maneira de compartilhar o que você conquistou”, diz Jezra Kaye, fundador do Speak Up For Success.

Estratégia #7: Aumentar Sua Reputação Digital

Uma estatística recente do iSocial Reviews mostrou que “um aumento de uma estrela na classificação Yelp conduz a um aumento de 5 a 9% na receita.” Além do mais, “88% dos consumidores confiam em opiniões online, tanto quanto recomendações pessoais.”

image07

Nesta época de intensa competição, você tem que otimizar o “você” em você. Em outras palavras, quem você é afeta todos os outros aspectos do seu negócio.

Se você é do tipo que não respeita as pessoas, ou aprecia seus leitores do blog, você vai achar que é difícil obter o tráfego orgânico a menos que você se esconda sob um pseudônimo. Sua reputação online é a sua moeda. Se você perdê-la, você vai trabalhar duro para obtê-la de volta, supondo que você consiga recuperá-la totalmente.

Construir uma reputação online leva tempo ou dinheiro. Se você perguntar a uma empresa de gestão de reputação online para ajudá-lo a remover ou reduzir comentários negativos, avaliações negativas e reclamações, esteja preparado para gastar algum dinheiro.

De acordo com Holiday Mag, quando se trata de fazer decisões de compra e realmente tomar medidas, 90% das pessoas confiam em opiniões online.

IMAGE12

Mas melhorar a sua imagem digital não é algo que você só faz uma vez e depois esquece. Em vez disso, você tem que monitorar continuamente o que as pessoas estão dizendo sobre você, e encorajar o feedback positivo, avaliações e classificações tanto quanto você puder.

Se você tem um livro no Kindle que você vende na Amazon, você poderia dar alguns exemplares e incentivar as pessoas que o baixaram a deixar uma revisão honesta para você.

Blogar é uma outra maneira sustentável para construir sua reputação online. Certifique-se de que você é consistente em blogs, e mantenha-se atualizado sobre os novos desafios que o seu público está enfrentando, para que você possa fornecer as melhores soluções para os seus problemas.

Desde que o Facebook, Twitter e LinkedIn são os gigantes de mídia social, você também deve estar ativo nessas plataformas. No mínimo, você deve fazer o seguinte:

Nota: Você quer garantir a sua presença virtual para que quando um usuário, cliente potencial, amigo, colega ou cliente procura por seu site ou marca no motor de busca, apenas a suas páginas da web e perfil serão mostrado a eles. Aqui está um exemplo:

image08

Conclusão

Espero que você tenha gostado de ler estas estratégias definitivas para aumentar o tráfego orgânico para seu site sem classificar no top 10 de resultados do Google (SERPs).

O Google pode ter penalizado você no passado, e destruiu sua esperança de dominar o top 10 dos resultados orgânicos, mas você não tem que deixar alguém controlar o seu sucesso empresarial.

Você tem opções. Se você não pode chegar até o topo, então, aproveite as páginas de outras pessoas e direcione o tráfego para o seu site.

Se você adotar o marketing de mídia social e prestar mais atenção em servir o usuário, você vai conduzir muitos clientes orgânicos e de referência para o seu negócio. Não há nenhum atalho. Isso exige trabalho árduo e de tomada de decisão inteligente.

Já experimentou qualquer um destes métodos para aumentar o tráfego orgânico sem classificar no top 10 de resultados do Google? Eu quero ouvir de você.

Share