Além do Google: Como Fazer SEO Para Outros Mecanismos de Busca

bing

Você já deve ter ouvido o conselho sobre não construir o seu negócio em ‘território alugado.’

Colocado de maneira simples, isso significa que uma dependência muito grande de uma única plataforma pode levar à instabilidade e colocar o seu negócio em risco.

Um exemplo recente é o Datasift. Eles fizeram uma parceria com o Twitter e o modelos de negócio deles dependia da rede de microblogging para os dados deles. E de repente, eles se viram em uma situação triste quando o Twitter decidiu crescer o seu próprio negócio de big data, portanto, cortando o DataSift.

Da mesma forma, você não pode confiar em uma única fonte de tráfego.

Se você checa regularmente os seus relatórios, então você deve ver uma boa contribuição de tráfego do Google todos os meses (do contrário, reveja os seus esforços de marketing e a arquitetura do seu site).

Mas e se uma atualização do algoritmo do gigante de buscas penalizar o seu site?

Se você não construiu outros canais de tráfego, então o seu negócio pode ser sufocado do dia para a noite.

Mesmo se você for rebaixado nos rankings de pesquisa incorretamente, pode levar um mês ou mais para recuperar o tráfego.

Então, você precisa construir tráfego a partir de outros canais. Em um post anterior, eu já mostrei para você 5 fontes de tráfego além do Google.

A maior parte dos seus esforços de otimização do Google funcionam bem para ajudar outros mecanismos de busca a entender o seu conteúdo e a arquitetura do seu site. Mas existem alguns aspectos que você precisa analisar separadamente.

Vamos começar a explorá-los neste artigo.

Mas, antes de começarmos, vamos revisitar rapidamente a faixa de mercado dos principais mecanismos de busca hoje.

Por que você deve se importar com outros mecanismos de busca: Um olhar para o atual mercado de busca 

Diferente do que ocorre com um viral nas mídias sociais, mecanismos de busca não podem ser satisfeitos do dia para a noite.

Mas, uma vez que você construiu autoridade aos olhos deles, então o tráfego de pesquisa não é reduzido, como ocorre com outras fontes. O tráfego dos mecanismos de busca é estável, escalável e gratuito.

A maioria dos usuários faz a maior parte da sua navegação por meio do Google. A explosão de popularidade do Google Chrome como browser significa que usuários não verão outros mecanismos de busca durante a sua pesquisa por conteúdo.

Nos Rankings de Mecanismos de Pesquisa de Desktop dos EUA de 2016, da Comscore, os sites do Google obtiveram 63,8% da faixa de pesquisa search share. Isso quer dizer que outros mecanismos de busca também possuem uma base de usuários decente.

image07

O Bing, em particular, obteve um aumento em sua faixa de mercado, superando os 20% pela primeira vez.

Os motivos para esse aumento são variados:

O Google provavelmente não perdeu o seu diferencial. E nem vai perder a monopolização de sua faixa de mercado tão cedo.

Mas vale a pena levar em consideração outros mecanismos de busca, como Bing e Yahoo para a sua empresa. Isso faz ainda mais sentido tendo em vista que eles garantem uma taxa de conversão mais alta.

image04

E eles podem gerar um maior retorno financeiro para você do que o Google.

image01

Nota: Não tome as taxas de conversão e ganhos acima como absolutas. Os números do seu segmento podem variar.  

Além disso, como todo negócio do seu segmento se mantém lutando por aquelas tão cobiçadas primeiras páginas dos rankings do Google…

Você pode atrair tráfego e novos clientes mais facilmente a partir desses outros mecanismos de busca (contudo, backlinks de alta qualidade se mantêm como um fator importante para ranqueamentos mais altos no Bing e no Yahoo da mesma forma).

Talvez, a maioria do seu público-alvo de clientes realmente use o Bing e o Yahoo com mais frequência. Por exemplo, tanto o Yahoo quanto o Bing foram criados para serem utilizados em larga escala na região do Cinturão da Ferrugem.

image18

Agora que você está convencido a otimizar o seu site além do Google, aqui estão 4 estratégias de SEO para diferentes mecanismos de busca.

1. Palavras-chave, fatores on-page e SEO técnico têm um papel importante 

O Bing e outros mecanismos de busca não possuem um algoritmo de pesquisa complexo como o Google. Mas, uma vez que os robôs de busca não são tão inteligentes quanto o Google, você precisa se esforçar mais e fornecer informações sobre o seu site para eles.

Meta Keywords ainda têm importância para o Yahoo, Bing e (provavelmente) outros mecanismos de busca menores

As Meta Keywords são meta tags específicas que aparecem no código HTML de um site. Eles auxiliam na compreensão do tema do seu conteúdo e portanto, associam o seu site às palavras-chave certas. Mas elas não são visíveis no conteúdo de tempo real da sua página.

image12

Em 2009, o Google anunciou que não leva em consideração as meta keywords no seu ranqueamento. A razão era a sobrecarga de palavras-chave e as associações irrelevantes, com as quais os black hatters estavam tentando ludibriar os mecanismos de busca (portanto, diluindo a qualidade dos resultados de pesquisa).

Então, adicione palavras-chave relevantes, com as quais usuários consigam encontrar a sua página, perguntas de pesquisa com erros de digitação e cauda longa/sinônimos.

Mas não abuse das meta keywords….ou você vai acabar apenas ferindo os seus ranqueamentos nos mecanismos de busca. 

A sua escolha de palavras-chave on-page importa significativamente  

O Google usa palavras-chave LSI (Latent Semantic Indexing) para ranquear as webpages. Isso significa que você não precisa utilizar EXATAMENTE aquelas palavras para ser ranqueado.

As coisas não são tão simples com o Bing. Você tem de intencionalmente utilizar as palavras-chave verbatim para conseguir mais tráfego para o Bing. É recomendado não segmentar mais do que duas palavras-chave em uma página.

Então, como você segmenta palavras-chave da melhor maneira?

i. Use a sua palavra-chave segmentada no título do seu artigo (H1) e nos subcabeçalhos (H2). De fato, o Bing coloca uma enorme importância nas palavras-chave do seu título. Então, otimize os seus títulos para assegurar relevância ao usuário.

ii. Certifique-se de ter escrito uma meta descrição atraente, incorporando a sua palavra-chave.

iii. Aposte em versões de cauda longa das suas palavras-chave segmentadas para ter posicionamentos mais altos no Bing. Você pode encontrar algumas variações na sua palavra-chave ao usar a ferramenta de palavras-chave do Bing.

image14

Lembre, contudo, que conteúdo de qualidade é de suma importância para o algoritmo do Bing do mesmo modo. Uma página apenas otimizada, mas sem informações úteis e relevantes não ganha melhorias nos resultados de pesquisa do Bing.

image15

E aqui estão os 3 pilares de conteúdo de qualidade no Bing.

image06

Sinais sociais não são uma entidade controversa

Uma presença social de destaque vai ajudar você a diversificar o seu tráfego além do Google. Mas, simultaneamente, também ajuda os seus ranqueamentos de pesquisa do Bing (e desse modo, do Yahoo também já que ele também é alimentado pelo Bing).

Aqui está a posição deles a respeito do papel vital dos sinais sociais.

“Se você é socialmente influente, isso leva os seus seguidores a compartilhar a sua informação em larga escala, o que faz com que o Bing veja esses sinais positivos. Esses sinais positivos podem ter um impacto em como você ficará ranqueado no longo prazo.”

Eu recomendaria que você lesse as outras exigências técnicas do Bing, que podem ser encontradas nos webmaster guidelines deles aqui.

Dica Profissional: Não bloqueie o robô do Bing de indexar o seu conteúdo. Você pode controlar o que ele indexa aqui.

2. Construa backlinks do “jeito Wikipedia” para impulsionar o seu ranqueamento nos resultados do DuckDuckGo

Eu já mencionei em muitos posts que no mundo online de hoje você precisa se dedicar à sempre grande preocupação das pessoas com privacidade?

Essa é uma as maiores razões por trás do aumento de popularidade do DuckDuckGo – um dos mecanismos de busca que não rastreia o histórico de palavras-chave dos seus usuários.

image00

É uma plataforma de software livre que permite um controle maior e uma customização para a sua audiência. Isso provavelmente também contribui para a sua baixa taxa de rejeição de 31%.

image03

Então, como você pode aproveitar as vantagens do DuckDuckGo?

Se preocupar com o usuário com um site de design amigável é o mínimo.

A seguir, vem o papel dos links. O DuckDuckGo tem o Yahoo como fonte primária de tecnologia para oferecer resultados de pesquisa.

E eles recomendam “obter links de fontes de alta qualidade, como a Wikipedia” para bom ranqueamento. Note que até mesmo os links nofollow carregam peso no algoritmo deles, já que eles confiam em sites crowd-sourced (eles oferecem resultados de mais de 400 fontes).

Você pode até mesmo propor e criar Respostas Instantâneas do zero por meio do Duck Duck Hack. A confiança deles na comunidade para entregar esse tipo de respostas pode ajudar você a ganhar tráfego para perguntas de nicho.

image10

Se você quiser que o site da sua marca tenha uma tag de “site oficial” nos resultados do DuckDuckGo, então você precisa ser mencionado em fontes de alta qualidade como a Wikipedia ou a CrunchBase. Qualquer erro na colocação de tal tag corresponde a essas duas fontes.

image02

Com a confiança de outras fontes, pode não ser uma surpresa que o DuckDuckGo não tenha um local para submeter URLs.

Eles recomendam que você identifique a fonte das informações deles a partir do link “Mais em” e faça as mudanças necessárias. Isso também vai resultar em uma correção automática de informações errôneas dentro dos resultados do DuckDuckGo .

image08

Uma nota especial sobre atender a intenção do usuário 

Você pode erroneamente dispensar o DuckDuckGo como plataforma que confia nas palavras-chave exatas para servir seus próprios resultados.

Mas esse não é o caso.

Veja na pesquisa de resultados abaixo, para a demanda “comprar macbook pro.”

image13

Você tem links para comprar o seu MacBook na Apple, Best Buy, Macmall e mais.

Agora, veja os resultados para a pergunta “Eu deveria comprar um MacBook pro?”

image05

Em oposição às páginas transacionais, o DuckDuckGo agora entende que a intenção do usuário é obter informações. Ele não enfatiza apenas palavras-chave com objetivo de “compra”.

Consequentemente, você vê reviews que tentam responder a pergunta de fontes de autoridade, como a CNET.

Isso prova que o DuckDuckGo não olha apenas para a pergunta exata. Em vez disso, também tenta entender a intenção por trás de oferecer os seus resultados. 

Nota: Se você for um dono de um negócio local, você não ficará feliz em saber que o DuckDuckGo não usa um algoritmo separado para termos de pesquisa altamente localizados. Uma vez que não rastreia o comportamento do usuário e o seu local exato, os negócios locais têm que confiar no uso de termos hiper localizados para o seu conteúdo.

Então, pense em bairros do local, estradas importantes e outros marcos que estão perto de você e que o usuário tem mais probabilidade de pesquisar dentro do DuckDuckGo, dada a sua localização. Aí, incorpore esses dados nas páginas importantes do seu site.

3. Utilizar o Flash e agir localmente funciona com o Bing  

Você se lembra de ler um artigo sobre o Google não gostar de sites em Flash e como o algoritmo dele não indexava esse tipo de conteúdo?

A história é outra com o Bing.

Aqui está a opinião deles sobre os sites em Flash:

“Rich Internet Applications (RIAs), como Microsoft Silverlight e Adobe Flash Player, podem melhorar a aparência ou a habilidade funcional de um site para usuários finais.”

Mas se os seus dados primários de RIA não podem ser lidos, então ainda podem levar a ranqueamentos de pesquisa mais baixos. A solução é seguir as seguintes práticas de técnicas de SEO básico que nós discutimos no passo #1. E mantenha distância dos links navegacionais baseados em RIA. Do contrário, o crawling posterior será impedido.

O Bing oficialmente recomenda que você potencialize técnicas elegantes de degradação, como as que eu listei aqui.

Para ajudar o robô de busca a entender conteúdo RIA ilegível, você pode oferecer uma descrição textual sobre o que o seu site faz. Além disso, use palavras-chave nessa descrição para ajudar o robô de busca a associar a sua página de modo relevante. Se possível, crie separadamente um mapa do seu site para esse tipo de conteúdo rico.

Certo, então agora que você entende que o Bing (e o Yahoo) indexam conteúdo em flash melhor do que o Google, vamos dar uma olhada nos resultados de pesquisa local no Bing.

O Google é conhecido por preferir marcas estabelecidas e de autoridade em seus resultados (quando em dúvida). Por outro lado, o Bing gosta de mostrar pequenos negócios que estejam próximos do pesquisador.

image09

Então, comece por reivindicar a sua listagem no Bing Places. Se você não estiver listado, então preencha o seu CEP e o nome do seu negócio.

image17

Você também pode fazer o upload de fotos e atualizar os outros detalhes do seu negócio.  Finalmente, como eu já mencionei, você precisa garantir informações consistentes de NAP (Nome, Endereço e telefone com o código de área) através da web.

Nota: Diferente do Google, o Bing não gosta de fóruns. 90% dos resultados de fóruns aparecem mais para baixo nos resultados do Bing do que no Google. Então, não espere algum tipo de reconhecimento por construir uma comunidade engajada em seu site.  

4. Valorize o schema markup, mas no fim das contas, é tudo sobre o usuário

Se você me seguiu por um tempo, sabe sobre a ênfase que eu coloquei em valorizar o schema markup do seu site.

É a microdata que ajuda os mecanismos de busca (Google, Yahoo and Bing) a entender o seu conteúdo. Esses dados ajudam a determinar a relevância geral da sua página e a exibem criativamente nos resultados de pesquisa para melhorar o seu CTR.

Aqui está um exemplo de um markup, mostrando a agenda de um evento nos resultados de busca:

image11

Por fim, eu quero que você lembre que mecanismos de busca querem oferecer aos seus clientes (os pesquisadores) informações úteis e relevantes.

Então, tente descobrir a intenção por trás das perguntas pesquisadas com cada peça de conteúdo que você escreve e garanta um site amigável para os seus visitantes. Então, você poderá ter sucesso com a maioria dos mecanismos de busca.

Conclusão

Espera-se que o Search Engine Optimization (SEO) otimize o seu site para o Google, devido à sua importância no mercado. Mas outros mecanismos de busca também valem a consideração.

O conselho comum, “não coloque todos os seus ovos em um só cesto”, também se aplica ao tráfego de mecanismos de busca.

Nesse post, eu mostrei como você pode realizar otimizações para o Bing, Yahoo e DuckDuckGo. Se o seu negócio tem como alvo um dos segmentos específicos abaixo, então você deve considerar a faixa de mercado de outros mecanismos de busca e otimizar o seu site para eles.

image16

Você recebe tráfego significativo de outros mecanismos de busca? Eu adoraria ouvir sobre os seus esforços de otimização nos comentários abaixo.

Share