Algoritmo do Facebook Revelado: Como Aparecer no Feed de Notícias Desordenado

facebook

O Facebook teve um grande crescimento no primeiro trimestre de 2016, contabilizando 1,654 bilhão de usuários. Esses usuários interagem ativamente com o conteúdo mostrado em seu feed de notícias, resultando em uma média de 20 minutos por visita. E, os usuários tem MUITO o que consumir durante cada visita…

Isso acontece porque 50 milhões de pequenos negócios possuem páginas no Facebook. Além disso, 2,5 milhões de anunciantes disputam a atenção dos usuários na plataforma.

A competição aumenta uma vez que eles compartilham conteúdos (de baixa ou alta qualidade) para interagir com os seus fãs, causando uma eventual bagunça no feed de notícias.

Muitos profissionais de marketing não estão satisfeitos com o Facebook uma vez que o alcance orgânico da rede social caiu drasticamente nos últimos tempos.

image01

Mas, a resposta do Facebook não mudou muito. “Nós queremos disponibilizar para os nossos usuários os conteúdos mais relevantes.”

image15

E eles não estão mentindo. O número de marcas se promovendo utilizando o algoritmo do Facebook aumentou 130% desde 2013.

image19

Com isso, o número de marcas promovendo os seus próprios posts teve um aumento de cerca de 80% nos últimos 2 anos. E, o alcance orgânico abaixou de 7% para 2%.

image21

Nesse cenário imensamente competitivo, você não possui outra opção a não ser refinar a sua estratégia de marketing no Facebook. Isso significa obviamente fazer marketing pago e usar uma poderosa segmentação dentro do seu sistema de anúncios.

Neste post eu reuni algumas opções para te ajudar a alcançar mais visibilidade na página do seu negócio. Elas são baseadas nas atualizações do algoritmo do Facebook do feed de notícias que favorecem certos tipos de conteúdo.

Nota: Se você ainda não sabe, o algoritmo EdgeRank não funciona mais. O algoritmo do Facebook atualmente possui cerca de 100 mil fatores que influenciam a visibilidade da página.

Você está pronto para alcançar todos os seu fãs disponibilizando um conteúdo que interaja com os eles em seus respectivos feeds?

Então, esta é a primeira coisa que você precisa saber sobre o assunto.

Faça o download desta planilha com dicas para descobrir os 5 principais fatores do algoritmo do Facebook.

O Facebook dá mais visibilidade a editores de notícias

Você já se perguntou de onde vem o nome Feed de Notícias?

Isso é porque o Facebook quer se tornar uma fonte de informações em tempo real.

Enquanto isso, a gigante rede social anunciou uma parceria com a Storyful (uma ferramenta para descobrir conteúdos de redes sociais para redes de notícias), para criar o FB Newswire em abril de 2014.

Com o lançamento desse produto, o Facebook quis dar suporte a jornalistas e redações para explorar e incorporar um conteúdo interessante (notícias de ultima hora) a partir de sua plataforma.

Digiday percebeu que o Facebook pode ter disponibilizado espaços de graça para anúncios nos feeds de usuários de dispositivos móveis (baseado na evidência de um crescimento exponencial de curtidas em um post da página do Facebook da CNN).

image10

O alcance orgânico de editoriais de notícias permanecem constantes, mesmo com uma frequência de postagem maior. Veja abaixo o resultado de uma análise de 3.318 perfis pelo Sotrender.

image09

Mas, para marcas em geral, o alcance diminui a cada post adicional durante o mesmo dia.

image18

A interação com o aumento da frequência de postagens também parece diminuir.

Os dados são claros. Se você administra um site de notícias, meus parabéns

O Facebook vai favorecer e confiar em você para fazer o feed de notícias um lugar melhor. Então use os seus poderes de forma inteligente.

Mas, se não é o seu caso, lembre-se de postar com sua marca em uma frequência menor mantendo uma certa qualidade no seu conteúdo. Veja abaixo alguns fatores que podem influenciar nesse aspecto.

Primeiro uma notícia grande e de última hora – Se você está na primeiras páginas por postar um conteúdo interessante (e relevante para o seu público), você pode conseguir um pequeno aumento de alcance orgânico. Isso acontece especialmente quando você consegue enviar uma atualização antes dela entrar nos Populares na barra lateral à direita.

O Jeff Goins citou de forma criativa a série ‘THE WALKING DEAD’ no seu post, uma vez que era uma tendência de pesquisa. Procure por oportunidades como esta.

image00

Referencie fontes de autoridade – Se você esta preparando conteúdo, faça um teste e insira diferentes fontes de autoridade. Uma vez que o algoritmo do Facebook mostra afinidade com certas páginas, você pode encontrar uma fonte com uma melhor performance para você mesmo.

O tempo gasto em cada post é também um indicador da preferência do usuário

Muitos usuários odeiam os títulos com iscas para atrair links utilizados por sites como o BuzzFeed e a UpWorthy.

Quando você promete uma GRANDE surpresa, ou um conteúdo de grande valor através do título, e falha em entregar o prometido, o usuário pode se sentir enganado.

O Google ja possui métricas de engajamento como a tempo na página e a taxa de rejeição que possui o intuito de entender a utilidade do conteúdo de um website. E, eles recompensam os sites com uma grande interação com os usuários na página de resultados dos mecanismos de busca.

O Facebook parece ter comprado a briga contra as iscas de cliques. Eles começaram avaliando os usuários com o que aparecia em seus feeds de notícias e pedindo para que eles classificassem cada conteúdo.

image02

O resultado?

Um feed que não está limitado apenas a ser clicável

Os usuários estão mais interessados em um conteúdo relevante e fácil de ser lidos. Você não precisa clicar nas histórias no feed (curtir, comentar ou compartilhar) para mostrar que você realmente gostou deles.

O Facebook agora leva em conta o tempo que cada pessoa gasta com um conteúdo (lendo/assistindo) depois de clicar nele. Então, supondo que você clique no link de um artigo ou abra uma página de um navegador de internet. A plataforma da rede social calcula o tempo que você gasta interagindo com o conteúdo logo depois que ele terminar de carregar.

O tempo também é controlado pelo tamanho do conteúdo. Assim, as atualizações e os sites onde os usuários gastam mais tempo, em geral VENCEM. Esses conteúdos vão aparecer nos feeds de notícias de outros usuários. E, essa atualização se aplica para atualizações pessoais e também para páginas do Facebook.

Isso significa que as atualizações significativas de conteúdo (de amigos ou editores) vão continuar aparecendo para você, se você gastar tempo no feed de notícia lendo elas. Você não precisa clicar no post, para mostrar interesse por ele (mas a interação social também continua a fazer parte do algoritmo do Facebook).

Isso é típico do algoritmo do Google onde o comportamento bate e volta mostra a insatisfação do usuário com um resultado de busca. O desapontamento do usuário pode rebaixar a sua classificação de busca.

image20

A satisfação do usuário é um parâmetro importante para todas as plataformas e negócios.

O que nos traz a outro aspecto importante dessa atualização do Facebook

A diversidade.

Uma vez que as pessoas gostam de ler artigos de uma grande diversidade de editores, a plataforma vai mostrar um número menor de histórias, da mesma fonte, em seus respectivos feeds de notícias.

Se você escreve um conteúdo de alta qualidade, que gera ideias, e que engaja o seu público-alvo, essa atualização do algoritmo do Facebook é uma grande vitória para você, com um proeminente aumento de visibilidade. Eu sempre enfatizei em meu blog a importância da criação de conteúdo épico. Veja aqui 14 exemplos de um conteúdo incrível para agradar aos seus leitores.

Transmissão de vídeos ao vivo são vistos 3x mais do que vídeos previamente gravados

Os vídeos são o conteúdo mais consumido nos dispositivos móveis. Somente o Facebook alcançou 100 milhões de horas de vídeos assistidos em janeiro de 2016. E, eles incorporaram algumas opções como silenciar o vídeo, a duração da gravação e o número de pessoas que estão assistindo para priorizar a sua distribuição no feed de notícias.

Mas as redes sociais têm se tornado algo transmitido em tempo real e se resumem a não perder nenhum momento IMPORTANTE.

Os usuários gostam de acessar as redes sociais frequentemente para consumir uma dose regular de conteúdo engraçado.

Então:

O Facebook disponibilizou o acesso as transmissões de vídeo ao vivo em dezembro de 2015 para dispositivos iOS e em fevereiro de 2016 para o Android. O engajamento que eles encontraram foi extraordinário. Os usuários acharam os vídeos ao vivo muito interessantes.

image07

“As pessoas gastam em media 3x mais tempo assistindo uma transmissão de vídeo ao vivo do Facebook quando comparado com o videos normais.”

Em março de 2016 o Facebook começou a classificar os vídeos ao vivo como um novo tipo de conteúdo.

Mesmo com o algoritmo do Facebook falando que essa atualização não resulta em nenhum efeito para as páginas…

Eu recomendo que você utilize essa excelente ferramenta que tem o poder de entreter a sua audiência. Eu já realizei uma sessão de perguntas e respostas através de uma transmissão ao vivo e recebi grande interação do público. O Vin Diesel interagiu com 1 milhão de pessoas através do Facebook Live.

Você pode transmitir vídeos ao vivo para um perfil pessoal, uma página do Facebook e até mesmo para um grupo (dependendo de suas políticas de privacidade).

image16

Uma vez que você começar a transmissão, você vai receber dados que vão mostrar o engajamento com a sua audiência em tempo real.

image13

No final da transmissão você pode salvar o vídeo em HD e postá-lo em sua página ou perfil do facebook.

image12

Você também pode promover o vídeo enquanto estiver ao vivo ou até mesmo no final da transmissão.

image08

Você pode acessar mais detalhes sobre o marketing com o Facebook Live aqui.

Experimentos com a nova ferramenta de otimização do público alvo

O Facebook quer ajudar os editores a otimizar os seus esforços de marketing. E com isto em mente, eles lançaram uma ferramenta de otimização de público-alvo com o seu próprio guia de como utilizar, listando 3 características relacionadas. Note que esta ferramenta substitui uma antiga ferramenta de segmentação em interesses que eu falei previamente neste artigo.

Antes de saber como esta ferramenta funciona internamente, você precisa ativar esse recurso (caso você possua menos de 5,000 curtidas). Entre em Configurações >> Geral e selecione Público do Feed de Notícias e visibilidade das publicações.

image22

Nota: Esta otimização não está disponível dentro do gerenciamento de Negócios ou dos posts criados utilizando a ferramenta de edição do Facebook.

Certo. Uma vez que você ativar esta ferramenta, você deve seguir estes 3 passos:

1. Direcionamento do Feed de Notícias

Essas tags de direcionamento de interesses priorizam os posts que possivelmente são mais interessantes para um usuário específico, sem restringir a sua visibilidade aos outros usuários. Você também pode criar as suas próprias tags. Elas são baseadas em páginas Open Graph do Facebook, tags do Facebook Ads ,entre outros conjuntos de dados específicos do Facebook.

image14

2. Restrições de Público

Essa é uma função que já existe no Facebook. E ela restringe a visualização de determinados posts levando em conta a idade, gênero, localização, idiomas e outras informações demográficas. Você ainda pode configurá-la para excluir determinado tipo de público da visualização dos seus posts.

image11

3. Informações de Público-alvo

Porque utilizar as tags de direcionamento por interesses se você não sabe como as mesmas podem contribuir para o alcance do seu post?

É por isso que o Facebook oferece informações sobre como uma tag em particular pode impactar o alcance dos seus posts, cliques, compartilhamentos, curtidas, comentários entre outros. Você recebe métricas de interação para cada tag de interesse que você configura.

image03

No seu teste de funções na Search Engine Watch, o Matt Owens não conseguiu encontrar nenhuma mudança significativa com a utilização das tags de interesse no seu post. Com 37.000 fãs no Facebook, seu post alcançou 380 pessoas em 5 horas.

image05

Eu entendo que este número não possui grande relevância. Mas eu recomendo que você teste essa função depois de ler as melhores práticas para tags de interesse do Facebook.

Enquanto falamos sobre a segmentação da sua audiência, eu gostaria de te apresentar outra boa função lançada em julho de 2015 pelo Facebook.

Eles lançaram uma ferramenta de preferências do feed de notícias dentro das configurações para a personalização do feed para os usuários. Veja abaixo um vídeo sobre o assunto.

Controles Atualizados para o feed de notícias feito pelo Facebook utilizando o Vimeo.

Os usuários podem configurar o seu feed de notícias para visualizarem preferencialmente posts de alguns usuários específicos utilizando a função “veja primeiro”. Eu recomendo que você informe a sua audiência sobre essa função para que eles possam fazer a configuração para que sua página apareça no topo de seus respectivos feeds de notícias.

image06

Essa ferramenta permite que o usuário selecione até 30 amigos e páginas que eles gostariam de visualizar primeiro (Toc Toc… você já irá selecionar a minha página do Facebook?)

image17

Influencie a segmentação granular do Facebook Ads

Você não conseguirá sobreviver ao feed competitivo do Facebook sem gastar alguns dólares. Algumas comparações entre o aumento do preço das ações do Facebook e a diminuição do alcance orgânico foram feitas.

image04

Eu já mencionei isso muitas vezes

Todas as plataformas de mídias sociais estão tendendo a fazer com que as marcas paguem para anunciar em suas plataformas.

Não fique desmotivado, pois mesmo com um orçamento pequeno (em torno de $10 por dia) você pode aumentar o alcance do seu post consideravelmente. A razão é o grande número de opções, em torno de 1.500 informações disponíveis para os profissionais de marketing para a segmentação de usuários.

O Facebook possui um sistema de propaganda robusto e poderoso que pode trazer um grande ROI para o seu negócio.

O anúncio do Facebook dizendo que eles preferem dar visibilidade aos posts de familiares e amigos, em vez de posts de marcas, torna mais difícil a visibilidade orgânica no feed de notícias.

Os profissionais de marketing têm conhecimento disso e optam pelos anúncios pagos para conseguirem ser mais competitivos. Então entre nessa enquanto o preço pago por cada engajamento ainda é baixo. Se você é novo nos anúncios no Facebook eu recomendo que você leia estes 3 artigos:

  1. Como Criar Anúncios no Facebook que Convertem Visitantes em Clientes
  2. Facebook Ads: o Guia Completo de Como Anunciar no Facebook
  3. Anúncio no Facebook: 5 Passos Para Uma Campanha Lucrativa

Conclusão

O Facebook é o melhor site da internet para direcionar tráfego para as marcas atualmente. Os sites virais como o BuzzFeed e a UpWorthy, construíram todo o seu negócio sem a ajuda do Facebook e continuam direcionando um grande tráfego através de suas plataformas.

Você não precisa ficar triste com o baixo alcance orgânico da página da sua marca no Facebook. Em vez disso, tente utilizar as estratégias e ferramentas que eu mencionei neste post (baseado nas suas necessidades). E, se nada der certo, dê uma chance aos anúncios pagos.

Você possui conhecimento sobre alguma outra atualização do algoritmo do Facebook que podem ajudar as marcas com a sua visibilidade no feed de notícias? Me informe nos comentários abaixo.

Share