Como Conseguir os 100 Primeiros Cadastros de Email

email

Muitos profissionais de marketing vão lhe dizer que ter uma lista de cadastros de e-mail é uma das melhores táticas que você pode usar para ter sucesso online. Faz sentido, afinal, um e-mail enviado a uma lista que você construiu permite uma comunicação direta com pessoas que pediram para obter mais informações sobre você.

Não importa se você vende informações ou produtos físicos, o e-mail pode trazer resultados incríveis.

Na verdade, no Black Friday, o e-mail é considerado uma das maiores fontes de renda, contribuindo com 25,1% do total de negócios feitos, apenas em único dia.

Além disso, pessoas que compram produtos ofertados por e-mail, gastam 138% mais do que as outras que não recebem e-mails promocionais.

Então, você sabe que construir uma lista de e-mails vale o seu tempo e esforço.

Mas quando o assunto é construir a sua lista de cadastros de e-mail… Por onde começar?

Se você é novo no mundo do marketing online, construir uma lista de cadastros de e-mail pode ser assustador. Se é algo com o qual você sente dificuldades, este post irá ajudá-lo a fazer tudo parecer menos intimidante.

Nós vamos analisar exatamente como você pode fazer para construir a sua lista de cadastros de e-mail. Vamos explicar como você pode construir uma lista de e-mails por meio de tráfego pago, mas também indicar quais as formas de elaborar essa lista sem ter de gastar nenhum dinheiro com anúncios.

Ao final deste post, você saberá tudo o que é preciso, se você quiser construir a sua própria lista, começando com os seus 100 primeiros cadastros de e-mail.

Baixe este guia para aprender como conseguir os seus 100 primeiros cadastros de e-mail.

Vamos começar!

Conhecendo quem você quer atrair.

Antes que você faça qualquer coisa, é importante prestar muita atenção em quem você quer na sua lista de cadastros de e-mail.

Ter “qualquer um” e “todo mundo” na sua lista não vai ser benéfico para você.

O e-mail marketing pode ser responsável por algumas das taxas de conversão mais altas possíveis. Algumas pesquisas inclusive indicam conversões de 4,16%.

image14

Mas você só vai alcançar números assim se os seus esforços na construção da sua lista estiverem focados na reunião de e-mails de um tipo específico de audiência.

E, para ser honesto, se você seguir as orientações deste post, você deverá estar apto a alcançar números muito melhores do que esses acima.  Você não está construindo uma lista apenas por construir uma lista.  Você está construindo uma lista para se comunicar com grandes quantidades de pessoas de uma só vez – em relação a um assunto específico.

Às vezes, você vai comunicar a promoção de uma oferta, mas em outras, você vai comunicar apenas para agregar valor. No entanto, é provável que qualquer que seja o seu conteúdo de e-mail, esse conteúdo será desenvolvido para ajudar pessoas com uma característica demográfica específica.

Pode ser útil para pessoas que não pertençam àquelas características demográficas – e depois você pode focar outras faixas de público.

Mas, por ora, nós vamos realmente focar em quem nós estamos tentando ajudar, e quais são suas características.

Qual é a idade deles? São homens, mulheres ou ambos? Onde eles vivem (país, estado, cidade, capital ou interior)? Eles são formados? Quais são as suas esperanças e sonhos? Quem eles mais respeitam? O que influencia as suas decisões? Quais são os seus problemas?

73% dos profissionais de marketing concordam que o e-mail marketing é fundamental para o seus negócios – aqueles que conseguem fazer o e-mail marketing funcionar sabem EXATAMENTE quem é a sua audiência.

Aliado a isso, 72% dos consumidores afirmam preferir a comunicação por e-mail. Mas você pode apostar que esses consumidores só gostam de receber a comunicação de empresas que enviam informações relevantes.

Então, em resumo – saiba exatamente quem você quer ter na sua lista, para que assim você possa entregar exatamente o que eles querem e precisam.

Uma vez que você já estiver com essas informações em mãos, todo o restante deste post será muito mais fácil de ser implementado.

Levando tráfego pago para a landing page

Provavelmente o jeito mais simples e eficiente de construir uma lista é comprar tráfego e enviá-lo para a landing page.

Pagar por tráfego pode ser um dinheiro bem gasto, especialmente quando algumas pessoas conseguem $44,25 de R.O.I para cada $1 gasto.

Se você nunca pagou por tráfego antes, pode parecer complicado e misterioso.

Afinal de contas, quanto dinheiro tudo isso irá custar?

Entretanto, o dinheiro gasto na compra de tráfego não precisa ser um motivo de estresse. Ainda que a publicidade online esteja se tornando cada vez mais competitiva e popular, ainda há espaço suficiente para quem é pequeno.

image13

Até porque plataformas como o Facebook permitem que você comece com apenas $5 por dia.

Além disso, plataformas de anúncios possibilitam que você defina orçamentos, de modo que você nunca acabe gastando mais do que o previsto em uma campanha de tráfego pago.

Quando você está com uma campanha de tráfego pago no ar, você deve começar gastando pouco de dinheiro para fazer um teste no início. Então, quando você perceber que as suas taxas de conversão estão indo bem, você pode aumentar os seus gastos. Você saberá que o dinheiro está perseguindo os bons prospects.

Se você quer fazer isso a longo prazo, é importante descobrir uma forma de tornar lucrativas as suas campanhas de tráfego pago.

Uma tática que você pode usar para tornar suas campanhas lucrativas, é enviar uma oferta para as pessoas assim que elas se inscreverem na sua lista de e-mails. Não é necessário que seja algo caro. Algo que custe apenas $7 já pode funcionar. Ao oferecer algo simples como um “agradecimento”, você poderá construir uma lista de compradores.

Ter uma lista de compradores é importante porque é mais fácil vender para as pessoas, uma vez que elas já tenham comprado algo de você. Os motivos para isso são variados, mas se referem principalmente à confiança das pessoas em você e na qualidade dos produtos que você oferece.

Claro, uma lista de pessoas que não compraram algo de você ainda é válida, especialmente se você nutrir as pessoas dessa lista. Na realidade, um lead nutrido aumenta as vendas até 20% mais do que um lead frio.

De toda forma, antes de fazer qualquer coisa, você precisa pensar em algo que pode ser dado como um “brinde”.  Criar um brinde é essencial, e será o item que as pessoas receberão em troca dos seus endereços de e-mail.

Então como você pode pensar em um brinde e saber exatamente o que oferecer?

Uma opção para oferecer é um eBook. Você também pode com a mesma facilidade criar um curso em vídeo que seja baseado no que você quer promover. Ou, ainda, criar um curso por e-mail.

Eu abordei aqui como você pode criar um brinde para a sua lista. Naquele post, eu me referi a brindes como ‘imãs de leads.

Aqui eu vou rapidamente recapitular o processo por trás da criação de um brinde incrível:

Ao utilizar os princípios abaixo, você pode criar qualquer tipo de brinde. Se fôssemos resumir o conceito por trás da criação de um brinde seria assim:

Saiba o que a sua audiência quer, crie algo que eles tranquilamente pagariam e então ofereça isso de graça.

Se você está tendo dificuldades para descobrir o que a sua audiência quer, um lugar que pode fornecer ideias é a Kindle Store.

Se eu quisesse criar algo no segmento de mercado de “Tricô”, isso é o que eu faria. Eu iria até a Kindle Store e procuraria por uma palavra-chave ampla baseada no meu nicho.

image15

Então eu veria o seguinte.

image17

Se dermos uma olhada no que está listado acima, já podemos enxergar algumas boas ideias de brindes. Nós poderíamos criar algo que ensine as pessoas a costurar um “Cachecol Infinito”, por exemplo. Nós também podemos ensinar como costurar “meias”, ou simplesmente como costurar “padrões de malha” em geral.

Nós também podemos dar uma olhada em plataformas como a Udemy para pensar em novas ideias. A Udemy é uma plataforma de educação online que possui mais de 35.000 cursos disponíveis. Isso representa uma grande oportunidade de pesquisa para nós.

Uma vez na Udemy,  insira uma palavra-chave ampla que esteja relacionada ao seu nicho.

image16

Você então verá alguns produtos da Udemy que podem dar a você algumas ideias de brindes.

image20

Por acaso, não havia muito a respeito de tricô na Udemy. Isso não é um problema, porque podemos sempre conferir o ‘currículo’ de alguns desses produtos.

image18

Isso não vai possibilitar que você saiba o que é popular, mas vai lhe dar algumas ideias, no que se refere ao tipo de conteúdo que você pode criar.

Nós também podemos dar uma olhada no que outras pessoas no nosso nicho estão vendendo.

Para fazer isso, nós podemos simplesmente pesquisar no Google por ‘Dicas de tricô.’

image22

Então, se nós clicarmos em alguns desses sites, veremos que alguns deles estão oferecendo produtos.

Aqui está o que eu encontrei em um site.

image21

Eu também procurei por ‘Comprar cursos de tricô’ no Google, e descobri este site.

image26

Como você pode ver, existem muitas ideias aqui também.

Se você perceber qualquer similaridade quanto aos produtos ofertados em diferentes sites, você sabe que existe uma chance de que aquilo esteja relacionado a algo que é popular.

Ok, então é assim que você pode pensar em qual será o brinde, agora vamos ver como você pode usar tráfego pago para dá-lo.

Primeiro, você precisa pensar em criar a sua landing page. Se você está preocupado com o seu orçamento, você pode criar uma landing page gratuitamente com o Instapage. Acesse o Instapage, e se torne um membro.

Eles oferecem muitos modelos de landing pages. Aqui está um que eu escolhi para o este post.

image24

Criar o texto da sua landing page será difícil, se você não estiver acostumado a fazer isso. No entanto, se existe algo para se ter em mente, é que o foco deve ser puramente em benefícios, não em recursos. As pessoas compram coisas em função do que essas coisas farão por elas.

Aqui está algo realmente básico que eu consegui pensar depois de ajustar a landing page.

image31

Crédito da imagem

Lembra quando eu mencionei que conhecer a sua audiência era extremamente importante? Escrever o texto de uma landing page é muito mais fácil se eu conheço aquela audiência segmentada muito bem.

Minha landing page deve conectar aqueles visitantes muito específicos com os benefícios que eles querem. No meu rascunho de landing page, eu explico como a tarefa pode ser feita rapidamente e com um custo muito baixo. Se você der uma olhada nos marcadores, verá que não há qualquer informação sobre o tamanho do curso em PDF/vídeo.

Em vez disso, eu foquei principalmente nos problemas que a audiência está (provavelmente) tendo de lidar.

Como uma nota de rodapé, se você quiser melhorar o texto da landing page e garantir que ela realmente se dirija a uma audiência que você quer alcançar, dê uma olhada em algumas avaliações existentes na Amazon.

Aqui podemos ver com o que as pessoas realmente se importam quando o assunto é dominar a produção de meias de tricô.

image27

image29

image32

Se repararmos nas avaliações acima, podemos ver que muitas pessoas enfrentam dificuldades com o, ‘Calcanhar,’ da meia, quando fazem tricô. Aliado a isso, as pessoas realmente parecem gostar de utilizar diagramas e desenhos passo a passo.

Portanto, quando escrevermos o texto de nossa landing page, podemos mencionar alguns desses pontos e permitir que as pessoas saibam que esses problemas serão enfrentados com o nosso brinde.

Quando você estiver criando o título da sua landing page, você vai querer focar em um ‘benefício,’ que pode ser alcançado diante de um ‘obstáculo/dificuldade comum.’ Então, você pode inserir algumas ‘Palavras poderosas’ no título, como eu fiz acima com a palavra ‘deslumbrante.’

Algumas plataformas de anúncio vão pedir mais da sua landing page do que outras, quando os anúncios estiverem no ar. Por exemplo, o AdWords é muito mais restrito, em comparação com o Facebook. O Adwords geralmente exige que você não tenha um site desenhado apenas para coletar leads. Por causa disso, pode ser uma boa ideia focar no uso do Facebook ou Twitter, para começar.

Então, quando você já tiver construído o seu site com mais conteúdo, é possível começar a testar e utilizar o Adwords.

De qualquer forma, uma vez que você já concluiu a sua landing page, o próximo passo é ‘Publicar’.

image34

Você vai precisar decidir onde a landing page será hospedada.

image36

A opção que você selecionar irá determinar a sua URL.

Quando você estiver começando, talvez você queira usar a opção do ‘Instapage,’ e então criar uma URL.

image38

Vamos a seguir ver o que podemos fazer para direcionar tráfego para a landing page.

O Facebook pode ser a melhor opção quando o assunto é direcionar tráfego – especialmente se você é um iniciante.

Vá em https://www.facebook.com/ads/manager/.

Então clique em ‘Enviar pessoas para o seu site’.

image40

Coloque a URL do seu site.

Eu já escrevi sobre o Facebook Ads, muitas vezes.  Portanto, eu só quero focar no que pode ser feito para segmentar os seus anúncios do jeito certo.

image42

Talvez o jeito mais fácil de fazer as coisas é colocar o termo ‘Tricô,’ no box de ‘Segmentação’.  Você então verá alguns ‘interesses relacionados.’

Como você pode ver, eu escolhi  ‘Tricô,’ e ‘Meias de tricô.’ Eu também escolhi a revista ‘Creative Knitting.’

image44

Tente encontrar assuntos que interessem muitas pessoas. Acima, você pode perceber que eu sublinhei como você pode descobrir quantas pessoas têm um determinado interesse. Mire em 3-5 interesses e trabalhe para manter o seu alcance acima de 1.000.000.

image45

Se você estiver com dificuldades na segmentação, você pode sempre pesquisar uma palavra-chave relacionada ao seu nicho no Facebook e selecionar algumas páginas populares que representam a sua audiência segmentada.

image02

Então, foque essas Páginas nas suas campanhas.

Nós não vamos nos aprofundar muito nisso, mas uma vez que você colocar alguns anúncios no ar, e começar a gerar cadastros de e-mail, você então poderá pensar em utilizar ‘Públicos Semelhantes.’  É aqui que o Facebook se encarregará de segmentar para você. Eles mostrarão os seus anúncios para pessoas que se parecem com os visitantes do seu site, ou daqueles da sua lista de e-mails.

Você também pode utilizar o redirecionamento para promover o seu brinde a pessoas que clicaram no seu site, mas não inseriram seus e-mails. Eu falo mais sobre esse tópicos detalhadamente aqui.

Nota: Se você acha que a sua landing page não está convertendo, pense em oferecer um outro brinde, utilizando uma das outras ideias que você teve.

A média de conversão de uma landing page B2B é de 13,28% e a taxa média de conversão de uma landing page B2C é de 9,87%.

Mas você pode fazer muito melhor do que isso.

O que você vai descobrir é que quanto melhor você segmentar seus anúncios e oferecer uma oferta que a sua audiência quer, mais fácil será converter. Conforme você avança, também será possível colocar no ar testes com anúncios diferentes.

Por mais que não esteja relacionado diretamente com a landing page como a que estou falando acima, eu já usei um teste para aumentar as taxas de conversão em 363%.

É assim que você pode construir a sua lista de cadastros de e-mail utilizando tráfego pago.

Vamos ver agora o que mais você pode fazer para adicionar alguns cadastros de e-mail na sua lista.

Guest Blogging

Uma outra tática que você pode adotar para construir a sua lista é fazer guest blogging.

Jon Morrow construiu a sua lista de 13.000 cadastros de e-mail com guest blogging.

O guest blogging pode ser uma estratégia incrivelmente efetiva, mas só irá funcionar se você identificar blogs populares no seu nicho que aceitam guest posts. Aliado a isso, você precisa se assegurar de que irá prover esses blogs de conteúdo que tragam uma perspectiva única sobre as coisas.

Nós vamos falar sobre como você pode produzir conteúdo excelente mais tarde, mas antes vamos dar uma olhada em como você pode descobrir algumas oportunidades de guest blogging.

Em primeiro lugar, você deve simplesmente inserir uma palavra-chave relativamente ampla baseada no seu nicho no Google.

Então, se seguirmos com o exemplo do tricô, nós colocaríamos simplesmente ‘blogs de tricô.’

image04

Agora estamos diante de uma lista de blogs relacionados ao nicho do tricô. Nós podemos nos aproximar desses blogs e perguntar se eles aceitam algum guest post. Alguns desses blogs podem não ser tão familiarizados com o guest blogging, então talvez você tenha que explicar como tudo funciona ao se aproximar deles.

Quanto melhor o seu conteúdo, melhores são as chances deles aceitarem a sua proposta de guest blogging.

Nós também podemos encontrar blogs em que vale a pena postar ao utilizar as seguintes palavras-chave em combinação com a palavra-chave relativa ao seu nicho de mercado.

image05

Então, se eu apenas seguir a fórmula [Seu nicho] + [Uma das palavras-chave acima], então isto é o que aparece:

image06

Nota: Ao fazer a busca, ajuda colocar a palavra-chave utilizada para encontrar as oportunidades de guest blogging entre aspas.

Além disso, nós também podemos buscar pessoas que produzam muito no nicho em que estamos interessados e então descobrir onde elas têm postado.

Para fazer isso, apenas procure alguém que já tenha postado em um site que você goste. Então, procure o nome que ele usou naquele post na pesquisa do Google. Você deverá, então, ter uma lista de sites que também aceitam guest posts E que um blogueiro muito produtivo acredita que vale investir tempo e esforço.

Você também pode usar o Buzzsumo para encontrar oportunidades de guest blogging. Você pode fazer isso ao procurar a palavra-chave relacionada ao seu nicho e então selecionar a opção de ‘Guest Posts,’ na barra lateral à esquerda.

image19

Então, você irá descobrir sites que aceitam guest posts.

Mas como você entra em contato com eles?

Muitos desses sites terão uma seção que vai permitir que você entre em contato com eles.

image07

O melhor a se fazer em primeiro lugar é dar uma olhada nas orientações e verificar se existe algum tipo de informação de contato.

Nota: Buscar ‘orientações ao colaborador’ é uma excelente maneira de fazer isso. O processo de aplicação pode variar de site para site, e alguns não terão quaisquer ‘orientações ao colaborador’. No nicho de tricô, existem alguns sites que aceitam aplicações por formulário de contato e alguns que irão pedir o contato por e-mail. Se você não consegue descobrir as informações de um blog, assine a lista de cadastros de e-mail deles e então responda ao endereço que será utilizado.

Então, nós sabemos agora como descobrir blogs e como entrar em contato com o time editorial deles.

Mas como nós podemos conseguir que eles realmente publiquem nosso conteúdo?

Em primeiro lugar, nós precisamos prestar atenção nas orientações editoriais deles. Geralmente, um site irá informar exatamente o que está buscando, no que se refere ao conteúdo desejado e ao estilo a ser seguido. Se você estiver com dificuldades de entender as orientações editoriais, considere dar uma olhada no conteúdo publicado ao longo do último mês. Isso poderá lhe dar uma boa ideia do que está sendo procurado.

Não importa qual seja o nicho, o melhor tipo de conteúdo tende a ser o conteúdo prático. Antes de planejar entrar em contato com a equipe, pense em como você pode criar um conteúdo incrível para o blog e que será um ‘sim fácil’ na hora deles decidirem o que será publicado.

Se você estiver emperrado, entre no Buzzsumo e insira a palavra-chave que é relacionada ao seu nicho. Você vai querer combinar o seu ‘nicho,’ palavra-chave, com a outra palavra-chave que trará o retorno das informações para a prática.

Essas palavras-chave podem incluir:

  • Guia
  • Como
  • Dicas
  • Passo a passo
  • Como eu
  • Tutorial

Aqui está o que apareceu quando eu procurei ‘Guia de tricô.’

image08

Como você pode ver, todo post aqui é algo com o quê podemos trabalhar.

Se nós quisermos construir um guest post a partir dessas ideias, podemos pegar cada uma e então criar algo ainda melhor. Você pode quantificar o melhor conteúdo, como o conteúdo que é mais longo, possui uma perspectiva única, ou uma nova informação, possui mais imagens e é geralmente mais prático.

Você também precisa confirmar que o tipo de conteúdo que você quer criar ainda não foi criado no site em que você quer atuar. Você pode se assegurar disso pesquisando os arquivos desse site.

Uma outra tática que você pode adotar é a de pesquisar um site em particular, com o Buzzsumo, para verificar qual tem sido o conteúdo mais compartilhado.

image09

Você pode pegar um desses posts e pensar em algo novo a partir de um ângulo diferente. Isto permite que possamos trabalhar com um assunto já testado.

Como em qualquer post de blog, pensar em um ótimo título é essencial. Na realidade, quando se trata de guest posting, o título é mais importante do que nunca, já que muitas vezes é a única chance que você tem de impressionar o editor.  Aqui estão algumas dicas que eu tenho quando o assunto é escrever um ótimo título.

Muitas vezes, você também terá a chance de fazer uma descrição da ideia do seu post. Tenha em mente os 5Ws quando escrever a descrição.

image10

Isso facilitará o entendimento do editor sobre qual conteúdo ele está lidando e como aquilo pode ajudar outros leitores.

Aqui está um modelo que você pode usar quando for entrar em contato com donos de blogs e editores.

image11

Fique à vontade para também experimentar o seu próprio modelo, já que o exemplo acima é só uma orientação.

Então como isso pode ajudar a construir a sua lista?

Bem, uma vez que o seu guest post for aceito em um site, você frequentemente terá a chance de criar algo conhecido como ‘biografia de autor.’  Nessa seção, você pode mencionar que você tem conteúdo complementar para oferecer. Geralmente isso é chamado de ‘upgrade de conteúdo.’  Se o conteúdo que você oferecer é altamente relacionado ao post do blog, você irá aumentar as chances de obter ótimas taxas de conversão.

image12

O link na sua biografia de autor irá levar alguém para uma landing page como a que definimos antes.

Quanto mais guest posts você fizer, mais fácil será expor o seu conteúdo para as pessoas. Isso porque você conseguirá se relacionar com os editores, mas também poderá utilizar o seu trabalho no passado como uma evidência de que você é um bom escritor. Ainda que você não tenha como definir isto como um objetivo, ser publicado em um grande blog de um segmento pode facilitar que o seu conteúdo seja publicado em outros sites.

Publicar conteúdo no seu próprio blog

Em vez de se dedicar ao guest posting, você também pode adotar a estratégia de postar conteúdo no seu próprio blog. Isso será uma maneira mais lenta de fazer as coisas. Contudo, ainda pode gerar resultados. O segredo é saber como fazer com que as pessoas leiam o seu conteúdo e depois assinem a sua lista de cadastros de e-mail.

Em primeiro lugar, vamos dar uma olhada em como você pode fazer as pessoas lerem o seu conteúdo.

Mais de dois milhões de posts são publicados em blogs todos os dias, então você precisa fazer o seu conteúdo se destacar de alguma maneira.

Eu falo sobre como você pode promover um post de blog aqui e aqui. Apesar de que o quanto você trabalha para promover o seu post pode influenciar o quão bem ele irá, o mais importante é o conteúdo dele. Isso porque conteúdo de alta qualidade pode ser compartilhado em alta escala. Por conta disso, se você está iniciando a criação do seu blog, foque em produzir posts que sejam baseados em temas populares no seu segmento.

Um jeito de fazer isso é acessar o Buzzsumo novamente e procurar a palavra-chave de acordo com o seu nicho. Você irá procurar conteúdo que é popular no seu nicho e pensar em maneiras de fazer aquilo melhor. Procurar esse tipo de conteúdo pode ser difícil às vezes, especialmente se você estiver usando palavras-chave amplas em determinados nichos. Como resultado, você precisará seguir algumas dicas que eu dei antes para combinar a palavra-chave mais importante com algo relacionado à capacidade de gerar uma ação.

image23

Aqui podemos ver que os dois primeiros posts são relacionados a tricotar um ‘cachecol infinito,’ então esse é um assunto em potencial que podemos focar para o blog. Além disso, você deve lembrar que o tópico de costurar um ‘cachecol infinito,’ é algo que descobrimos ao fazer uma busca na Amazon antes – então sabemos que é popular.

Uma vez que você já tenha um tópico para a criação de conteúdo, você deverá começar a pensar em produzi-lo. O que você vai querer fazer, é criar algo que é melhor do que o que está disponível. Como eu mencionei antes, isso pode significar que você torne um conteúdo existente mais prático. Também pode significar a criação de um conteúdo com um design melhor. Ou pode ser apenas a adição de mais imagens, já que conteúdo com imagens tende a ter 94% mais visualizações do que quando não há imagens.  Criar algo com muitas palavras também ajuda, porque se um post possui mais de 1.500 palavras, tende a ser melhor posicionado nos mecanismos de busca.

image25

Você não criará conteúdo apenas com a intenção de que seja longo – mas é algo que você deve ter em mente mais que qualquer outra coisa.

Então você precisará ir atrás de pessoas que leiam o seu conteúdo.

Um dos melhores jeitos de fazer as pessoas lerem o seu conteúdo é fazer uma divulgação por e-mail. Isso colocará o seu conteúdo nas mãos de pessoas que o compartilharão e farão com que o conteúdo atinja audiências ainda maiores. Você pode usar tráfego pago para fazer as pessoas lerem o seu conteúdo. Por exemplo, você pode rodar alguns anúncios de Facebook para os seus posts.

Claro, reunir pessoas para ler o seu conteúdo não é o assunto deste post – ele é sobre como fazer as pessoas se inscreverem na sua lista de cadastros de e-mail. Por causa disso, vamos focar em formas de construir a sua lista de cadastros de e-mail, no que se refere ao seu próprio blog. É importante que você tenha feito tudo acima para promover o seu conteúdo. Do contrário, todos os esforços serão em vão.

Uma das formas mais óbvias de fazer as pessoas se inscreverem na sua lista de cadastros de e-mail é oferecer um ‘upgrade de conteúdo.’  Digamos que você tenha algum tipo de conteúdo que ensine as pessoas a tricotar um ‘cachecol infinito.’  Você pode, então, criar um checklist que as pessoas utilizem para obter ajuda durante o processo. Eu uso o conceito de  ‘upgrade de conteúdo’ com frequência nos meus próprios blogs.

image28

Quando você clica naquele link, surge uma janela que possibilita acesso ao upgrade de conteúdo em troca de um endereço de e-mail.

image30

O Brian Dean ganhou fama por aumentar as taxas de conversão de seu blog em 785% ao utilizar upgrades de conteúdo.

O segredo de criar um upgrade de conteúdo efetivo é ter certeza de que ele foi desenvolvido de forma única para o assunto que o seu blog trata. Por conta disso, você precisará de um upgrade de conteúdo diferente para cada post. Se por um lado isso pode parecer muito trabalho, é uma técnica que realmente ajudará o seu blog na captura de endereços de e-mail.

Além disso, você também pode usar pop-ups normais para capturar os endereços de e-mail no seu site.

image33

Se você quiser uma tática inteligente, pode definir um pop-up que aparece quando alguém descer a rolagem da página como se estivesse prestes a sair do site.

image35

Veja, esses não são popups que impedem a pessoa de fechar a janela, mas popups que aparecem em relação ao local em que o cursor está.

Você pode usar uma ferramenta como a ‘PopUp Domination’ para criar os popups.

image37

Você pode estar um pouco preocupado que os popups prejudiquem a experiência do usuário no seu site. Mas muitos blogueiros descobriram que eles não são ruins. Por exemplo, o Dan Zarella, viu sua taxa de rejeição aumentar em quantidades mínimas, enquanto as inscrições aumentaram em 1,56% – o que, no longo prazo, pode significar muitos novos cadastros de e-mail.

image39

No que se refere a pop-ups que não estão relacionados a upgrades de conteúdo, você deverá focar um pouco mais no texto. Isso porque a pessoa que foi exposta ao pop-up não clicou em nada para ver o pop-up – foi apenas mostrado para ela. Ofereça um benefício bom e faça os leitores entenderem o benefício que terão ao colocarem seus endereços de e-mail.

Eles foram interrompidos e você precisa fazer a interrupção valer o tempo deles.

Muitas vezes, os seus esforços contribuirão de forma significativa se você oferecer um brinde de alta qualidade em troca de um endereço de e-mail.

Use as dicas que eu dei antes para desenvolver ideias de brindes para os cadastros no seu blog.

Se o seu blog já estiver no ar há um tempo, dê uma olhada nos seus posts mais populares e então crie brindes baseados no que eles cobrem.

Você também pode obter cadastros de e-mail ao ter uma barra lateral com um opt-in box.

Veja aqui um que o Brian Dean usa.

image41

Aqui está uma que eu uso no blog Quicksprout.

image43

Veja que em cada opt-in box, existe uma proposta de valor clara que encoraja as pessoas a inserirem seus endereços de e-mail.

Você também pode colocar um opt-in box no final dos seus posts.

Aqui está a que eu uso no meu blog Quicksprout.

image00

Veja como o Derek Halpern faz a mesma coisa no seu blog Social Triggers.

image01

Você também pode usar uma barra no topo do site, como o Ryan Holiday faz.

image03

Você também pode instalar uma barra como essa usando o HelloBar ou utilizando as ferramentas do SumoMe.

Conclusão

20% dos profissionais de marketing afirmam que o e-mail marketing é a fonte de renda primária de seus negócios.

Neste post, nós abordamos estratégias que você pode usar para coletar os seus 100 primeiros cadastros de e-mail, para que você também possa usar o e-mail marketing para gerar renda ao seu negócio.

Nós demos uma olhada em métodos que custam dinheiro e métodos que custam tempo.

Por exemplo, você pode usar o tráfego pago em combinação com uma landing page ou você pode usar guest posting em combinação com uma landing page.

Nós também vimos como você pode usar o seu próprio blog para construir uma lista de cadastros de e-mail.

Para muitas pessoas, a chave do sucesso de construir uma lista é ter um brinde incrível para oferecer.

Uma vez que você tenha cuidado disso, as pessoas ficarão mais do que felizes de oferecer seus endereços de e-mail para receber a sua oferta gratuita.

De qualquer forma, você sabe agora o que é preciso ser feito para construir uma lista de e-mails. Você só precisa começar e ver essas estratégias funcionarem para você.

O que você descobriu que funciona bem quando o assunto é construir uma lista de e-mails?

Share