Como Crescer um Grupo no LinkedIn: 5 Lições Testadas e Aprovadas

segredo

O LinkedIn tem mais de 380 milhões de membros e 2 novos membros se cadastram a cada segundo.

Seria um eufemismo dizer que o LinkedIn representa uma grande oportunidade para todos nós.

Você pode ter pensado anteriormente que o LinkedIn só era bom para aqueles que estão no setor B2B.

No entanto, você pode usá-lo para o setor B2C também. 51% das empresas B2C já adquiriram clientes usando o LinkedIn.

De qualquer forma, fica claro que o LinkedIn pode ser usado para crescer um negócio.

Quando se trata de crescimento de um negócio usando LinkedIn, muitos tiveram sucesso com a criação de um grupo no LinkedIn.

No entanto, como acontece com quase tudo na internet, raramente o ditado “construa e eles virão” se aplica ao grupo no LinkedIn.

A realidade é que você precisa saber como configurar e divulgar o seu grupo no LinkedIn, se você quer que ele prospere.

Neste artigo, vamos dar uma olhada em como você pode fazer exatamente isso.

No final, você vai saber tudo o que você precisa, de modo que você também possa se juntar aos outros donos de empresas que criaram seus próprios grupos de sucesso no LinkedIn.  

Quer construir um grupo no LinkedIn próspero? Siga estas 5 lições testadas e aprovadas para crescer um grupo no LinkedIn.

Vamos começar! 

1. Dê um foco ao seu grupo

Se você quiser que o seu grupo no LinkedIn seja bem-sucedido e cresça rapidamente, você precisa fazer o básico da maneira certa.

Uma das primeiras coisas que você precisa prestar atenção, portanto, é para quem o grupo foi feito.

Você pode pensar que é o suficiente dizer que o seu grupo vai apenas ajudar as pequenas empresas.

Mas tente adivinhar quantos grupos para ajudar pequenas empresas já existem?

Eu procurei no LinkedIn por grupos de pequenas empresas, e encontrei 8.819 resultados.

image12

Com certeza, poderíamos competir contra todos esses outros grupos, mas será que realmente precisamos?

Pense nisso – por que as pessoas iriam querer participar do nosso grupo em especial, e não um dos outros 8.819 grupos de pequenas empresas?

Em outras palavras, o que nos torna diferente de todos os outros grupos?

Na maioria dos casos, quando há tanta concorrência, é difícil nos diferenciar dos outros.

Precisamos, portanto, chegar a uma maneira de separar o nosso grupo dos demais. Uma maneira de fazer isso é dando um foco específico para nosso grupo.

Como fazemos isso?

Você provavelmente vai querer criar um grupo que ajuda aqueles que estão no seu mercado alvo.

Agora, pode ser que o seu mercado alvo seja composto principalmente por proprietários de pequenas empresas.

No entanto, como já discutimos, não podemos apenas direcionar para os pequenos empresários.

Em vez disso, precisamos criar um grupo no LinkedIn, que reflita a forma como os membros potenciais do grupo se referem a si mesmos.

Depois, temos que implementar essa informação no título do grupo.

Nosso título também precisa mencionar o tema que vamos abordar no grupo.

Isso fará com que o grupo pareça mais relevante.

Além disso, considere isto – você gostaria de participar de um grupo que é exclusivamente para os pequenos empresários, ou você gostaria de se juntar a um grupo que abrange um tópico específico para as empresas em seu nicho?

Aqui está um grande exemplo de um grupo que segue essa regra. Ele está focado exclusivamente na prestação de consultoria de marketing online para contadores –

image03

Viu como eles configuraram o título?

Segue uma fórmula de:

“O tema que eles vão cobrir + para quem eles vão servir.

Além disso, observe como não há muitos grupos relacionados ao tema de ‘marketing online para contadores.’

É evidente que é algo que as pessoas querem saber mais, pois esse grupo parece estar indo bem.

Eles têm um número razoável de membros e há algumas discussões em curso – um sinal de um grupo saudável.

Com certeza, contadores podem se referir a si mesmos como proprietários de pequenas empresas – embora eles sejam mais propensos a se referir a si mesmos como contadores.

Isso pode soar como um detalhe irrelevante, mas pode realmente ajudar a nichar seu grupo de modo que pareça super relevante para aqueles que possam se interessar em juntar-se a ele.

A menção adicional do tema aumenta a relevância do grupo.

Portanto, agora que você sabe a importância de dar um foco ao seu grupo no LinkedIn, vamos dar uma olhada em como você pode realmente criar um grupo que tenha um foco.

Clique na guia ‘interesses’ e selecione ‘grupos’.

image25

Em seguida, selecione a opção ‘criar um grupo’.

image22

Então, você vai ver esta página. Você precisa preencher todos os detalhes relevantes.

image02

Quando se trata do logotipo, você não deve usar o logo do seu próprio negócio. Há um par de problemas ao fazer isso.

A primeira é que você está fazendo parecer como se você estivesse criando uma agenda, para depois vender para as pessoas.

Mesmo se você estiver querendo fazer isso, usar o seu logo faz parecer como se você estivesse fazendo isso de forma intrusiva.

Em segundo lugar, quando você usa o seu logo, você praticamente estende sua bandeira no grupo.

Se você associar o grupo com sua própria empresa, você potencialmente dará às pessoas a sensação de que este grupo só será sobre a sua empresa.

Para combater isso, você pode apenas ir até o Fiverr.com, e comprar um logo feito rapidamente por US$ 5.

Para o nome do grupo, você vai querer aderir ao que já foi discutido. Lembre-se, você precisa dizer qual é o tema do grupo e para quem o grupo é destinado.

Por exemplo, ‘marketing digital para dentistas.’

É importante que seu título seja rico em palavras-chave, pois isso irá ajudar seu grupo aparecer no motor de busca do LinkedIn.

Para o tipo de grupo você pode apenas escolher ‘grupo de networking.’ Você pode escolher os outros tipos, apesar de que um monte de pessoas que se juntam ao LinkedIn estão fazendo networking.

Quando se trata do resumo do grupo você precisa escolher suas palavras sabiamente.

O resumo é a pequena descrição que as pessoas vêem, quando encontram o seu grupo no motor de busca do LinkedIn ou na ‘Lista de Grupos.’

Você precisa criar um resumo que seja atraente e descritivo.

É preciso estimular as pessoas a clicarem, para que elas possam conhecer mais sobre o seu grupo e deixar claro o motivo pelo qual elas devem entrar no grupo.

A melhor maneira de fazer isso é seguindo o modelo que você usou para o seu título. Ou seja, explicar para quem o grupo é direcionado e o que ele pode oferecer para essas pessoas.

Você deve se certificar que seu resumo seja rico em palavras-chave, pois isso irá ajudá-lo a ser visto no motor de busca.

Em termos da descrição, isso é o que as pessoas vão ver quando elas clicarem na guia ‘sobre’ do seu grupo.

Isso é projetado para expandir o resumo e, mais uma vez, incentivar as pessoas a participar do seu grupo.

Ele também diz às pessoas o que esperar quando elas realmente participarem do grupo.

Aqui está um grande exemplo de um grupo que é projetado para ensinar marketing digital para dentistas.

image00

Uma vez que você preencheu esses detalhes você verá os seguintes campos do formulário à medida que se desloca ainda mais para baixo na página –

Image23

Em seguida, digite seu endereço de e-mail. Este é o lugar onde você receberá atualizações sobre o que está acontecendo no grupo.

Para a configuração de Acesso, escolha “Solicitar participação.”

Isso pode soar como uma decisão estranha, embora possa realmente ajudar a reduzir a quantidade de spam que o seu grupo vai receber.

Isso também vai fazer o grupo parecer mais exclusivo, o que pode ajudar a melhorar o crescimento do grupo.

Por fim, clique em ‘Criar um Grupo Exclusivo para Membros’. A única opção ‘exclusivo para membros’ significa que apenas os membros serão capazes de interagir com as discussões que estão ocorrendo.

Isso ajuda porque reduz o spam, e encoraja as pessoas a se juntarem, caso elas queiram participar do grupo.

Depois de ter feito tudo isso, então você vai ver esta página. Vamos falar mais sobre o que fazer nesta página mais tarde.

image10

Quando seu grupo no LinkedIn crescer e se tornar muito popular, você pode segmentar seu grupo através da criação de subgrupos.

Por exemplo, você pode criar subgrupos baseados em localização. Isso ajudará a manter o seu grupo relevante quando o número de membros começar a ficar alto.

Esta foi uma estratégia usada pelo HSBC a fim de manter o seu grupo relevante para todos os seus membros.

Se você não tiver certeza de quais subgrupos criar, basta pedir aos membros do grupo algumas sugestões.

2. Encontrar pessoas e convidar para o seu grupo

Então, agora que nós melhoramos o básico e demos um foco ao nosso grupo, como podemos impulsionar o crescimento?

Bem … nós poderíamos apenas esperar que as pessoas o encontrem. Mas isso provavelmente vai demorar um bom tempo.

Por outro lado, podemos ser proativos e procurar pessoas que possam se juntar ao nosso grupo e depois convidá-las para participar.

A segunda abordagem, mais proativa, provavelmente vai produzir melhores resultados para o seu grupo quando se trata de impulsionar o crescimento.

Um em cada três profissionais estão no LinkedIn. Então você não deve achar que é muito difícil procurar membros potenciais para o seu grupo.

Vejamos como você pode encontrar pessoas que possam valer a pena convidar para o seu grupo.

A primeira maneira, melhor e mais óbvia de realizar essa tarefa, é convidar aqueles que já estão em suas conexões.

Você deve se concentrar nas suas conexões de segundo e terceiro nível, bem como as de 1º.

41% dos usuários do LinkedIn têm cerca de 500 conexões na plataforma.

image09

Portanto, você deve facilmente ter pessoas suficientes para entrar em contato no início.  

Tenha em mente, porém, que você não deseja convidar qualquer um.

Você precisa se certificar de que você só está convidando as pessoas que vão achar que o seu grupo é valioso e de relevância.

Se eles não se encaixarem no perfil ideal do seu grupo, eles não vão se envolver em discussões (algo que vamos discutir mais tarde) e atividades em grupo, um componente importante de qualquer grupo do LinkedIn bem-sucedido.

Se você deseja convidar suas conexões para participar do seu grupo no LinkedIn, você pode fazer assim:

Clique no cabeçalho “Gerenciar”, que pode ser encontrado na sua página do grupo.

image27

Em seguida, clique em “Enviar convites”.

image20

Então, você vai ver esta página.

image32

Você pode usar essa página para enviar mensagens únicas e personalizadas para suas conexões.

Garanta que, para quem quer que você esteja enviando as mensagens, você esteja fazendo isso de forma personalizada, altamente relevante e rica em benefícios.

Explique os benefícios de se juntar ao grupo e sempre relacione de volta com eles.

Se você está no mesmo grupo que alguém, você pode convidá-los a participar do seu grupo também.

Graças a um recurso nos grupos no LinkedIn, você pode facilmente enviar mensagens a outras pessoas que estão no mesmo grupo que você.

Agora, é claro, você não vai querer fazer isso de uma forma sorrateira, em grupos que você acabou de entrar só para caçar membros.

E se você estiver em um grupo que abrange temas que não são relacionados com o seu grupo, não há razão para as pessoas desse grupo terem interesse no seu grupo também.

Você só precisa garantir que as pessoas que você convidar de outros grupos, possuam um perfil semelhante ao ideal do seu grupo.

Você também pode procurar manualmente por integrantes em potencial. 107 milhões de usuários do LinkedIn são dos EUA, então você é obrigado a encontrar alguém que seja relevante e interessado em juntar ao seu grupo.

Vamos supor que nós estamos querendo convidar as pessoas para um grupo relacionado a conselhos de marketing para dentistas.

Vá para a página inicial do LinkedIn (enquanto logado), e clique na opção ‘pessoas’ no menu drop down.

image29

Se eu digitar ‘dentistas,’ eu recebo um monte de resultados que estão relacionados com a palavra-chave dentista. Nesse caso, 49.056 resultados.  

image30

Agora, para alguns mercados, você pode simplesmente digitar um cargo/trabalho chave, e um grupo de indivíduos relevantes serão exibidos nas listas.

No entanto, isso não acontece na maioria das vezes – então você precisa refinar a sua busca.

Você pode fazer isso, selecionando algumas das opções no painel esquerdo.

image13

A verdade é que cada nicho é diferente, e assim você terá que experimentar as opções de segmentação para ver qual tipo de segmentação te traz os resultados certos.

Se você tem uma conta Premium do LinkedIn, você terá acesso a mais opções de segmentação.

Isso pode facilitar o trabalho de encontrar e convidar as pessoas.

Lembre-se – Você pode reduzir a quantidade de tempo que leva para encontrar alguém, se você conhece bem o seu mercado alvo.

Depois de encontrar alguém que parece ter um bom perfil, envie um convite para se conectar, e mencione o seu grupo na mensagem.

Lembre-se, você deve ser pessoal ao fazer isso, porque você não deve parecer intrusivo ou fazer spam.  

image21

Ao enviar uma ‘mensagem pessoal,’ sempre foque nos benefícios.

36,2% das pessoas pensam que o LinkedIn é extremamente importante quando se trata de crescimento do networking profissional, desenvolver um negócio ou encontrar um emprego.  

É provavelmente por isso que eles se inscreveram na mídia social.

Seu grupo, provavelmente, fará com que seja mais fácil para as pessoas fazerem todas essas coisas – então, explique isso na sua mensagem!

Você também pode se concentrar em usar InMails. Se você tem uma conta Premium do LinkedIn, você terá uma quantidade definida de InMails por mês. Quando acabarem, você pode comprar um pouco mais.  

image19

Os InMails permitem que você entre em contato com qualquer pessoa no LinkedIn.

InMails ajudaram a Citi a crescer o seu grupo para mais de 43.000 membros em apenas quatro meses.

Os InMails podem ser uma ótima maneira de entrar em contato com membros VIP. Caso você já tem cerca de 30 a 40 membros no seu grupo e algumas discussões ativas acontecendo, você vai querer identificar alguns VIPs no seu nicho.

VIPs podem ser autores de bests sellers, blogueiros conhecidos, CEOs de grandes empresas ou mesmo apenas as pessoas com uma grande rede.

Entrar em contato com VIPs foi uma das principais estratégias utilizadas por este grupo do LinkedIn para crescer o grupo para mais de 500 mil membros.

Lembre-se – 41% dos milionários usam o LinkedIn, então há muito potencial quando se trata de encontrar pessoas influentes que vão querer participar do seu grupo.

Quando você conseguir que essas pessoas participem do seu grupo, duas coisas ocorrem.

Uma delas é que eles fornecem ao seu grupo uma grande prova social, encorajando outras pessoas a aderirem também.

A outra é que essas pessoas tendem a ter um grande número de seguidores ou um grande número de conexões.

Como resultado disso, qualquer atividade que eles fizerem no seu grupo vai ser visível para outras pessoas que estão usando o LinkedIn.

Muitas pessoas verificam constantemente a seção “Atividades Recentes” de um perfil VIP para ver o que eles estão fazendo.

image05

Se você estiver querendo enviar mensagens para VIPs ou donos de pequenos negócios, você precisa garantir que suas mensagens sejam sempre construídas cuidadosamente.

Personalização é muito importante aqui. Sempre use o nome da pessoa ao escrever.

Descubra o que ela está fazendo e mencione por que o grupo poderia ser de interesse para ela

Relacione o grupo para os interesses deles – “Eu percebi que você estava interessado em X. Nós estávamos discutindo X no grupo.”

Você não deve tornar a mensagem muito longa, mas você pode fazer referência ao que vai ser coberto no grupo no futuro também.

Você também pode ver as mensagens antigas deles para ter ideia do que eles estão interessados.

image04

Se você puder pagar, você também pode querer usar anúncios do LinkedIn para crescer o seu grupo. Isso pode ficar um pouco caro, embora ainda seja algo a considerar.

Foi uma das estratégias utilizadas pelo HSBC, para ajudar a crescer o seu grupo. Um exemplo de seu anúncio pode ser visto abaixo.

image24

3. Criar uma grande experiência para aqueles que se integram no seu grupo no LinkedIn

Uma maneira que você pode melhorar o crescimento de seu grupo no LinkedIn, é através da criação de uma grande experiência para aqueles que participam dele.

Isso ajudará a criar uma impressão melhor e irá incentivar os membros a investirem mais tempo no grupo.

Se eles investirem mais tempo, eles podem ser mais propensos a voltar e se envolver com o grupo mais e mais.

Eles também podem convidar outros membros para o grupo.

Embora você possa implementar essas táticas quando seu grupo tiver cerca de 5-10 membros, elas podem realmente te ajudar antes mesmo de começar a convidar pessoas para o seu grupo.

Uma das coisas que você precisa focar é na criação de uma ‘mensagem de boas-vindas.’ A mensagem de boas-vindas é a mensagem que é enviada às pessoas assim que elas entram no grupo.

Se você deseja criar uma mensagem de boas-vindas, faça o seguinte.

Vá para a página onde você pode gerenciar as configurações do seu grupo.

Em seguida, escolha a opção ‘modelos’.

image01

Em seguida, selecione “Mensagem de boas-vindas.”

image16

Então você verá esta página –

image17

Para o título do assunto, não crie algo muito complicado.

Você pode simplesmente dizer algo como “Obrigado por se juntar ao grupo – Veja o que te espera!”  

Você pode criar algo muito melhor, mas esse já é um bom ponto de partida.

As pessoas estarão mais inclinadas a abrir a mensagem, porque elas vão saber de quem é – assim você não precisa pensar demais no título.

A mensagem, no entanto, é algo que precisa de uma grande atenção – especialmente uma vez que ela representa algumas oportunidades cruciais que podem ser difíceis de obter de outra forma.

Você vai querer dividir a sua mensagem em determinadas seções.

A primeira seção deve agradecer as pessoas por terem entrado no grupo. Faça com que as pessoas saibam que você é grato por elas terem se esforçado para interagir com o seu grupo.

Em seguida, informe sobre o que está acontecendo atualmente no grupo.

Por exemplo – mencione quais discussões já estão ocorrendo e pergunte se elas têm qualquer tipo de opinião.

Coloque links para essas discussões.

Em seguida, peça para elas se apresentarem ao grupo.

Você também pode perguntar se elas têm algum feedback sobre como o grupo pode melhorar.

E então, se você estiver querendo construir uma lista usando o grupo, considere colocar um link para uma landing page na mensagem de boas-vindas.

É importante que você não seja agressivo ao falar sobre essa landing page e a oferta grátis dela.

Basta informá-las sobre o valor do material e o que elas precisam fazer caso queiram baixá-lo.

Seu foco principal é cultivar o grupo. Se você for muito agressivo nessa fase, irá definir um tom ruim para aqueles que acabaram de entrar. Isso pode impedir o crescimento futuro do grupo.

Aqui está uma versão básica de algo que você pode tentar-

image33

O exemplo acima é bem simples, mas ele te dá um norte sobre como criar sua própria mensagem.

Certifique-se de assinalar a opção ‘auto-send’ (envio automático), para que essa mensagem seja enviada a todos os novos participantes do grupo.

Se não o fizer, eles receberão a mensagem padrão de boas-vindas LinkedIn – que não é muito emocionante.

Você também vai querer criar algumas discussões no seu grupo no LinkedIn. Essas discussões são projetadas para aumentar o nível de interatividade no seu grupo, bem como a sua capacidade de ensinar os membros do grupo algo novo.

Você não pode confiar apenas em membros para aumentar o nível da conversa acontecendo no grupo. Você tem que entrar em cena.

As discussões podem ser uma ótima maneira de fazer isso.

Se você quiser criar uma discussão, faça o seguinte.

Primeiro, vá até a guia “Discussões”, na página do grupo.

Lembre-se, você pode acessar a página do grupo, selecionando “grupos” de interesse no menu suspenso e, em seguida, selecionando o grupo que você criou.

image28

Quando estiver na página de ‘discussões’, insira um tópico de discussão, – eu escolhi ‘As páginas amarelas são uma boa ideia para dentistas?’ Isso porque o meu grupo hipotético é projetado para ajudar os dentistas.

image15

Então você deve ver isso.

image11

Agora, a coisa mais importante para se concentrar aqui, é ter grandes ideias de discussão.

Pense sobre temas controversos e polêmicos do seu nicho. Se eles são temas atuais, eles poderiam ser ainda mais impactantes.

Fique de olho nas agências de notícias que são relevantes para o seu nicho. Você pode até mesmo fazer algumas pesquisas diárias no Twitter, ou no Google News, para descobrir o que está acontecendo em seu nicho.

A Citi conseguiu que mais pessoas participassem das suas discussões, premiando os membros mais ativos com contas Premium do LinkedIn.

Você pode não ser capaz de premiar membros com esse tipo de presente, embora ainda haja algo que você pode oferecer talvez uma consultoria de 30 minutos?

Lembre-se, o objetivo aqui é fazer com que as pessoas interajam com o grupo fazendo com que elas se envolvam nas discussões do grupo.

Quando se trata de criar uma grande experiência, você precisa se concentrar em agregar valor. As discussões são uma maneira de fazer isso. A outra é fornecer conteúdo gratuito.

Desde que o seu conteúdo seja relevante e com grande valor, não vai doer compartilhá-lo no grupo.

91% dos profissionais de marketing B2B usam o LinkedIn para distribuir conteúdo, então as pessoas não vão se importar se você postar alguma forma de conteúdo no grupo.

image18

Este grupo do LinkedIn usou o conteúdo como um método para ajudar a crescer o número de participantes para mais de 50.000 pessoas.

Você precisa se certificar que seu conteúdo é exclusivo. Não há nada especial em compartilhar material refeito.

Uma coisa que você pode experimentar é: crie um conteúdo, coloque-o em PDF e depois ofereça ao grupo sem forçar as pessoas a se inscreverem, deixando seus dados para baixar o material. Isso vai ajudar a criar boa vontade no grupo.

Dar conselhos e conteúdos gratuitos em grupo no LinkedIn gera 58% da receita dessa empresa. Ah, e seu ticket médio é de US$ 7.500!

Você também pode experimentar realizar alguns webinários. Para os primeiros webinários que você fizer, pode ser interessante não vender nada no final.

Em vez disso, você pode querer construir alguma confiança primeiro, para que os membros venham a responder melhor às mensagens futuras.

Lembre-se, 93% dos profissionais de marketing B2B dizem que o LinkedIn é eficaz para gerar leads. Você só precisa escolher o momento certo.

Mesmo se você quer oferecer algo no final do webinário, garanta que o conteúdo seja incrível.

Se você fornecer sempre ótimos conteúdos, as pessoas vão voltar ao seu grupo.

É quase como os e-mails que você abre o tempo todo, daquele site ou escritor que sempre te ensina algo novo.

Outra ótima maneira de fornecer o valor, é através do envio de e-mails semanais para as pessoas. Esses e-mails devem ser enviados para todo o grupo.

Ele deve permitir que os membros saibam o que vem acontecendo e o que eles perderam. Isso também pode ser uma ótima maneira de manter os níveis de interação dentro do grupo altos.

Mencione grandes conteúdos que foram compartilhados, e também alguns dos debates populares que têm ocorrido.

Você também pode dar aos membros uma prévia do que pode acontecer na próxima semana no grupo. Isso pode criar um nível de antecipação que leva as pessoas a entrarem e verem o que está acontecendo.

Se você está lutando para criar ideias sobre como manter o seu grupo empolgado e atualizado, considere participar de alguns outros grupos por aí.

Você está autorizado a participar de 50 grupos por vez não seja como os outros 16% das pessoas no LinkedIn que não fazem uso desse fato.

Quando você se juntar a vários grupos, você vai ser capaz de ver o que está funcionando para alguns dos outros grupos bem-sucedidos no LinkedIn.

Mantenha-se atento para quaisquer padrões consistentes de comportamento feitos pelos criadores dos grupos de sucesso.

Você não tem que copiá-los diretamente, mas você pode aplicar os princípios que eles estão usando, em seus próprios grupos.

4. Modere o seu grupo

Se você quiser que o seu grupo no LinkedIn cresça, você precisa moderá-lo.

Afinal, você iria permanecer num grupo do LinkedIn se ele estiver cheio de spam e discussões improdutivas?

Agora, se você faz uma triagem de todos os participantes, isso deve reduzir as chances de qualquer problema.

De qualquer maneira, você pode reduzir ainda mais a atividade indesejada ao postar algumas regras no seu grupo no LinkedIn.

Você pode criar regras, indo para a seção de gerenciar do seu grupo, e selecionando a opção “Regras do Grupo” no painel da esquerda.

image26

Quando você clica sobre essa opção você verá a seguinte página. Este é o lugar onde você pode inserir algumas regras, para aqueles em seu grupo.

image06

Se você quiser, você pode postar um link para as regras, na sua mensagem de boas-vindas.

Como alternativa, você pode apenas querer publicar o conjunto completo de regras na sua mensagem de boas-vindas.

De qualquer forma, apenas torne-as fáceis de encontrar.

Quando se trata de moderar o grupo, você não tem que fazer todo o trabalho duro. Usando os recursos encontrados dentro LinkedIn, você pode selecionar alguém como um moderador do grupo.

Você poderia, por exemplo, escolher alguém que é muito ativo no seu grupo. Isso é, se eles quiserem ser um moderador.

Ter alguém que assuma as funções de moderar te deixa livre para se concentrar em outros aspectos relacionados com o crescimento do grupo.

Você nem sempre tem que ser reativo quando moderar um grupo.

Graças a alguns dos recursos criados pelo LinkedIn, você pode agir preventivamente.

Se você for para a página de “Configurações do Grupo”, você vai ser capaz de controlar coisas como a publicação de conteúdo e comentários.

image31

Quando você alterar essas configurações, você será capaz de controlar a direção que o seu grupo leva.

Por exemplo, você pode escolher se você quer que seu grupo seja usado para anúncios de emprego ao desativar ou ativar o “Recursos de Emprego.”

image14

Você não necessariamente tem que proibir os recursos do grupo completamente.

Você também pode escolher a opção de rever os eventos do grupo e aprová-los de acordo com seu próprio critério.

Essa é uma ótima maneira de manter um olhar atento sobre o que está acontecendo em seu grupo.

Claro, se você escolher a opção “Enviar tudo para aprovação”, você precisa se certificar de que você seja rápido para aprovar as coisas.

Não fazer isso pode estagnar o grupo e os membros podem se sentir frustrados.

Isso pode fazer com que as pessoas interajam menos com o grupo, o que pode travar o crescimento dele.

Se você quiser ser um pouco mais inteligente, você também vai perceber que existe uma seção «restrições».

Essa seção é projetada para automatizar um pouco o processo de moderação.

Por exemplo, você pode optar por moderar somente alguém que é novo no grupo. Você pode selecionar um perído de tempo em que ações deles precisam ser monitoradas.

Nesse espaço de tempo, você pode ver se eles estão sendo um problema, e você pode expulsá-los, ou falar pessoalmente com eles.

Você também pode moderar as pessoas que são novas no LinkedIn. Esses indivíduos podem não estar cientes do ambiente do LinkedIn e como eles devem interagir com outros usuários.

Devido a isso, você pode querer monitorar esses indivíduos por um determinado período de tempo.

Há também a opção de moderar as pessoas que têm poucas ou nenhuma conexão no LinkedIn. 39 milhões de estudantes e recém-formados estão no LinkedIn.

image08

Embora esses estudantes e recém-formados possam não ter um número elevado de conexões, isso não significa que eles não possam ser membros valiosos do seu grupo no LinkedIn.

Então, pode ser interessante não evitar que eles se juntem ao seu grupo só porque eles têm um números baixo de conexões.

Como alternativa, você pode querer ativar o recurso “Exigir moderação para as pessoas com poucas ou nenhuma conexão”.

Isso irá permitir que você lhes dê acesso ao grupo, apesar de ainda ser capaz de acompanhar de perto as ações deles.

Essa é uma boa opção para ativar, se você quiser dar às pessoas genuínas uma chance de crescerem sua rede, mas você também precisa proteger o seu grupo de spammers.

Quanto à seção “Membros” da página, nós praticamente já cobrimos esse tema no início do post.

image07

Quando a opção “Solicitar participação” estiver habilitada, você vai ser capaz de investigar o perfil de um membro potencial antes que ele se junte ao seu grupo.

Ao tomar todos esses passos, você garante que o seu grupo seja um lugar divertido e interessante.

Quando for assim, as pessoas não vão se importar de convidar outros membros do LinkedIn para participar do grupo também. E portanto, isso vai ajudar a crescer o seu grupo no LinkedIn.

5. Promover o seu grupo em outras plataformas de mídia social

Não há muito o que dizer aqui.

Se você já construiu uma base de seguidores grande em outras plataformas de mídia social como o Facebook ou o Twitter, você não deve ter medo de promover o seu grupo no LinkedIn lá também.

Afinal, 70,3% das pessoas já estão usando o Facebook para encontrar emprego e oportunidades de negócios. O seu grupo provavelmente ajuda em ambas as missões.

As possibilidades são que, as pessoas que estão se engajando com você nessas plataformas, vão gostar do que você está falando em seus grupos no LinkedIn.

A divulgação do grupo em outras plataformas de mídia social ajudou a Dell a crescer seu grupo para mais de 8.000 membros.

Mesmo se você está apenas começando em outras plataformas de mídia social, você ainda pode promover o seu grupo no LinkedIn lá.

Sempre que você estiver promovendo seu grupo, faça um esforço para enfatizar os benefícios que as pessoas terão ao participar do grupo.

O que elas poderão ganhar e por que as pessoas devem passar pelo esforço de criar uma conta no LinkedIn, apenas para acessar o seu grupo?

Conclusão

O LinkedIn está crescendo a cada segundo.

Ao contrário de outras grandes redes sociais, aqueles que se juntam ao LinkedIn, estão na sua maioria à procura de maneiras de crescer a sua vida profissional.

Se você possui um negócio, isso representa uma grande oportunidade.

Você pode aproveitar o poder do LinkedIn através da criação de um grupo do LinkedIn.

Um grupo no LinkedIn permitirá que você crie uma comunidade de pessoas que pensam da mesma forma que você. Elas podem acabar te vendo como uma autoridade.

Devido a isso, você estará numa posição única para fazer negócios com elas mais tarde.

No entanto, você não pode simplesmente criar um grupo no LinkedIn e esperar os resultados.

Você precisa saber como configurar um grupo corretamente e como agir de forma proativa e levar as pessoas a participarem do seu grupo.

Mesmo assim, você vai precisar monitorar constantemente o seu grupo, de modo que ele seja um bom lugar para os membros do LinkedIn passarem seu tempo.

Se você fizer tudo certo, o grupo no LinkedIn pode representar uma grande oportunidade quando se trata de geração de leads para o seu negócio.

O que você achou dessas estratégias de crescimento de grupos do LinkedIn?

Share