Como Criar um Call to Action Perfeito

kickbox girl

Inscreva-se. Compre agora. Saiba mais. Todos esses gatilhos de call to action podem não te dar o resultado desejado, pois seu público-alvo está mais experiente do que nunca.

O Que é Call to Action ou CTA?

Call to Action, ou chamada para a ação, significa o uso de palavras que causem certa urgência para que o leitor ou o usuário tome uma decisão imediata. Exemplos de call to action podem ser “clique aqui”, “baixe agora”, “teste gratuito”, etc.

Se você quiser aprender como criar um call to action perfeito que irá cativar sua audiência, educá-la e aumentar suas conversões, este artigo muito bem detalhado foi escrito pensando em você.

Baixe este material com 8 táticas para criar um call to action perfeito.

Uma das principais razões pelas quais a maioria das landing pages e páginas de vendas não está convertendo leads em clientes é por causa de um call to action fraco.

Nem todas as mensagens de call to action são criadas iguais. A maioria dos profissionais de marketing B2B não as estão usando de forma eficaz para criar engajamento das suas ideias com os clientes. E alguns não estão usando hora nenhuma. De acordo com o Small Biz Trends, 70% dos pequenos negócios B2B não usam um call to action.

image00

Pare de dar desculpas esfarrapadas para a ausência de um call to action eficaz. Agora é hora de focar nos visitantes por meio de chamadas para ação eficazes que irão impulsionar suas conversões e te estabelecer como autoridade, diz Joanna Wiebe.

Para ser honesto com você, escrever uma mensagem de call to action que irá atrair seus visitantes a tomarem a decisão certa não é tarefa fácil. As 8 táticas abaixo irão simplificar isso para você. 

Como Criar Call to Action Tática nº 1:  Vendendo um Teste

Esqueça o freemium (oferta gratuita). Use um teste de graça em vez disso. Existem certos calls to action que você não pode oferecer ajuda a não ser por meio de um clique. E a tática do CTA do “teste gratuito” é um deles. Ela funciona bem para empresas que vendem software como serviço (SaaS), tal como a Sales Force.

Não tema oferecer testes gratuitos. Existem pelo menos 8 maneiras de converter esses membros gratuitos em clientes através do email marketing.

É vital guiar seus visitantes à medida em que eles seguem cada etapa do processo de compra. Isso te ajuda a identificar o que é eficaz e o que pode ser ignorado. Existe uma maneira de equilibrar as necessidades do cliente e algumas objeções que irão aumentar sua taxa de conversão.

image33

Quando nós começamos o KISSmetrics e o CrazyEgg, nós adotamos essa tática para crescer nossa base de clientes. O Shopify cresceu sua receita em 10x em 3 anos e agora tem em torno de 175.000 usuários, graças aos seus 14 dias de testes.

image09

Se você quiser que os clientes decidam, você tem que assisti-los removendo todos os obstáculos. Lembre-se, eles têm muitas perguntas e estão esperando você oferecer as soluções corretas.

Se você falar para eles comprarem depois do primeiro encontro com sua marca, 84% deles irão rejeitar seu site. Mas se você oferecer um teste, você pode aumentar as conversões em até 328%.

No entanto, perceba que, ao usar ferramentas gratuitas em seu texto de call to action, você tem que tomar cuidado para não perder os clientes no final do período de testes.

Em um estudo conduzido pela Massey University Marketing, o Professor Harald Van Heerde e seus pesquisadores da Tilburg and Maastricht Universities, examinaram dados domiciliares de 16.512 consumidores. O estudo revelou que um alto percentual de usuários que se cadastraram para algum tipo de teste gratuito, não fizeram o upgrade para uma solução premium (paga) depois do período de testes.

Os dados deveriam te alertar sobre as armadilhas que podem pegar os prestadores de serviço descuidados na área de software.

Através do teste A/B e do rastreamento de métricas práticas, você será capaz de descobrir o tempo ideal para usarem seu teste gratuito.

Qual desses funcionaria melhor para você: um teste gratuito de 14 dias ou um de 30 dias? É difícil dizer. Eu não sei a natureza do seu negócio e o quão responsivo e adaptativo seus clientes ideais são.

Então, em vez de ficar imaginando, teste para saber qual período funciona melhor para você e direciona mais conversões para seus produtos premium.

Por exemplo, o Mozz oferece 30 dias de teste gratuito:

image45

O Shopify oferece um de 14 dias, enquanto o Bigcommerce escolheu um período de 15 dias:

image22

Muitas marcas, independentemente da grandeza da base de clientes, ainda oferecem testes gratuitos para seus novos usuários. Por exemplo, dê uma olhada no Insightly.com, uma empresa de software de CRM popular:

image12

Como Criar Call to Action Tática nº 2: Escreva um CTA Orientado para Benefícios

Seu call to action tem que oferecer algum benefício para o consumidor. Senão sua taxa de conversão será prejudicada. Deixe-me te explicar o quão importante é isso, usando o Google como exemplo:

Você sabe que a web é alimentada principalmente de conteúdo. No passado, antes do Google ter começado com suas atualizações dos algoritmos, muitas pessoas não estavam preocupadas com a qualidade do artigo, posts nos blogs, vídeos, ebooks, etc. Mas hoje a regra do jogo mudou completamente.

Então por que o Google é tão apaixonado com o valor que você fornece em um conteúdo? É por causa dos usuários.

As pessoas estão desesperadamente procurando pelas melhores respostas possíveis quando usam o Google como mecanismo de busca. Se ele não fornecer as respostas certas, as pessoas irão mudar para o Bing, Yahoo ou qualquer outro mecanismo de busca tais como Duck Duck Go ou Mamma. O benefício para seus usuários é o acesso à melhor informação.

image34

Na mesma linha, seu call to action tem que mostrar um benefício para seus usuários. Se as pessoas não estão certas sobre o valor que seu botão de CTA irá entregar, elas não irão clicar.

Tendo testado diferentes textos em meus botões de CTA, eu decidi aderir ofertas. No QuickSprout, eu prometi para meus leitores “dobrar o tráfego deles em 30 dias.” Então no botão de CTA, eu pedi a eles para clicarem e assistirem ao curso gratuito:

image38

Mas eu não sou o único profissional de marketing que oferece valor e cria texto ao redor dos benefícios que os usuários terão se decidirem participar. Noah Kagan, um profissional de marketing de sucesso, faz melhor:

image42

Nota: A colocação e a cor dos botões de call to action são igualmente importantes. Muitas pessoas descobriram que colocar uma caixa de opt-in ao lado direito da landing page funciona melhor, enquanto outros profissionais de marketing têm melhores resultados usando o botão no final da página.

image31Os botões vermelhos funcionam melhor do que os verdes? É difícil dizer. Essas variações nos resultados te dizem uma coisa: – você deveria testar todos os elementos em seu call to action.

Como Criar Call to Action Tática nº 3:  Mostre Gratificação Instantânea

Ninguém gosta de esperar. Eu odeio ver uma fila longa no aeroporto ou no banco. Você provavelmente é igual a mim.

É por isso que, se você quiser crescer seu negócio online, você tem que garantir que seu serviço de atendimento ao cliente esteja funcionando. Testar a paciência do seu cliente, como longas esperas, compreende 35% do que os consumidores chamam de mal atendimento.

image21

Satisfazer seus clientes é a razão fundamental pela qual você está no negócio. E a gratificação instantânea é o oposto da gratificação atrasada.

Quando os clientes certos vêm até sua landing page ou loja, eles têm algumas perguntas, tais como: “vou ter o máximo de satisfação comprando este produto ou assinando esta lista de email?”

Em quase todo o contexto da vida real, a gratificação atrasada é a chave para o sucesso. Nós damos valor às coisas que nós temos que trabalhar e esperar por elas.

Mas quando se trata de persuadir as pessoas a tomarem alguma decisão no ambiente online, especialmente quando você está vendendo um produto digital (ex: um ebook ou software), mesmo um pequeno atraso ao dar às pessoas o que elas querem irá afetar sua taxa de conversão negativamente.

Entenda que a web é um espaço virtual. Consequentemente, é muito difícil confiar em alguém. De acordo com Traffic Maven, “os consumidores de hoje estão se tornando muito acostumados a receberem gratificação instantânea.” Eles querem recompensa imediata.

Se eu for até sua loja de câmera digital e comprar uma câmera, eu não vou esperar que o produto apareça em minhas mãos imediatamente. É um produto físico, e tanto você quanto o varejista precisam organizar o frete e outras logísticas. Mas se eu comprar um software da sua loja, eu esperaria poder fazer o download imediatamente.

O especialista em mídia social Jon Loomer entende como usar o poder da gratificação instantânea para atrair as pessoas a se cadastrarem em sua lista de email. Seu call to action é “Obtenha o PDF,” mas isso tem tido uma boa conversão para ele.

image30

Russ Henneberry, Diretor Editorial do Digital Marketer, usa estrategicamente o poder da gratificação instantânea para criar suas mensagens de call to action. Ele também usa duas palavras, “Faça o Download Agora,” apelando para as emoções das pessoas e persuadindo-as a preencher o formulário.

image13

Como Criar Call to Action Tática nº 4:  Provoque Curiosidade

Quando você usa a curiosidade de maneira eficaz, ela irá ocasionar um aumento nas vendas.

image27

Em 2014, Andrew Sobel listou 6 regras para provocar curiosidade. Uma delas é dizer às pessoas o que você faz e os resultados que você têm, mas não com todos os detalhes de como você faz.

Curiosidade é o desejo de saber alguma coisa. Se você cria a mensagem do seu call to action dessa forma, criando desejo em seus prospects de saber o que está do outro lado daquele CTA, eles vão querer clicar. E quanto mais alto for seu CTR, mais vendas você fará.

image03

Um estudo novo da University of California-Davis sugere que, quando nossa curiosidade é aguçada, isso resulta em mudanças no cérebro que nos ajudam a aprender não só sobre o assunto em mãos, mas também sobre a informação incidental.

image11

Aumentar a curiosidade do cliente pelo seu produto não é questão de sorte. Gatilhos mentais tais como confiança, entrega, surpresa, divertimento e o mais importante, satisfação, provocam curiosidades em seus usuários.

Quando as pessoas confiam em você, por exemplo, elas estarão mais dispostas a agirem quando você pedir. Na mesma linha, quando as pessoas se deparam com o texto em sua landing page ou anúncios PPC, elas irão clicar porque percebem o benefício na promessa.

image06

A curiosidade faz te querer pular na oferta, porque você consegue imaginar a recompensa e como ela pode melhorar sua própria vida. É uma jornada emocional para aprender mais, conhecer mais, ter mais e ser mais.

Seu público-alvo são seres humanos que fazem escolhas racionais e emotivas, dependendo da informação diante delas.

image16

Redatores sabem que as pessoas compram produtos sem emoção, justificando a compra pela lógica. Se isso for verdade, então é sua responsabilidade usar a curiosidade para provocar emoções que irão persuadir seus clientes a comprar. Mesmo na compra B2B, as emoções importam mais do que a lógica.

image37

Criar urgência também ajuda a atiçar a curiosidade. Um senso de urgência obriga as pessoas ao “pegue agora antes que acabe” enquanto a curiosidade faz com que o usuário procure pela recompensa ou benefício. Quando ambos os elementos estão presentes, você sempre verá taxas de conversão e cliques mais altos para suas ofertas.

Crazyegg, uma empresa de mapa de calor que eu fundei, tem tido uma taxa de crescimento significativa ao longo dos anos. Nós usamos muitos formulários diferentes de texto em nossos botões de call to action, mas a versão que usamos agora aparentemente provoca bastante curiosidade.

image40

Muitos proprietários de sites gostariam de saber a razão pela qual os visitantes deixam seus sites. O usuário antecipa a descoberta da informação quando ele digita a URL do website dele dentro da caixa de pesquisa e clicam “me mostre meu mapa de calor.”

Music Law Contracts também provoca curiosidade em seus botões de call to action. O título da landing page faz uma promessa, e o botão de CTA entrega a promessa.

image04

Quando você provoca a curiosidade, você precisa ser honesto com seus clientes. Não os atraia com palavras poderosas e botões de ação, somente para dar a eles alguma outra coisa diferente da que você prometeu.

Quando você prometer usar vídeos gratuitos, faça isso. Mantenha sua promessa e sua taxa de conversão será alta.

Ao escrever seu call to action, você deveria encontrar uma maneira de integrar estas 5 palavras persuasivas:

  • Você
  • Gratuito
  • Bônus
  • Porque
  • Instantaneamente
  • Novo

No blog do KISSmetrics, nós entendemos o impacto de gerar palavras persuasivas para convencer os usuários a se cadastrarem em nossa lista de emails. Dê uma olhada no pop-up:

image43

Como Criar Call to Action Tática nº 5:  Agrave o Problema e Então Ofereça a Solução

Uma pesquisa feita pela 1st Financial Training Services revelou que 96% dos clientes insatisfeitos não reclamam – e ainda 91% deles irão simplesmente sair e nunca mais voltar.

image29

Mais frequentemente do que não, o que é preciso para escrever um call to action que atraia o consumidor a clicar e seguir, é um profundo entendimento do seu público-alvo. E de acordo com Lee Resource, “para cada reclamação do cliente há 26 outros clientes insatisfeitos que permaneceram em silêncio.”

Demian Farnworth compartilhou uma poderosa fórmula de escrita para dominar as plataformas de mídia social e cativar a mente das pessoas:

  • Identifique um problema
  • Agite o problema
  • Ofereça uma solução

Como você pode alavancar cada um desses elementos para criar um call to action que leve seus prospects a comprar? Vamos explorar cada um desses elementos e ver como eles podem melhorar sua taxa de cliques e conversões para nossos calls to action.

i).  Identifique um problema: Sua habilidade de identificar a dor da sua audiência faz toda a diferença. Quando você entende quais problemas eles estão enfrentando, você será mais capaz de oferecer as soluções certas.

Lembre-se que grande parte dos problemas que sua audiência diz enfrentar, na verdade não são o problema principal. Por exemplo, se você é um especialista em tráfego na web e sua responsabilidade é ajudar sua equipe a direcionar visitantes qualificados para um site, qual primeiro passo você acha que seria necessário?

Uma solução é primeiro configurar uma landing page para converter visitantes em leads. Então, você criaria um ímã para atrair o lead e persuadir os visitantes a se cadastrarem. Se você planeja trabalhar com uma campanha de PPC no Google AdWords ou Facebook ads, sua landing page tem que estar pronta antes de você escrever o texto do seu anúncio.

Nesse caso, o problema dominante da sua audiência não é o tráfego da web por si, mas a otimização da landing page. Afinal de contas, se a landing page não está otimizada para converter visitantes em clientes, nenhuma quantidade de tráfego irá ajudar.

Você pode usar o Quora para ajudar a identificar os problemas do seu público-alvo. Se você avaliar a pergunta abaixo, é evidente que a pessoa que está fazendo essa pergunta não é um novato quando se trata de geração de tráfego na web. Dê uma olhada:

image18

O que a pessoa quer é uma maneira de conseguir tráfego sem custo. Isso significa que se você aconselhá-la a usar os anúncios PPC, você falhou em identificar o problema.

Na mesma linha, se seu call to action não reconhece os problemas do cliente, você terá poucos ou nenhum clique.

Um site que entende seus usuários e o problema dominante deles é o HelpScout. O título comunica muito: ele reconhece que muitas soluções de help desk não entregam serviço eficiente ao cliente, e tranquiliza os usuários que o HelpScout sabe que eles não querem se contentar com esse tipo de solução.

image02

A Help Scout diz aos usuários em seu call to action “veja a diferença” – a diferença entre outras soluções de help desk e a da HelpScout.

Encontre uma maneira de identificar o que seus clientes ideais estão tendo dificuldades, e alavanque aquilo que os atrai para sua oferta.

ii).  Agite o problema: Depois que você identifica o problema dominante e antes de oferecer uma solução, você agita o problema. “Agitar” significa despertar o interesse ou fazer alguém ansioso sobre alguma coisa.

Se você não agitar ou enfrentar o problema de frente, os consumidores nunca irão esquecer que você tem a solução. Um estudo recente revela que 45% dos consumidores nos EUA irão abandonar uma transação online se eles perceberem que suas perguntas ou problemas não foram abordados.

image15

Seu público-alvo pode não saber as implicações ou sintomas que estão experimentando como resultado dos seus problemas. Se for esse o caso, então seu dever é informá-los sobre isso.

Esta técnica de redação tem sido usada por Dan Kennedy, Ted Nicholas e outros redatores renomados.

Aqui estão dois exemplos de um problema que foi agitado pelo Robert Stover:

image24

Lembre-se que você pode agitar um problema em sua landing page, subtítulos e marcadores. Cada um desses elementos irá aumentar ou diminuir suas conversões para seu call to action.

Vistaprint.com, uma empresa que imprime cartões de visita e outros materiais de marketing, entende como convencer seus prospects e clientes. Na landing page, a empresa percebeu que a maioria dos profissionais de marketing e negócios tem problemas em divulgar e conseguir clientes.

image10

Se seu público-alvo consiste em donos de negócios que estão cansados de criar conteúdo para direcionar tráfego para aumentar suas vendas, tudo isso sem sucesso, você pode aproveitar isso para escrever o título da sua landing page. Seu título poderia ser algo como:

Pare de Escrever Mais Conteúdo. Use Esta Fórmula com 3 Passos para Transformar seu Conteúdo Antigo em uma Máquina de Geração de Leads!

iii).  Ofereça uma solução: Esse é o elemento final e ele pode ajudar ou atrapalhar seu call to action. Você tem que oferecer uma solução para os problemas que os usuários estão enfrentando.

Não é suficiente simplesmente identificar e agitar o problema – sua tarefa é criar uma solução disponível para eles.

Nesse livro, A Solução do Serviço ao Cliente: Gerenciando Emoções, Confiança e Controle para a Vitória do Negócio do Cliente, o autor Sriram Dasu explica como os consumidores percebem o serviço e te mostra como melhorar o serviço ao cliente resolvendo problemas.

Um exemplo de uma marca que sabe como oferecer a solução certa é a Webnode, que permite aos usuários criarem facilmente seus sites, principalmente se eles não querem mexer com códigos. O call to action deles diz tudo:

image25

Awesome Web, um site que te ajuda a encontrar e contratar web designers e desenvolvedores, usa uma abordagem um pouco diferente em seu call to action. Em vez de usar um botão de CTA, ele usa links com textos apontando para serviços diferentes. Mas primeiro, o site pede ao usuário para identificar qual problema ele está enfrentando:

image36

No Quicksprout.com, eu usei uma fórmula similar para criar minha mensagem de call to action na landing page. Eu comecei fazendo uma pergunta: “Você quer mais tráfego?”

É claro, nenhum profissional de marketing digital em sã consciência diria “não.” É por isso que eu criei uma ferramenta no Quicksprout para ajudá-los a identificar por que eles estão obtendo tráfego, quais os passos estão faltando e os passos para conseguirem mais.

image26

Como Criar Call to Action Tática nº 6:  Alavanque o Senso de Pertencimento

Você já se sentiu como se tivesse perdido uma oportunidade que poderia transformar sua vida e os negócios? Os seres humanos tem essa urgência no DNA de sempre pertencerem a alguma coisa. Seu cliente ideal não quer perder aquilo que os outros já estão experimentando.

image41

O senso de pertencimento está relacionado ao conceito de prova social. A Techcrunch percebeu que a prova social é o futuro do marketing, pois é o caminho mais fácil para aliviar a mente do cliente e eliminar suas objeções.

A prova social é um conceito que as pessoas irão tomar alguma decisão baseada no que os outros fizeram. Em outras palavras, significa “seguir a multidão” – fazendo a mesma coisa que elas fizeram, pois você não quer perder a recompensa.

Aqui está um trecho do ConversionXL para te ajudar a entender melhor a prova social – Dr. Robert Cialdini é o pai da persuasão e da influência:

image01

Muitas marcas usam prova social de várias formas – isto é, o número de pessoas que tem se cadastrado em sua lista de email ou usado seus produtos – na criação das suas mensagens de call to action.

Por exemplo, o MailChimp, uma empresa de email marketing, observa que mais de 8 milhões de usuários já se tornaram usuários do MailChimp. Isso iria provavelmente motivar os visitantes de primeira viagem a converterem, também.

image20

O especialista de marketing da Help Scout, Gregory Ciotti, também usa prova social para crescer a lista de emails da sua empresa. Uma das maneiras que ele persuade os primeiros visitantes a se cadastrarem é mostrando o número atual de assinantes:

image07

Se você estuda exemplos de prova social, você verá que a vasta maioria deles não são escritos diretamente nos botões de call to action. E isso é apropriado, porque o call to action por si só deveria conter somente textos cuidadosamente selecionados para conduzir o cliente a clicar no botão.

Pat Flynn, fundador da SmartPassiveIncome.com, também usa a prova social para mostrar seus assinantes de email e persuadir novos visitantes a se cadastrarem.

image19

A prova social funciona em outras partes do seu site, não apenas na seção principal do blog ou landing page. Muitos blogueiros espertos mostram o número de seus assinantes na barra lateral para persuadir os novos a se cadastrarem. Darren Rowse, fundador do Probloggers.net, é um bom exemplo:

image35

Como Criar Call to Action Tática nº7:  Use a Estratégia do Gancho

Você nunca vai acreditar no que vai acontecer depois…!

Ganchos são usados principalmente por autores de ficção e roteiristas. Um gancho é um final não resolvido em uma parte de um drama ou um livro que deixa o público ou o leitor ansioso para saber o que vai acontecer a seguir.

Ganchos podem ajudar também os profissionais de marketing. Você precisa que as pessoas cliquem nos botões de call to action. Caso contrário você não terá conversões. É por isso que o CTR é o ponto de inflexão entre o tempo de “rejeição” e “conversão.”

image17

São os ganchos que fazem os fãs e entusiastas de filmes quererem entrar em sintonia com o próximo episódio de uma série de TV.

image14

Hollywood faz um bom trabalho ao segmentar um filme em uma série de filmes, de maneira que a audiência irá querer assistir todos os filmes da série para descobrir o que acontece no final. Dr. Seuss diz isso melhor:

image28

Se você usar a mesma estratégia para criar uma mensagem de call to action, seu público-alvo será atraído para descobrir o que está do outro lado.

Como seres humanos, nós precisamos de fechamentos em nossas vidas. Os loops abertos que são criados nos filmes de Hollywood, livros bestselling e histórias de marketing, nos deixam insatisfeitos.

Consequentemente, nós estamos sempre à procura de mais, e nós queremos manter a leitura até chegarmos ao fim. Aqui está um exemplo perfeito de um gancho que Kevan Lee usou para iniciar um call to action em seu tweet:

image05

A Turbotax, um software de preparação da Intuit, entende que o storytelling é uma técnica poderosa de marketing que ninguém pode resistir. Enquanto a audiência consistir de seres humanos que são guiados por emoções, isso continuará sendo verdade.

A Turbotax.com usa o conceito de gancho para persuadir clientes potenciais a assistirem seu vídeo:

image08

Veja como o Evernote usa um gancho para que os usuários possam fazer um upgrade para a solução premium, bem na sua homepage. O botão de CTA (Vá para o Premiu) já é uma forma de gancho, pois ela atiça o usuário a descobrir o que está disponível no premium:

image44

Ganchos podem ser aplicados em qualquer campo. Se você é um desenvolvedor de web freelance, você poderia escrever três mensagens diferentes de call do action que trarão apelo para os clientes ao procurarem por um web design de WordPress, HTML e Joomla.

Content Marketing Up é um exemplo perfeito de blog com múltiplos ganchos. Clientes potenciais podem facilmente escolher o que eles querem:

image47

FreshBooks aplicou a técnica acima em seus calls to action. Como eles oferecem soluções de contabilidade para não contadores em vários campos e segmentos, eles criaram quatro diferentes botões de CTA.

image23

O texto do seu CTA é um elemento crucial para cada landing page. Você tem que se certificar que ele seja relevante, útil e fácil de entender. Um pequeno ajuste no texto pode fazer toda a diferença.

Por exemplo, a Fitness World, a maior cadeia de academias na Scandinavia, mudou o texto do CTA de “Torne-se membro” para “Descubra sua academia & se torne membro.” Essa simples mudança levou a um resultado expressivo: a empresa conseguiu um aumento na taxa de cliques em 213,16%.

image46

Como Criar Call to Action Tática nº 8:  Ofereça um Bônus

Todos nós desejamos uma recompensa. Não pode ser algo como um almoço de graça, mas nós seremos humanos não resistimos à sedução de um brinde.

Portanto, uma forma eficaz de atrair e reter mais clientes é oferecendo um bônus. Você deveria também começar oferecendo um em sua mensagem de call to action.

Quando uma empresa ou provedor de serviço dá a você uma oportunidade de economizar algum dinheiro ao fechar um pedido, essa é uma forma de recompensa, pois o risco é deles.

Um bom exemplo é a Sprint, uma empresa que fornece telefones celulares e planos. A Sprint cresceu sua base de clientes através dessa estratégia. Atualmente, a Sprint oferece uma economia de $200 ou mais no novo Samsung Galaxy S6 Edge+.

image39

Verizon faz a mesma coisa, oferecendo aos clientes a chance de economizar $300 para adquirir um telefone novo. De fato, a maioria dos serviços de telecomunicação usa “bônus” tais como economia extra, frete gratuito, compre-um-ganhe-um e descontos.

image32

Conclusão

Sua landing page, banners promocionais, textos de venda e campanhas de anúncio PPC, irão gerar leads qualificados e clientes para seu negócio quando seu botão de call to action for clicado.

Em grande medida, uma alta taxa de cliques irá resultar em uma taxa de conversão mais alta se todos os outros elementos (tais como seu funil de vendas e oferta) forem bem otimizados para seu público-alvo.

Lembre-se que você não tem um problema de tráfego no blog. O maior desafio associado a construir um blog lucrativo, funil de vendas ou produto, é levar as pessoas certas ao botão de “Pedido” ou “Adicionar ao Carrinho”.

Se você puder persuadir um punhado de pessoas para fazer isso todos os dias, você vai ter vendas consistentes.

Finalmente, se você está direcionando tráfego para os mecanismos de busca, ou por meio das referências de mídia social, tenha em mente que você tem que testar suas mensagens e textos de call to action.

Não existe uma única regra para escrever um CTA atrativo. É somente testando as variações que você poderá ver o que funciona.

Qual é a sua melhor estratégia para escrever um call to action que atraia as pessoas certas a clicarem e te seguirem?

Share