Como Criar Uma Campanha de Marketing Online Que Cresce Qualquer Negócio

marketing plan

Se você está começando a trabalhar com marketing online, é normal ter alguma dificuldade em escolher onde investir primeiro.

A essa altura do campeonato, você provavelmente já leu tanto sobre o assunto, que pode ter ficado saturado de informações e indeciso quanto ao que fazer.

Se esse é o seu caso, é melhor desacelerar um pouco e começar a trabalhar em um plano de ações.

Neste post, vamos ver algumas maneiras para criar uma campanha de marketing online que sirva para praticamente qualquer tipo de negócio.

Vamos analisar como criar um plano sólido a partir do zero, e como você pode se adaptar às mudanças eventuais.

Ao final desse post, você se sentirá menos confuso e mais confiante para promover seu negócio online.

Vamos começar. 

A diferença entre Objetivos, Estratégia e Táticas

Para criar um campanha de marketing online, você precisa entender a diferença entre objetivos, estratégia e táticas.

Depois de dominar esses conceitos, você estará mais apto a adaptar sua abordagem para conduzir  sua campanha de marketing online.

Além disso,  também será capaz de avaliar a melhor maneira de implementar tudo o que aprendeu lendo sobre marketing.

Mas afinal, qual é a diferença entre objetivos, estratégia e táticas?

image03

Objetivo é o resultado final que você deseja atingir. Geralmente, é nele que você se concentra primeiro, como mostrado acima.

Digamos que seu objetivo seja estabelecer uma receita diária de $100 usando campanhas de marketing online.

A estratégia diz respeito à inteligência aplicada na conquista desse objetivo.

Por exemplo, uma estratégia pode ser atingir seu público por meio de uma sequência de conversas durante a qual seu produto provavelmente será vendido.

As táticas são o conjunto específico de ações que você vai realizar para colocar a estratégia em prática. 

Assim, uma tática pode ser estabelecer um orçamento diário de $20 para investir em Facebooks Ads, usando a segmentação de Públicos Semelhantes.

A maior parte dos artigos sobre marketing de conteúdo que você deve ter lido, destaca mais táticas do que objetivos ou estratégia. 

Por exemplo, um post que ensine a aumentar o número de fãs no Facebook nem sempre inclui a estratégia necessária para fazer esses novos fãs renderem $100 por dia.

O resultado é que depois de ler esse artigo você pode até tentar atrair novos fãs, mas vai desistir assim que notar que isso não acrescenta nada ao seu propósito maior, que é gerar receita.

Sempre que você for usar algum material que leu como referência para criar uma nova campanha de marketing online, saiba diferenciar as táticas de marketing da estratégia e dos objetivos.

Quando tiver aprendido isso, você conseguirá planejar a campanha de marketing online A a Z, usando as melhores táticas para atingir seu objetivo.

Como você verá nesse post, é possível mudar de tática para atingir a estratégia e o objetivo.

Se suas campanhas no Facebook não estão engajando usuários suficientes na sua conversa para gerar uma receita diária de $100, mude de tática e  passe a anunciar no YouTube.

Você não vai mudar seu objetivo ou sua estratégia – mas sim as ações que está usando para atingi-los.

Atenção: Quando estiver nessa fase do seu plano de marketing, é bom decidir o quanto você está disposto a gastar para atingir seu objetivo. Com esse valor em mente, fica bem mais fácil escolher as táticas corretas.

Ok, agora que já esclarecemos isso, vamos passar para o próximo passo – conhecer seu cliente.

Conhecendo seu cliente final

No marketing e, especialmente, no marketing online é absolutamente essencial que você saiba quem é o seu cliente final.

Existe um excesso de informação na internet e você precisa encontrar uma maneira de fazer com que sua campanha de marketing online se destaque e chegue às pessoas certas.

E você só conseguirá fazer isso se souber quem são essas pessoas certas.

Se você souber, poderá personalizar suas táticas e obter os melhores resultados possíveis.

A melhor maneira de definir quem é seu cliente ideal é criando uma buyer persona.

Mostrei como criar uma buyer persona neste post.

Você pode usar o modelo abaixo , caso queira criar uma buyer persona rapidamente.

image05

Além de ampliar seu alcance, saber quem é o seu cliente ideal vai ser uma grande ajuda, pois seus esforços de marketing serão muito mais efetivos junto ao seu público.

Isso porque você poderá personalizar seu anúncio para que fale diretamente com ele, aumentando o engajamento das suas táticas de marketing e as chances de obter um ROI positivo.

Além disso, se você pensa em investir em marketing de conteúdo, assunto que será abordado mais adiante, criar uma persona para seus clientes pode aumentar em até 60% a relevância do seu conteúdo.

Escolha um canal de marketing

Se você for recém-chegado ao mundo do marketing digital, é importante que mantenha as coisas simples, pelo menos por enquanto, para evitar que sua marca não fique muito diluída.

Isso significa que no momento, pode ser uma boa ideia trabalhar com apenas um canal de marketing.

A longo prazo, o ideal é que você não dependa de apenas um canal de marketing, pois isso pode ter um efeito negativo em seus negócios.

Caso esse canal de marketing resolva mudar as regras ou suspender sua conta, seu negócio pode desaparecer da noite para o dia.

Portanto, concentre-se em apenas um canal de marketing no momento. Mas quando começar a ver os resultados, assim que possível, considere trabalhar em mais de um canal simultaneamente.

Veja neste exemplo  um jeito de conseguir isso :

image04

YouTube, Facebok, LinkedIn, a rede de pesquisas do Google e e-mails são alguns dos canais de marketing disponíveis.

Atenção: Se quiser ser mais específico, você pode dividir os canais em pagos e orgânicos – assim o marketing orgânico e os seus anúncios pagos que você faz no YouTube passam a representar dois canais.

A escolha do seu canal vai depender dos seus pontos fortes e do que te deixa mais confortável. Provavelmente, você terá que combinar canais para ter uma campanha mais eficiente.

Por exemplo, o e-mail pode ser um bom  canal para sua campanha de marketing online, ainda mais considerando que o e-mail é o canal mais eficiente na opinião de 31% dos profissionais de marketing .

Porém, para obter nomes para sua lista de e-mails, você terá que combinar esse canal com algum tipo de anúncio PPC para redes sociais, como o Facebook Ads.

Aprenda a usar um canal de marketing observando seus concorrentes

Estudar a concorrência é importante, porque assim você aprende quais táticas funcionam melhor para o seu nicho e em quais canais de marketing elas podem ser aplicadas.

Atenção: Não estamos dizendo que você deve imitar o que seus concorrentes fazem. O que estamos dizendo é que é possível aprender com quem começou antes de você.

Vamos dar uma olhada em como você pode estudar diversos canais de marketing.

Se você pensa em fazer um pouco de Marketing de Conteúdo, uma boa ideia é estudar o tipo de conteúdo que tem dado resultados no seu nicho. Você pode usar o Buzzsumo  para fazer isso.

Usando o Buzzsumo, você consegue descobrir qual é o conteúdo mais compartilhado sobre um determinado tópico.

Em geral, quando se trata de Marketing de Conteúdo, conteúdo útil funciona bem.

Portanto, quando for pesquisar na plataforma, não esqueça de combinar sua ‘palavra-chave de nicho’ com algum termo útil, como ‘dicas’ ou a frase  ‘como fazer’.

image07

Depois de pesquisar no Buzzsumo, você verá exemplos de marketing de conteúdo que estão funcionando dentro do seu nicho.

Se você quer começar com o pé direito e extrair os melhores resultados nos canais de marketing de conteúdo, identifique quais são os conteúdos com o melhor desempenho e se esforce para  criar algo ainda melhor.

Se você quiser usar tráfego pago como um canal de marketing, pode ser uma boa ideia usar plataformas de PPC para descobrir qual abordagem adotar. 

Se quiser estudar anúncios de busca por PPC, pode usar algumas ferramentas, como o SpyFu.

Em geral, o Spyfu oferece uma vasta pesquisa de palavras-chave – mas o grande diferencial é que ele oferece uma análise de competitividade dos anúncios de busca do AdWords.

Digamos que eu quero abrir uma plataforma de ecommerce que permite montar  lojas virtuais. Quando encontro uma empresa bem-sucedida nesse nicho, como o Shopify,  coloco a URL deles no SpyFu.

Com isso, consigo extrair um visão geral das atividades deles no AdWords.

image06

Descendo a tela, consigo ver quais palavras-chave eles utilizam e como são os anúncios.

image01

Com isso, consigo saber quais são as melhores palavras-chave para utilizar em meus anúncios, e que tipo de texto apela mais ao mercado que quero atingir.

Se você quiser utilizar a busca orgânica como um canal de marketing, vale a pena identificar tanto as palavras-chave estão gerando tráfego para o seus concorrentes, quanto as que estão sendo ignoradas por eles.

Você pode analisar sua concorrência na busca orgânica do Google usando uma ferramenta como o SEMrush.

Usando o SEO Keyword Magic tool  no SEMrush, é possível identificar as palavras-chave relevantes que têm maior e menor concorrência.

Atenção: Você também pode utilizar essa informação para melhorar suas ações de marketing de conteúdo, considerando que as palavras-chave encontradas na busca também podem ser aproveitadas para criar posts de blog.

image00

O SEMrush é uma ferramenta incrivelmente poderosa. Se você explorar bem, vai descobrir que ela também pode oferecer algumas ideias para criar Anúncios do Google Display  – outro canal que vale a pena conferir.

A análise de concorrência não está disponível para os anúncios do Facebook. 

Por outro lado, o que você pode fazer é observar as Fanpages do seu concorrente no Facebook para verificar como eles estão se promovendo. Também vale a pena dar uma olhada nos cases de sucesso na publicidade do Facebook , para ter uma ideia geral de como criar uma campanha de marketing online, usando Facebook Ads.

Se você vai utilizar o YouTube como um canal de marketing, inscreva-se nos ‘Canais’ dos seus concorrentes.

Observe a qualidade dos vídeos. Se por acaso encontrar algum com um desempenho extraordinário, procure entender o que tornou isso possível.

Se você vai usar o e-mail marketing como canal de marketing, inscreva-se em em todas as listas de e-mail dos seus concorrentes

Preste atenção ao conteúdo que eles enviam, além das ofertas que eles oferecem. A frequência de envio também é um fator importante para ficar de olho.

Ok – agora você já sabe como estudar os canais de marketing para extrair os melhores resultados de cada um.

A seguir, vamos ver como você pode juntar tudo isso.

Juntando tudo  – Decida como sua campanha de marketing vai gerar dinheiro

Estando certo dos seus objetivos, de quem é o seu cliente final, do canal de marketing que vai usar e de como você vai usa-lo, é preciso decidir de que maneira você vai gerar dinheiro.

Esse é um jeito grosseiro de definir como você pode pegar alguém que está navegando pela internet, transformá-lo em seu cliente e provavelmente, em um defensor da sua marca.

Veja o que a lenda do marketing Seth Godin diz sobre isso.

image02

Uma das melhores maneiras de atingir essa meta é reunir tudo e criar um funil de conversão. 

Ter um funil de conversão vai ajudar a direcionar seus esforços de marketing. Ele também te dá uma visão geral de como sua máquina de marketing irá funcionar.

É muito fácil se atrapalhar com um funil de conversão.

Mas em geral, você deve fazer o seguinte:

Chame a atenção do público -> Estabeleça confiança e autoridade –> Realize a oferta

Você pode chamar a atenção do público usando qualquer um dos canais de marketing que discutimos nesse post.

Você pode estabelecer confiança e autoridade usando conteúdo, uma sequência de respostas automáticas, um webinar, um telefonema – essas seriam as suas táticas.

Atenção: Como mencionei antes, você pode combinar seus canais de marketing para estabelecer confiança e autoridade verdadeira.

Eu sei que isso pode soar contraditório, mas acompanhe meu raciocínio.

Como já mencionado,  é melhor começar com apenas um canal de marketing que exponha o público às etapas de construção de confiança e autoridade. 

Não tente fazer com que o público fique ciente da sua marca de muitas maneiras. Por isso, quando estiver começando, não invista em Anúncios de YouTube e Facebook Ads para promover a mesma peça de conteúdo – escolha um só.

Por exemplo, você pode usar anúncios de PPC como um canal para construir conhecimento da marca, e impactar um cliente potencial com o seu conteúdo, colhendo o nome para sua lista de e-mails e enviando um webinar que realiza a oferta.

Como disse antes, quando estiver gerando uma receita razoável usando um canal de marketing para criar conhecimento da marca, passe para os seguintes e tente atingir o mesmo objetivo.

Se mesmo com todo o esforço investido em uma determinada tática você ainda assim não conseguir os resultados desejados, sinta-se livre para tentar outra tática.

É para isso que servem as táticas.

Isso vale também para o canal de marketing que você está usando ou o modo como apresenta sua oferta ao público.

Porém, antes de mudar, certifique-se de ter feito o possível para entender como obter os melhores resultados de uma determinada tática.

Isso inclui estudar a concorrência, mas também ler estudos de caso que demonstrem como outros usaram aquela tática com sucesso.

Conclusão

O segredo do sucesso de praticamente toda campanha de marketing online se resume a um planejamento bem feito.

Ao elaborar seu plano é importante saber a diferença entre tática e estratégia – senão você corre o risco de ficar andando em círculos.

Também é útil saber o que  funciona bem para o seu mercado, para que você possa aprender com as ações de outras empresas que precederam a sua.

Use as táticas de marketing online que aprendeu nesse post e comece a montar seu plano de crescimento de negócios.

Quer compartilhar alguma dica para planejar uma campanha de marketing online? Deixe sua mensagem nos comentários!

Share