Como Criar uma Campanha de Remarketing no Google

steps

Existem evidências que sugerem que apenas de 2 a 4% das visitas a um site resultem em transações.

Após ler uma afirmação dessas, você pode querer saber mais sobre como mudar as coisas para melhor.

Felizmente, um dos jeitos de combater esse problema é com a criação de campanhas de remarketing na rede do Google Ads. O remarketing pode trazer as pessoas de volta para o seu site.

Neste post, vamos explorar como você pode fazer isso.

Vamos falar sobre como você pode configurar uma campanha de remarketing no Google e como você pode tirar vantagem das diversas redes que eles oferecem, de modo a obter o máximo alcance.

Ao final deste post, você deverá ter as habilidades necessárias para fazer uma campanha de remarketing que irá gerar resultados favoráveis.

Vamos começar!

Os diferentes tipos de campanha de remarketing

Como estamos falando sobre remarketing com o AdWords, existe uma variedade de formas de alcançar o seu público-alvo.

Você pode usar as seguintes plataformas/redes –

  • YouTube
  • Gmail
  • Apps
  • Rede de Display
  • Listas de Remarketing para Anúncios da Rede de Pesquisa

Nós vamos passar rapidamente pela maneira como você pode configurar uma campanha em cada plataforma. Tenha em mente que, obviamente, é mais fácil fazer a campanha de remarketing em algumas redes do que em outras.

Um anúncio da rede de display é mais simples de criar do que um Anúncio em Vídeo para o YouTube, por exemplo.

Note também que ‘Anúncios de pesquisa com listas de remarketing de pesquisa’ tecnicamente não contam como ‘retargeting,’ aos olhos do Google.

Mas eles ainda são relevantes para o que precisamos cobrir, então é por isso que estão na lista.

Entendendo os seus objetivos de remarketing

Em geral, existem três tipos de campanha de remarketing que você pode querer fazer.

  1. Campanhas focadas em pessoas que não fizeram certa ação na página – ex. Gerar leads daqueles que não converteram nas suas landing pages.
  2. Campanhas focadas em pessoas que chegaram em certa página por meio do seu processo de checkout, mas não finalizaram a compra – ex. Converter pessoas que abandonaram o carrinho de compras.
  3. Campanhas para pessoas que não viram uma página que você gostaria que elas vissem – ex. Promover conteúdo ou outras páginas no seu site.

É importante saber exatamente qual ação você quer que as pessoas tomem, ao serem expostas à sua campanha de remarketing.

Quando você souber disso, pode partir para o seguinte –

  • Decidir quais páginas devem conter as tags da sua campanha de remarketing.
  • Escolher uma rede e decidir como alcançar as pessoas naquela rede.
  • Entender como criar anúncios adaptados para aqueles grupos de pessoas.
  • Criar páginas customizadas dedicadas ao público que você está tentando alcançar com a campanha de remarketing.

Saber como você vai superar todos esses detalhes é essencial, se você quer alcançar resultados excelentes com a sua campanha de remarketing.

A criação de uma lista de remarketing

Existem duas partes para configurar uma campanha de remarketing.

  1. Criar a lista de remarketing
  2. Fazer uma campanha segmentada a partir daquela ‘lista de remarketing.’

Primeiro, vamos falar sobre como criar uma lista de remarketing.

Faça o login no AdWords e clique em ‘Biblioteca compartilhada’, que pode ser encontrada na barra lateral esquerda.

image08

Então, selecione ‘Público-Alvo’.

image31

Você pode ser notificado de que o AdWords não consegue identificar uma tag de remarketing.

image04

Se você clicar em ‘Detalhes da tag’, conseguirá acessar a tag para instalar no seu site.

image27

Você pode enviar por e-mail essa tag para o seu time de suporte técnico, se não estiver confortável em fazer a instalação. Certifique-se de que essa tag esteja instalada em todas as páginas do seu site. Ao fazer isso, você terá mais liberdade para rodar mais de uma campanha de remarketing.

De qualquer forma, uma vez que você instalou a tag, precisa criar uma ‘Lista de Remarketing’.

Para fazer isso, clique em  ‘+ Lista de Remarketing’, que pode ser encontrado na seção de Biblioteca Compartilhada.

image34

Você agora precisa decidir como o AdWords escolherá para quem fazer a campanha de remarketing, ao informar quais dados você quer usar.

image03

O que você definir aqui vai depender das informações que você já tem/pode oferecer.

Existem quatro opções –

  • Visitantes do website – faça o remarketing para pessoas que visitaram o seu site
  • Usuários de aplicativos para dispositivos móveis – faça a campanha de remarketing para pessoas que usaram o seu app
  • E-mails de clientes – faça o remarketing para pessoas que forneceram seus endereços de e-mail
  • Usuários de YouTube – campanha de remarketing para pessoas que viram ou interagiram com os seus vídeos ou canais no YouTube

Neste post, vamos focar em Visitantes do website, Usuários de YouTube e E-mails de clientes.

Vamos dar uma olhada em como você pode configurar uma campanha de remarketing baseada na opção de ‘Visitantes do website’.

Certifique-se de colocar um nome específico na sua Lista de Remarketing, para poder identificar rapidamente qual é o propósito da lista quando você voltar para checar as suas campanhas.

image05

Mais uma vez, os objetivos da sua campanha vão determinar quem você deve inserir nas suas listas de remarketing.

image35

Nota: Se você quiser tirar todo o proveito dessas opções, precisa garantir que instalou as tags para a sua campanha de remarketing em todas as suas páginas.

Visitantes de uma página– você pode usar isso para uma landing page, de modo a direcionar cadastros de pessoas que não realizaram uma ação desejada.

Visitantes de uma página que não visitaram outra página – pode ser usado para pessoas que viram as páginas dos seus produtos, mas não as ‘páginas de compras.’ Isso é apenas para a ‘Rede de Display.’

Visitantes de uma página que também visitaram outra página – para pessoas que estão navegando pelo seu site, talvez comparando diferentes variações de produtos. Isso é apenas para a Rede de Display.

Visitantes de uma página que também visitaram em datas específicas – segmentar pessoas que visitaram quando você estava fazendo uma promoção especial. Por exemplo, você pode verificar picos de tráfego durante certos ‘eventos,’ como o Dia dos Namorados ou Natal. Você pode construir uma lista dessas pessoas usando esse recurso e, depois, segmentá-las no futuro. Você vai precisar ter uma lista de longa duração, nesse caso.

Visitantes de uma página com uma tag específica – Para pessoas que fizeram campanhas de remarketing um tempo atrás e têm diferentes ‘tags de remarketing’ para páginas distintas.

Existe também a opção ‘combinação customizada’, embora, se você for novo em remarketing, pode querer deixar isso de lado por enquanto.

Uma vez que você decidiu por uma das opções, precisa agora providenciar uma URL relevante que se encaixe com aquilo que você está tentando alcançar.

image26

Se as suas URLs estão bem organizadas, você pode também criar uma regra.

image01

Então, eu poderia criar uma regra para que qualquer um que visitasse neilpatel.com e visse uma página com ‘webinar’ na URL fosse adicionado à lista.

image19

Se eu quisesse promover um curso de webinar, eu poderia promovê-lo para pessoas dessa lista de remarketing, já que eu sei que eles têm interesse no assunto ‘webinars.’

Você também pode decidir adicionar pessoas dos últimos 30 dias nessa lista, mas a sua capacidade de fazer isso vai depender do quão antiga é a tag da campanha de remarketing instalada no seu site.

A seguir, vamos verificar a construção de uma lista de remarketing usando a opção do YouTube.

image13

Você precisa selecionar como essa lista será povoada ao escolher um ‘Tipo de Lista’.

image30

O que você selecionar vai ser decidido por quais são os seus objetivos de campanhas e pelo que certas ações dizem sobre as pessoas. 

Por exemplo, se as pessoas ‘assistiram a alguns dos seus vídeos’, você sabe qual assunto específico elas têm interesse, e você pode promover uma peça de conteúdo relevante para elas, ou mesmo um produto relevante.

Também é uma boa ideia selecionar ‘usuários dos últimos 30 dias’, já que isso pode garantir que a sua campanha de remarketing rode rapidamente.

image13

Finalmente, vamos ver como criar uma lista de remarketing de e-mails de clientes.

image10

O processo aqui é bastante simples. Dê um nome à sua lista e então faça o upload da sua lista de endereços de e-mail.

É importante que você tenha coletado esses e-mails de maneira ética, e que você não os compre. Se as pessoas optaram por entrar na sua lista, significa que você está em conformidade com as políticas do Google.

Nota: Você vai precisar ter no mínimo 1.000 e-mails para que isso funcione.

Como resultado de ter feito o upload dos endereços de e-mail, você poderá alcançar essas pessoas no YouTube, nas SERPs (páginas de resultados do mecanismo de busca) e no Gmail.

Então, como você pode configurar uma campanha de remarketing?

Definindo uma campanha de remarketing

Se você quiser configurar uma campanha de remarketing para a rede Display, vá pelo processo normal de configuração deste tipo de campanha.

image15

Então, na seção ‘Criar um grupo de anúncios’,  selecione a opção ‘Interesses e remarketing.’

image18

Você então precisa escolher a lista relevante de remarketing.

image12

Abaixo, está o que você deverá ver ao selecionar ‘Lista de remarketing’. Por ali, você poderá identificar quantas pessoas pertencem à lista.

image14

É o mesmo se você selecionar a opção ‘Visualizadores de video’.

image33

Se você quiser mostrar anúncios de remarketing para as pessoas no Gmail, então selecione a opção ‘Listas de e-mails do cliente’.

image02

Você pode então selecionar a lista de e-mail que você quer segmentar e configurar a sua campanha.

Se você quiser exibir campanhas de remarketing no YouTube, então o processo é ligeiramente diferente.

Agora, você precisa escolher a opção de ‘Vídeo’ ao clicar em ‘+ Campanha’.

image29

Entre no processo de configuração padrão para um anúncio.

Nota: Se você quiser que os seus anúncios apareçam exclusivamente no YouTube, tenha certeza de que você desmarcou a opção de ‘Parceiros de vídeo na Rede Display’.

image22

Quando você estiver na seção ‘Criar um grupo de anúncios e um anúncio’, é importante decidir antes o tipo de formato de anúncio que você quer rodar.

image32

Uma vez que você escolheu o formato do anúncio, desça e clique no botão ‘Limitar sua segmentação (opcional)’.

image18

Clique na opção ‘Remarketing’.

image00

Você pode então escolher a lista para a qual você quer fazer o remarketing.

image20

Em ‘Lista de remarketing em vídeo’ você pode promover para pessoas baseadas em suas atividades no YouTube.

Em ‘Listas de remarketing do Google AdWords’, você pode promover para pessoas baseado em suas atividades no AdWords, bem como para as pessoas que fizeram o upload de seus endereços de e-mail no Google.

Você pode verificar que há a opção ‘Semelhante’ também.

Nós não vamos falar disso hoje, mas, na prática, é para mostrar anúncios para pessoas com traços semelhantes àquelas que pertencem às suas listas de remarketing.

Agora, vamos ver como fazer o remarketing para pessoas das suas listas de pesquisa – isso é conhecido como ‘Listas de Remarketing para Anúncios da Rede de Pesquisa (RLSA).’ 

Essa é uma estratégia de marketing que não é conhecida por muitas pessoas, então pode parecer complexa de início. Mas mantenha-se firme, porque vale a pena saber sobre isso – A Transunion conseguiu alcançar uma conversão 65% maior usando anúncios com RSLA segmentados para novos clientes.

O que você fará com esse tipo de campanha é mostrar listas de anúncios de pesquisa para pessoas das suas listas de remarketing que digitaram as palavras-chave que você escolheu.

De um modo simplista, funciona assim –

  1. Configure uma Campanha de Pesquisa no Google
  2. Pegue as palavras-chave que você quer segmentar
  3. Selecione a lista de remarketing que você quer alcançar
  4. Só as pessoas da sua lista de remarketing que digitarem as palavras-chave segmentadas verão os anúncios

Imagine que você venda cortinas. Alguém olhou o seu site, mas então depois procurou a palavra-chave ‘cortinas baratas’ no Google.

Com o RLSA, você pode mostrar anúncios de listas de pesquisa APENAS para as pessoas que visitaram o seu site e estão digitando aquela palavra um pouco ampla no Google.

Isso permite que você segmente palavras-chave amplas, ao mesmo tempo em que mantém altas as taxas de conversão.

Lembre – isso não é exatamente remarketing. Você não está segmentando pessoas baseado em seu comportamento no passado, porque você não tem acesso a isso. Ademais, você não pode usar Listas de Remarketing para Anúncios da Rede de Pesquisa para categorias ‘sensíveis’.

Você pode ajustar uma ‘Lista de Remarketing para Anúncios da Rede de Pesquisa’ ao passar pelo processo normal de configuração de campanha de pesquisa – que começa em ‘+ Campanha’ e ao selecionar ‘Apenas Rede de Pesquisa’.

image16

Nota: Quando você estiver configurando a sua campanha, certifique-se de retirar a seleção ‘Incluir parceiros de pesquisa’.

image11

Uma vez que você finalizar o processo geral de configuração para a sua campanha, você poderá então ajustar a sua campanha para que seja exibida para a sua lista de remarketing.

Primeiro, clique na sua campanha e então clique na aba ‘Públicos-Alvo’.

image25

Clique em ‘+ Remarketing.’

image07

Então, selecione o Grupo de Anúncios relevante.

image09

Escolha ‘Interesses e remarketing’ no menu ‘Adicionar segmentação’.

image17

Então, escolha a lista de remarketing que você quer segmentar.

image24

Nota: Você pode selecionar ‘Listas de e-mail do cliente’ como uma opção de segmentação também.

image28

Você também pode definir pelo o quê você está pagando e quanto.

image06

A opção ‘Segmentação e lance’ possibilita que a sua campanha só mire em pessoas na sua lista. Apenas pessoas dessa lista vão conseguir provocar a exibição do seu anúncio da Rede de Pesquisa.

Se você escolher ‘Somente lance’, você mostrará os seus anúncios para todos, inclusive aqueles das suas listas de remarketing. Então, todos (dentro dos seus parâmetros de segmentação) vão provocar a exibição do Anúncio de Pesquisa.

A diferença? Você pode definir ajustes de lance, de modo a aumentar o lance para anúncios quando estiverem sendo exibidos para as pessoas das suas listas de remarketing.

Você faz isso ao selecionar a sua lista e retornar à aba ‘Públicos-Alvo’ ao clicar na coluna ‘Ajustes de Lance’.

image21

Você também pode querer experimentar com as duas opções para ver qual traz os melhores resultados.

Conclusão

Existe uma grande chance de que o seu negócio se beneficie do remarketing.

Ter um objetivo para a campanha é um ótimo jeito de focar os seus esforços e garantir que você consiga os melhores resultados possíveis.

Afinal de contas, existe muitas opções que você pode escolher. Depois de ler este post, você viu quantas opções de remarketing estão abertas para você.

Em todo caso, defina um objetivo e rode a campanha de remarketing na esperança de atingi-lo. Então, quando você já tiver alguma experiência, diversifique e tente algumas campanhas mais aventureiras.

Boa sorte!

Você tem alguma dica de remarketing para compartilhar? Por favor, me conte abaixo!

Share