Como Criar uma Loja Virtual do Zero ao Lucro

ecommerce

Criar uma loja virtual é uma maneira incrível e popular de ganhar dinheiro online.

Talvez você esteja interessado no assunto, mas não faça ideia de como fazer isso. 

Se você se identificou com o que acabei de dizer – não se desespere.

Neste artigo, iremos analisar todos os passos necessários para que você saiba como criar uma loja virtual.

Entretanto, não iremos apenas falar sobre como criar uma loja virtual, mas também abordaremos estratégias que você pode usar para gerar mais vendas.

Faça o download deste material exclusivo com as 6 melhores maneiras (legais) de impulsionar as vendas de sua loja virtual (bônus).

Ao final desse artigo, você terá uma ideia muito mais clara sobre como criar uma loja virtual do zero ao lucro.

Vamos começar! 

Decidindo o que você irá vender

Não há como criar uma loja virtual se você não tem o que vender.

Por isso, antes de mais nada, primeiramente você precisa decidir o que você venderá.

Existem duas maneiras de lidar com esse desafio.

  1. Você pode criar algo que satisfaça suas vontades pessoais.
  2. Você pode pegar algo que já existe e melhorá-lo, fazendo também um trabalho de marketing mais aprimorado sobre o tema.

Nesse artigo, iremos focar na opção número 2, que envolve criar algo melhor, com uma estratégia de marketing melhor.

Essa opção pode ser mais fácil para os iniciantes, uma vez que ela envolve um número menor de riscos.

Afinal, não será preciso realizar um estudo de marketing muito complexo, pois você já tem a prova que o produto existente atingiu um certo sucesso em vendas. 

Vamos então iniciar o processo de encontrar um produto.

A escolha do seu nicho está relacionada a algo que seja familiar para você.

O ideal é que você queira vender algo dentro de um nicho que você tenha familiaridade, pois assim será mais fácil se conectar ao mercado que você está tentando entrar.

Isso é importante, pois você irá precisar escrever textos. Se você quer que sejam bons textos, é necessário que eles conectem você ao seu público-alvo.

Vamos supor que eu esteja pensando em criar uma loja virtual dedicada à venda de cadernos de anotação premium (com preço acima de US$20,00)

Primeiro, precisarei dar uma olhada no que já existe para venda.

E posso fazer isso visitando a Amazon – a rainha de todas as lojas virtuais.

Como você pode ver abaixo, ao digitar “cadernos de anotação”, o resultado da busca mostra os seguintes produtos. Selecionei também a faixa de preço entre US$25 a US$50 e o parâmetro “Avg. Customer Review”, para refinar minha busca dentro da categoria.

image04

Preciso agora analisar os resultados e verificar se existe algum produto que possa me interessar.

No print de tela acima vejo que está disponível um “Whiteboard Notebook”, que talvez possa atender minhas necessidades.

 Estas são algumas outras ideias que também podem ser úteis.

image15

Pelo que pude perceber, os melhores cadernos de anotações possuem capas de boa qualidade e folhas de maior espessura. Além disso, eles também seguem determinados tipos de tema.

Por exemplo, esta é a descrição de um dos cadernos que encontrei.

image03

Enfim, já temos de onde tirar nossa inspiração.

Agora precisamos descobrir como fazer o orçamento dos produtos.

Orçamento de Produtos

Para muitas pessoas do ramo das lojas virtuais, a melhor maneira de orçar produtos é através de um site chamado Alibaba.

O Alibaba é uma boa fonte de pesquisa, considerando que por meio dele foram realizados um total de 12,7 bilhões de pedidos.

Através do Alibaba, você poderá encontrar fornecedores de uma imensa variedade de produtos.

Para isso, acesse o endereço Alibaba.com

Em seguida insira uma palavra-chave relacionada ao produto que você procura.

Vamos continuar com o exemplo anterior, “cadernos de anotações premium”.

image16

Como você pode ver, uma lista de fornecedores com diferentes tipos de cadernos de anotações foi exibida.

Agora, existe uma boa chance que o primeiro fornecedor encontrado não satisfaça minhas necessidades.

Por isso, é necessário entrar em contato com alguns deles para verificar o que cada um tem a oferecer.

Entretanto, antes de pensar em fazer isso, é importante ter em mente quais são os pré-requisitos do produto desejado.

Caso isso não esteja claro, todo o seu trabalho será uma grande perda de tempo, pelo fato de que os preços apresentados por fornecedores estão diretamente relacionados às especificações solicitadas.

Além do mais, ao mudar as especificações, os preços podem mudar drasticamente – o que é algo que ninguém gostaria de experimentar ao final do processo.

Então, saiba exatamente o que você quer, antes de mais nada.

Tratando-se de cadernos de anotações, vou precisar ter certeza que o fornecedores estejam aptos a criarem um caderno com o número e espessura de páginas que quero.

Também gostaria de saber se eles podem aplicar meu próprio design nas capas dos cadernos.

Felizmente, o Alibaba facilita para o usuário o processo de escolha dos vendedores anunciantes. Você verá com frequência algumas estatísticas relacionadas aos produtos nas páginas de resultados.

Abaixo confira um exemplo do que foi exibido para um dos vendedores, o qual aparenta ser um bom fornecedor de cadernos:

image09

O ícone no canto superior esquerdo indica que ele é classificado como ‘Gold Supplier’ há seis anos.

image17

No sistema do Alibaba, Gold Supplier se traduz como uma empresa considerada séria quando se trata de negociações internacionais.

As empresas precisam pagar por esse reconhecimento, o qual expressa uma garantia extra para os consumidores.

É possível notar também um outro ícone, no canto superior direito, que indica que o vendedor se inscreveu no programa “Trade Assurance” – o qual oferece proteção ao cliente, caso algo de errado aconteça.

image13

Considerando que você tenha encontrado esses dois requisitos em um vendedor, pode valer a pena realizar um contato para ver o que ele tem a oferecer.

Alguns pontos importantes que você pode abordar são os termos de pagamento (e o quanto de depósito é necessário) e se algum produto de amostra pode ser enviado previamente.

É preferível solicitar algumas amostras dos produtos antes de realizar um pedido maior, assim você poderá avaliar a qualidade dos mesmos e o quão boa é a negociação com o fornecedor em questão.

Criando sua loja virtual

Uma vez que você avaliou alguns fornecedores e definiu seu método de orçamento dos produtos, você pode iniciar o processo de criação de sua loja virtual.

Você pode disponibilizar seus produtos na Amazon ou até mesmo criar uma loja na Shopify.

Primeiro, vamos dar uma olhada em como vender os produtos pela Amazon.

Role a página principal da Amazon até o final e selecione “Sell on Amazon”.

image06

Em seguida se inscreva no serviço de vendas

Você pode optar por se inscrever como um “vendedor individual”, mas tornar-se um vendedor profissional pode ser a melhor escolha para o longo prazo.

image07

Configurada sua conta e verificada sua identidade, você poderá começar a anunciar seus produtos.

Felizmente, a Amazon tem uma barra lateral de ajuda que pode te auxiliar nesse processo.

image12

Aqui está um breve resumo, elaborado pela Amazon, que detalha todo o processo de venda de um produto, para te auxiliar quando chegar a hora.

image02

Continuando, clique em “Inventory”, e então selecione “Add a Product”.

image08

A seguir, procure pelo item que você quer vender (ou selecione “Create a new product listing”) e siga as instruções.

image10

Ao término desse processo, seu produto estará pronto para ser vendido na Amazon.

Além da Amazon, você pode também optar por criar uma loja virtual independente.

Se isso fosse há 10 anos, talvez você precisaria de uma longa e técnica explicação sobre como fazer isso.

Contudo, em 2016, criar uma loja virtual se tornou algo muito fácil de fazer.

Utilizando o Shopify (que abriga 243.000 lojas lojas virtuais independentes), você pode rapidamente abrir uma loja virtual com aparência profissional. 

image11

Eles possuem uma estrutura acessível de preços para atender pessoas que estão adentrando no universo das lojas virtuais.

Para começar, você pode se cadastrar no teste grátis de 14 dias para entender como a plataforma funciona.

Caso queira criar uma loja com um visual específico, siga para o link https://themes.shopify.com/

Nessa página você encontrará diversos temas que podem ser aplicados à sua loja do Shopify.

image01

Caso precise de algum suporte técnico relacionado à abertura de lojas no Shopify, você poderá recorrer a um ‘Shopify Expert.’ 

image14

De toda forma, além dos aspectos técnicos necessários para a criação da loja virtual, você também precisará se dedicar à produção de bons textos.

Textos são importantes não apenas para as landing pages – eles também são essenciais para convencer seus clientes a realizarem a compra de seus produtos.

Portanto, ao elaborar a descrição dos produtos para seu site, dê bastante ênfase aos benefícios que eles têm a oferecer.

Se seu produto possui propostas únicas de venda, tenha certeza de saber quais são e descrevê-las detalhadamente ao elaborar as descrições.

Direcionando tráfego à sua loja

Uma vez aberta sua loja, é necessário pensar como você irá atrair visitantes para ela.

Direcionar tráfego para uma loja virtual pode ser algo bastante divertido, e existe uma série de caminhos a serem experimentados.

Antes de pensar sobre direcionamento de tráfego para sua loja, tenha em mente quem será seu público-alvo.

O que o influencia e qual posição demográfica ele ocupa?

Quando você tem o conhecimento dessas informações, seus esforços ligados ao marketing terão melhor desempenho e será mais fácil identificar oportunidades viáveis.

Levando isso em consideração… um método de obtenção de tráfego que você pode experimentar são os Anúncios no Facebook (Facebook Ads).

Configurar Anúncios no Facebook é fácil e 2,5 milhões de anunciantes já usam esse serviço.

Eu expliquei esse processo aqui e aqui.  

Considerando que você tenha realizado a análise que acabei de mencionar (conhecer seu público-alvo), você poderá tirar total vantagem das poderosas ferramentas de direcionamento oferecidas pelo Facebook.

Você também pode considerar o uso de publicações patrocinadas em outras redes sociais, como o Pinterest e o Instagram.

Para isso, tudo que você precisa fazer é encontrar perfis que vão de encontro ao público-alvo que você gostaria de atingir.

Em seguida, envie uma mensagem a eles e informe que você gostaria de patrocinar uma publicação.

Ao patrocinar publicações, você não pode ser tão agressivo em sua mensagem de venda. Confie na imagem do seu produto e ela irá fazer o trabalho para você.

Com sorte, nesse ponto você já deverá ter imagens de qualidade do seu produto para utilizar nessas publicações.

Uma alternativa semelhante é usar os Anúncios de Produtos do Google

O processo de configuração dos Anúncios de Produtos do Google pode ser um pouco complicado, mas não deixe que isso o impeça de utilizá-los.

Otimização de sua loja virtual para o longo prazo

A longo prazo, você precisará tomar algumas medidas para garantir o aumento das vendas de sua loja e fazer com que ela se mantenha ativa por um longo tempo.

Uma medida que você pode adotar é o uso do Retargeting.  

O Retargeting irá permitir que você entre em contato com as pessoas que visitaram sua loja virtual mas não realizaram nenhuma compra.

Por exemplo, se alguém vê um produto, mas não o adiciona ao carrinho de compras, você pode mostrar anúncios do produto a essa pessoa enquanto ela estiver navegando pelo Facebook ou em algum outro site na internet.

As pessoas que foram alvo do seu retargeting têm  70% a mais de chances de conversão – logo vale a pena experimentar essa estratégia.

Outra medida que você pode tomar é enviar “e-mails de abandono de carrinho”.

Os e-mails de abandono de carrinho são enviados à pessoas que colocaram itens no carrinho, mas não concluíram o processo de compra.

72% das pessoas que colocam itens em carrinhos de compras não concluem a transação.

Ao enviar e-mails de abandono de carrinho, você também pode oferecer descontos para o possível comprador, para incentivá-lo a concluir a compra.

Essa estratégia é muito poderosa e o gráfico abaixo mostra uma estimativa de quantas pessoas poderão reconsiderar a compra, ao se ofertar o produto com um menor preço.

image05

Além disso, você pode também experimentar estratégias de upselling e cross selling.

A decisão de realizar o upsell será baseada no que você já está vendendo.

Eu apresentei um artigo de upselling e cross selling aqui

Tanto o upselling quanto o cross selling podem aumentar o tamanho e a rentabilidade de uma compra, uma vez que você oferece produtos que são complementares aos que o consumidor está comprando.

Outro aspecto importante a ser avaliado é como o frete grátis pode impactar na sua habilidade de gerar vendas.

8 de 10 compradores dizem que poderiam comprar mais itens caso recebessem uma oferta de frete grátis.

Além de tudo que já foi mencionado, o gráfico abaixo mostra algumas razões extras pelas quais as pessoas decidem não comprar de uma determinada loja virtual.

image00

O frete é algo que já discutimos antes, e como você pode ver, é uma das principais razões do abandono de carrinhos.

Contudo, você também pode notar que, ter que criar uma nova conta é a razão de abandono de 23% das pessoas – por isso você pode considerar oferecer uma opção de “Comprar como convidado”.

Enfim, mantenha todas essas razões mostradas no gráfico em mente ao otimizar sua loja virtual para o longo prazo.

Conclusão

Nesse artigo, nós aprendemos como criar uma loja virtual do zero ao lucro.

Avaliamos como realizar o orçamento dos produtos, mas também como conduzir o processo de abertura da loja.

Abordamos também como manter sua loja em alta, a longo prazo, utilizando várias estratégias de geração de lucros.

Então, por que não separar um tempo para criar sua própria loja virtual e ver como as coisas funcionam?

Boa sorte em sua empreitada!

Quais foram suas experiências relacionadas à criação de uma loja virtual? Por favor compartilhe suas dicas abaixo!

Share