Como Escrever um Artigo Mesmo Não Sendo um Bom Escritor

typewriter

Se você lê os meus blogs, sabe que eu escrevo muito sobre escrever.

Por quê? Por que estou obcecado com esse tema?

Pessoalmente, eu falo muito sobre escrever porque gosto do assunto.

Mas existe outra razão. Quando se trata de escrever mal, eu sei exatamente do que estou falando!

Tempos atrás, eu escrevia muito mal! Assim, eu entendo essa dificuldade. Mas eu tive bastante ajuda para melhorar minhas habilidades de redação e blog, e agora quero ajudar as pessoas que têm as mesmas dificuldades que eu tinha.

Escrever não é fácil. Produzir artigos longos, bem pesquisados e com muito conteúdo todos os dias pode ser bem difícil.

Eu escrevo sobre esse assunto porque conheço a sua situação e posso te ajudar.

Finalmente, eu escrevo sobre redação porque escrever é o foco do marketing de conteúdo. 

O marketing de conteúdo é todo sobre conteúdo escrito – palavras, artigos, blogs etc.

Claro, o marketing de conteúdo vai além de blogs, guias técnicos e ebooks. Você pode ter sucesso com o marketing de conteúdo usando mídias sociais, infográficos, vídeos gravados e ao vivo…

Mas o marketing de conteúdo causa seu maior impacto através deste canal: conteúdos longos para blogs.

Veja só, o Content Marketing Institute faz uma pesquisa anual para mostrar o estado do segmento de marketing de conteúdo.

Em sua pesquisa sobre B2B para 2017, o CMI perguntou aos participantes: “Que táticas de marketing de conteúdo usadas pela sua organização serão as mais essenciais para o sucesso do seu marketing de conteúdo em 2017?”

Em outras palavras, “qual é a tática de marketing de conteúdo mais importante?” 

A resposta esmagadora:  Blogs.

Mais da metade dos participantes da pesquisa selecionaram os blogs como sua tática principal em 2017.

image13

Viu porque escrever é importante?

É por isso que eu invisto muito tempo, esforço e recursos em falar sobre escrever – como escrever mais rápido, melhor e com mais sucesso.

E foi por isso que eu escrevi esse artigo – para te ajudar a melhorar seu texto.

O artigo foca em um método para escrever artigos de blog longos. Vou mostrar o processo exato que usei para melhorar a minha escrita, e que você também pode usar com esse objetivo.

Não importa se você é terrível com blogs, péssimo em escrever ou não sabe quase nada sobre blogs: estou determinado a te ajudar e mostrar como escrever um artigo popular!

Aprenda como eu gerei 195.013 visitantes por mês escrevendo artigos incríveis.

Você escreve mal? 

Não estou acusando ninguém de escrever mal! Mas quando se trata de escrever, eu sempre ouço a mesma reclamação:

“Sei que ter um blog tem várias vantagens, mas eu sou péssimo em escrever!”

Eu entendo esse sentimento.

Quando criei o blog do Quick Sprout, meu texto era muito ruim. Veja esta tela, um post do meu blog de 10 anos atrás!

image23

Blogueiros podem ser separados em três categorias:

  1. Algumas pessoas têm um complexo de inferioridade quando se trata de escrever. Elas se acham péssimas, mas na verdade nem são tão ruins.
  2. Algumas pessoas são o oposto: acham que o que estão escrevendo é ótimo. Mas a maioria dos leitores não concorda.
  3. Algumas pessoas estão no meio termo: sabem que não são as piores, mas também não são as melhores. Entendem que podem melhorar.

Cada um desses grupos pode melhorar. Mas como?

A solução mais comum é o outsourcing. Uma das pesquisas de marketing de conteúdo do CMI constatou que 68% dos negócios B2B optou por terceirizar seu desenvolvimento de conteúdo!

image03

Não há nada de errado em terceirizar o desenvolvimento de conteúdo!

Mas e se você for apenas uma startup recente, sem orçamento para marketing? Ou um empreendedor solitário que não tem condições de contratar um redator? Ou mesmo se você quiser fazer isso sozinho?

Nesse caso, você provavelmente precisa melhorar o seu texto.

Não importa se as suas habilidades de redação estão no nível “muito bom” ou no nível “fraco”: você pode e deve se aperfeiçoar.

Veja o que fazer.

Descubra o que é incrível para os seus leitores 

Vou mostrar como escrever um artigo de qualidade de uma forma fácil. Este é o meu argumento:

  1. Você quer escrever conteúdo incrível.
  2. As opiniões que realmente contam são as dos seus leitores.
  3. Assim, seus leitores são quem devem decidir o que é conteúdo incrível.

Nós temos a tendência de complicar demais na hora de decidir o que é preciso para criar conteúdo incrível. Até eu faço isso!

Eu fico tão obcecado com a qualidade, a otimização, a facilidade de leitura, a extensão e todos os outros fatores que afetam o conteúdo que é fácil esquecer um fator muito importante: os leitores!

Observação importante: lembre-se que se o seu conteúdo não for otimizado para mecanismos de busca, seus leitores não vão encontrá-lo.

Se for preciso, faça uma revisão sobre SEO e otimização de conteúdo em geral. Garanta que o seu conteúdo incrível vai aparecer nos resultados de mecanismos de busca.

Se você quiser criar conteúdo incrível, descubra o que é incrível para os seus leitores.

Como?

Vou te mostrar um processo com 3 passos:

  1. Use o Alexa para ver seus números e dados demográficos básicos.
  2. Use o Google Analytics para descobrir qual é o seu conteúdo mais visitado.
  3. Use o Buzzsumo para descobrir quais são as suas páginas mais compartilhadas.

Para começar, o Alexa.

Se o seu blog já tiver um número razoável de seguidores, verifique seus dados demográficos no Alexa. Veja como fazer:

1. Vá a Alexa.com/siteinfo para usar a versão gratuita.

image07

2. Insira a URL do seu blog.

image10

3. Clique em “Find.”

image16

4. Role a página até ver o item “Country”.

image00

Você não poderá ver métricas sobre visitantes e lealdade sem uma assinatura paga. Mas você verá de onde vem a maioria dos seus visitantes.

Veja também de que outros países vêm seus visitantes.

image18

Isso é uma parte importante de descobrir o que seus leitores consideram incrível.

5. Analise métricas de engajamento.

O que os leitores estão fazendo no seu site? As métricas de engajamento contam uma história.

image06

Taxa de Bounce: Muitos leitores do meu blog estão fazendo bounce – saindo sem ler o site. Talvez eles encontram a resposta que queriam e saem.

Visualizações Diárias: O visitante médio visita minha página 1,6 vezes por dia. Isso significa que ele está razoavelmente interessado no meu conteúdo – o suficiente para verificar o site uma ou duas vezes por dia.

Tempo Diário no Site:  A maioria dos usuários passa alguns minutos no site. Como cada artigo do blog leva em média 9 minutos e 26 segundos para ser lido, e 69% dos leitores estão fazendo bounce, essa média é positiva.

6. Considere suas melhores palavras-chave.

Que palavras-chave levam as pessoas ao seu site?

No meu caso, o Alexa mostra muitas pessoas vindo da busca pelas palavras-chave “keyword planner.”

image01

Esse número mostra em que seus leitores estão interessados. Se você gera muito tráfego a partir de assuntos relacionados a planejamento de palavras-chave, talvez você deva escrever mais sobre isso.

Seu foco deve ser oferecer aos seus leitores o que eles querem, segundo mostram os seus dados.

7. Analise seus concorrentes.

É importante ver quem são seus concorrentes e o que eles estão fazendo.

No caso do Quick Sprout, meus concorrentes são eu mesmo (sem problemas!), o Backlinko, o Kissmetrics, o Moz e o Search Engine Journal.

image19

Isso é importante, porque essas páginas produzem conteúdo similar ao meu, mas talvez façam outras coisas que geram resultados diferentes.

Preciso prestar atenção ao que elas fazem para o caso de surgir uma oportunidade de melhorar a minha própria página.

Vamos falar disso com mais detalhes mais à frente.

8. Considere seus dados demográficos

A última seção do Alexa que vamos ver mostra os dados demográficos do público.

image20

É útil saber que grande parte dos seus leitores são homens, têm um certo nível de escolaridade e leem seu blog no trabalho ou em casa.

Claro, você também pode obter esses dados de outras fontes. Eu uso o KISSMetrics e o Google Analytics para grande parte dos meus dados.

Mas com o Alexa, é rápido e fácil conseguir um perfil resumido dos seus leitores.

Será que uma pesquisa no Alexa vai mostrar tudo o que você precisa saber sobre que tipo de conteúdo seus leitores consideram incrível?

Não. Mas é um começo.

Para ver dados ainda mais avançados, precisamos ir ao Google Analytics.

1. Faça login no Google Analytics

2. Vá a 1) Behavior → 2) Site Content → 3) All Pages.

image25

3. Veja quais são as suas 10 páginas mais visitadas.

Esse é um dado simples, mas importante.

Essa página mostra que páginas do seu site tiveram mais visualizações.

No meu caso, a maioria dos visitantes do Quick Sprout está visitando a página principal. É normal que a homepage tenha entre 2 e 5 vezes mais visitantes do que a segunda página mais visitada.

image26

O  mais importante nesses números é ver que artigos do blog estão atraindo muito tráfego.

Se alguns artigos do blog aparecerem nessa página, isso significa que:

  • Aquele artigo de blog específico tem bom SEO e/ou compartilhamento social.
  • Aquele artigo de blog específico atrai seus leitores.

Estamos nos aproximando do nosso objetivo de descobrir o que o seus leitores adoram – que tipo de conteúdo eles acham incrível.

Você não precisa ficar obcecado com cada um dos números nesse relatório. Mas é útil verificar cada uma das métricas padrão.

Aqui estão algumas perguntas que você pode tentar responder ao analisar cada número:

  • Visualizações de página: Quantas vezes a página foi visitada? (Esse número não significa muita coisa, porque não indica quantas pessoas diferentes visitaram a página).
  • Visualizações de página únicas: Isso vai te dar uma ideia melhor de quantas pessoas diferentes visitaram a página.
  • Tempo médio passado na página: Quanto tempo cada leitor passa na página?
  • Entradas: Será que essa foi a primeira página que eles visitaram no seu site?
  • Taxa de Bounce: Quantas pessoas viram somente essa página e então saíram?
  • % Saída:  Quantas pessoas viram essa página por último antes de sairem do site?

Depois de ver esses dados, é hora de ir ao BuzzSumo e ver as últimas métricas que vão nos ajudar a responder àquela pergunta: o que os seus leitores consideram incrível?

Já vimos dados demográficos. Já vimos dados analíticos web. Agora vamos ver dados analíticos sociais.

1. Vá a Buzzsumo.com

image08

2. Insira o nome do seu site.

Caso o seu blog tenha um subdomínio próprio, use esse endereço aqui (por exemplo: exemplo.com/blog em vez de exemplo.com).

image11

3. Clique em “Go!”

image05

4. Veja que artigos do blog têm mais compartilhamentos sociais.

image22

Entenda porque esse número é importante.

Quando os leitores compartilham um artigo, isso significa que ele é bom. Os leitores gostam dele. E divulgam isso. Compartilham com outros. Eles acham que esse artigo é incrível.

Esse artigo é um exemplo do tipo de conteúdo que você deve criar.

Veja cada um desses artigos e faça essas 5 perguntas. Vou usar o artigo mais compartilhado do Quicksprout.com como um exemplo, e responder a cada uma das perguntas.

image21

1.  Que tipo de título o artigo usa? Use esse tipo de título em posts futuros.

Meu título foca em números e é ligeiramente sensacionalista (“você não pode viver sem”).

image04

2. Qual é a extensão do artigo? Seus futuros artigos devem ser desse tamanho ou ainda mais longos.

Para verificar a extensão do meu artigo, eu faço o seguinte:

  • Seleciono o artigo completo (sem os comentários).
  • Uso CTRL + C para copiar o artigo.
  • Vou a WordCounter.net.
  • Colo o texto do artigo.
  • O Wordcounter conta as palavras automaticamente.

image15

3. Quantas imagens esse artigo tem? Use a mesma quantidade, estilo ou tipo de imagens em seus posts futuros. 

Você pode percorrer o post e contar as imagens. (Ou baixar o arquivo HTML da página e contar o número de imagens salvas na pasta).

Meu artigo tem mais de 150 imagens, e esse é um número que você pode considerar para seus próximos artigos.

4. Qual é o tema desse artigo do blog? Foque em temas similares ou relacionados nos seus próximos posts.

Meu artigo fala sobre marketing de conteúdo (claro!).

5. Que tipo de comentários as pessoas deixaram no artigo?

A seguir, veja cada um dos comentários no artigo. O que as pessoas estão dizendo? Elas estão fazendo reclamações ou elogios?

  • O que elas estão elogiando? Isso é o que você precisa continuar fazendo.
  • Sobre o que as pessoas estão reclamando? Isso é o que você precisa corrigir.
  • Quais são as perguntas delas? Essas perguntas devem ser respondidas em seus próximos conteúdos.

Existe uma tendência em alguns blogs para desativar comentários. Eu entendo porque as pessoas fazem isso (gerir centenas de comentários pode ser muito chato), mas acho que comentários são muito valiosos.

Comentários são uma oportunidade para conversar e ficar em contato com as pessoas. Eu posso ajudar cada usuário de uma forma mais específica através da seção de comentários.

Além disso, os comentários me ajudam a saber exatamente que tipo de conteúdo faz sucesso com os meus leitores, e como produzir mais conteúdos assim.

No meu artigo, vejo comentários como este:

image12

Esse leitor gostou de como eu mostrei como usar cada uma das ferramentas que mencionei no artigo.

Eu prestei atenção a esse detalhe, porque gostaria de fazer isso mais vezes em artigos futuros.

Outro leitor disse que o meu post foi um dos “maiores” que ele já viu.

image17

Isso me ajuda a entender que esse leitor gosta de posts com longas listas de ferramentas. Preciso continuar fazendo isso!

Como você vê, existe um processo para entender o que os seus leitores querem, e como entregar isso a eles. Você vai ter que pesquisar, mas vai encontrar respostas.

No fim das contas, não importa se o grande público acha ou não que o seu blog é excelente.

Você não precisa ser uma celebridade dos blogs. Basta conhecer o seu público – do que eles gostam e não gostam – e descobrir como entregar o tipo de conteúdo que ele deseja.

Se os seus leitores consideram o seu blog excelente, você está atingindo seu propósito.

Copie exatamente o que os melhores autores no seu nicho estão fazendo

Quando você era criança, como aprendeu a andar? Falar? Comer com talheres?

Você observou outras pessoas que faziam isso, copiou o que elas faziam. E eventualmente, fez você mesmo.

Por que aprender a escrever seria diferente da forma como os bebês aprendem?

Você pode aprender copiando pessoas que fazem uma coisa bem. Existem muitos bons escritores por aí.

Muito provavelmente, existem alguns escritores no seu nicho que produzem conteúdos incríveis. E você pode aprender algumas coisas sobre como escrever um artigo com eles.

Vou te mostrar como encontrar esses blogs e usá-los para melhorar o seu próprio texto.

1. Encontre seus concorrentes usando o Alexa.

Uma boa notícia: se você completou o processo que eu descrevi acima, já tem uma lista dos seus concorrentes.

Se você ainda não fez isso, volte a http://www.alexa.com/siteinfo. Insira o nome do seu site e clique em “Find.” Role a página até encontrar a seção “Similar Websites by Audience Overlap.”

image24

As pessoas que leem o Quick Sprout também leem sites como o KISSmetrics.

A primeira coisa a fazer com essa informação é visitar esses sites. Você já ouviu falar deles? Quais são os temas deles?

Se eu não conhecesse o KISSmetrics, iria ao site ver um pouco sobre ele. Veria quais são os temas que o site cobre, quanto conteúdo ele produz e outras informações relevantes.

image02

A seguir,  eu colocaria minhas ferramentas em ação.

Mais uma vez, vamos usar o Buzzsumo para descobrir quais são os artigos desses sites que os leitores consideram incríveis.

É só inserir a URL no Buzzsumo e clicar em “Go!”

image09

Eu vejo quais são os 5 artigos mais compartilhados.

image14

Depois, pesquiso cada um desses artigos para descobrir as seguintes informações:

  • Qual é o tema?
  • Qual é o título?
  • Qual é a extensão do artigo?
  • Quantas imagens o artigo usa?

É bem útil ler o artigo cuidadosamente e absorver o máximo possível do estilo e da abordagem dele. Assim, você vai poder tentar replicar isso em seus futuros artigos.

Você deve fazer esse processo para cada um dos seus concorrentes.

  1. Inserir a URL deles no Buzzsumo.
  2. Analise os cinco artigos mais compartilhados.

Se os seus concorrentes estão fazendo um bom trabalho, não há razão para não ver o que eles estão fazendo e fazer a mesma coisa.

Siga uma Fórmula

Agora chegamos a uma das seções mais importantes desse artigo: Siga uma Fórmula.

O que eu quero dizer com isso?

Muitos blogueiros usam uma abordagem casual em seus blogs. Eles sabem que o seu tema principal é importante. Mas o texto em si é feito de uma forma casual: uma introdução, algumas seções, escreve mais alguma coisa, cria uma conclusão…

E pronto!

Eu não recomendo isso. Se você mudar a sua abordagem constantemente, experimentando várias coisas novas, seus resultados vão variar.

É melhor criar uma fórmula e segui-la em cada um dos artigos do seu blog.

E como são essas fórmulas?

Uma fórmula para blogs é um conjunto de orientações específicas que você segue sempre que fizer um post no blog. Vou te mostrar um exemplo.

Esta é a fórmula do blog do Quicksprout.com. Seguimos essa fórmula em cada post.

  • Tema
    • Mostre a relevância
    • Mostre aos leitores como solucionar um problema ou alcançar um objetivo
    • Explique exatamente como fazer isso
    • Faça um artigo super útil
  • Introdução:  100-150 palavras
    • 7-10 parágrafos.
    • Use vários parágrafos com uma linha só.
    • Fale diretamente com o leitor.
    • Use várias referências à primeira pessoa.
  • Use 3-50 subtítulos.
    • Faça subtítulos fáceis de entender e seguir: frases completas.
  • Corpo
    • Use uma linguagem simples.
    • Nada de palavras difíceis.
    • Use parágrafos curtos – no máximo três linhas.
  • Imagens
    • Use pelo menos 10 imagens.
    • Não use clipart no corpo do blog.
    • Use imagens focadas em dados, como gráficos e prints de tela.
  • Conclusão
    • Feche com 3-10 parágrafos.
    • A última linha deve ser uma pergunta, em itálico.

Essa não é a fórmula completa. Mas esse trecho já te dá uma ideia do que é uma fórmula para blog.

O objetivo de uma fórmula é te ajudar a manter um padrão de qualidade alto para o seu conteúdo. Depois de descobrir o que as pessoas querem, você deve oferecer mais disso a elas.

A fórmula não elimina a sua inspiração ou criatividade. Em vez disso, ela cria um ambiente em que a sua criatividade pode se desenvolver.

Eu uso um conjunto de orientações bem rígidas para os meus blogs. Às vezes quebro essas regras, quando necessário. E estou sempre procurando formas de melhorar.

Mas ter uma fórmula me ajuda a me manter focado e determinado a produzir conteúdos bons.

E mais uma vez, isso não exige que você seja um escritor incrível. Você simplesmente cria uma fórmula e a segue em cada artigo que escrever para o seu blog.

Conclusão

Para concluir: não tenha medo de pedir feedback.

Pergunte aos seus leitores o que é preciso mudar no seu texto para deixar seus artigos incríveis. Peça feedback de outras pessoas inteligentes e sensíveis.

O melhor de ser um escritor ruim é que você pode melhorar. E eu sou um exemplo de como isso é verdade.

Eu era péssimo! Hoje talvez eu ainda seja ruim, mas menos do que antes.

Nunca pare de se aperfeiçoar. Sempre é possível melhorar.

Que técnicas ou dicas você daria a escritores que querem melhorar seu texto e aprender como escrever um artigo de blog? 

Share