Como Fazer SEO Sem Dinheiro, Para Sites Pequenos e com Poucas Visitas

tiny

Ouço o tempo todo: “Meu website é muito pequeno para fazer SEO.”

Entendo perfeitamente esse pensamento.  Era assim que eu pensava quando comecei. Se ninguém visita o seu site, por que perder tempo com SEO?

Na verdade, tem um motivo. Você deveria fazer SEO especialmente se ninguém visita o seu site.

Sei que parece bobagem, mas me escute um pouco. O objetivo do SEO é tornar o seu site mais visível. Sem o SEO, sua visibilidade não aumenta.

Na verdade, um pouco de SEO pode significar a diferença entre ter 0 visitas e colher leads quentes para o seu site.

Eu acredito que fazer SEO é vital para todo site, inclusive para o seu. Mesmo que você literalmente não tenha visita alguma em um dia normal, existem técnicas de SEO que você pode usar para mudar isso.

Todo site começa pequeno. Quando eu comecei, morria de medo que ninguém nunca visitasse meu site. Resisti ao SEO porque achei que não funcionaria. Como estava enganado!

Hoje, o SEO tem um papel importante no meu plano de marketing, e é uma das primeiras coisas que recomendo às pessoas.

Se você tem um site pequeno que ninguém visita, dedique um tempo para aprender como fazer SEO. Os resultados podem te surpreender.

Não precisa ser uma coisa difícil ou demorada. A seguir, veja como fazer SEO em um site sem tráfego.

Saiba como atraí 195.013 visitantes fazendo SEO

Crie uma estratégia de conteúdo

Vou começar este artigo com uma técnica que exige tempo, mas vale muito a pena.

Estou falando sobre criar uma estratégia de conteúdo.

A maior parte dos sites pequenos hesita em criar uma estratégia de conteúdo, porque pensam que dá muito trabalho. Não me entenda mal – exige trabalho, sim. Mas você não precisa escrever um milhão de blog posts para ter sucesso.

Primeiro, vamos falar sobre por que você deve pensar em criar uma estratégia de conteúdo.

As pessoas querem respostas. No mundo atual, o discurso é desvalorizado pelo excesso. Portanto, as pessoas buscam respostas com autoridade para suas dúvidas.

Blogs como Backlinko e Copyblogger não cresceram porque publicaram muito conteúdo. Eles cresceram porque publicaram muito conteúdo com autoridade.

image05

image04

Foram artigos com autoridade como esses que deram fama a eles.

Há uma lição importante a ser aprendida com o Backlinko e o Copyblogger. Se você puder oferecer respostas específicas para as dúvidas mais urgentes do público, você se tornará relevante.

Os números comprovam isso. Empresas que utilizam marketing de conteúdo experimentam taxas de conversão seis vezes maiores do que os concorrentes que não utilizam marketing de conteúdo. Parece uma solução mágica, e pode ser isso mesmo.

Veja como criar uma estratégia de conteúdo que funcione para você.

Primeiro, não se sobrecarregue de tarefas. Você não precisa criar um blog, configurar uma série de 10 e-mails automáticos e apresentar um webinar semanal ao mesmo tempo.

Na verdade, é muito melhor concentrar seus esforços em um tipo de conteúdo por vez.

Recomendo começar com um blog.  É um jeito superfácil de começar uma estratégia de conteúdo, além de ser uma das melhores técnicas em relação ao custo-benefício.

image01

Este infográfico é da AdEspresso.

Se você quer criar um blog, pesquise por palavras-chave de cauda longa. Isso é o processo normal de implementação de palavras-chave, mas em alta velocidade. É algo que você tem que fazer para criar um blog.

Planeje-se com antecedência e estipule como meta um ou dois blog posts por semana. (Escreva com antecedência também. Assim, você sempre terá um conteúdo de reserva.)

Segundo, cumpra o seu cronograma. Se o seu objetivo é publicar dois posts por semana, publique dois posts por semana. Faça o possível para manter o ritmo.

Terceiro, amplie para diferentes tipos de conteúdo. Quando já estiver acostumado com o seu tipo de conteúdo inicial, experimente criar em outro tipo.

O segredo é estabelecer rotinas produtivas para a sua estratégia de conteúdo. Pegue o ritmo do blog (ou do tipo de conteúdo a sua escolha) e continue com ele.

Por fim, compartilhe o seu conteúdo! Todo mundo conhece o termo  “marketing de conteúdo,” mas a maioria só se concentra na parte do “conteúdo”.

Muitos sites têm uma imensa quantidade de conteúdo útil que nunca é compartilhado. O resultado é que eles não recebem muito tráfego ou visibilidade nos motores de busca.

Mesmo as melhores estratégias com palavras-chave de cauda longa são inúteis sem marketing de conteúdo.

Recomendo que você compartilhe o seu conteúdo nas principais redes sociais, como Facebook e Twitter. Mas você deve também considerar redes sociais menores e sites de nicho.

O Quora é um ótimo lugar para compartilhar e reutilizar o seu conteúdo:

image12

O Medium também:

image11

Em resumo, é assim que se constrói uma estratégia de conteúdo. Se quiser aprender passo a passo, confira o  Guia Avançado de Marketing de Conteúdo.

Cultive uma audiência

Muita gente faz isso do jeito errado.

Durante décadas, o marketing foi um meio de mão única. Publicitários criavam anúncios para a televisão ou jornais impressos. Lançavam campanhas enormes, de alcance global, pensadas para uma única via de consumo.

Mas não é mais assim que funciona.

Marketing é interação. As marcas interagem com os consumidores nas redes sociais, e muitos blogueiros de renome participam das seções de comentários.

Já sei o que você está pensando: “O que isso tem a ver com fazer SEO?”

Surpreendentemente, tem tudo a ver com fazer SEO.

Vamos dar uma olhada em alguns dos principais objetivos do SEO:

      • Atrair tráfego
      • Gerar leads
      • Construir autoridade

Para mim, esses são os três objetivos finais ao se fazer SEO.

Se você conseguir criar uma audiência que confie em você, esses três objetivos se tornam muito mais fáceis de atingir.

Se as pessoas confiam em você, elas visitam o seu site com frequência e compartilham o seu conteúdo. Muitos visitantes vão se tornar clientes. E, automaticamente, vão pensar no seu site como um local de autoridade.

Não precisa brigar pela atenção do seu público. Em vez disso, sua audiência vai aumentar através da confiança.

Criar uma audiência é algo que você tem que acertar logo no início. Se você conseguir um público inicial (mesmo que seja pequeno) que confie em você, há grandes chances de o sucesso aumentar.

Vamos falar um pouco sobre como criar um público do zero.

Muitos sites tentam criar público antes mesmo de saber quem é esse público.

Outros exageram e tentam agradar a todos. Como o Seth Godin diz,

“Muitas marcas, organizações e indivíduos que fracassam, caem no erro de tentar ser tudo ao mesmo tempo para tentar agradar a todos, e acabam atingindo ninguém.”

Como equilibrar isso? Resposta: analise o demográfico e os psicográfico. É preciso saber quem é o seu público e o que eles querem.

Você pode mensurar esses dois dados usando o Google Analytics (GA). Na aba de Relatórios,  navegue pela aba da esquerda e acesse  Audiência > Demográfico > Visão Geral.

image09

Você verá esta tela:

image06

Você pode ter uma ideia da faixa etária dos seus leitores, além da proporção entre os sexos.

Mas nem todo mundo sabe que você também pode fazer uma pesquisa psicográfica no GA.

Na barra lateral esquerda, acesse  Audiência > Interesses > Visão Geral.

image07

Você verá uma tela assim:

image13

image02

Aqui você poderá ter uma ideia dos interesses do seu público.

A seção de Categorias de Afinidade mostra os tópicos que interessam aos seus visitantes ( por exemplo, tecnologia, culinária, etc.).

A seção Segmentos In-Market ajuda a analisar em que etapa da jornada de compra os seus usuários estão. Pessoas nessa categoria estão mais prontas para comprar.

Finalmente, a seção Outras Categorias oferece uma visão ainda mais específica dos seus usuários, dando uma ideia melhor do que eles gostam exatamente  (por exemplo,  culinária do Leste da Ásia).

Lembre-se que isso é só o topo do iceberg em relação da análise demográfica e, principalmente, da análise psicográfica. Se você quer conhecer o seu público de verdade, tem muito mais que você pode fazer.

Quando já tiver entendido quem é o seu público e o que eles querem, você precisa segmentá-los e atraí-los para o seu site.

Muitos sites têm dificuldade em atrair esse tráfego inicial. Mas mesmo depois de fazer isso, você tem que convencer esses visitantes a permanecerem.

Para fazer tudo isso, você precisa de uma boa proposta de valor. Que benefício você vai oferecer aos seus leitores? Por que eles deveriam ficar, permanecer?

Normalmente, você oferece esse valor com sua estratégia de conteúdo, e constrói o público durante esse processo.

Duas das minhas estratégias favoritas para construção de audiência são guest posting e publicidade paga. Quando você conhece o seu público e sabe o que eles querem, isso se torna muito mais fácil.

O mais importante é utilizar uma abordagem pessoal com o seu público.

Você quer ser lembrado pelo seu valor. Se você dedicar tempo para oferecer a ajuda mais personalizada possível, seus leitores vão confiar em você como autoridade.

Se você conseguir uma público pequeno, mas fiel logo de cara, então está no caminho certo. É o primeiro passo para construir uma público muito mais longo, mais à frente.

Otimize seu site para dispositivos mobile

Muita gente acha que fazer uma versão mobile do site e fazer uma versão compatível com dispositivos mobile é a mesma coisa. (Não é.)

Otimizar de verdade um site para dispositivos móveis é muito mais do que apenas criar uma versão mobile. É preciso fazer muitas mudanças.

Para se aprofundar nesse tópico, recomendo conferir este artigo sobre erros mobile, para verificar se você está cometendo algum.

Eis algumas dicas de alto nível, para ter em mente.

“Crie um design para o dedo gordo”, como diz a Moz.  É sempre irritante quando um site mobile é tão pequeno que você acaba clicando nos botões errados.

Embora os dispositivos mobile estejam ficando maiores, ainda é bom levar em conta o tamanho na hora de otimizar o seu site para mobile.

Não use pop-ups (ou intersticiais). O Google está reprimindo muitos intersticiais. São pop-ups que exigem que você clique no X para fechar.

Recomendo que você evite isso e não use pop-ups. Use outras formas para captar e-mails. O SumoMe usa gatilhos de cliques para capturar e-mails mobile. São pop-ups que só aparecem quando o usuário clica em um determinado lugar.

Veja um exemplo de interstisicial que o Google desaprova:

image03

Agora, você precisa testar o seu site.

Você pode usar a ferramenta de SEO Mobile da Varvy para testar se a sua página vai bem no mobile.

Vamos fazer um teste com o site NeilPatel.com. Digite o endereço do site na barra de busca, e você verá uma lista superútil de dados de analytics:

image08

image00

A página oferece até um guia de otimização para mobile, para te ajudar a deixar o seu site ainda melhor.

image10

É um ótimo recurso, e eu recomendo bastante se você estiver interessado em dar um gás no seu SEO mobile.

Conclusão

Você não precisa ter um site enorme para aproveitar alguns dos melhores benefícios do SEO. Comece com o que você tem, e vá subindo de nível.

Quando comecei meu primeiro site, eu nem sabia como fazer SEO. Contratei uma empresa de marketing para me ajudar, mas quando percebi que só estava gastando dinheiro, decidi fazer por conta própria.

As técnicas que aprendi naquela época foram muito valiosas. Uso algumas até hoje.

A lição é que nunca é cedo (ou tarde) demais para aprender o básico. Se você começar agora, você pega o jeito rapidinho.

O SEO ajuda os sites a crescer do mesmo jeito que a água ajuda as plantas a crescer. É uma necessidade fundamental que você precisa atender logo cedo. Ou então, o seu site pode morrer. (Vixe!)

Se você não sabe como fazer SEO, essa é a sua chance de começar logo. Vamos fazer de 2017 o ano em que você começou a fazer SEO pra valer.

Trabalhe com essas três ideias, e garanto que você vai ver resultados quase imediatamente.

Você já teve que fazer SEO para um site sem tráfego?Como foi a experiência?

Share