Mídias Sociais: Como Melhorar o Engajamento Sem Ser Agressivo

social media

8 de cada 10 ‘pequenas e médias empresas’ usam mídias sociais para direcionar o crescimento dos seus negócios.

No entanto, nem todas as empresas que usam mídias sociais terão resultados iguais.

Algumas empresas conseguirão resultados marcantes com as mídias sociais, enquanto outras terão resultados mais tímidos.

Então o que separa um negócio que alcança o sucesso do outro que não alcança?

É o engajamento.

Se você não consegue fazer com que as pessoas tenham engajamento com suas mídias sociais, você não será capaz de ter os benefícios de tudo aquilo que as mídias sociais têm para oferecer.

Precisa de um guia sobre gerenciamento de mídias sociais? Dê uma olhada neste guia para aprender como conseguir mais engajamento na mídias sociais (sem incomodar ninguém).

No entanto, ao tentar melhorar o engajamento nas mídias sociais, você não pode ser agressivo. Senão, seus esforços se reduzirão a nada e você pode até gerar resultados negativos.

Neste artigo, nós vamos ver como melhorar o nível de engajamento nas mídias sociais sem incomodar as pessoas.

Nós vamos analisar a variedade de estratégias e como você pode implementá-las.

Até o fim, você deverá saber exatamente como conseguir mais engajamento para que você também possa crescer os seus negócios usando as mídias sociais.

Vamos começar!

Você deveria postar um pouco… ou muito?

Se você conhece até mesmo um pouco do mundo das mídias sociais, você já tem consciência do fato de que muitas pessoas estão falando sobre postar com frequência.

Mas com que frequência você deveria postar? E existe isso de postar demais ou com pouca frequência?

Vamos primeiro considerar o Facebook. Aqui está o problema — o Feed de Notícias do Facebook está se tornando cada vez mais competitivo.

Se você seguir as tendências de mídias sociais, você pode ter se juntado a várias empresas que estão postando 31% a mais neste ano, do que fizeram no ano anterior.

image45

Estimativas sugerem que em torno de 1.500 anúncios por dia estão competindo por algum lugar no Feed de Notícias dos usuários do Facebook.

Então postar 6 vezes ao dia em vez de 1 realmente te ajuda a se destacar?

Hubspot coletou dados do Facebook de mais de 13.500 clientes e conseguiu criar o seguinte gráfico.

image40

Lembre-se que o objetivo é maximizar o engajamento e esse gráfico o codifica como ‘Cliques Indexados Por Post,’ também conhecido como quantas pessoas clicam em cada post.

Agora, você vai perceber que, ao postar em torno de 1-5 vezes por mês, a média de cliques por post é de 100, se você tem 1-200 seguidores ou mais de 10.001.

Mas as coisas mudam quando você começa a postar mais.

Você vai notar que somente empresas que se beneficiam de postar mais são aquelas que têm mais de 10.001 seguidores.

Vamos dar uma olhada para as razões disso.

Uma é que essas empresas têm muitos seguidores, e o post frequente aumenta a chance de se criar conteúdos que sejam relevantes para cada cada um desses fãs.

Além do mais, o conteúdo é menos propenso a saturar (e até mesmo aborrecer) a audiência, como comparado rapidamente com empresas que têm poucos seguidores.

Então o que realmente importa quando se trata de gerar engajamento — não pode ser o fato de que você só precisa de mais fãs.

De acordo com esse gráfico, não há exatamente uma correlação entre fãs e engajamento, ou então os resultados continuariam a aumentar depois dos 61 seguidores.

E se você pensa nisso, os ganhos conquistados por grandes empresas ao postarem mais, são desproporcionais com relação à quantidade de seguidores que elas têm.

Então o que realmente importa quando se trata de impulsionar o engajamento nos posts do Facebook?

É isto — Se você quiser melhorar o engajamento nos posts do Facebook, é melhor criar posts de qualidade em vez de focar em criar toneladas de posts e esperar pelo melhor.

Você está competindo contra uma grande quantidade de conteúdo na plataforma.

No entanto, se você puder criar algo de bom, isso irá atrair uma quantidade decente de engajamento dos seus principais seguidores.

Se ele for muito bom, os resultados serão como uma bola de neve e seu post irá aparecer em mais Feeds de Notícias como resultado disso.

Mais exposição = maior chance do seu post receber mais engajamento.

E com relação ao Twitter — a frequência do post ajuda?

engajamento no Twitter pode cair depois de ter postado mais de três vezes por dia.

image29

Uma razão pela qual pode ser esse o caso, é que quando você posta demais, seus seguidores começam a ter que lidar com muito conteúdo e isso pode ser um pouco desgastante também.

Este gráfico mostra um padrão similar.

image04

Você poderia argumentar que a mesma regra se aplica para o LinkedIn e Facebook também, pois não importa a plataforma, as pessoas somente poderão consumir certa quantidade de conteúdo por dia.

Entretanto, você descobrirá que a quantidade de conteúdo que você consegue lidar, irá depender do segmento que você está.

Em qualquer caso, se você quiser jogar de forma segura, você pode querer ficar com aquilo que foi mencionado.

Afinal de contas, como mostrado abaixo, mesmo aqueles que são beneficiados com as publicações não querem ver um monte de conteúdo postado em um dia.

image34

Entenda qual tipo de conteúdo tem a ver com seu público-alvo

Nós falamos há pouco da importância de postar conteúdo de interesse.

Embora uma grande quantidade de conteúdo tem sido postado todos os dias nas plataformas de mídias sociais, há sempre uma demanda por conteúdo de qualidade.

Portanto, se você puder postar conteúdos de qualidade, você será capaz de melhorar o nível de engajamento.

Então o que é considerado um conteúdo valioso e de qualidade?

Nota importante: Se o conteúdo é tido como valioso ou não, isso é determinado pelo tipo de seguidores e fãs que você tem em suas plataformas de mídias sociais.

Vamos aprofundar sobre esse assunto.

Dê uma olhada em alguns dos posts da página do Facebook da Asos.

image55image09

Eles são muito descontraídos e bem-humorados, e não tem muito a ver com roupas — e é o que a Asos vende.

E ainda eles têm muito engajamento.

Como assim?

É porque esses posts se adequam ao público-alvo e à plataforma em questão.

Se você der uma olhada na fan page deles, você vai notar que, de tempo em tempo, eles postam alguma coisa relacionada com roupas — mas não é com frequência.

Os fãs realmente não gostam de muita auto promoção, e a Asos sabe que é esse o caso.  

image43

Quando se trata de publicar posts de humor, você vai perceber que a página do Twitter deles segue um tema parecido.

image56

Tudo bem, então essa é a abordagem que eles tem na página do Facebook e do Twitter — mas e a do LinkedIn?

Aqui está um post da empresa deles no LinkedIn.

image02

E outro.

image11

Depois de ver isso você vai começar a se perguntar se esses perfis de mídias sociais pertencem à mesma empresa!

No entanto, eles pertencem.

E ainda, seus posts são muito bem-sucedidos recebendo muito engajamento.

Por quê?

Porque a audiência no LinkedIn tem interesses diferentes se comparada ao público que acessa o Facebook e o Twitter.

A Asos reconhece isso e adapta sua estratégia como consequência.

Seu estilo falante pode acabar passando dos limites, mas é isso mesmo.

Seu conteúdo precisa levar em conta os interesses e a personalidade da sua audiência, e também a plataforma de mídias sociais que você está usando.

image38

As pessoas gostam de conteúdo que se adequam à personalidade e interesse delas.

Junto a isso, você vai perceber que 46% das pessoas consideram essas necessidades acima de qualquer coisa ao seguir uma marca.

Muitas empresas podem fugir do estilo usado pela Asos em suas páginas do Twitter e Facebook, pois o princípio é o que mais importa nesse caso.

Os posts feitos pela Asos são altamente influenciados pelo seu público-alvo. Ela publica aquilo que sua audiência se identifica.

O que quer que esteja sendo publicado, a audiência consegue identificar.

Então se você tem alguma coisa boba, que entretenha ou que seja aspiracional, você ainda pode publicar isso para uma marca B2B — contanto que tenha algum tipo de relação com sua audiência.

Você verá muito isso quando as empresas estiverem postando citações inspiradoras. Começar e tocar seu próprio negócio não é fácil e as citações inspiradoras reconhecem isso.

Sempre que um post inspirador é colocado em uma página do Facebook ou Twitter de uma empresa, ele tende a ir muito bem.

Isso é porque a audiência identifica com o que tem sido postado.

Aqui está um exemplo da Hewlett Packard.

image25

Você não esperaria um post motivacional da Hewlett Packard, mas aí está. E ela não fez mal em gerar um pouco de engajamento também.

Para perceber o contraste, aqui estão algumas coisas que eles postam no Twitter.

image00

Percebeu o quanto eles injetaram também um pouco de humor no tweet deles?

Vamos dar uma olhada no que está sendo postado na página do LinkedIn.

image32

Além disso, perceba como eles usaram a imagem para despertar a curiosidade e fazer com que você clique nela.

Aqui está outro exemplo de um post no LinkedIn da HP.

image50

Eles usam alguns dos mesmos princípios da Asos. Ou seja, publicar conteúdo que a sua audiência se identifica.

E como a Asos, eles adaptaram sua estratégia dependendo da plataforma de mídias sociais em questão.

No geral, você vai ver que o conteúdo social no Facebook e Twitter é algo bem-humorado e divertido.

O LinkedIn, entretanto, é um pouco mais sério.

É claro, você está livre para testar o contrário.

Apenas lembre-se — publique conteúdo que tenha relação com sua audiência e adapte sua estratégia para a plataforma de mídias sociais que você esteja usando.

Então já que você entende isso agora, vamos dar uma olhada em alguns exemplos de conteúdo valioso e divertido!  

Novidade no segmento é um exemplo de conteúdo que é valioso.

image01

Se você puder manter as pessoas atualizadas com o que está acontecendo em seu nicho/segmento, fazendo isso de forma consistente, as pessoas vão checar seus perfis sociais com frequência.

No entanto, apenas publicar conteúdo não é o suficiente. Você precisa criar engajamento com as pessoas também.

Você pode levar as pessoas a se engajarem com seu conteúdo perguntando a elas algo relacionado ao que foi postado (mais sobre isso depois).

As pessoas gostam de ler o que as outras pensam com relação ao assunto que está sendo falado na notícia — muitas vezes na forma de comentários.

Se você criar um ambiente onde as pessoas comentem em suas páginas das mídias sociais, você irá criar visitantes consistentes para sua página.

Você prefere ir a um site que fornece notícias de forma isolada, ou a uma página de mídias sociais que publica as notícias e com frequência gera uma discussão sobre o assunto na sessão dos comentários?

Comentários são uma forma de engajamento e, se mais e mais pessoas se interagem com seu conteúdo, ele pode ter vida própria.

Eventualmente ele irá aparecer em mais Feeds de Notícias como resultado do aumento do engajamento, impulsionando assim a exposição.

Se você quiser descobrir o que está acontecendo em seu segmento, considere usar o serviço do Google Alerts.

image15

Simplesmente escolha alguns assuntos/palavras-chave relacionados ao seu segmento, e todos os dias você terá uma seleção de coisas para postar em sua página.

Conteúdo valioso pode vir também na forma de coisas que você realizou. Se sua empresa tem um blog, então por que não republicar seu conteúdo nas mídias sociais?

Vá ao seu catálogo e então publique o conteúdo que você considera valioso.

Você pode fazer isso dando uma olhada nos posts mais populares do seu blog. Você pode usar uma ferramenta como o Google Analytics para fazer isso.

Além disso, você pode experimentar reaproveitar alguns conteúdos. Por exemplo, você poderia transformar um post do blog em um infográfico ou podcast.

Essa é uma ótima estratégia para dar destaque ao que está antigo.

Como foi falado antes, dê uma olhada nos seus posts mais populares para ver o que pode funcionar melhor.

No entanto, você precisa ser cauteloso.

As pessoas não gostam muito de auto promoção. De fato, é por isso que 45% das pessoas deixam de seguir as marcas.

image49

Por causa disso, você pode querer compartilhar conteúdo de outras pessoas. Essa é uma ótima maneira de manter seus fãs/seguidores engajados, enquanto evita a armadilha da ‘auto promoção exagerada’.

Se você quiser encontrar conteúdo relevante para seu nicho/segmento que não seja seu, vá para o Buzzsumo.com.

image22

Torne-se um membro e digite uma palavra-chave que é baseada em alguma coisa que as pessoas queiram aprender mais sobre ela.

Digamos que nós queremos descobrir mais sobre ‘marketing no Facebook.’

image05

Depois de pesquisar essa palavra-chave vamos ver algo como na página acima.

Nós já podemos ver 3 publicações potenciais que podem valer a pena compartilhar.

Ao procurar por um bom conteúdo para compartilhar, nós podemos ‘Filtrar por Data,’ para encontrar conteúdos recentes que sejam relevantes.

Nós também podemos escolher por ‘Tipo de Conteúdo,’ se estivermos procurando por infográficos, por exemplo.

Existem mais opções avançadas dentro da plataforma, embora essas opções básicas já nos mostrem uma quantidade decente de conteúdo para começar.

Enquanto você está publicando conteúdo a partir do Buzzsumo, você pode trabalhar também com seu conteúdo próprio.

Plataformas de mídias sociais tendem a ser bastante visuais. É por isso que você vai querer criar uma imagem para usar em qualquer post de mídias sociais.

Afinal de contas, tweets com imagens geram 150% mais retweets do que aqueles que não contêm imagens.

Abaixo está um exemplo de um perfil no Twitter que usou uma imagem para destacar um post no blog que estava sendo compartilhado na plataforma.

image33

O engajamento no Facebook também pode ser melhorado usando imagens. 87% das interações que acontecem nas páginas do Facebook são ‘posts com foto.’

image37

Aqui está um exemplo de como você pode usar fotos na plataforma do Facebook.

image54

Os tipos de imagens que você irá criar dependerão do estilo do post e da plataforma que você esteja usando.

De qualquer forma, criar imagens não é difícil.

Se você quiser criar imagens para seus posts, você pode usar algo como o Canva.

Para fazer isso, vá até o Canva.com e cadastre-se.

image08

Então escolha o exemplo de mídias sociais.

image16

Selecione um template que você goste e preencha-o com um conteúdo relevante.

image20

Se você quiser fazer o download da imagem, irá te custar $1,00.

Isso não é muito, especialmente considerando o quanto isso pode impactar o nível de engajamento no seu perfil de mídias sociais.

É uma boa ideia criar uma imagem toda vez que você inserir um post novo em seu perfil.

Usando a plataforma Canva, você será capaz de incluir um elemento visual para cada post que você envia para suas mídias sociais.

Outra maneira de criar conteúdo valioso é alavancando eventos atuais. A Oreo fez isso durante o superbowl em 2013, quando a luz acabou.

Sua técnica funcionou tão bem que eles conseguiram gerar mais de 10.000 retweets em uma hora.

image26

Eles ainda estão fazendo isso e você irá perceber que, na página do Facebook deles, eles estão falando sobre o eclipse lunar.

image39

Se você puder fazer isso em sua própria página, você será capaz de conseguir algum engajamento usando os assuntos que estão sendo mais comentados.

Não precisa ser um evento gigante e de vez em quando você pode fazer um post só porque é sexta-feira!

image36

Escolhendo a hora certa para postar o conteúdo

Então você sabe o quanto deveria postar e o que postar.

Mas quando você irá publicar?

Quando se trata de frequência de post, existe muita opinião por aí afora.

O que você irá descobrir é que, assim como o conteúdo do post, isso dependerá  muito para quem você está publicando e onde você está publicando.

No twitter, empresas B2B tendem a experimentar 14% de elevação no engajamento quando elas postam em dias de semana e as empresas B2C, 17% a mais de engajamento nas quartas-feiras e fins de semana.

Os retweets atingem o pico em torno das 17h.

Se você está querendo maximizar as taxas de clique, publique seu conteúdo ao meio dia e às 18h.

De acordo com o Twitter, muitos dos seus usuários mobile estão usando o serviço enquanto vão e voltam do trabalho. É nessa hora que as pessoas engajam com o conteúdo no Twitter.

No Facebook, se você quiser ter mais compartilhamento, ajuda postar em torno das 13h. Se você quer mais cliques, às 15h.  

Os melhores dias para postar são quinta e sexta-feira.

No LinkedIn, os horários comerciais são com certeza os melhores para postar seu conteúdo. Se você quer ter mais cliques e compartilhamentos, tente postar o conteúdo entre as 10h e 11h, nas terças-feiras.

No geral, os melhores dias para postar no LinkedIn são na terça, quarta e quinta-feira.

Lembre-se que é uma audiência principalmente B2B, então você está lidando com pessoas que usam muito o LinkedIn enquanto estão trabalhando.

No entanto, e se tudo isso não significar nada? E se você usar essas datas mas não conseguir nenhum resultado satisfatório?

Muitos desses dados são baseados nas médias de empresas de muitos segmentos.

Entretanto, como já discutimos muitas vezes, cada segmento é diferente um do outro.

Até mesmo cada cidade pode ser diferente. Dê uma olhada nos gráficos abaixo  —

image24

Por causa disso, você pode precisar usar outro método para te ajudar a descobrir a melhor hora para as suas circunstâncias específicas.

Tal método inclui o uso de algo como o Page Insights.

image44

Usando o Page Insights, você pode coletar dados baseados em quem está interagindo com sua página e como muitas pessoas estão fazendo isso.

Uma vez que você tenha esse dado, você saberá então qual melhor hora para postar o conteúdo, de maneira a maximizar o engajamento. Você também será capaz de descobrir qual tipo de conteúdo funciona melhor.

É claro, você só vai ficar a par dessa informação se estiver disposto a testar e experimentar ao longo da semana, de maneira que você possa conseguir novos dados para analisar.

Preste atenção naquilo que você diz e como você diz

O que quer que você esteja fazendo para comercializar ou apenas comunicar algo antigo na internet, o texto vai desempenhar um papel enorme.

Mas antes de discutirmos qualquer coisa, nós precisamos falar sobre o uso de call to actions (CTA’s).

As táticas para gerar engajamento não significam nada se você não segue as regras. Então é importante mencionar esse ponto.

Você provavelmente sabe que call to actions são importantes, mas você precisa ter cuidado com a forma como você está usando.

Isso porque recentemente o Facebook começou a penalizar posts que pedem diretamente por ‘Curtidas’ & ‘Compartilhamentos.’

No geral, o Facebook não mais aprecia posts promocionais como fazia antes. Aos olhos do Facebook, posts promocionais reduzem a qualidade da experiência do usuário.

Veja o que eles consideram ser um post promocional.

image07

Aqui está um exemplo de um post que o Facebook considera promocional demais.

image35

Isso é relevante, pois se você colocar muitos call to actions em seus posts no Facebook, eles não terão a distribuição que merecem.

Menos distribuição significa que eles não atingirão níveis de engajamento que você está querendo.

Portanto, você precisa ser um pouco mais sutil quando se trata de implementar um call to action em seus posts no Facebook.

Confira este exemplo do Oreo na página do Facebook.

Percebe como eles te influenciam a tomar uma decisão, mas sem exagerar?

Eles também evitam usar palavras que o Facebook não gosta. Tais palavras incluem ‘Compartilhar’ ou ‘Curtir.’

image03

É claro, você ainda vê alguns posts no Facebook que não seguem essas regras.

Mas como o Facebook sugeriu, existe uma chance clara que o alcance deles seja inibido por não seguir essas regras.

Nem todas as plataformas de mídias sociais são tão rigorosas como o Facebook.

O Twitter, por exemplo, não importa se você pede para as pessoas retweetarem seu conteúdo — o que equivale a pedir às pessoas para compartilharem seu conteúdo no Facebook.

De fato, pedir para as pessoas retweetarem seu conteúdo no Twitter tem o poder de aumentar o nível do seu engajamento.

image30

Nem todo método de pedir por um retweet é igual, e você pode ver que a frase ‘RT’ gera na média 73,48 retweets.  

Muito melhor do que pedir às pessoas ‘PLS RT (por favor retweetem).’

Aqui está um exemplo de como você pode usar um call to action na página da empresa no LinkedIn.

image14

O LinkedIn é como o Twitter no sentido de ser um pouco mais compassivo quando se trata de post de conteúdo promocional que inclui um call to action.

Call to actions são importantes se você quiser gerar engajamento nas mídias sociais.

No entanto, certifique-se que você entenda as regras do jogo, antes de usá-las.

Agora que você sabe isso, vamos focar em escrever o texto. Você ficará feliz em saber que existem outras formas de marketing quando se trata de criar um texto atrativo para suas campanhas de mídias sociais.

Se você sabe como escrever títulos bem, você estará um passo a frente ao escrever seus Tweets.

Vamos dar uma olhada no quanto você deveria estar escrevendo. Como você já deve ter percebido, a quantidade que você precisa escrever vai depender da plataforma que estiver usando.

Há uma evidência que sugere que os tweets abaixo de 100 caracteres têm 17% mais taxa de engajamento.

O comprimento do Tweet pode também impactar na quantidade de retweets que você consegue.

image06

Posts no Facebook têm 86% mais engajamento quando eles têm 40 caracteres.

Posts no LinkedIn variam de acordo com quem você está segmentando.

Aqueles destinados à audiência B2B fazem bem quando usam em torno de 16-25 palavras. Com relação ao público B2C, o número gira em torno de 21-25 palavras.

No entanto, caractere não significa nada se você não é claro em sua mensagem. É por isso que o texto importa.

Você precisa saber como o usar seus posts para criar engajamento com as pessoas e alcançar o interesse delas.

O tipo de texto que você vai usar dependerá do que você está postando.

Embora o Twitter não te dê muito espaço, ainda existem muitas abordagens/fórmulas que você pode usar ao escrever um tweet.

Tudo isso vai depender do seu objetivo.

No geral, já que você está restrito com relação ao espaço, ser conciso é a chave.

Dê uma olhada no exemplo abaixo.

image31

Esse tweet é brilhante porque é conciso. Ele pode ter muitos caracteres, mas você não pode negar que ele te influencia a tomar uma decisão.

O exemplo abaixo também é muito conciso e ainda faz um trabalho melhor ao usar menos caracteres.

image18

Uma ótima tática para os posts no Facebook é dizer alguma coisa vaga na parte do texto do seu post e então usar uma imagem para explicar o texto.

Como você vai querer manter a quantidade de texto baixa, essa é uma ótima maneira de fazer com que seus posts no Facebook não sejam sufocantes.

image41

Uma boa formatação também conta quando se trata de escrever post no Facebook.

Tal como acontece ao escrever em um blog, você vai querer evitar grandes blocos de texto e fazer com que ele seja fácil de entender.

Você pode ter certa dificuldade em ter ideias de como será o estilo dos seus posts nas mídias sociais.

Por causa disso, pode ser uma boa ideia você armazenar os arquivos que podem servir de inspiração para você.

Tudo que você tem que fazer é criar um bloco de anotações no Evernote, ou uma pasta em seu computador e então salvar os prints de tela de bons textos publicados nas mídias sociais sempre que você vir algum.

Dessa maneira, se você está sempre lutando para escrever textos em algumas mídias sociais, você terá alguma referência para se inspirar.

Dê o primeiro passo e crie engajamento com as pessoas

Todas as táticas que nós mencionamos são ótimas para ajudar a promover algum engajamento.

Entretanto, elas não são exatamente proativas em termos de provocar engajamento direto em suas plataformas de mídias sociais.

Por causa disso você precisa saber como interagir ativamente com as pessoas nas mídias sociais, caso você queira maximizar seu engajamento.

A maneira mais simples de fazer isso é fazendo uma pergunta para as pessoas. Quando você faz uma pergunta em sua página, você está levando as pessoas a responderem.

Posts com perguntas têm a habilidade de gerar mais engajamento em suas páginas do Facebook.

image17

Como você pode ver, Curtidas e Compartilhamentos tendem a ser maiores em ‘Posts Sem Perguntas.’ No entanto, quando se trata de gerar comentários, ‘Posts com perguntas’ funcionam melhor.

Nem toda pergunta é igual e algumas palavras funcionam melhor do que outras quando se trata de construir seus questionamentos.

É por isso que é importante manter um registro de qualquer post que você perceba que está recebendo muito engajamento. Isso irá te permitir usar as palavras que são mais criativas.

image13

Os dados mostrados acima foram compostos usando resultados de interações no Facebook. No entanto, isso não significa que funcionará da mesma forma para outras plataformas de mídias sociais.

Você deveria sempre testar e ver o que funciona melhor.

Os dados exibidos podem te oferecer um bom guia sobre aquilo que funciona melhor, mas testar vai fazer com que você tenha certeza daquilo que funciona melhor para o seu público-alvo.

Existem algumas maneiras que você pode usar para fazer perguntas. Uma delas é fazer uma pergunta direta para sua audiência. Você poderá melhorar o engajamento usando uma imagem na pergunta.

image51

A outra pode ser fazer uma pergunta que conduza a um post no blog ou a algum conteúdo.

image52

A outra maneira de gerar engajamento é criando um concurso. Concursos podem ser incrivelmente poderosos se você os utiliza da maneira correta.

Entretanto, existem algumas regras para criar um concurso no Facebook.

Sim eu sei — o Facebook e suas regras!

O Facebook tende a tratar concursos como promoções.

image23

Aqui está o que você pode e não pode fazer ao criar uma promoção no Facebook —

image19

Tenha em mente que as regras estão sempre mudando. Isso significa que você precisa constantemente ver o que o Facebook está dizendo sobre o assunto.

Se você está procurando por uma razão para criar um concurso, simplesmente faça um em algum feriado público ou data popular. Por exemplo, o Dia dos Namorados.

Não pense demais. Você pode criar algum simplesmente porque é fim de semana!

Vamos ver alguns exemplos de concursos no Facebook.

A imagem abaixo faz um bom uso da hashtag para atrair mais atenção.

Você poderia argumentar, no entanto, que o formato do texto poderia ser melhorado para facilitar a interpretação.

image46

O próximo exemplo é muito claro sobre quais são os termos e condições.

Nota: É aconselhável que suas competições tenham um conjunto de termos e condições/regras para evitar qualquer forma de confusão ou problema futuro.

Você pode gerar um link para seus termos e condições da mesma forma que este post no Facebook fez.

Este post também menciona uma data de encerramento. Isso gera um senso de urgência, que ajuda a fazer com que a pessoa tome uma decisão.

image42

O próximo concurso usa uma imagem muito eficaz para informar aos fãs que existe uma competição. O destaque da palavra ‘win’ contribui para isso.

Essa competição não está sendo realizada diretamente no Facebook, embora isso ainda ajude a gerar algum engajamento na plataforma.

image28

Vamos dar uma olhada em como você poderia criar um concurso no Twitter. Aqui você tem um pouco mais de liberdade, embora ainda existam algumas regras que você precisa prestar atenção.

Você também tem menos espaço para dizer o que precisa, motivo pelo qual você precisa ser conciso e claro — nenhuma novidade aqui!  

Felizmente, como discutido antes, você pode usar imagens para expandir seus tweets.

Uma maneira de criar um concurso no Twitter é pedindo às pessoas para retweetarem alguma coisa.

image27

O exemplo acima mostra como isso pode ser feito. Como você pode ver, eles conseguiram uma quantidade decente de retweets.

Eles também conseguiram incluir um link para os termos e condições.

A imagem faz um ótimo trabalho ao fazer com que os usuários do Twitter saibam o que irão ganhar se participarem.

Você pode criar concursos também no LinkedIn. Lembre-se, você precisa adaptar seus esforços de mídias sociais para a plataforma que está usando.

image21

Por exemplo, a Emirates recentemente criou um concurso que gerou bastante engajamento. Você pode argumentar que o concurso deles deu certo por que o LinkedIn é um site onde os profissionais estão.

Profissionais precisam com frequência voar para se reunirem com clientes e esse prêmio vai ajudá-los a alcançar apenas isso, mas com um custo bem mais baixo.

É por isso que ele é relevante.

Outra maneira que você pode direcionar engajamento é criando uma sessão de perguntas e respostas. Isso irá funcionar mais para algumas marcas do que para outras.

image47

Entretanto, isso não significa que você não pode ser criativo em sua abordagem.

Colocar uma sessão de perguntas e respostas é uma ótima maneira de fazer com que as pessoas publiquem comentários em sua página do Facebook.

Você pode pedir para as pessoas postarem suas perguntas nos comentários e então responder diretamente para elas na mesma área dos comentários.

Você pode fazer algo parecido no Twitter, onde você usa uma hashtag para trazer sentido a uma sessão de perguntas e respostas e pode responder às perguntas feitas diretamente pelo Twitter.

Você poderia tentar trabalhar com algo como o Google Hangout. Isso pode ser um pouco mais intenso e pode não criar tanto engajamento direto na plataforma de mídias sociais que você está tentando impulsionar — mas ainda pode te ajudar.

Se você quiser melhorar a participação na sessão de perguntas e respostas, você pode escolher oferecer um prêmio para as pessoas que comentarem e te fizerem uma pergunta.

Se você quiser manter as coisas simples, você pode colocar uma sessão de perguntas e respostas aleatórias. Isso pode criar um frenesi já que as pessoas sempre querem levar vantagem em cada situação.

Você pode fazer isso dando às pessoas uma notícia bem curta ou anunciando que uma sessão de perguntas e respostas será inaugurada, sem fornecer a elas o tempo/data.

Mais ou menos assim…

image12

Esse método pode também encorajar as pessoas a checarem suas páginas nas mídias sociais regularmente, para ver se apareceu uma nova sessão de perguntas e respostas caso tenham perdido a última.

Você poderia também pedir às pessoas para comentarem e deixarem perguntas para você, e então usar as questões por meio de um vídeo.

Isso impulsiona engajamento no seu perfil de mídias sociais, enquanto fornece também um conteúdo que poderia ser percebido como sendo de alto valor agregado.

Há também a opção de reaproveitar a sessão de perguntas e respostas depois de pronta. Você poderia, por exemplo, colocar em um vídeo caso não tenha gravado.

Ou você poderia pegar algumas citações da sessão de perguntas e respostas e criar imagens usando as citações ditas.

Você poderia até compilar os tweets em um post do blog como a Virgin fez.

image10

Em geral, no entanto, você sempre precisa interagir com as pessoas quando elas estão interagindo com você. Mesmo quando não houver um evento maior acontecendo.  

Ou seja, se eles postarem alguma coisa em suas mídias sociais, você deveria ser rápido para responder.

As pessoas esperam que as empresas respondam rapidamente depois de terem postado um comentário em suas páginas de mídias sociais.

image48

Algumas pesquisas mostram que as pessoas estão ainda mais exigentes do que mostra o gráfico abaixo.

image53

A melhor maneira que você pode lidar com a situação das pessoas deixando comentários, é agindo com prontidão.

O segundo gráfico refere-se mais especificamente às reclamações, e por isso, se você notar alguma queixa em seu perfil, resolva rapidamente antes que as coisas saiam do controle.

Isso vai mostrar para as pessoas que vale a pena gerar engajamento com o seu perfil de mídias sociais, já que eles vão ter uma resposta e algum tipo de reciprocidade com o engajamento.

Com o tempo isso vai gerar mais boa vontade entre você e seus fãs das mídias sociais/seguidores.

Você deveria contratar alguém para te ajudar?

Se tudo isso parece demais para você gerenciar, você deveria considerar a opção de contratar um gerente de mídias sociais.

Quando você tiver alguém assim ao seu lado, você será capaz de garantir que todas essas coisas funcionem.

No entanto, pode ser uma boa ideia trabalhar com as mídias sociais por conta própria, pois assim você saberá o que funciona e o que não funciona.

Você também será mais capaz de avaliar o trabalho do gerente de mídias sociais, caso você saiba exatamente aquilo que funciona.

Conclusão

A verdade é a seguinte — as mídias sociais não vão desaparecer em breve, não importa o que você pense sobre o assunto.

Mas se você é um empresário, por que você ia querer que ela desaparecesse?

Se usada de maneira adequada, a mídias sociais têm o poder de mudar dramaticamente a maneira como você adquire alguns clientes.

No entanto, você não pode ser imprudente em sua abordagem. E muito menos agressivo.

As mídias sociais podem te prejudicar da mesma forma que podem ajudar.

Para conseguir melhores resultados, você precisa entender as nuances das mídias sociais.

Isso significa que você precisa entender a importância da frequência e do comprimento do seu post.

Você também precisa saber quais tipos de posts funcionam melhor para cada tipo de plataforma de mídias sociais.

No final do dia, você poderia concluir que tudo diz respeito apenas a saber quem está vendo seus posts nas mídias sociais, e de que ‘forma’ eles estarão vendo.

Quando você estiver bem alinhado com o seu público-alvo, você será capaz de criar campanhas de mídias sociais vencedoras, mesmo quando surgir alguma nova plataforma.

Conquistar as mídias sociais não é tão difícil como parece — você só precisa entender como jogar o jogo.

O que você tem aprendido quando se trata de melhorar o engajamento nas mídias sociais?

Share