Como Usar Segmentação de Email para Aumentar Sua Taxa de Conversão

emails

Aumentar a taxa de conversão usando a segmentação de email é uma estratégia eficaz que pode aumentar suas taxas de abertura de emails em 203%. De acordo com a Emarketer, “39% dos profissionais de email marketing que segmentam suas listas de email, conseguem aumentar a taxa de conversão, e 28% viram uma melhor capacidade de entrega de email e mais receita.”

Seus clientes ideais não são todos iguais. Alguns deles irão responder aos seus emails promocionais, mas a maioria quer algo mais: educação e valor.

Quanto mais valor você dá aos seus assinantes, melhor resposta eles darão. Ou seja, seus assinantes irão abrir seus emails e clicar nos links. De acordo com Convince and Convert, “44% das pessoas que receberam emails promocionais fizeram pelo menos uma compra nos últimos 12 meses.”

Como prova de que email marketing funciona, o gráfico abaixo mostra que para cada US$1 que você investe em campanhas de email, você poderá obter um ROI (retorno sobre investimento) de 4.000%.

 

image08

Email tem uma taxa de conversão melhor do que SEO, anúncios e mídias sociais. Se você não levou a sério a segmentação de email para aumentar a taxa de conversão ainda, então este guia é para você.

Neste guia, você vai aprender a segmentar a sua lista de email para aumentar a taxa de conversão, escrever títulos de email melhores, melhorar a conversão de vendas, e receber os visitantes mais qualificados para o seu blog.

Faça download deste guia passo a passo para aprender como aumentar a taxa de conversão criando segmentação de email no Getresponse.

Vamos mergulhar em cada uma dessas etapas:

Etapa #1: Noções básicas de Segmentação de Email para Aumentar Taxa de Conversão

Segmentação de email é simplesmente a prática de dividir sua lista de emails em diferentes partes ou segmentos. Então, você pode adaptar suas mensagens para cada segmento de forma personalizada.

Cada estágio da segmentação de email leva em consideração os desafios que seu público-alvo enfrenta e a razão pela qual eles entraram na sua lista.

image36

Essência do email marketing: Você pode criar uma proposta de valor única e construir um relacionamento sólido com seus clientes através de email.

Quando você inicia no marketing online, a essência de coletar leads é ter um público pronto, que permitiu o envio de informações e campanhas de email promocionais em intervalos regulares.

Em seu livro clássico, Email Persuasion, Ian Brodie mostrou como email marketing pode ajudar um empreendedor

Tudo isso é mais fácil quando você segmentar a sua lista e se concentrar nos interesses de um segmento específico. Segmentação de email ajuda você a descobrir um potencial inexplorado em sua lista, tirar proveito dela e, com isso, aumentar a taxa de conversão.

image25

Quem deve usar o email marketing? As pessoas me fazem essa pergunta o tempo todo. A maioria dos profissionais de marketing digital ainda acreditam que email marketing não é eficaz para todos os modelos de negócio, mas isso não é verdade.

Não importa em qual mercado você está. Se você lida com clientes atuais e potenciais, então a melhor maneira de se manter em contato com eles é através de email marketing.

Marketing neste contexto não significa que você está sempre vendendo um produto ou serviço para seus assinantes. Significa apenas que você educa seus assinantes sobre os recursos que vão resolver seus problemas.

Então, quem deve usar email marketing? Entre outras, essas pessoas:

i). Autores: Você escreve um blog ou livros? Ou você cria e vende produtos informativos? Então, você deve usar email marketing para se conectar com os clientes, fazer relacionamento com outros autores e notificar clientes potenciais (e clientes), quando o seu novo livro ou blog foi lançado.

ii). Profissionais de marketing de conteúdo: Se a sua principal ferramenta para alcançar seu público-alvo é o conteúdo, faça um favor a si mesmo e construa uma lista de email.

Grande conteúdo não funciona sem leitores. Sempre que eu publico um novo post, eu envio a URL para meus assinantes de emails. Dentro de 24 horas, milhares de pessoas vão ler e beneficiar do post.

iii). Desenvolvedores de software: Pode levar milhares de dólares para desenvolver um software, um aplicativo ou um plugin. Antes de liberá-lo para venda, você tem que testá-lo para consertar os bugs (erros).

No entanto, se você tem uma lista de email decente, você pode permitir que seus assinantes experimentem a versão beta em troca de um feedback honesto. Sem uma lista de email, mesmo se você deixar pessoas aleatórias testarem a versão beta para você, eles não podem enviar feedback útil. Isso é porque você não construir um relacionamento significativo com eles.

iv). Palestrantes, Consultores: Você grande palestrante ou um apresentador em uma próxima conferência ou evento? Você poderia aumentar significativamente o número de participantes, se você enviar convites para sua lista de assinantes. Os consultores também precisam de uma lista de emails, a fim de manter um fluxo constante de clientes.

v). Profissionais de marketing digital, marketing de informação: Profissionais de marketing digital podem usar email marketing para melhorar sua credibilidade online e se comunicar com seus clientes potenciais. Se você vende informações online, não se engane sobre isso – uma lista crescente de emails lhe dará uma grande vantagem.

vi). Fabricantes, atacadistas e varejistas: As pessoas neste grupo que lidam com produtos físicos (por exemplo: sapatos, roupas, carros, equipamentos esportivos) podem usar email marketing para notificar clientes potenciais e clientes sobre as novas oportunidades, novos lançamentos e novidades em suas linhas de produtos.

Benefícios do email marketing: Email marketing tem pelo menos 10 benefícios que fazem valer a pena investir no crescimento de uma lista leal de assinantes.

De acordo com o Radicati Group, o número total de contas de email em todo o mundo deve superar 4,9 bilhões até o final de 2017. Os consumidores representaram 76% de todas as contas de email em 2013 e esse número deverá ficar maior.

Mobile marketing pode estar dominando agora, mas email sempre derrota o Twitter, Facebook, LinkedIn e blogs, em termos de geração de leads e vendas. Em poucas palavras, os benefícios do email incluem:

image23

Precisa de mais provas? Copyblogger aumentou sua taxa de assinatura de emails em 400% após o lançamento da sua plataforma de conteúdo premium, o MyCopyblogger.

Mitos do email marketing: Os mitos são geralmente falsas crenças que podem impedir as pessoas de avançar. Neste caso, eles também podem impedí-lo de aproveitar email marketing para o sucesso do seu negócio.

Então, vamos eliminar alguns dos mitos da “sabedoria comum” que permeiam o mercado. Em um infográfico da Alchemy Worx, você pode ver sete mitos sobre email marketing – aqui está um:

image50

Email marketing é altamente específico para cada caso. A estratégia exata que trabalha para um profissional de email marketing pode não funcionar para você.

Mas não há dúvida de que email marketing em si funciona.

Às vezes, até mesmo as menores mudanças ajudam. Por exemplo, você pode aumentar a sua taxa de abertura de email por 203%, apenas personalizando o título do email ou adicionar algumas palavras fortes.

Etapa #2: Comece com Segmentação de Emails para Melhorar a Taxa de Conversão

Nesta seção, eu vou te dar uma visão geral de segmentação de email e ensiná-lo a começar a fazer os aspectos técnicos para aumentar sua taxa de conversão.

Segmentação de Email – particularmente o que é chamado “micro segmentação” – pode desencadear mais respostas e aumentar as taxa de cliques.

image52

Proprietários de listas de emails estão começando a perceber que encontrar clientes no ponto da necessidade deles é crucial. Os clientes agora esperam que as marcas personalizem seus emails e façam com que eles sejam mais relevantes para as necessidades do cliente.

Segmentações de email populares: Uma das vantagens da segmentação de email é que ela permite que você responda a comportamentos de assinantes e, assim, tornar a mensagem de cada segmento relevante para os assinantes.

Então, como você se certifica de que cada segmento da sua lista de emails recebe a mensagem certa? Basta seguir estas orientações:

Área geográfica: Não importa se a “extensão” geográfica do seu mercado-alvo é grande ou pequena, você pode usar geografia para segmentar sua lista de email.

image22

Em outras palavras, você pode criar uma categoria email especial para as pessoas em uma cidade ou um estado específico. Melhor ainda, dividir o seu mercado – e sua lista – em diferentes zonas, estados e regiões.

Histórico de compras: Você também pode segmentar sua lista pelo histórico de compras.

Isto é obviamente útil. Afinal, se um assinante de longa data tem comprado de você por anos, eles ficariam aborrecidos ao receber mensagens claramente voltadas para novos assinantes que nunca compraram de você antes.

Carrinhos de compras abandonados: Você sabe que 88% dos consumidores dos EUA abandonam um carrinho de compras a cada ano? Isso acontece por uma série de razões, mas, independentemente do motivo, você pode usar a segmentação de email para fechar o ciclo e converter mais vendas.

image11

Quando você lembra os clientes do seu carrinho por email, muitas vezes você pode levá-los de volta para o seu site para fechar a venda.

Isto é especialmente verdadeiro quando eles abandonaram o carrinho de compras, porque eles não estavam preparados para concluir a compra naquele momento. Mas, independentemente da razão para o abandono do carrinho, uma lembrança simples pelo email pode recuperar a compra perdida.

image02

Quando a sua lista coloca esses potenciais compradores em uma categoria própria, você pode manter contato com eles e convencê-los a completar o pedido.

Etapa #3: Entenda Seu Provedor de Serviço de Email Marketing

Há muitos prestadores de serviços de email marketing para escolher. Os principais fazem a segmentação muito mais fácil do que pode parecer à primeira vista. Se você usar Aweber, GetResponse, MailChimp, ou iContact, você pode usar ferramentas para ajudá-lo a crescer a sua lista de email e se comunicar melhor com seus clientes potenciais e clientes.

image35

Prestadores de serviços de email marketing fazem muitas ferramentas úteis que o ajudam a definir, testar, enviar e medir seus emails e sua eficácia. A maioria dos provedores também lhe dão o acesso a dados e relatórios para que você possa avaliar o seu progresso de forma eficiente.

image32

Antes que você possa segmentar uma lista de email, você precisa entender como seu próprio provedor lida com o processo de segmentação.

Acima de tudo, prestar atenção às regras do seu provedor. Isso ajuda você a manter a conformidade e ser bem-sucedido. Ajuste suas configurações de acordo com a sua política de uso e não se esqueça de ativar um recurso de duplo opt-in.

Como Getresponse lida com segmentação de email:

image29

Getresponse acaba de lançar um relatório útil, intitulado “Lista de segmentação.” O objetivo é mostrar como você pode tirar proveito de ferramentas internas para categorizar seus assinantes e aumentar a sua taxa de conversão de email.

Eles também oferecem uma avançada segmentação vídeos que o ajudarão a tirar o máximo proveito dos segmentos da sua lista.

Nota: No Getresponse, segmentação de email é tratada pelo recurso de “Automação”.

image06

 

No entanto, antes de segmentar a sua lista de email, você tem que criar duas ou mais campanhas diferentes em sua conta.

Siga estes passos simples para criar suas campanhas:

Etapa #1: Assine ou efetue login em sua conta Getresponse.

image45

Etapa #2: Clique na campanha atual e selecione “Criar campanha.”

image47

Etapa #3: Dê um nome à campanha. Use um nome de uma palavra, ou use um hífen (-) para juntar duas palavras (por exemplo, “vendas-para-clientes”). Clique no botão “Criar campanha”.

image07

Nota: O nome da campanha deve ser relevante. Por exemplo, se o segmento é para os leitores do blog, você poderia nomeá-lo “Leitores-Blog.”

Repita o processo para cada campanha que pretende configurar.

Para descobrir quantas campanhas que você tem atualmente, basta clicar na guia “campanhas atuais” no canto superior direito. Em seguida, selecione a lista de campanhas.

image51

 

Agora é hora de segmentar a sua lista de email, com base nas campanhas que você criou. Você deve seguir estes passos simples:

Etapa #1: Clique em “campanhas atuais” e selecione “Automação”.

image04

Etapa #2: Escolha suas regras. Em seguida, adicione as regras na sua campanha.

image49

 

Na imagem acima, se você selecionar “após a venda -> então mover”, isso simplesmente significa que uma vez que um assinante compra o seu produto, o seu endereço de email deve ser retirado da campanha geral ou padrão para sua nova campanha segmentada.

O assinante não receberá mais emails enviados para sua campanha padrão, porque ele foi movido para uma lista separada e segmentada.

image27

Getresponse dá uma explicação clara sobre o que cada cada uma das regras significa:

image44

Esse é o processo básico para segmentar uma campanha de lista de email no Getresponse. Se você usar um provedor de serviços de email diferente, os tutoriais abaixo serão úteis:

O que fazer e não fazer: Se você estiver familiarizado com as melhores práticas de email marketing, então você pode trazer os mesmos princípios para enviar email segmentados. Este infográfico mostra como:

image20

Elementos de uma segmentação de email bem-sucedida: Com 81% dos profissionais de marketing usando ativamente email marketing para gerar leads e aumentar as vendas, é muito importante que você faça segmentação de lista da maneira correta para evitar perder o seu público.

Então, quando você está segmentando suas campanhas de email, certifique-se esses elementos estão presentes:

i). Use um nome de remetente reconhecível: Qual nome você vai usar para enviar mensagens de acompanhamento e boletins informativos aos seus assinantes? Os assinantes querem ver se o nome do remetente é o mesmo que viram quando eles se inscreveram.

image40

Não importa o quão qualificado são seus segmentos: se seu nome parece confuso, ele desencoraja as pessoas de abrirem o email. Afinal, eles nem sequer sabem quem você é.

Por exemplo, este email que recebi de Banana Republic não me interessa, porque o nome do remetente não estava claro o suficiente.

image12Em contraste, esta é a forma como as mensagens de Eben Pagan e Envato apareceram na minha caixa de entrada – nomes relevantes e reconhecidos, sem abreviações ou siglas:

image31

ii). Criando o conteúdo certo: Segmentar uma lista irá produzir os melhores resultados para você quando seu conteúdo é destinado corretamente no grupo selecionado.

[id np_ad = “9764” align = “right”] Por exemplo, se você tiver escolhido uma regra que diz que “após a venda -> mudar de lista,” isso significa que você precisa para personalizar o conteúdo para os compradores. Esse conteúdo será logicamente bastante diferente do conteúdo que você enviará para aqueles que baixaram o seu relatório grátis.

iii). Comunicação bidirecional: Isso é realmente muito importante. Qual é o email que seus leads receberão? Se é algo como: nao-responda@suamarca.com, então você está fechando o canal de comunicação nos dois sentidos – ou seja, o envio e recebimento. Seu email de resposta deve ser simples, relevante e mostrando sua marca.

image33

iv). Utilize títulos de emails otimizados: Outro elemento importante para uma segmentação de email bem-sucedida é um título de email otimizado. De acordo com Litmus, você deve manter os títulos de email úteis, específicos e oportunos.

Evite o uso de palavras de spam, bem como quaisquer palavras que possam confundir ou irritar seus assinantes. Simples é melhor.

Yaro Starak garante que sua segmentação de emails tem todos esses elementos – e a segmentação de emails trouxe para ele um extra de US$31.940.

v). Personalização: Personalizar os títulos dos seus emails é opcional, mas pode render até uma taxa de transação 6X maior e taxa de cliques únicos 41% maior.

image01

Se você é um usuário do Getresponse, você pode simplesmente adicionar um código [[firstname]] no início ou no final do seu título para exibir o primeiro nome do seu assinante.

image13

VI). Medição de métricas acionáveis: Enquanto as taxas de abertura e as taxas de cliques podem ser importante, por elas mesmas não farão uma grande diferença no final. Eles são métricas vaidade. Você não pode realmente usar essas métricas para crescer seu negócio.

Em vez disso, concentre-se nas métricas acionáveis abaixo. Eles são muito mais fáceis de analisar e melhorar:

  • Número total de leads qualificados gerados a partir de email
  • Receita por email enviado
  • O retorno sobre o investimento por email
  • Pessoas que renovaram sua assinatura premium através dos seus emails
  • Número total de vendas por email enviado

Etapa #4: Personalizar suas mensagens por segmentos

Segmentar sua lista de emails pode melhorar sua taxa de conversão.

image16

A diferença entre uma lista segmentada e uma lista não-segmentada é bastante grande. Por exemplo, MailChimp relatarou que seus usuários que fazem segmentação conseguem uma taxa 90,79% maior de cliques do que os usuários com listas não-segmentadas.

image30

Para enviar um email para uma segmentação específica, basta excluir todos os outros destinatários da sua campanha.

image37

Tenha cuidado ao selecionar excluir os destinatários, para que você não entregue a mensagem certa para a pessoa errada.

Escreva títulos de email relevantes: A de caixa de entrada do seu assinante fica lotada. É por isso que você tem que fazer o título do seu email útil, clicável, e curto.

image26

Alguns títulos de email funcionam muito bem. Por exemplo, olhe para o enviado de Manicube, uma empresa que leva manicures no escritório do cliente.

image46

Manicube usou curiosidade no assunto do seu email. Muitas vezes somos solicitados a fazer algo, mas o que acontece quando você pede às pessoas para não abrirem o email?

image09

É curto, mas faz as pessoas ficarem curiosas. Você só precisa ter certeza de que quando você usa títulos como este, o seu conteúdo é realmente útil e interessante. Caso contrário, você pode irritar seus assinantes, levando-os a descadastrarem da sua lista.

Se você é um especialista em SEO, um blogueiro, ou web designer, você pode melhorar esse título. Por exemplo:

Tráfego de Busca: Não Abra este Email

Variações no Tráfego: Não Abra este Email se Você tem Bastante Tráfego no Site

Técnicas para Blog: Não Clique ou Abra Este Email

13 Estratégias de Blog que Você Não Deve Saber

Tendências do Web Design: Não Abra Meu Email

Design de Websites: Eu Não Quero que Você Abra Este Email

Recentemente, eu me inscrevi em várias listas de email, a fim de ver como outros profissionais de marketing estão formatando seus títulos de email. Para ser honesto com você, quando eu chequei minha caixa de entrada, apenas dois emails me chamaram a atenção. Dê uma olhada:

image48

O primeiro email é do Daniel, um guru do serviço ao cliente da 2Checkout. Eu me interessei no email, porque, como um cliente, eu estou sempre pronto para uma oportunidade de me beneficiar dos serviços que eu uso. O título não é sobre a marca, mas sobre mim e como os meus desafios podem ser enfrentados.

Ao escrever o título do seu email, foque no benefício, e deixe claro o que o destinatário vai ganhar com a leitura.

O segundo email é da Yesware. Yesware é uma marca de confiança; ele ajuda muitas pessoas rastrearem quando os destinatários clicam ou abrem seus emails.

O nome do remetente é Yesware, que é bastante claro. O título do email é sobre a própria empresa, mas eu estou animado sobre o estudo de caso.

“O que 23 milhões de emails nos ensinou sobre fins de semana prolongados”

Eu sei que, abrindo e lendo este email, eu posso aprender uma ou mais lições a partir da análise de 23 milhões de emails.

Use este artigo da Hubspot para melhorar os títulos dos seus emails: 18 Melhores Títulos de Emails você já leu

Use palavras de poder que inspiram os destinatários a clicar: Há palavras que você pode usar para inspirar ação e persuadir seus destinatários para abrir e ler seus emails.

Estas palavras são chamadas de “palavras de poder.” Elas apelam para as emoções dos usuários. Elas podem permanecer na mente de seus assinantes. Quando estas palavras de poder são usadas títulos de posts – e assuntos de email – eles podem quase triplicar suas taxas de clique.

Por exemplo, Jon Morrow usa palavras de poder em cada post ele escreve ou edita:

image19

Dê uma olhada nesta lista parcial de palavras de poder:

  • Poderoso
  • Melhorar
  • Confiável
  • Aprender
  • Você
  • Grátis
  • Imediatamente
  • Descubra
  • Lucro
  • Saber
  • Entender
  • Melhor
  • Vencer
  • Mais
  • Bônus
  • Exclusivo
  • Extra

Nota: Algumas destas palavras de poder podem fazer com que seus emails sejam rotulados como spam. Visualize seus emails com cuidado antes de enviá-los para seus assinantes.

Além disso, envie uma versão de teste para sua caixa de entrada e confirme que você recebeu em sua caixa de entrada. Para ser mais seguro, use grá.tis ou gráti.s em vez de “grátis”.

Shopify também usa palavras de poder em seus títulos de email:

image28

Escrever texto que convence: Uma das melhores dicas que eu já ouvi é combinar o título do email com o conteúdo do email.

Por exemplo, se sua linha de assunto menciona “técnicas de terceirização”, em seguida, sua cópia deve ser sobre isso, e não “sites de terceirização” ou “por favor, compre o meu livro.” Seu título e conteúdo devem combinar e, juntos, eles devem resolver um problema específico.

image43

Etapa #5: Entender as Razões para Segmentar uma Lista Não-Segmentada

Mais cedo, eu te mostrei como criar novas campanhas e segmentar sua lista. Há boas razões para segmentar sua lista. Antes de discutirmos estas razões, aqui está uma história de sucesso:

Totes tinha um desafio. Eles estavam recebendo visitantes para se inscreverem na sua lista, mas apenas alguns deles estavam realmente respondendo aos emails. Eles decidiram segmentar sua lista e no prazo de 14 meses, eles aumentaram a sua receita vinda do email marketing em 7.000%.

image24

Muitos assinantes que não poderiam comprar seus produtos responderam positivamente às mensagens que foram adaptadas a eles.

Certifique-se de medir o impacto das suas mensagens. Isso ajuda você a descobrir o que está funcionando e o que não está.

Sem mais delongas, aqui estão três razões principais pelas quais você deve segmentar sua lista não-segmentada:

Envie campanhas direcionadas: Você pode focar nos seus clientes segmentando sua lista. Se você só configurar uma campanha ou resposta automática para todos os seus assinantes, então você enviar mensagens genéricas que não podem realmente beneficiar cada assinante. Ser pessoal ajuda a garantir que suas campanhas consigam um grande resultado.

image15Por exemplo, se alguns dos seus assinantes de email abandonarem o carrinho de compras, você pode enviar uma mensagem oferecendo descontos ou frete grátis para compras concluídas naquele dia.

Esse tipo de mensagem não teria sentido para um novo assinante.

Um exemplo típico: Uma campanha de email direcionada gerou um aumento de 124% nos compartilhamentos sociais para o True Citrus.

image39

ii). Adicionar personalidade para suas mensagens: Antes, você viu como MailChimp descobriu que a personalização aumentou a eficácia das campanhas de email em todas as campanhas segmentadas em 14% para a taxa de abertura, e 15% para as taxas de clique.

Personalização de emails pode acontecer de duas maneiras:

a). Quando você usa um nome de remetente que é simples e significativo (por exemplo, Neil Patel ou QuickSprout)

b). Quando você chama seus destinatários pelo seu primeiro nome, nome completo, nome ou sobrenome. No Getresponse, os códigos de personalização são: [[firstname]], [[fullname]], [[lastname]].

Os clientes respondem melhor aos títulos de email personalizados. Veja por si mesmo:

image03

iii). Incentive a lealdade do assinante: Segmentação de emails ajuda a construir a lealdade do assinante. Isso se traduz em maiores taxas de retenção de clientes.

image17

Ao continuar a construir relacionamento com seus assinantes, adequando o conteúdo para os seus diferentes segmentos da lista, você vai incentivar assinantes para permanecerem leais à sua marca. Eles vão desenvolver um maior nível de confiança.

Ao segmentar suas listas e campanhas, você vai reduzir a taxa de descadastramento em 28% e minimizar reclamações de spam em 15%.

Etapa #6: Entenda Como Otimizar a Taxa de Conversão

Otimização da taxa de conversão (CRO) refere-se basicamente a criar a melhor experiência do usuário e satisfação para os seus visitantes para que eles comprem o seu produto. Otimização da taxa de conversão tem foco nos leads e receitas e é um tema importante para continuar a explorar.

image42

CRO te ajuda a responder estas perguntas: Quantos clientes seu conteúdo atraiu, e qual porcentagem deles converteram em clientes?

Definir metas: Sem um objetivo, você está indo a lugar nenhum. Isto é crítico na segmentação de email. Um objetivo te dá uma direção para cada passo que você toma.

Estabeleça metas realistas para as suas campanhas de email, em seguida, transforme seu plano em ações específicas. Por exemplo, você quer aumentar o seu número de assinantes? Você quer melhorar as taxas de abertura ou taxas de clique?

Seja o mais específico possível. Você quer acrescentar 400 novos assinantes à sua lista de segmentação este mês ou aumentar taxas de abertura de email em 22%? É possível se você seguir as etapas descritas aqui.

image14

De acordo com o Admiral Grace Hopper, “uma medição precisa vale mais do que mil opiniões de especialistas.” Isso significa que quando você definir uma meta para as suas campanhas de email e segmentação, você vai ser capaz de medir seu progresso ao longo do tempo.

Então, qual é a melhor maneira de definir metas e acompanhar o seu sucesso? Clique no link abaixo:

Como Controlar os Assinantes da Lista de Mailing Usando Metas no Google Analytics

Teste A/B nos títulos de email: A principal razão para fazer testes A/B com os títulos é descobrir qual a campanha converte melhor para você. A maioria dos provedores de serviços de email oferecem um recurso que irá ajudá-lo a realizar A/B split testes.

Mas antes de realizar um teste A/B, certifique-se de que seus títulos de email estão obedecendo as regras, como afirma Copiar Hackers.

image38

Joanna Wiebe testou diferentes títulos de emails. Aqui estão os resultados:

image10

Para usuários do Getresponse, é muito fácil de configurar um teste A/B.

Primeiro passo: Faça login na sua conta. No painel, selecione a opção “criar newsletter”.

image34

Passo dois: Ligar o botão de teste A/B.

image18

Passo três: Clique no botão “próximo passo”, em seguida, selecione o seu modelo. Clique no botão “próximo passo” novamente.

image41

Passo quatro: Escolha o tipo de teste A/B – neste caso, “Assunto do email.”

image00

Quinto passo: Faça os diferentes títulos de email que você gostaria de testar. Você pode personalizar alguns deles se você quiser.

image21

Na imagem acima, eu estou testando duas linhas de assunto do email diferentes:

Marketing de Conteúdo Parte 4

vs.

Curso de hoje: Marketing de Conteúdo Parte 4

Você pode clicar no link “Adicionar mais” para simplesmente adicionar quantos títulos de email que você quiser testar. Se você está apenas começando com testes A/B, eu recomendo que coloque apenas duas opções – A e B. Você pode explorar mais opções com testes variados.

Sexto passo: Configurar seu teste A/B.

image05

Aqui, sempre defina a opção “Enviar melhor mensagem automaticamente” para “OFF”. Dessa forma, as mensagens só serão enviadas quando você aprová-las. Você, então, escolhe a melhor mensagem, talvez pela Taxa de Abertura ou Taxa de cliques, e ajusta o seu período para 1 dia (ou qualquer que seja o período que você quiser).

É igualmente importante receber notificações quando o teste foi completado – ou seja, quando a mensagem chegar à caixa de entrada do seu assinante.

Conclusão

Se você estiver usando SEO, mídias sociais, ou email marketing, você está trabalhando duro para aumentar as vendas dos seus produtos/serviços. Mesmo hoje, como há alguns anos, a maioria dos profissionais de internet marketing não considera a segmentação de email um aspecto vital do email marketing.

Eu acho que essa é a principal razão para as baixas taxas de abertura e cliques que a maioria das pessoas veem quando enviam campanhas de email marketing. Mas os profissionais de marketing espertos que segmentam suas listas têm visto um aumento de 30% na receita gerada por email.

Sem segmentação, é difícil engajar seus assinantes e melhorar a sua taxa de conversão.

Meu conselho de despedida … se familiarize com as ferramentas do seu provedor de serviços de email. Você pode realizar muito em termos de gerenciamento de contatos, segmentação de email, automação de marketing e vendas, simplesmente usando essas ferramentas corretamente.

Acima de tudo, ficar consistente e nunca desistir se você não conseguir alcançar os objetivos definidos. Siga os passos simples que descrevi acima. Você pode ter sucesso com email marketing, mas isso não vai acontecer da noite para o dia.

Você segmentou sua lista de emails? Se sim, como tem sido sua experiência até agora? Se não, o que é que você está esperando?

Share