Como Conseguir 162 Pessoas Fazendo Comentários no Blog

comment

Recentemente, postei no blog um artigo sobre SEO black hat.

Enquanto escrevo este artigo, o post sobre black hat já tem 162 comentários.

O artigo nem foi tão bem do ponto de vista de compartilhamento em redes sociais.

 

image11Mesmo sem muitos compartilhamentos, as coisas estavam esquentando (num bom sentido).

As pessoas estavam escrevendo longos comentários.

image03

Adorei! Era como se eu tivesse juntado um grupo de SEOs num bar. Falando, dando risadas, trocando histórias de guerras, tudo muito divertido.

Esse é o poder de um grande artigo. Atrai comentários, cria comunidades e multiplica valor.

Sabe o que é um pouco triste?

Muitos blogs pararam de aceitar comentários. Entendo de onde vem essa decisão. Mas na minha opinião, comentários são excelentes!

Para os muitos profissionais de marketing que são a favor de comentários em blogs, escrevi isto para vocês.

Quero mostrar as coisas que fiz nos meus blogs para para gerar dezenas de milhares de comentários ao longo dos anos.

E se você quiser se juntar à discussão, sinta-se a vontade para deixar um comentário!

Aprenda como eu criei uma audiência engajada de blog que retorna ao site 40% das vezes e deixam comentários mensalmente.

É bom liberar comentários?

Há uma tendência em remover comentários de blogs.

Antes de me aprofundar em como conseguir comentários, permita-me compartilhar a perspectiva de outras pessoas sobre a questão.

Um dos blogs de destaque a excluir comentários foi o Copyblogger.

image00

Outro blog, o Problogger, já deixou no ar que talvez seja uma boa ideia fechar a caixa de comentários.

image15

Por que alguém iria fazer isso?

Essas são algumas das razões:

  • Comentários não contribuem para o desenvolvimento de um diálogo. Um “nossa, obrigado pelo artigo” ou “uau, concordo com você!” não agregam muito valor.
  • Às vezes, comentários são pedidos mal-disfarçados de marketing ou backlinks. Sim, recebo muitos desses.
  • A maioria dos comentários é spam. Um bom bloqueador de spam pode impedir que isso aconteça, mas entendo essa razão.
  • Moderação de comentários toma muito tempo. Conheço muitas pessoas com empregos em horário integral de monitoramento e aprovação de comentários.
  • Comentários ofensivos. E são bem reais. Geralmente, quanto maior a sua influência, mais chances você tem de virar alvo de pancadas, comentários cheios de ódio e ataques verbais.
  • A maioria dos comentários acontece em redes sociais. Meus posts conseguem muitos comentários, mas a ação é, geralmente, 16x maior no meu Facebook, Twitter e Google+.
  • Comentários geram polarização.
  • Comentários viram insultos.
  • Comentários podem destruir com a eficiência de um artigo.

Esses são alguns argumentos fortes contra comentários em blogs.

Mas remover comentários não é a decisão correta para todos.

E neste momento, não é a decisão certa para os meus blogs.

Essas são algumas das razões que me fizeram manter os comentários:

  • Entro em contato com novas pessoas.
  • Aprendo muito.
  • Produzo valor personalizado para mais pessoas.
  • Descubro sobre o que as pessoas querem ouvir mais.
  • Entendo o que provoca empolgação ou raiva nas pessoas.
  • É vantajoso para mim acompanhar opiniões diferentes numa conversa.
  • O número de comentários me diz o quão popular é um determinado artigo.
  • Evoluo ao desafiarem os meus pontos de vista.
  • A comunidade se ajuda quando necessário.
  • Descubro áreas de confusão ou preocupação e posso explorá-las em artigos futuros.
  • As pessoas preenchem os buracos nos meus artigos.
  • As pessoas contribuem com mais pesquisas e descobertas.
  • As pessoas compartilham informações úteis.
  • As pessoas compartilham casos que dão um colorido a mais e deixam o tópico do artigo mais interessante.
  • As pessoas se conectam e agregam valor à comunidade.

Se não fosse pelos comentários – por aqueles entre vocês que contribuem e falam – meu blog não teria o valor que tem hoje, nem um pouco.

Aprendo constantemente com pessoas que compartilham opiniões e informações nos comentários.

Obrigado, sou muito grato.

O que motiva as pessoas a comentarem?

Quando você se aprofunda na psicologia da coisa, comentários são fascinantes!

Humanos são programados para se conectarem a outros humanos. Está em nosso DNA. O ciclo da comunicação e resposta está em constante movimento, mesmo num ambiente digital.

Esse ciclo produz engajamento emocional.

image16

Mesmo aquele sentimento de “fazer parte” que todos sentimos é saciado em parte por comunidades digitais e interações online.

Teóricos motivacionais e psicólogos situam experiências digitais e comunidades no topo da famosa pirâmide “Hierarquia de Necessidades”.

image07

Se você tem trinta e poucos anos ou menos, já experimentou algum tipo de experiência romântica no Facebook.

image27

É assim que as coisas são!

Num nível psicológico, é por esse motivo que as pessoas estão no Facebook, Twitter e sim, claro, porque deixam comentários em blogs.

Pessoas bem mais inteligentes que eu já pesquisaram muito sobre esse assunto.

image29

O fato é que o ambiente social de hoje é o ambiente digital.

Na próxima seção, vou discutir controvérsia e como ela tem um papel nos comentários em blogs.

Conexão social acontece de duas maneiras. As pessoas são incitadas a interagir por causa da afeição que sentem umas pelas outras e por causa do antagonismo a outras.

Se as pessoas quiserem encher você de afeto, elas irão expressar gratidão e apreciação nos comentários.

Screen Shot 2017-02-06 at 7.17.24 PM

Se o seu artigo for um pouco mais controverso, então irá receber comentários sem afeição.

E isso é, em parte, a razão das pessoas deixarem comentários em blogs.

Como criar um artigo onde as pessoas certamente irão deixar comentários

Até agora, você já sabe de duas coisas:

  • Você quer que as pessoas comentem em seu blog.
  • Você meio que já sabe o por quê das pessoas comentarem em seu blog.

Agora você precisa ligar as pontas para ter certeza que as pessoas vão mesmo comentar em seu blog.

Como fazer isso acontecer?

Um detalhe: provavelmente você não irá atrair 162 comentários para o seu blog se o seu tráfego estiver baixo.

Se o seu Analytics está parecido com esse, é melhor trabalhar para aumentar o tráfego e só depois, em gerar comentários.

image17

Quanto de tráfego é necessário para sustentar mais de 100 comentários?

Nem tanto quanto você pensa.

Meus primeiros posts já atraiam mais de 100 comentários rapidamente, mesmo com um tráfego bem baixo.

image02

Tenham em mente que esses artigos não ganharam mais de 100 comentários instantaneamente. Alguns apareceram anos depois da publicação dos artigos.

Resumindo: você precisa de tráfego para ter comentários. Mas não preciso de muito não.

Agora, vamos falar sobre as táticas exatas para incitar comentários:

1. Escolha o tópico correto.

Um artigo digno de comentários começa com um tópico correto (e título, explico abaixo).

Se você escolher um assunto entediante, vai gerar uma resposta entediante, ou seja: nenhuma.

O tópico correto – um que gere comentários – não precisa ser controverso. Um dos meus artigos com mais comentários abordava um tópico bem genérico (como iniciar um blog).

O tópico correto tem muitas qualidades.

  • É um que provoca interesse nas pessoas.
  • É útil.
  • É usável.

2. Escreva em primeira pessoa

Sempre escrevo em primeira pessoa.

Como não tenho experiência com outro estilo de escrita, vou falar sobre o que uso. Funciona pra mim.

Escrever em primeira pessoa significa que você usa as palavras eu, meu, minha e não esconde o fato de que um ser humano de verdade está escrevendo o artigo.

E é para isso que serve a comunicação – uma pessoa levando uma mensagem para outra pessoa.

Se você acha que é arrogante escrever em primeira pessoa, não se preocupe com isso.

O motivo por trás da escrita em primeira pessoa não é arrogância, é ser normal. Escreva da maneira como você fala.

Veja um post que fiz para o Quicksprout em janeiro:

image08

Nove referências em primeira pessoa!

Será que estou obcecado em mim mesmo? Não, estou apenas conversando com você.

Se você está falando com um amigo, não vai dizer “Esse indivíduo foi comprar um Apple Watch numa loja”.

Iiiiiih!

Você diria “Finalmente comprei um Apple Watch ontem”.

Já li livros onde o autor escreveu “O autor deste livro acredita…”

Parece forçado e esnobe. Por que não dizer “eu acredito” e facilitar pra gente?

Escrever em primeira pessoa deixa a sua escrita mais autêntica e pessoal. E isso incita comentários.

3. Seja totalmente transparente.

Também é importante ser transparente com os seus leitores.

E é importante porque você quer a confiança de seus leitores.

Não me importo de contar alguns detalhes sobre a minha vida.

image31

E é provável que esse seja o motivo de tantos comentários no artigo acima.

Se você é transparente com as pessoas, elas serão com você. É assim que relacionamentos funcionam.

Digamos que você está conhecendo alguém. Aos poucos, você vai deixando que essa pessoa entre na sua vida ao contar a ela as suas crenças, gostos e desgostos, como foi o seu dia, etc.

Como seria se você nunca compartilhasse coisas como estas?

“E aí, como foi o seu dia??”

“Não estou a fim de divulgar essa informação para você”.

“Tá, então quando é o seu aniversário?”

“É pessoal.”

“E qual a sua cor favorita?”

“Confidencial.”

Ser transparente com outros os ajuda a serem transparentes com você, encorajando-os a darem de volta.

Esse princípio da reciprocidade humana funciona também para comunicação em blogs.

Você escreveu um post. Demorou quatro horas. As pessoas gostam disso. Elas retribuem o favor escrevendo um comentário.

image32

A melhor coisa sobre reciprocidade é que tem um efeito cascata também.

Quando as pessoas começam a comentar, não é só uma conversa de um para um. Existem várias pessoas interagindo umas com as outras, compartilhando e fornecendo valor.

image19

Quando você estiver disposto a ser transparente, vai começar a receber comentários.

É garantido.

4. Escolha um lado.

Senadores dos Estados Unidos recebem milhares de ligações por dia.

(Claro que eles não atendem as ligações).

E quando eles pisam na bola ou tomam uma posição controversa sobre algum assunto, eles recebem dezenas de milhares de ligações, emails, cartas e provavelmente algumas ameaças de morte.

Veja algumas dessas notícias:

image20

image13

image26

Uau. E eu achava que eu recebia muitas ligações.

Por que essas pessoas estão sendo enterradas em correspondências?

Bem, posso garantir que a maior parte dessas ligações e emails não são cartas de amor ou de fãs.

Políticos escolhem um lado em debates e as pessoas respondem a isso – às vezes, com raiva e ódio.

Não estou dizendo para você ser malvado, cruel, raivoso ou divisivo. Você pode ser a pessoa mais gentil e simpática do planeta, e ainda assim escolher um lado e gerar muitos comentários.

O que quero dizer com “escolher um lado”?

Algumas coisas:

  • Contribuir com uma opinião que ninguém mais está tendo em um debate.
  • Contribuir num estilo diferente de outros.
  • Escolher um lado num debate com o tanto de explicação e racionalidade que você achar necessário.
  • Ter, com respeito, um ponto de vista contrário à opinião popular. Apoiá-la com argumentos claros.

Já fiz isso neste artigo.

Compartilhei o ponto de vista daqueles que escolheram remover comentários de seus blogs e expliquei porque acho que comentários são ótimos.

Escolhi um lado num debate controverso.

Se você tentar ser controverso só para ser controverso, é melhor nem tentar.

Alguns blogueiros tentam essa tática, mas perdem o respeito rapidamente.

image01

Apelidar com nomes ofensivos e usar linguagem agressiva não são sinônimos de “escolher um lado”. Isso é ser um bully.

Artigos desse tipo geram comentários?

Sim, mas geralmente de outras pessoas com raiva e com vontade de brandir seus punhos.

image23

Isso não faz muita coisa para agregar valor à vida das pessoas ou ao mundo em geral.

Não tenho medo de me apropriar de controvérsias, mas acredito que é um desperdício de vida sair por aí agindo como um bully.

5. Vá fundo em seu conteúdo.

Alguns dos meus artigos com mais comentários são também os mais longos.

Pensava que, se escrevesse muito, as pessoas não iriam ler.

Pelo contrário: quanto mais eu escrevia, mais as pessoas liam, se engajavam, compartilhavam e comentavam nos artigos!

Não faz muito tempo que escrevi um artigo com mais de 10.000 palavras.

Você sabe quanto tempo leva para ler um artigo desses?

76 minutos. Mais de uma hora!

image06

Muitos dos meus leitores são de outros países e o inglês não é a língua nativa deles.

A velocidade de leitura desse público é mais devagar, então levam mais tempo para ler o artigo.

O mais surpreendente sobre esse artigo?

Tem 757 comentários até agora.

image05

Você não precisa escrever artigos de 10.000 palavras, mas certamente atrai comentários!

As pessoas estão sedentas por conteúdos bem pesquisados. Mate essa sede e eles provavelmente irão comentar.

6. Prenda as pessoas pelo título.

Tive esse estalo outro dia.

Muitas das pessoas que visitam meu site nem leem os artigos.

Como sei disso? Mapas de rolagem.

image25

Na verdade, isso não me incomoda.

Enquanto escrever um bom título, as pessoas que não lerem irão compartilhar com outras.

As pessoas que se importam vão ler e extrair valor da leitura.

Se acerto nos títulos, recebo muitos comentários. É simples assim.

Tanto que algumas pessoas comentam em artigos apenas por causa dos títulos! Isso acontece muito no Facebook.

image12

Ocasionalmente, as pessoas leem os títulos e respondem nos comentários algo como “nem li o artigo, mas…”

Enquanto a conversa for informal, civilizada e válida, tá bom pra mim.

E só precisei de algumas palavras – o título – para iniciar a discussão.

7. Peça por comentários.

Se você quer uma conversa, precisa iniciá-la.

Na maioria das vezes, pergunto uma questão simples ao final dos meus artigos.

image14

As pessoas respondem? Nem sempre. Haha!

Pergunto apenas para fazê-las pensar. Além do mais, mostra que estou interessado em ouvir dos leitores.

E essa é toda a questão. Se você consegue comunicar “Olá, adoraria ouvir de você”, isso abre as portas para mais comentários.

Sei que meus artigos não são opiniões definitivas sobre questões. Por isso quero ouvir o que outros têm a dizer.

Vou pedir por histórias pessoais ou outros conselhos muitas vezes.

8. Facilite para as pessoas comentarem.

Alguns blogs dificultam os comentários.

Veja este artigo da Forbes, por exemplo. Atraiu muitas visitas.

image18

Também foi bem controverso.

Mas só tem um comentário!

image04

Por quê?

Na verdade, esse número esconde a informação real! Forbes mostra apenas o número dos “comentários mais lidos”.

No total, o artigo consegui 30 comentários, o que ainda é pouco.

É difícil comentar porque você tem que clicar no link “Comentar nesse artigo” e esse link está rodeado de anúncios e outras distrações.

image30

Quando você clica, aparece uma barra lateral.

image09

Não dá só para deixar um comentário.

Se você clicar no campo “digite seu comentário”, aparece um pop-up.

image33

Você tem que criar uma conta na Forbes para comentar. Caso queira comentar, seguir ou responder, é preciso criar uma conta.

Entendo porque a Forbes faz isso.

Mas de uma perspectiva de comentários, são muitas barreiras.

Por isso que digo: facilite os comentários.

Para deixar um comentário no meu blog, você só precisa fazer o seguinte:

Primeiro, role até o final do artigo para ver a caixa de comentários.

image24

Depois, escreva seu comentário.

image28

Clique em “postar comentário”.

image21

O seu comentário será postado imediatamente e você já vai poder vê-lo na sequência de comentários.

image22

Essa facilidade tem seu preço. Uso muito tempo interagindo com comentários.

Mas é um bom preço. Se eu começo a conversa, tenho a responsabilidade de me envolver na conversa, e eu adoro.

Conclusão

Quer descobrir algo maluco?

As qualidades numa escrita que incitam comentários são as mesmas de uma grande escrita.

Talvez você não queira comentários, tudo bem!

Talvez tenha tomado a decisão de desligar os comentários em seu blog. Ok.

Com ou sem comentários, o seu blog é um lugar onde as pessoas vão para aprender, interagir e extrair informações valiosas.

Essa conversa vai acontecer em algum lugar, quer você queira ou não.

Faça dessa uma conversa de valor ao criar conteúdo de valor.

Adoraria saber o que você pensa sobre comentários em blogs. É a favor? Contra? E que tipo de atitudes tomou para atrair mais comentários?

Share