Erros Comuns Que Destróem Anúncios PPC (e Como Evitá-los)

wreck

Anúncios PPC podem ser uma das maneiras mais rápidas de gerar clientes para seu negócio.

No entanto, executar uma campanha de anúncios PPC da forma correta não é necessariamente fácil.

Muitas pessoas acabam perdendo dinheiro ao executar anúncios PPC e isso muitas vezes leva a acreditar que os anúncios PPC não servem para elas – ou para os seus negócios.

Entretanto, na maioria dos casos, as pessoas estão apenas cometendo alguns erros simples que podem ser facilmente corrigidos.

Neste artigo, vamos dar uma olhada nos erros mais comuns que as pessoas cometem ao executar campanhas de anúncios PPC.

Vamos analisar como lidar com esses erros e como ajustar suas campanhas para que elas funcionem da melhor forma possível.

Você roda campanhas frequentes de anúncios PPC? Este pequeno guia ajudará a evitar alguns erros fatais de PPC.

Até o final deste post, você saberá mais do que o suficiente, quando se trata de evitar erros na execução de campanhas de PPC.

Vamos começar.

Segmentação incorreta

Falhar ao segmentar corretamente seus anúncios PPC faz com que eles sejam exibidos para as pessoas erradas.

Isso é um problema, porque os seus anúncios acabarão sendo exibidos para pessoas que não se importam com eles.

Afinal, você clicaria em um anúncio de um “serviço de passeio de cachorros” se você nem sequer possui um cachorro?

Felizmente, a má segmentação pode ser facilmente corrigida e não é algo que se leva uma eternidade para dominar.

Se você quiser segmentar seus anúncios PPC de forma correta, há duas coisas que você precisa aprender.

A primeira é quem o seu cliente realmente é.

Você pode descobrir isso através da criação de algo conhecido como Persona do Comprador.

Em uma Persona de Comprador você descreve as características do seu cliente ideal.

image05

Com uma Persona de Comprador, você almeja descobrir as seguintes informações sobre seu cliente:

  • A idade
  • A ocupação
  • Os medos
  • Os interesses/hobbies
  • Quem os Influencia

Existem outras coisas que você vai querer descrever ao criar uma Persona do Comprador, mas essas características devem ser suficientes para você começar.

A segunda consideração importante é como as opções de segmentação funcionam para a plataforma que você está usando.

Por exemplo, com o AdWords, você está segmentando por palavra-chave. Com o Facebook, no entanto, a segmentação é realizada por grupos demográficos.

Embora haja pontos semelhantes entre as duas plataformas, elas ainda são bastante diferentes em sua mecânica de segmentação.

Dessa forma, só porque você é eficaz com uma plataforma de anúncio PPC não significa que você será eficaz com a outra.

Eu comentei aqui como você pode segmentar os anúncios PPC no Facebook de forma acertada e aqui como você pode segmentar seu AdWords Ads.

Aqui estão algumas dicas que você pode usar, se você quiser melhorar a segmentação de seus anúncios PPC.

Se você estiver usando anúncios do Facebook, considere a criação de ‘Público Semelhante’.

image07

Aqui é o lugar onde o Facebook vai segmentar os anúncios PPC com base em um ‘Público Personalizado’ que você determinar.

Tal público pode ser obtido a partir de uma lista de e-mail ou das pessoas que visitam seu site.

Se você segmentar os anúncios PPC do Facebook de forma eficaz, você pode até conseguir manter seu CPC abaixo da média do Facebook 2015 de $0.64.

Se você estiver usando o AdWords, certifique-se de usar palavras-chave que têm a intenção do comprador.

Essas são palavras-chave usadas por pessoas que estão querendo comprar alguma coisa, e como resultado, os anúncios PPC que têm base nas palavras-chave são mais propensos a converter.

Brian Dean se refere a isso como palavras-chave com intenção comercial.

Se você estiver rodando uma campanha de display ou uma campanha de pesquisa é importante que você mantenha a segmentação correta, senão o seu anúncio pode não se sair bem perante as pessoas que estão visualizando.

No fim das contas, as pessoas gostam de deixar que o Google saiba o que elas pensam sobre os anúncios que são mostrados a elas, e em 2015, o Google recebeu 4 bilhões de peças de feedback de visualizadores de anúncios.

Se o anúncio não for conduzido corretamente, ele pode receber feedback negativo.

Lance inadequado

56.1% dos anúncios digitais nunca são visualizados na rede do Google. Indiscutivelmente, parte deles pode estar relacionada a um lance inadequado.

Se os seus anúncios PPC parecem estar convertendo bem, mas não estão gerando cliques suficientes, considere aumentar os lances.

Mesmo se você achar que seus anúncios PPC não estão recebendo clique algum, aumente os lances e veja o que acontece.

Ao fazer isso, você vai descobrir se tem uma campanha de anúncios PPC em suas mãos, ou apenas uma campanha de anúncios PPC em um espaço altamente competitivo.

[Id np_ad = “9766” align = “left”] Desde que você tenha definido um orçamento, não há mal  algum em fazer isto.

Fique de olho nesses números, se você não quiser desperdiçar dinheiro no longo prazo.

Se você aumenta os seus lances, mas os seus anúncios PPC não recebem cliques, então, sua segmentação pode estar incorreta ou o texto do anúncio precisa ser ajustado.

Se os seus anúncios estão gerando mais cliques, mas você não está gerando clientes como resultado, então, novamente, a segmentação pode estar incorreta.

Também tenha em mente, que pode ser que a landing page (página de conversão) não esteja cumprindo as promessas feitas em seu anúncio.

Texto do Anúncio

O texto do anúncio é uma das coisas mais difíceis de superar. Pode dar trabalho para acertar, especialmente se você é novo no marketing online.

Mesmo se você tiver experiência em marketing online, o fato de que cada plataforma de anúncio exige um estilo diferente de texto ainda pode dificultar o seu trabalho.

A melhor maneira de melhorar o texto de seu anúncio é estudar outros anúncios.

Se você clicou em algum anúncio recentemente, faça um print dele e mantenha-o em um ‘Swipe File’ (conjunto de bons anúncios e títulos).

Manter um registro de um anúncio atraente é importante, pois há algo no anúncio que fez com que você agisse.

Por causa disso, é uma boa ideia estudar o anúncio e descobrir o que foi que fez você clicar nele.

Na maioria das vezes, você será capaz de deduzir uma fórmula que foi usada pelo criador do anúncio para escrever o texto persuasivo.

Se você quiser examinar um arquivo de anotação criado por um outro profissional de marketing, eu recomendo que você visite Swiped.co.

image06

Você não precisa copiar os anúncios – apenas use-os como inspiração.

Você também deve ficar de olho nos anúncios que estão rodando há muito tempo.

O próprio fato de que eles estão rodando por tanto tempo significa que o anunciante ganhou um R.O.I que pode pagar para o anúncio continuar visível.

Fique de olho no seu feed de notícias do Facebook, ou em determinados anúncios de pesquisa e veja se você nota alguns anúncios sendo executados há algum tempo.

[Np_ad id = “9764” align = “right”] Você também pode usar ferramentas de análise de concorrentes, como o Spyfu, para conseguir esse feito.

Com o passar do tempo, você vai entender a psicologia por trás do que faz um anúncio eficaz.

Isso dará a você um conjunto de habilidades mais completo, quando se trata de escrever anúncios e que também impedirá de cometer erros fundamentais ao escrever textos inspirados em outros anúncios.

Você pode fazer isso através da compra de alguns livros sobre o tema, ou assistindo a alguns cursos online que ensinam os fundamentos de anúncios PPC.

Ter bons criativos de anúncios (imagens) é também uma parte importante da criação de campanhas de PPC rentáveis.

Nem todas as formas de anúncios PPC permitem imagens, então as dicas abaixo se aplicam mais a algumas plataformas do que a outras.

Além disso, diferentes plataformas de anúncios terão regras diferentes quando se trata de criativo.

Por exemplo, o Facebook permite que apenas 20% da área da imagem seja usada para inserir texto.

Você pode, entretanto, ser mais “persuasivo” no texto de imagem do Facebook, bem como em uma campanha do Google Display, mas você precisa ser um pouco mais cauteloso.

Por exemplo, você não pode inserir ‘clique aqui’ na imagem.

Se você não seguir as regras, o Google não tem receio algum de desativar o seu anúncio – em 2015, 780 milhões de anúncios foram desativados devido à violações de política.

Você pode consultar as regras para o Google Ads aqui.

Em qualquer caso, como acontece com o texto do anúncio, a melhor coisa que você pode fazer é estudar outros anúncios e as imagens que eles usaram.

Preste atenção especial aos anúncios que chamaram sua atenção e inspiraram a clicar. Afinal, se você clicou, é porque eles estão cumprindo o papel deles.

Muitas vezes, fotos de pessoas tendem a funcionar bem na maioria dos criativos de anúncios.

Além disso, os anúncios que parecem muito profissionais geralmente não funcionam tão bem quanto o estilo de anúncios mais ‘amadores’.

No exemplo abaixo, o anúncio fez um ótimo trabalho em capturar a atenção, apesar de não ter sido empregado grande quantia de dinheiro para projetar um criativo atraente.

image09

Mantendo em mente as dicas relacionadas às regras de texto da imagem que mencionei anteriormente, tente inserir algum texto dentro da imagem que descreve o benefício que você oferece para as pessoas que clicarem no anúncio.

Aqui está um ótimo exemplo de como isso pode ser feito para um anúncio do Facebook.

image08

E, aqui estão alguns exemplos para o AdWords Display Ads.

image01

image00

Ao criar uma exibição de anúncios do Google, experimente fazer com que a chamada para a ação (CTA) no seu anúncio se pareça com um botão.

Você pode ver isso várias vezes no Google Display Ads e geralmente é porque esse método aumenta as taxas de cliques (CTR).

Fazer teste A/B

Com o teste A/B, você não tem que ‘adivinhar’ o que irá funcionar quando prepara suas campanhas.

Você deixará os dados guiarem suas decisões e dizerem o que está funcionando.

Mesmo os melhores anunciantes de PPC do mundo precisam testar seus anúncios, a fim de detectar que tipo de anúncio irá funcionar melhor para uma determinada campanha.

Isso é porque você raramente fará as coisas certas na primeira vez – mesmo se você for um profissional.

Quando feito corretamente, o teste de divisão pode melhorar suas conversões.

Aqui está um exemplo de um teste A/B, feito no Facebook, que conseguiu aumentar as conversões em 143%.

image03

Então, como fazer teste A/B nos seus anúncios?

Você pode fazer um teste A/B, criando pequenas variações de um único anúncio simples.

Cada variação é a mesma do anúncio original, exceto para um aspecto que deverá ser alterado.

Você pode medir então como essa simples mudança tem impacto no desempenho do anúncio e decidir se você tem um anúncio vencedor em suas mãos ou não.

Ao fazer teste A/B em seus anúncios, você precisa se lembrar de várias coisas.

Primeiro, certifique-se de não mudar mais de um elemento por vez, ou então você não saberá exatamente o que causou a mudança de conversões.

Saber o que causou a mudança de conversões é importante, porque tal conhecimento pode melhorar a sua capacidade de no futuro criar anúncios que funcionam logo de início.

Segundo, quando você encontrar um anúncio vencedor, aumente rapidamente o gasto com esse anúncio.

Com plataformas de anúncios como o Facebook, você trabalha contra o relógio. Mais cedo ou mais tarde seu anúncio será ignorado.

Em terceiro lugar, tenha cuidado com a maneira que você está agrupando.

Anúncios dentro do mesmo grupo de anúncios, tanto do Facebook quanto do Google AdWords, são conhecidos por influenciar-se mutuamente e, portanto, encobrir os números.

Isso acontece porque as plataformas de anúncios irão manter o olho nos números e exibir o anúncio com maior desempenho entre os outros no mesmo ‘Conjunto’, ou ‘Grupo’.

Isso pode soar como uma boa ideia, mas pode bagunçar as coisas se você está tentando fazer o teste A/B.

Isso só será verdade caso um dos seus anúncios não tenha sido exibido em uma quantidade significativa de vezes.

Um anúncio que parece estar se comportando mal na primeira hora pode acabar sendo um dos anúncios com melhor desempenho até o final do dia.

Portanto, quando fizer teste A/B, crie diferentes grupos para cada um de seus anúncios.

Para o Facebook, crie diferentes configurações para cada variação de anúncio. Use a estrutura da campanha apresentada abaixo como inspiração.

image02

Para 0 AdWords use um Grupo de Anúncio diferente para cada variação de anúncio, como mostrado abaixo:

image04

Conclusão

Quando executado corretamente, os anúncios PPC podem levar sua empresa a novos patamares.

A questão, porém, é que a maioria das pessoas acaba arruinando suas campanhas de PPC, cometendo alguns erros simples que poderiam ter sido facilmente evitados.

Quando tais erros são cometidos, o dinheiro é muitas vezes perdido e os resultados deixam de ser gerados – levando as pessoas a rotularem os anúncios PPC como um meio pobre de ganhar clientes.

No entanto, depois de ler esse post, você não precisa mais se preocupar com que isso aconteça com você.

Ao aprender a segmentar os seus anúncios, oferecer lances corretamente, escrever texto eficaz e fazer teste A/B, você estará no caminho certo para uma campanha vitoriosa.

Se você tomar as decisões certas, você vai se surpreender com o poder de uma campanha de PPC bem desenvolvida e executada.

Como você evita erros que podem arruinar suas campanhas de PPC – deixe seu comentário abaixo!

Share