Marketing Visual: 5 Estudos de Caso Sobre o Poder das Imagens

case study

Marketing de conteúdo se resume em criar conteúdo útil do qual as pessoas poderão tirar proveito e falar a respeito. O conteúdo escrito tem seu lugar, e na maioria das vezes, é por onde você deve começar.

A verdade é que o conteúdo escrito fortalece as buscas. Por exemplo, se você executar qualquer busca neste exato momento, é mais provável que você encontre posts de blogs, artigos e conteúdo escrito no top 10 dos resultado do Google

Entretanto, quando se trata de engajar um público-alvo e convertê-lo em clientes, você precisa usar o marketing visual

Existem estatísticas curiosas sobre marketing visual que nos geram confiança para incorporá-lo em nossas estratégias de marketing.

De acordo com um Estudo da Pew Research, 54% de todos os usuários da Internet já publicaram uma foto ou vídeo original que eles mesmos criaram. Além disso, quase metade de todos os usuários da internet repostaram ou compartilharam uma foto ou vídeo que eles encontraram na rede.

As marcas podem utilizar o marketing visual para gerar leads e aumentar vendas de maneira bastante eficiente.

Em um estudo recente do Prepare1, 52% dos profissionais do marketing afirmaram que os vídeos são importantes para gerar vendas para seus negócios e 36% deles disseram que isso era crucial.

image01

Infelizmente, nem todo mundo consegue criar vídeos eficientes. É complicado produzir vídeos sedutores com grandes valores de produção, a menos que você tenha um orçamento bastante farto.

Produzir um conteúdo de vídeo enriquecedor, como o nosso favorito, Rand Fishkin’s Whiteboard Fridays, requer muito planejamento, edição e elaboração de roteiro.

Porém, a produção de vídeos é apenas um dos aspectos do marketing visual. Enquanto você aprende a criar vídeos eficientes de marketing, você pode começar com infográficos, memes baseados em imagens e outros tipos de conteúdo visual. 

Faça o download desta planilha exclusiva com 5 estudos de caso sobre o marketing visual que irão te ensinar o poder das imagens.

Além do mais, se você está se perguntando o porquê de investir tempo e dinheiro em marketing visual, estes 5 estudos de caso bem sucedidos irão te ajudar a entender e até mesmo te inspirar. Vamos começar com o primeiro caso:

1. Banner Mostrando as Melhores Ofertas Aumenta o Engajamento com eCommerce em 105%

Os anúncios através de banners estão presentes desde os primeiros dias da internet. Verdade seja dita, eles não têm sido um método eficaz para geração de leads e vendas para negócios. De acordo com o eMarketer, “banners padrões têm uma taxa de clique de 0,12%.” 

image08

De fato, foi provado cientificamente que na maioria dos casos, as únicas vezes que um usuário clica em um banner são por engano.

Porém, como eu sempre digo aos meus leitores e clientes, “não existe uma maneira específica, certa ou errada, de promover seu negócio”

A lacuna entre o que as pessoas dizem que não funciona e o que realmente funciona é preenchida com a realização de testes. Não precisa ser um experimento muito elaborado. O simples ato de executar um anúncio em uma plataforma ignorada por outros profissionais do marketing, por exemplo, pode te revelar muitas coisas. 

Isso é exatamente o que a Bakker-Hillegom, uma empresa holandesa que vende plantas, flores e acessórios de jardim pela internet, fez em sua campanha de marketing. 

image10

A equipe por trás da companhia tinha um acervo rico em conteúdo que ajudava as pessoas a cuidarem melhor dos seus jardins. A companhia também tinha um aplicativo na rede, mas isso não era suficiente para atingir seu público-alvo.

Como a página de recursos que eles ofereciam era única e bastante útil, os novos visitantes começaram a frequentá-la para lerem o conteúdo. Veja abaixo uma de suas páginas de recursos:

image04

As pessoas ficavam empolgadas com o conteúdo e gastavam um tempo considerável no site, mas não tomavam nenhuma outra atitude de maior envolvimento, como por exemplo se inscrever na lista de e-mails, comprar um produto ou deixar um comentário.

Contudo, a equipe da Bakkar sabia o que fazer. Eles elaboraram anúncios de banner e prepararam um rápido teste A/B, utilizando o Visual Website Optimizer.

O primeiro banner diz, “Top Deals”. Quando os usuários clicam nele, são direcionados à página da Bakkar com as melhores ofertas, onde eles podem comprar produtos úteis com um desconto generoso. O segundo banner foi para conseguir inscrições na newsletter.

Eles executaram o teste por 12 dias, em 8.000 visitantes. O objetivo final era enviar mais pessoas para a seção “Top Deals” do site, aumentar o tempo delas em site e o engajamento como um todo.

Veja como ficou a variação da página com os banners no topo:

image03

Curiosamente, a página informativa com os dois banners gerou 104.99% a mais de visitas para a página “Top Deals” e um significado estatístico de 99.99%

Dica rápida: Se você precisa usar anúncios exibidos por banners, faça com que sejam relevantes para a oferta e para a página. Elabore o design gráfico dos banners para complementar a página – não os torne muito chamativos, brilhantes ou incômodos.

Lembre-se que as pessoas não gostam de clicar em banners reluzentes, mas não resistem à banners úteis, relevantes e atraentes.

2. Vídeo de Produtividade se Torna Viral, Gerando em Torno de 2 Milhões de Visualizações

O estudo de caso acima serve para mostrar o poder de usar conteúdo visual direcionado ao usuário.

Usar imagens ou vídeos apenas porque o cérebro humano os processa 60.000 vezes mais rápido do que um simples texto não significa muito. Fazer com eles sejam relevantes para sua campanha atual é o que conta. 

image11

Vamos analisar mais um estudo de caso inspirador sobre marketing visual – esse agora envolvendo um vídeo.

Gregory Ciotti descobriu que um vídeo considerado útil não tem preço quando se trata de construir tráfego e backlinks.

No início de Dezembro de 2013, Greg se juntou a um instituto de pesquisa chamado AsapSCIENCE  para criar um vídeo sobre a ciência da produtividade. Até a presente data, o vídeo gerou em torno de 3 milhões de visualizações no YouTube.

image13

Além das milhões de visualizações no YouTube, Gregory também teve seu vídeo destacado no Discovery Channel Blog e em um dos sites mais populares que existe, o Brain Pickings.  

Dica rápida: Sem dúvida, vídeos têm um impacto muito maior no cérebro humano do que textos. De todas as formas visuais comuns de conteúdo , os vídeos se destacam, porque eles combinam sons, imagens e textos – fazendo com que sejam a forma mais desejada de conteúdo quando se quer aprender coisas novas.

Sites como o Udemy, o Lynda e o Vimeo são populares por causa dos vídeos. O YouTube foi de um simples acervo de vídeos para um mecanismo de busca. Sim, é o segundo maior mecanismo de busca – e muitas pessoas preferem buscar por conteúdos de vídeo no YouTube do que no Google.

image09

Contudo, esses populares sites têm uma coisa em comum: eles oferecem valor. Os vídeos são mais ricos, e a experiência com eles pode ser emocionante.

Tenha certeza que ao criar seus vídeos de marketing, você não mate as pessoas de tédio. Faça com que seus vídeos sejam empolgantes, úteis e curtos – mas cativantes.

A verdade é que você não precisa fazer vídeos no nível de Hollywood para conseguir resultados. Apenas faça com que sejam únicos, criativos e úteis para seu público-alvo. Isso é o que você precisa, fazer diferença com vídeos.

Com isso, você definitivamente irá aumentar o tráfego do seu site, gerar mais leads e aumentar sua base de clientes.  

3. Infrográficos Úteis Geram 2.512.596 Visitantes e 41.142 Backlinks para o KISSmetrics

Se você tem acompanhado e lido os posts do meu blog, você já conhece esse estudo de caso. Eu já o compartilhei algumas vezes e acho essa repetição válida.

Infográficos são poderosos. Eu conduzi centenas de milhares de leitores para o QuickSprout através de infográficos.

Infográficos podem não ser tão eficazes quanto foram durante 2013 e 2014, mas utilizando o design e estratégias de promoção corretos, você pode gerar até 5.000 visitantes para o seu site por semana, somente usando infográficos.

Não acredite somente em minha palavra. De acordo com Rebekah Radice,

“Marcas que utilizaram infográficos conseguiram uma média de 12% de crescimento em tráfego para seus negócios. “

image00

Nos primeiros dias da KISSmetrics, nós éramos focados apenas em conteúdo escrito. De vez em quando, criávamos um vídeo para ajudar a divulgar as notícias do nosso software. Mas, no geral, nosso conteúdo era escrito.

Entretanto, chegou um momento em que descobrimos o quanto as pessoas amavam infográficos e então começamos a investir na criação deles.

Dados da Unbounce revelaram que em apenas 2 anos, o volume de busca para infográficos aumentou em torno de 800%

image07

Contudo, o verdadeiro resultado não está nas estatísticas de outras empresas, mas sim no que você extrai dos infográficos. Então, nós os testamos na KISSmetrics. Nós criamos alguns infográficos valiosos abordando os principais temas da internet relacionados ao marketing .

Nossos resultados falam por si só. Através desses infográficos, nós geramos 2.512,596 visitantes e 41.142 backlinks vindos de 3.741 domínios únicos. 

Eu não tive exatamente os mesmos resultados quando publiquei infográficos no QuickSprout, mas cada um deles gerou 41.487 visitantes e 469 backlinks a partir de 38 domínios únicos. Em relação a compartilhamentos sociais, cada gráfico gerou 621 tweets e 572 curtidas.

Você pode usar infográficos para aumentar o tráfego do seu site, conseguir backlinks editoriais e atrair clientes de qualidade. Apenas tenha a certeza que seus infográficos foram baseados em boas pesquisas e elaborados por profissionais.

Você pode contratar um designer gráfico especializado em design de infográficos no Dribbble. Ou então, se prefere criá-los por conta própria, você pode usar ferramentas gratuitas de design, como o PiktoChart.  

Particularmente, eu acho que terceirizar os designs de infográficos para a Visual.ly funciona melhor – caso você tenha orçamento disponível para isso. Com certeza você receberá um design de primeira, mas esteja disposto a pagar em torno de US$2.500 por infográfico.

image02

4. Meme Inspirador Gera 453 Curtidas, 57 Comentários e 256 Compartilhamentos no Facebook

As empresas dizem que têm objetivos diferentes para o uso do marketing de conteúdo. Um dos mais comuns é “fazer crescer nosso negócio”.

Porém, esse não é um objetivo muito concreto. Não é específico e não é realmente mensurável por si só. Além disso, pode haver outros benchmarks que precisam vir em primeiro lugar.

De acordo com o Content Marketing Institute, “81% dos profissionais de marketing do B2B querem engajar seu público-alvo.” Obviamente, engajamento vem da criação do conteúdo certo.

image05

Uma vez que imagens envolvem melhor o cérebro humano, conteúdos de marketing visual têm grande potencial para mudar um cenário, quando usados da maneira certa.

Curiosamente, aos olhos do Google e de acordo com os KPIs de engajamento, o que realmente importa são curtidas de Facebook, comentários e compartilhamentos em mídias sociais.

Boas imagens contam uma história. O HubSpot sabe disso.

Por isso eu criei um meme inspirador para alinhar suas vendas com o que seu público-alvo quer. Este meme gerou 453 curtidas, 57 comentários e 256 compartilhamentos no Facebook. Você pode conferi-lo abaixo:

image14

Imagens no geral, especialmente memes, são maneiras poderosas de alcançar seu público-alvo em mídias sociais e engajá-los. Por exemplo, fotos no Facebook geram mais engajamento que a média dos demais posts.

image12

Sim, o meme é um dos 15 tipos de conteúdo que geram tráfego, mas como qualquer outra estratégia de marketing visual, você precisa combinar os ingredientes certos e aprender como cativar seu público com memes.  

Para saber mais sobre como usar memes para atrair e engajar seu público-alvo, consulte os guias abaixo:

5. Histórias Contadas por Imagens Geram Alta Taxa de Engajamento no Instagram para Lilly Pulitzer

Ao longo dos anos, Lilly Pulitzer, uma popular marca de moda americana, gerou um valor imenso para sua comunidade que estava em crescimento nas redes sociais através de um conteúdo enriquecedor.

Entretanto, a pergunta para essa empresa não é como fazer com que seu conteúdo seja útil, porque isso eles já fizeram. É como transformar seus visitantes em uma audiência mais engajada.

Desde 1959, as “Lilly Girls” (como são conhecidas as clientes da Lilly Pulitzer) são apaixonadas pela marca. A marca tinha inúmeras histórias para contar, e usava as plataformas das mídias sociais para transmitir as suas mensagens.

“A princípio nosso trabalho nas redes sociais é seguir contando histórias de forma que todos as conheçam e entendam porque fazemos nossas imagens, “

diz Eleni Tavantzis, Gerente Geral de Relações Públicas e Marketing de Mídias Sociais da Lilly Pulitzer.

Lilly Pulitzer elaborou uma campanha para conectar os clientes aos designers. Eles criaram imagens 5×5 e as publicaram no Instagram e no Pinterest, durante 5 dias por semana.

Quando essas imagens foram compartilhadas entre as mídias digitais, grande parte delas (imagens ricas em cores) foi “repinada” cerca de 100 vezes.  Algumas foram “repinadas” até 300 vezes.

image06

O resultado dessa campanha nas mídias sociais, que foi conduzida basicamente por imagens, foi extremamente empolgante e surpreendente:

  • Com as imagens 5×5, Lilly Pulitzer aumentou seus seguidores no Pinterest em 56%.
  • Os seguidores no Instagram aumentaram em 170%.
  • Lilly Pulitzer gerou 4,4 milhões de engajamentos com uma única série de conteúdo (as imagens 5X5) no Instagram.
  • O tráfego de referência no Instagram ultrapassou o tráfego do Facebook no período entre o Dia de Ação de Graças até a Cyber Monday em mais de 50%

Conclusão

Pronto, agora você já conhece cinco estudos de caso sobre marketing visual que provam o poder das imagens.

Lembre-se que contar a história de sua marca usando simples imagens de maneira clara é sempre melhor que usar de criatividade irrelevante para a mensagem da sua marca.

É claro que, seja seu conteúdo escrito ou visual, você precisa de um certo nível de criatividade para sair do lugar comum. Porém, como dizem, “menos é mais”.

Isso significa que criatividade está sempre inserida em “clareza”. Se você entende bem seu público-alvo e fala a língua deles, eles irão perceber você como uma pessoa criativa.

Posts guiados por dados no seu blog podem direcionar leads para o seu negócio. Mas não se limite apenas ao conteúdo escrito.

Existem marcos que você nunca irá alcançar em seu negócio online até que você comece a usar artifícios visuais em suas campanhas – infográficos, vídeos, apresentações do Slideshare, memes e outros conteúdos gráficos.

Quais outros estudos de caso ligados ao marketing visual você aprendeu construindo seu blog?

Share