Geração de Leads: 6 Técnicas Fundamentais Para Profissionais de Marketing de Conteúdo

snails

Se você não está atraindo clientes potenciais para seu negócio, mais cedo ou mais tarde você vai ter um problema sério. A geração de leads de qualidade é a alma de qualquer negócio, seja online ou offline.

De acordo com a B2B Technology Marketing Community, o desafio número um que os profissionais de marketing B2B enfrentam é na geração de leads de alta qualidade.

A qualidade dos leads é o que realmente importa. Há muitas técnicas que você pode utilizar para geração de leads. Mas se eles não estão direcionados, leads de alta qualidade, você terá desperdiçado tempo e dinheiro.

O chumbo final Estratégias de Geração que trabalham para comerciantes conteúdo

Lembre-se que todas as campanhas de geração de leads são alimentadas por e-mail marketing. Em outras palavras, não importa qual estratégia de geração de leads que você escolher, você sempre precisa de uma ferramenta de automação do marketing para capturar informações do cliente potencial, nutrir os leads, e transformá-los em clientes .

Seu objetivo é atrair os visitantes qualificados que estão interessados na sua oferta através do seu funil.

O chumbo final Estratégias de Geração que trabalham para comerciantes do conteúdo 1

Baixe esta planilha com as 6 técnicas mais eficazes de geração de leads para os profissionais de marketing de conteúdo.

Se você está lutando para se posicionar online com a geração de leads certos, que vão responder positivamente à sua oferta, as estratégias passo a passo abaixo irão ajudá-lo a ter sucesso. 

Estratégia #1: Ligue o Círculo de Influência

Tem se falado milhares de vezes que o conteúdo certo pode ajudar na geração de leads para o seu negócio.

Mas e se você gastar todo o seu tempo e recursos para criar um conteúdo que você acredita ser bom, mas você ainda não estiver satisfeito com o resultado? Você pode precisar de alguns atalhos de crescimento para sair desta armadilha.

image38

A maioria dos especialistas do mercado irão te aconselhar a “promover o conteúdo.” Isso não é um mau conselho – mas não necessariamente vai ser o suficiente. A verdadeira questão é: como você irá promovê-lo para o público certo?

Alguma vez você já se encontrou em uma situação onde você não pôde ser notado? Talvez você participou de uma conferência e durante o network, você fez o seu melhor para socializar e trocar contatos, mas sentia como se fosse invisível.

Se você já experimentou isso, a melhor e mais simples solução é “ligar o círculo de influência.” Muitos palestrantes o usam para chegar na frente de um público-alvo e entregar sua mensagem.

Em seu clássico livro, The Power To Get In: Using the Circle of Leverage System to Get In Anyone’s Door Faster and More Effectivelyo autor Michael Boylan lida com esse cenário frustrante.

De acordo com Boylan, “hoje, nenhuma outra habilidade é tão diretamente ligada à sua capacidade de ganhar a vida, como a habilidade de entrar em contato com as pessoas certas.”

Ele sugere que, em vez de fazer contato com apenas uma pessoa associada a uma organização ou site, você também deve se conectar com as pessoas ao redor dele ou dela. O influenciador é a pessoa chave com o impacto mais forte, mas você também precisa de um advogado e um amigo que possam inspirar o influenciador.

image43

No modelo do efeito influenciador, diferentes tipos de formadores de opinião têm diferentes responsabilidades e áreas de influência. Alguns deles geram assuntos de conteúdos, alguns promovem a criação de conteúdo secundário, e outros ainda influenciam a cobertura da mídia.

image34

Essencialmente, a cobertura da mídia é o seu destino final, porque uma única menção no Entrepreneur, por exemplo, pode enviar milhares de leads para o seu negócio. Mas antes que isso aconteça, o conteúdo tem de ser criado, projetado, e promovido.

Deixe-me lhe mostrar como isso pode ser aplicado. Você já sabe que a maioria dos sites de autoridade estão sendo geridos e trabalhados por mais de uma pessoa.

Assim, sites como KISSmetrics e Crazy Egg (que eu co-fundei com o Hiten), Empire Flippers, My Wife Quit Her Job, Fizzle.co e muitos outros, têm mais de uma pessoa trabalhando para eles. Vamos dizer que você quer que seu guest post seja publicado no Empire Flippers – como é que você vai fazer isso?

image37

Bem, você se conecta com os fundadores, se possível. Não deixe nenhuma pedra virada. Não basta se conectar com Justin Cooke e achar que ele vai fazer a decisão sozinho para que você consiga destaque no Empire Flippers, um blog de autoridade. Você deve se conectar com Joe Magnotti também.

image11

A pessoa-chave em uma plataforma ou site que você gostaria de influenciar para conseguir tráfego, pode não ter pessoas ao seu redor. Se ele ou ela tem pessoas ao redor, no entanto, entrar em contato com essas pessoas pode ajudar que sua mensagem ganhe mais força.

Michael Hyatt, um dos melhores blogueiros no nicho de blogs, lutou para ser notado num mundo tão competitivo. Toda essa concorrência pode tornar difícil para qualquer pessoa se destacar de forma eficaz.

image27

O Facebook tem mais de 1 bilhão de usuários ativos. Você pode pensar que desenvolver um anúncio PPC no Facebook é a melhor forma de obter tração online, mas confie em mim, se você não sabe como fazê-lo, você vai perder dinheiro.

image01

“Ligar o círculo de influência” significa identificar um público que está ansioso para lhe ouvir. Significa, também, a construção de uma plataforma – ou utilizar uma plataforma que já existe – onde o público tem sido nutrido para receber sua mensagem e ofertas.

Michael Hyatt passou a dizer que um site chamativo por si só não é uma plataforma. O mesmo é verdade para sua página do Facebook – é apenas uma entre milhares. Antes de se preparar para a geração de leads, separe um tempo para pesquisar a plataforma certa, ao longo que você gradualmente constrói a sua.

Por exemplo, se você quiser manter-se ativo em grupos no LinkedIn e direcionar usuários para o seu site, você não deve se juntar apenas a qualquer grupo. Primeiro você tem que encontrar o grupo certo, descobrir o que eles discutem, e descobrir se ele se alinha com o seu objetivo.

image14

Se, eventualmente, você levar esses usuários para o seu site, eles vão se juntar a sua lista, se tornarem fãs leais ou comprar o seu produto? Essas são as perguntas-chave que você tem que responder.

Portanto, antes de se juntar a um grupo no LinkedIn, leia a descrição do perfil e conheça quem são os gestores. Aqui está um típico grupo de marketing digital do LinkedIn, com mais de 700.000 membros.

image17

O foco deste grupo de marketing digital é muito amplo. Ele fala sobre marketing de mídias sociais, mobile marketing, SEO, PR online, e-mail marketing, e vários outros assuntos relacionados ao marketing digital, incluindo a análise da web.

Eu não iria me juntar a este grupo se eu quisesse um público mais focado. Se você realmente deseja estabelecer autoridade em um nicho, você tem que ter cuidado onde você direciona seus esforços. Então, em vez disso, você pode querer olhar para os grupos que estão mais focados, como o grupo de marketing B2B abaixo:

image35

Como você pode ver, este grupo de marketing B2B, é um grupo profissional com 59.669 membros, e está focado em um único assunto: marketing B2B.

Em suma, procure oportunidades para chegar na frente de um público-alvo. Essa é a melhor maneira de aprimorar seus conhecimentos e levar as pessoas a clicar nos seus links. Eles vão visitar o seu site, pois os usuários já estão preparados para procurar o seu tipo de conteúdo.

E caso você esteja se perguntando, o LinkedIn é um ótimo lugar para começar com esta estratégia. Na verdade, quando se trata de usar a mídia social para geração de leads, um estudo da HubSpot descobriu que o LinkedIn é o mais eficaz.

image10

Se você não tem muito tempo para se tornar um membro ativo em grupos como este, você pode entrar em contato com os proprietários do grupo e perguntar se eles vão aceitar um anúncio gráfico ou de texto.

Marketing de conteúdo pode ser grátis, mas nem sempre é barato. Às vezes, você pode ter que investir dinheiro para conseguir o que você quer, especialmente se os membros da audiência são altamente segmentados.

Não entre no marketing de conteúdo sem uma estratégia bem pensada. Eu decidi contribuir com guest posts para o Search Engine Journal, não (apenas) porque eu gosto do blog e dos seus fundadores, mas porque o público alinha bem com os meus objetivos.

image28

Como um profissional de marketing de conteúdo B2B, eu não estou alvejando qualquer um. Eu quero plataformas e sites que atraem os empresários com orçamentos de marketing.

Outra forma de ligar o círculo de influência na geração de leads direcionados é procurando por oportunidades no YouTube. Mas antes de mergulhar na criação de conteúdo, descubra quais assuntos que as pessoas estão interessadas.

Se um determinado vídeo no YouTube recebeu milhares de visualizações, então você sabe o quão quente o tema é. Claro, o número de pessoas que assinam o canal também diz alguma coisa.

Da mesma forma, se o título ou tema do vídeo não ressoam com os assinantes, eles não prestam muita atenção a ele.

Vamos direto ao assunto e descobrir como usar o YouTube para encontrar tópicos quentes no nosso nicho. Siga estes passos simples:

Passo um: Vá ao YouTube.com. Na caixa de pesquisa, digite o seu principal tema ou palavra-chave (por exemplo, “facebook marketing”). Clique no ícone de pesquisa à direita:

image40

Passo dois: Verifique a popularidade. Se um vídeo do YouTube gerou mais de 10.000 visualizações, você deve realmente estudá-lo.

image36

Passo três: Analisar o tema e visualizações. O que foi discutido no vídeo. Como você pode aproveitar esse conteúdo para produzir seu próprio conteúdo atraente para seu público-alvo?

image09

Este vídeo recebeu mais de 148.000 visualizações e aproximadamente 930 pessoas adoraram. E sim, 92 pessoas não se importavam com ele – mas isso é normal.

O vídeo é sobre sucesso com o Facebook, e seu criador, Mari Smith, é uma especialista de renome em marketing no Facebook. Mas isso não significa que você vai obter os mesmos resultados quando você criar um post sobre este tema.

No entanto, isso significa que você pode ter sucesso também – porque o verdadeiro sucesso pode ser replicado.

O vídeo é intitulado:

  • 7 Passos para o Sucesso no Facebook – Treinamento Grátis para Facebook com Mari Smith

Você pode seguir o mesmo padrão quando você cria seu título. Aqui estão algumas ideias que eu peguei acima:

  • 7 passos simples ao Sucesso no Facebook para Iniciantes
  • 5 Passos para o Sucesso nos Anúncios de Facebook que dão resultados
  • 12 Módulos de Treinamento para Facebook Grátis do [seu nome completo]

Separe um tempo e crie conteúdo de alta qualidade em torno de qualquer uma dessas ideias de títulos, se esse é o seu nicho.

Então, você pode entrar em contato com a pessoa que criou o vídeo que você modelou. Uma vez que eles não têm um call-to-action ou link para uma página relevante, você pode solicitar que o seu link seja colocado lá.

IMAGE12

Quando o seu post detalhado é publicado, se conecte com aqueles que comentaram no vídeo. Afinal, se eles gostaram do vídeo e separaram um tempo para comentar, eles provavelmente estariam interessados no seu conteúdo também.

Lembre-se que esta seção não é sobre o Marketing no LinkedIn, Facebook ou YouTube. Eu só uso dessas redes como um estudo de caso para explicar como você pode ligar o círculo de influência.

A regra número #1 de marketing é: nunca suponha, diz Alfred Verhoeven. Não suponha o que que seus clientes precisam. Não suponha o que que seus clientes querem. Não suponha que eles te amam.

Normalmente o tempo gasto exercendo esforço com base em suposições é desperdiçado. Use o círculo de conceito de influência para a geração de leads direcionados para o seu negócio. Você pode aplicar este conceito no Pinterest, Instagram, blogs, fóruns de discussão, Quora e até mesmo redes de busca do Google AdWords.

Estratégia #2: Geração de Leads Através de Liderança de Pensamento

É hora de você se tornar o especialista do seu mercado. Você pode não ser o profissional de marketing digital ou blogueiro número #1, mas você pode desenvolver uma voz única que o distingue.

Você não pode ser apenas o cara que sabe falar espanhol ou o profissional de marketing que tem um grande site. Você tem que ir além disso e construir uma reputação como um especialista.

Nas palavras da Harvard Business Review, “se torne alguém que não apenas participa da conversa, mas que a conduz.”

E, a fim de conduzir a conversa, você tem que se juntar aos líderes de pensamento.

O que é um líder de pensamento? Veja como Thought Leadership Lab definiu:

Líderes de pensamento são os líderes formadores de opinião e as pessoas de referência em sua área de especialização. Eles são fontes confiáveis que inspiram as pessoas com ideias inovadoras; transformam as ideias em realidade, e passam o conhecimento adiante de como replicar seu sucesso.

Quando o seu público-alvo o percebe como um líder de pensamento, você verá novos assinantes de e-mail e leads regularmente. A maioria dos profissionais de marketing têm dificuldades porque não há nada especial sobre eles. É muito difícil descrevê-los.

Mas para os líderes de pensamento, isso não é um problema. Quando eles falam, as pessoas ouvem e agem.

image00

Marketing de conteúdo tem muitas facetas – o suficiente para ser difícil explicar completamente como ele funciona para alguém que nunca tentou desenvolvê-lo.

Portanto, se quiser se destacar e ser lembrado, integre liderança de pensamento em sua estratégia de marketing de conteúdo. Deixe o seu conteúdo melhorar a sua marca e conduzir as ações certas.

De acordo com a Forrester, liderança de pensamento “é o auge” do marketing de conteúdo. Isso significa que, se suas estratégias estão produzindo resultados, então você precisa entregar muito valor regularmente com sua própria identidade.

image41

Sejamos práticos agora. Como se tornar um líder de pensamento como um profissional de marketing de conteúdo?

Bem, você começa escrevendo extensivamente sobre o assunto. Por exemplo, você poderia escrever sobre marketing de mídia social (Facebook, Twitter, LinkedIn, etc.).

Michael Stelzner, fundador do Social Media Examiner, é um líder de pensamento quando se trata de marketing de mídia social. Ele ainda produz uma das mais populares conferências de mídia social – a Social Media Success Summit.

image20

Por outro lado, você pode diminuir o seu nicho. Então, ao invés de se tornar um especialista em mídia social, o que é bastante amplo, você pode se tornar um profissional de marketing de Facebook. Nesse caso, 95% do seu conteúdo vai girar em torno do marketing de Facebook, tendências, notícias, e as melhores práticas.

Outro exemplo de um líder de pensamento é Jon Loomer. Quando você chegar ao blog dele, você sabe imediatamente que ele fala sobre o marketing do Facebook e publicidade. Até mesmo seus geradores de leads são relevantes para Facebook:

image06

Não se engane: O assunto sobre o qual você escreve regularmente é onde a sua força reside, mesmo se você não se considera um especialista nesse campo. Se você sempre escreve sobre um tema, escrever sobre isso de uma forma mais especializada será mais fácil para você. Tornar-se um líder de pensamento começa com o conteúdo do blog e os produtos que lançamos.

Você provavelmente já ouviu falar de John Lee Dumas. Ele é o fundador do Entrepreneur on Fire. Ele está desenvolvendo um nicho para si mesmo no podcasting, e ele é conhecido como um podcaster de renome mundial.

Visitando seu blog pela primeira vez, você imediatamente sabe sobre o que ele fala:

image44

John menciona podcasting várias vezes na sua homepage e posts: é aí que a sua força e expertise se encontram. Ele é apaixonado por isso e criou vários produtos relacionados ao podcasting.

Quando os empresários querem aprender sobre podcast ou ganhar dinheiro com podcasting, eles vão ao Entrepreneuronfire.com, e se juntam à lista de e-mail dele ou compram um de seus valiosos produtos.

image18

Tornar-se um líder de pensamento leva tempo, mas você pode cortar esse tempo pela metade por estreitar seu nicho.

Se você está apenas começando como um blogueiro, eu quero ser muito claro com você: A competição é incrivelmente forte. Por essa razão, você encontrará dificuldades para sobreviver como um generalista. Em vez disso, mantenha o foco em um subconjunto do seu nicho principal.

Por exemplo, você pode escalar o seu negócio online como um especialista em link building, e-mail marketing, marketing de motores de busca, marketing no Twitter, LinkedIn, etc.

Escreva e publique um post sobre link building, hoje, amanhã anúncios no Facebook, na próxima semana sobre SEO – esta abordagem é um beco sem saída, que nunca irá te ajudar na geração de leads certos.

Estratégia #3: Use os Recursos dos Seus Concorrentes para a Geração de Leads

Se você quiser escrever posts que irão te ajudar na geração de leads, você pode considerar o que está funcionando atualmente para seus concorrentes.

Um monitoramento da concorrência revela coisas sobre seus concorrentes que de outra forma você não saberia. Você começa a conhecer os pontos fortes e fracos deles e as oportunidades especiais que você pode aproveitar.

image29

Em primeiro lugar, pare de tentar competir cegamente com os outros. Em vez disso, procure oportunidades para complementar o que eles estão fazendo.

Por exemplo, se seu mercado tem muitos profissionais de marketing ou empresários digitais que escrevem artigos, mas eles não promovem conteúdo visual, essa é a sua oportunidade. Você poderia, então, criar mais infográficos, vídeos e gráficos.

Por exemplo, em 2014, todos os blogueiro de SEO acreditavam que o SEO havia mudado significativamente. As pessoas começaram a escrever sobre o novo SEO, mas não haviam muitos infográficos úteis mostrando o que otimização para motores busca (SEO) era comparado com o que ele tinha se tornado.

Então, eu criei um infográfico valioso intitulado: O que SEO costumava ser contra o que SEO é agora. Aqui está uma parte dele:

image08

Este infográfico gerou mais de 9.000 compartilhamentos até hoje. Muitas pessoas o consideram como um recurso útil. Eu usei o Buzzsumo para verificar o número de vezes que a página havia sido compartilhada:

image24

Então, não são apenas compartilhamentos sociais – este infográfico também ganhou mais de 200 links de qualidade. E eu peguei essa ideia nas discussões dos blogs dos meus concorrentes.

Eu não vi meus concorrentes como uma ameaça para o meu negócio online, mas como um recurso que reduziu o tempo necessário para pesquisar e criar um infográfico de alta qualidade. Todos os dados que eu referencio no infográfico vieram dos meus concorrentes, a quem eu creditei (é claro):

image23

Então, como você agrega recursos de um concorrente para a geração de leads? Bem, na próxima vez que você ver um post que todo mundo está falando, considere a criação de um infográfico ou vídeo em torno do conteúdo.

Em seguida, notifique todos aqueles que deixaram comentários no post, deixe-os saber que você achou o post útil e decidiu fazer uma peça visual de conteúdo a partir dele.

Por exemplo, um dos últimos posts do Blog Tyrant tem mais de 150 comentários. Isto é impressionante!

image25

Veja isso como uma oportunidade, não uma ameaça. Sim, Blog Tyrant pode ser um dos blogs que você está competindo, mas Ramsay Taplin criou um post – assim você tem uma oportunidade para criar um vídeo ou infográfico.

Você pode contatá-lo através de sua página de contato e propor criar um infográfico valioso ou vídeo em torno desse tema. Ou você pode criar uma apresentação de SlideShare e pedir que o Ramsay incorpore-o no post.

Aproveitar os recursos do seu concorrente significa que você pode tirar proveito das estratégias e táticas que estão funcionando para seus concorrentes, e encontrar oportunidades.

Estratégia #4: Criar Conteúdo Viral Para a Geração de Leads

Quando seu conteúdo é visto por milhares de pessoas, você tem uma boa chance de aumentar a geração de leads.

É por isso que 62% dos profissionais de marketing têm blogs – para atrair o público certo que acabará por comprar o seu produto.

image26

O marketing viral é sobre como criar conteúdo valioso que seus clientes-alvo anseiam e dar um impulso promocional até que ele chame a atenção de outras pessoas. Nesse ponto, você não precisa fazer nada. O conteúdo vai se auto-promover – melhorar a geração de leads, clientes e vendas para o seu negócio no processo.

Intuit Inc., uma empresa líder em software de contabilidade com mais de 8.000 funcionários, combinou marketing viral com um site interativo para geração de leads de pequenos negócios, envolver os seus clientes, e crescer sua receita em aproximadamente US$ 2,67 bilhões.

image42

O que faz um conteúdo se tornar viral, enquanto a maioria é relegado ao esquecimento? O segredo para a criação de conteúdo viral é ser contagioso, diz Derek Halpern.

image05

Jonah Berger sabe muito sobre viralidade. Ele é o professor assistente de marketing da Wharton School of Business, e tem sido destaque em vários sites de mídia de autoridade, como o New York Times e o Wall Street Journal.

Em uma tentativa de quebrar o código por trás viralidade de conteúdo, Berger uniu-se com Katy Milkman para conduzir um estudo de pesquisa e descobrir “O que faz Conteúdo Online se tornar Viral?”

Eles descobriram que a maioria dos conteúdos virais tinham 3 coisas em comum:

i). Perspectiva positiva: Esta foi a primeira coisa que eles descobriram. Conteúdo que projeta positividade sempre supera conteúdo com uma mensagem negativa. É um mito que as notícias pessimistas e trágicas são as mais populares.

ii). Evoca emoções elevadas: Mas considere o seguinte: Se é positivo ou negativo, uma forte emoção desencadeia viralidade mais do que o conteúdo que evoca nenhuma emoção.

iii). Conteúdo prático e útil:  Claro, vídeos de entretenimento que não servem a nenhum outro propósito além de nos fazer rir se tornam virais, mas o conteúdo que pode ser muito útil se torna viral com mais frequência.

Um post do Copyblogger intitulado “Como escrever Títulos Magnéticos” se tornou viral algum tempo atrás (embora eu ainda referencie a ele quando eu escrevo novos posts nos dias de hoje, porque é incrivelmente útil). Então Brian Clark, em seguida, transformou a página em uma landing page de alta conversão para a geração de leads direcionados.

image30

Essa página tem gerado mais de 1.500 inbound links desde 2006. Considerando o valor do post, isso não é surpreendente. E milhares de leads foram gerados também.

image39

O post de Copyblogger sobre títulos magnéticos viralizou porque projeta uma mensagem positiva, evoca emoções de alta excitação, e é incrivelmente prático e útil.

Se você quiser aumentar as chances do seu conteúdo viralizar, melhorando a geração de leads, incorpore essas três características nele.

Estratégia #5: Geração de Leads Com Concursos Irresistíveis no Facebook

Você pode trabalhar com a geração de leads sem produzir artigos de 2.000 palavras a cada semana. A melhor abordagem é usar o Facebook marketing. Melhor ainda, realize concursos irresistíveis no Facebook para alcançar uma nova audiência.

Com mais de 1 bilhão de usuários ativos mensais, o Facebook é a plataforma número #1 para promover o seu negócio. E ao realizar concursos você pode construir o engajamento com o seu público-alvo e aprimorar a geração de leads para o seu negócio.

Existem 3 formas fundamentais que um concurso no Facebook pode ajudá-lo na geração de leads:

image03

Mas o lançamento de um concurso no Facebook não é tão simples como a publicação de um post no blog. Este infográfico da HubSpot vai ser útil para você:

image32

Muitos profissionais de marketing, organizações e empresários têm usado concursos no Facebook para crescer suas listas de e-mail e receitas. Dinesh D’Souza, uma figura pública e autor, lançou um concurso no Facebook há alguns anos atrás e sorteou um ebook grátis.

O resultado foi que 4.501 pessoas viram a página do concurso, e 2.282 pessoas inseriram seus e-mails para participar do concurso. Essa é uma taxa de conversão de quase 50%. O concurso também cresceu sua base de fãs no Facebook.

image15

Uma loja familiar de motos também lançou um concurso no Facebook para uma camiseta “Sons of Arthritis”. Nos primeiros dias do concurso, 1.974 pessoas visitaram a página e 544 participaram, uma taxa de conversão de 38%.

Aqui está a captura de tela da página do concurso:

image33

Você pode dar um salto na sua geração de leads direcionados quando você promover sua página do concurso no Facebook, usando anúncios PPC do Facebook ou se juntando a grupos ativos. Em ambos os casos, você precisa das ferramentas certas, habilidades e mentalidade para executar um concurso bem-sucedido no Facebook.

Estes 3 recursos irão ajudá-lo:

  1. 9 dicas para realizar concursos bem sucedidos no Facebook
  2. 2 ferramentas grátis para executar um concurso no Facebook e escolher um vencedor
  3. Como executar concursos bem sucedidos no Facebook

Estratégia #6: Geração de Leads Compartilhando Estudos de Caso

Seus clientes potenciais estão pedindo algo mais do que apenas posts de blog típicos. Eles querem dicas práticas que podem ser implementadas de imediato. Uma forma poderosa para lhes dar o que querem é através de estudos de caso.

Em julho de 2013, eMarketer realizou uma pesquisa que mostrou que 62,6% dos executivos de agências norte-americanas utilizam estudos de caso de clientes, publicados no site da empresa, para a geração de leads direcionados.

image45

Os estudos de caso são um dos 15 tipos de conteúdos que irão conduzir tráfego e leads. Se você está online há algum tempo, você provavelmente já notou que os estudos de caso atraem uma multidão.

Um estudo de caso explica o que é seu produto ou serviço e como ele ajudou um cliente. O estudo de caso basicamente diz: “aqui é o que fazemos, como o fazemos, e os resultados que conseguimos.”

Por exemplo, eu publiquei um estudo de caso detalhando sobre o desafio dos US$100.000 no QuickSprout. O post gerou mais de 400 comentários e centenas de compartilhamentos sociais no Facebook, Twitter, LinkedIn e outras redes.

image13

As pessoas tendem a amar conteúdo que é prático e útil, especialmente quando se relata um experimento e os resultados.

Na mesma linha, os blogueiros migram para um blog onde o autor compartilha relatórios de rendimento mensal. Pat Flynn faz isso regularmente:

image16

Clientes potenciais e clientes estão cansados de artigos genéricos. Ninguém mais quer ler sobre “7 maneiras de conduzir o tráfego”, porque na maioria das vezes, esse tipo de conteúdo não oferece muito valor.

Mas e se você pudesse tomar a mesma ideia genérica, coletar alguns dados confiáveis (via Google Analytics), e criar um título melhor? Por exemplo:

  • 7 maneiras de conduzir o tráfego e reduzir a taxa de rejeição em 26,62%
  • Estudo de Caso: Como eu reduzi a taxa de rejeição em 64% e gerei 5.739 visitantes

Nesses exemplos, eu peguei a ideia do título genérico e fiz algo poderoso e orientado a dados. Sem dúvida, o meu público-alvo ficaria animado para ler um post assim.

Aqui está outro exemplo, a partir de um estudo de caso recente do Conversão XL.

image04

Peep Laja, fundador do ConversionXL.com, entende que a melhor maneira de trabalhar com a geração de leads qualificados que vão confiar em você o suficiente para comprar de você, é escrevendo estudos de caso mais aprofundados.

Conversion Rate Experts fez dos estudos de caso parte da sua cultura. Basta dar uma olhada em sua página:

image02

Estudos de caso funcionam. Especialistas de marketing digital de todo o mundo usam essa estratégia para atrair e conquistar novos clientes.

Você pode usar estudos de caso em uma grande variedade de nichos. Por exemplo, se você vende software que ajuda os comerciantes e empresas, a melhor maneira de obter novos leads e clientes pagantes é compartilhar estudos de caso de seus clientes atuais.

Leadpages.net, uma empresa líder em landing pages e e-mail marketing, compartilha mais estudos de caso do que dicas. Dê uma olhada:

image19

Nota: Se você ainda não realizou nenhum experimento, não ache que você não está qualificado para escrever estudos de caso. Tudo que você tem que fazer é encontrar um estudo de caso de um blog respeitável, compartilhá-lo e fazer referência a fonte primária (link para o estudo de caso), certificando-se de que você adicionou sua própria interpretação ao estudo.

Recentemente, li um post sobre o Shopify e como eles cresceram tremendamente em apenas 3 anos. Eu rapidamente pesquisei sobre a empresa para verificar os dados, em seguida, crie um post orientado a dados que foi bem recebido pelo meu público. Aqui está o post:

image31

Então você vê, não há realmente nenhuma desculpa. Você pode obter o máximo de dados e pesquisas online como você quiser, e usá-los para elaborar estudos de caso bem detalhados.

Mantenha algumas coisas em mente ao escrever um estudo de caso:

image21

Conclusão

Em um momento onde o marketing de conteúdo está dominando o motor de busca e mídias sociais no mundo, profissionais de marketing e organizações estarão olhando como você e eu vamos inová-lo – como podemos ter uma ideia antiga e torná-lo novo.

geração de leads para o seu negócio pode não ser o objetivo final, mas é uma parte essencial que você deve fazer. Afinal, sem os leads certos, você não pode conseguir mais clientes.

Espero que este guia passo a passo tenha te dado um novo foco. Estou confiante de que você vai estar mais animado para criar conteúdos de alta qualidade que vão entrar em ressonância com o seu público.

Conteúdo é o sangue de cada negócio bem-sucedido. Você pode não criá-lo você mesmo, mas saber o que faz um grande conteúdo é crucial quando você contratar escritores.

Quais dessas estratégias você já utilizou para uma geração de leads eficaz?

Share