Adwords para Iniciantes: 10 Erros Comuns Que Você Deve Evitar

dinheiro

Qual é a coisa mais assustadora para um pequeno negócio investir? Aposto que anúncios pague por clique (PPC) estão perto do topo da lista.

PPC é não fácil.

Se for feito errado, você pode queimar centenas ou milhares de reais.

Ouch.

No entanto, se você ficar bom nele, ele também pode ser uma fonte estável e escalável de leads para o seu negócio.

Enquanto eu não recomendo investir apenas em publicidade paga, eu acredito que ela pode ser um trunfo para as empresas em quase qualquer nicho.

No mínimo, é uma opção que você deve aprender um pouco e considerar.

Portanto, por onde você começa com PPC?

O lugar natural para começar é com a maior e mais conhecida rede de PPC.

Você pode conhecê-la como AdWords.

O AdWords é enorme. Ele possui cerca de 33% de todas as receitas de anúncios online (38,6 bilhões de 117,6 bilhões).

A única maneira de realmente entender como o Adwords é grande, é compará-lo com as redes de anúncios dos outros motores de busca:

image44

Neste momento, há “bem mais de um milhão de anunciantes” usando o AdWords para seus negócios.

A razão é simples:

É uma aposta segura que você pode encontrar o seu cliente-alvo no Google, não importa o nicho que você está. É o lugar óbvio para começar.

Mas se você está apenas começando com PPC, você vai cometer erros.

É improvável que seja rentável logo no início, a menos que você tenha uma incrível habilidade para isso.

Mas, se você evitar erros de iniciante comuns, você irá minimizar eventuais perdas que você teria ao aprender (pense nisso como uma taxa de matrícula), e te dar uma melhor chance de sucesso.

AdWords para iniciantes: faça o download desta planilha para evitar 10 erros comuns que acabam com o seu orçamento.

Se você estiver interessado em acelerar o seu aprendizado em PPC, preste muita atenção em como eu vou destacar os 10 erros mais comuns do Adwords (tanto por iniciantes e até mesmo intermediários). 

Adwords para iniciantes erro #1. Anunciantes inteligentes dão um passo de cada vez

Não há nenhuma maneira mais rápida para lavar seu dinheiro no vaso sanitário do que uma campanha ruim de PPC.

A primeira coisa que você precisa dominar, a fim de otimizar uma campanha, é escolher as palavras-chave certas, mas também o tipo certo de palavras-chave.

Como você pode saber, de qualquer conhecimento de SEO que você tiver, existem 3 (ou 4) tipos principais de definições de palavras-chave.

image42

Você precisa entender cada tipo antes de seguir em frente:

  • Palavra-chave de correspondência ampla – corresponderá às pesquisas com as palavras, em qualquer ordem, bem como sinônimos.
  • Modificador de correspondência ampla (+) – Se você adicionar um sinal de “+” antes de uma palavra, seus anúncios só serão apresentados em consultas que contêm essa palavra exata (mas ainda assim as palavras individuais em qualquer ordem)
  • A correspondência de frase – Se você colocar as palavras-chave entre aspas, seus anúncios só aparecem em pesquisas que contêm essa frase exata.
  • Correspondência exata – Se você colocar a palavra-chave(s) entre colchetes (por exemplo [comprar flores]), seus anúncios só aparecem nessa exata consulta de pesquisa.

Aqui está um gráfico do Google que irá esclarecer qualquer confusão:

image37

A troca entre conversão e volume: Aqui é onde a maioria dos iniciantes erram.

Se você quer a maioria das impressões, você deve escolher palavras-chave de correspondência ampla para a sua campanha de anúncios. Em seguida, os anúncios vão aparecer para praticamente todas as consultas, mesmo vagamente relacionadas ao seu produto.

E isso é exatamente o que a maioria dos iniciantes fazem.

Eles querem que seus anúncios sejam mostrados, tanto quanto possível, e escolhem apenas as grandes palavras-chave mais óbvias que encontram.

Não faça isso.

Você deve incluir palavras-chave de correspondência ampla em sua campanha com moderação (independente do tamanho do seu negócio) .

Você pode usar palavras-chave de correspondência de frase, mas tenha cuidado.

Idealmente, você deve criar e testar campanhas com palavras-chave de correspondência exata.

Por quê? Porque você pode adaptar o seu anúncio para essa consulta exata.

Isto leva a maiores taxas de conversão, o que torna muito mais fácil para criar uma campanha de AdWords rentável.

Estudos apoian isso. Segmentação para correspondência exata converte melhor do que correspondência de frase, que converte melhor do que a correspondência ampla.

image34

Quando você reflete sobre isso, faz todo o sentido.

Vamos dizer que você estava vendendo manteiga de amendoim orgânica.

Se você acabou de pesquisar por:

manteiga de amendoim orgânica

Na sua campanha, o anúncio vai aparecer em consultas como

o que é manteiga de amendoim orgânica

Não apenas é uma consulta informativa (ou seja, não é uma consulta de compra), mas provavelmente o seu anúncio está levando a uma página de vendas para a manteiga de amendoim.

Uma vez que a página não contém um monte de informações sobre a manteiga, a maioria das pessoas que clicaram no anúncio simplesmente vão sair da página, desperdiçando o dinheiro que você paga.

Mas com a segmentação exata, você pode ir atrás de frases específicas como:

[Comprar manteiga de amendoim orgânica]

Se a sua landing page é boa, você terá uma taxa de conversão elevada. Você está dando aos pesquisadores exatamente o que eles querem.

A desvantagem de usar palavras-chave de correspondência exata é que você tem que digitar todas as combinações, o que pode ser demorado (por exemplo, também [venda de manteiga de amendoim orgânica] e [comprar manteiga de amendoim orgânica online].

E já que seu anúncio só aparece para as consultas específicas que você segmentar, os seus anúncios não vão aparecer tão frequentemente (a menos que você segmentado para um grupo de palavras-chave exatas).

No entanto, se você não precisa gerar uma tonelada de tráfego para o seu negócio (que você não precisa, como um novato), comece apenas usando palavras-chave de correspondência exata.

Comece com palavras-chave de correspondência exata, e experimente palavras-chave de correspondência de frase, se quiser, uma vez que são rentáveis.

Faça grupos de anúncios corresponderem com seus produtos: o AdWords é um dos produtos de mais alta qualidade do Google. E eles precisam que seja, pois é onde quase toda sua receita vem.

Uma das melhores características do AdWords é o quão flexível ele é. Você pode ter até 10.000 campanhas de anúncios em sua conta, e 20.000 grupos de anúncios por campanha.

Em outras palavras, é improvável que alguma vez você chegue perto de utilizar plenamente a sua conta.

Mas a maioria dos anunciantes nem sequer tentam.

Eles querem criar alguns anúncios bons e só.

Na realidade, isso não funciona.

Você precisa criar um grupo de anúncios separado para cada produto que você está vendendo. Às vezes, você pode precisar de vários grupos de anúncios para um produto.

Dessa forma, você pode ter um grupo de anúncios para ambos os “amendoins orgânicos”, e “manteiga de amendoim orgânica”. Embora possam estar relacionados, pessoas à procura de ambos os termos querem ver anúncios diferentes e diferentes landing pages.

Para criar um grupo de anúncios, clique em uma de suas campanhas no AdWords. Em seguida, clique no botão vermelho “grupo + anúncio”.

image13

Uma vez que você fizer isso, você terá que preencher algumas coisas na próxima página.

Em primeiro lugar, dê ao seu grupo de anúncios um nome descritivo. Não o nomeie com algo genérico (como “grupo ad x”).

Você também pode criar um primeiro anúncio básico, embora você possa editar antes da campanha ser executada.

image03

Você tem que adicionar pelo menos uma palavra-chave na caixa de texto a seguir. Você pode adicionar mais se você quiser, ou deixar isso para mais tarde.

Quando você rolar para baixo um pouco mais, há uma última opção, que você precisa escolher.

Escolha um lance máximo por clique (pode mudar mais tarde), e clique em Salvar.

image27

Em seguida, clique em Salvar.

Quando você voltar para o painel principal “grupos de anúncios”, você verá suas novas campanhas.

Image23

Adwords para iniciantes erro #2. A primeira regra dos anúncios: Números não mentem

Pode ser difícil admitir que você está errado (para praticamente todos, incluindo eu mesmo).

Mas você precisa superar isso.

Você vai criar alguns anúncios que você acha que são brilhante e vão converter mais de 10%.

A maioria desses anúncios não terão o resultado esperado.

Mesmo escritores experientes nem sempre podem adivinhar que o anúncio terá melhor desempenho para um público específico.

O que eles sabem, porém, é que os números não mentem.

Se você tem uma amostra grande o suficiente para uma variedade de anúncios, você pode saber com grande certeza qual deles é o melhor.

Não qual deles você acha que é o melhor, mas qual deles irá produzir o maior número de conversões para o seu negócio.

image40

Este é um dos conceitos mais simples de entender, mas um dos mais difíceis de manter na prática.

Haverá momentos em que você acha que você pode criar uma campanha rentável para um grupo de palavras-chave, mas não importa o que você tente, os anúncios simplesmente não produzem conversões.

Os números vão te mostrar que você está perdendo dinheiro e tempo.

Mas muitos empresários continuam sendo teimosos e tentam ganhar algum lucro.

Não é assim que as empresas bem-sucedidas operam. Elas gastam o seu tempo perseguindo as melhores oportunidades, e não tentando provar que elas podem transformar uma situação difícil em um pouco rentável.

Decida agora: Quanto dinheiro você vai gastar tentando fazer um único grupo de anúncios rentável para um produto?

Uma vez que você atingir esse limite, você precisa prometer a si mesmo que você vai passar para melhores oportunidades.

Não pense nisso como um fracasso, pense nisso como uma opção para encontrar uma oportunidade de ganhar mais.

Adwords para iniciantes erro #3. Não entender o poder das palavras-chave negativas

Eu menti antes – desculpe.

Não há 3 ou 4 tipos de correspondência de palavras-chave, na verdade existem 5 se você considerar as palavras-chave negativas:

image37

Palavras-chave negativas te ajudam a usar palavras-chave de correspondência de frase sem acabar com todo o dinheiro da campanha:

image08

Quando você adiciona um sinal de menos (“-“) antes de uma palavra específica na sua palavra-chave, você diz ao Google que você não quer que seu anúncio apareça para qualquer busca que contenha essa palavra específica.

image04

Você deve usar palavras-chave negativas, porque você pode minimizar as vezes que o seu anúncio aparece para uma busca que tem uma baixa intenção de compra, ou para uma consulta irrelevante.

Aqui está um exemplo prático.

Se eu fosse um profissional de SEO procurando um emprego, eu poderia procurar:

Empregos SEO

image30

O primeiro anúncio do resultado faz sentido. É uma agência de SEO que contrata profissionais de SEO.

O segundo resultado é muito questionável, porque eu não vi qualquer informação de contratação no site.

Mas o terceiro anúncio é o pior. É um anúncio para uma ferramenta de SEO.

Independentemente da qualidade da ferramenta, é um desperdício de dinheiro fazer anúncios para esta palavra-chave. Quem estiver procurando por um trabalho de SEO não está querendo comprar uma ferramenta agora.

Não só ela pode não converte bem, mas também irritar o pesquisador, porque eles estão à procura de informações sobre trabalho, e não buscando uma ferramenta. Isso pode acabar com as chances, no futuro, desse pesquisador comprar sua ferramenta.

Palavras-chave negativas melhoram o desempenho: Há algumas boas razões pelas quais palavras-chave de correspondência exata podem não ser suficiente (ou melhores) para o seu negócio.

Nessas situações, você precisa usar palavras-chave negativas, a fim de manter o seu índice de qualidade elevado, e sua taxa de conversão alta.

Muitas empresas demoram um pouco para descobrir isso, mas você não tem que ser uma delas.

Em um estudo de caso, Search Scientists foram capazes de aumentar o índice de qualidade em 60,1% de um dos seus clientes, ao mesmo tempo, diminuíram o custo por clique (CPC) em 24,6%. Eles fizeram isso principalmente através da utilização de palavras-chave negativas.

image10

Em outra situação, Adapt Partners foram capazes de reduzir os gastos com anúncios de seu cliente em 40%, enquanto aumentaram as conversões.

image41

Apesar da campanha não ter apenas palavras-chave negativas, elas foram o foco principal do projeto.

É fácil ver porque palavras-chave negativas podem ajudar.

Se você está segmentando para uma palavra-chave de correspondência de frase como “manteiga de amendoim orgânica”, seu anúncio vai aparecer para consultas como:

  • comprar manteiga de amendoim orgânica (bom)
  • informações sobre manteiga de amendoim orgânica (ruim)
  • o que é manteiga de amendoim orgânica (ruim)
  • produtos de manteiga de amendoim orgânica (pode ser bom)

E assim por diante…

Marquei algumas dessas buscas como “ruim”. Quando o seu anúncio aparecer, ele levará a uma página que vende a manteiga de amendoim orgânica, o que não corresponde com a intenção dos pesquisadores.

Obviamente, elas não vão converter bem (em comparação com os outros termos).

Com isso, elas podem prejudicar o seu índice de qualidade.

Seu índice de qualidade é baseado em muitos fatores diferentes.

image19

Os principais fatores são a relevância: A sua landing page tem o que os pesquisadores estão procurando?

Com essas palavras-chave ruins, sua landing page não tem o que os pesquisadores querem, o que diminuirá o seu índice de qualidade.

Quando você tem um índice de qualidade baixo, o custo por clique será maior para as palavras-chave. Portanto, essas palavras-chave ruins não apenas não vão converter, elas também vão lhe custar muito mais dinheiro!

image48

Por isso que você precisa usar palavras-chave negativas.

Como adicionar palavras-chave negativas: É muito simples adicionar palavras-chave negativas. Você pode fazer isso tanto na campanha como no grupo de anúncios.

Se você adicionar uma palavra-chave negativa em um nível de grupo de anúncios, todos os anúncios nesse grupo de anúncios em particular terão a palavra-chave negativa aplicada a eles.

Se você adicionar uma palavra-chave negativa ao nível da campanha, aplica-se a todos os grupos de anúncios dessa campanha.

Comece clicando na aba “palavras-chave” no AdWords.

Em seguida, clique no sinal de mais ao lado do link “palavras-chave negativas” na parte inferior da página. Isso irá expandir 2 painéis diferentes (uma para o nível de grupo de anúncios, uma para nível da campanha).

image22

Quando você clica em “adicionar” no painel, você pode digitar ou colar as palavras-chave negativas.

image18

Aqui está uma boa lista de palavras-chave negativas para começar, mas é provável que você também seja capaz de inserir alguma para o seu produto específico:

  • grátis
  • pornô
  • barato
  • pelado(a)
  • nu
  • torrents
  • Youtube
  • craigslist
  • ebay
  • kijiji
  • sexo
  • pornografia
  • torrent

Termos como “grátis” e “barato” normalmente não possuem alta conversão, porque o pesquisador não está querendo gastar dinheiro. Na maioria dos casos, é melhor evitar termos como estes.

Uma declaração final: Você deve ter notado as aspas na imagem acima. Quando você está adicionando palavras-chave negativas, as mesmas regras de correspondência se aplicam.

Se você acabou de digitar uma palavra (como, grátis) sem aspas, ela vai agir como uma palavra-chave negativa de correspondência ampla. Isso significa que todos os sinônimos e palavras relacionadas a “grátis” serão automaticamente filtradas como negativas também.

Utilize aspas para indicar uma palavra-chave negativa de correspondência de frase, e colchetes para uma palavra-chave exata.

image33

Adwords para iniciantes erro #4. Você sabe quanto seus clientes valem?

Como você sabe se uma campanha é rentável?

Você acha que gastar R$ 10 por conversão é bom? E R$ 20?

A resposta é que não importa o que você acha, o que importa é o que os números dizem (de novo).

Uma campanha só é rentável se o valor monetário de um cliente é maior do que o custo para adquirir esse cliente.

image32

Calcular o valor de um cliente nem sempre é fácil. Existem muitas fórmulas complicadas que as empresas costumam usar:

image06

Você nunca vai saber o valor exato de um cliente, mas você consegue ter uma estimativa aproximada.

Enquanto você pode usar essas fórmulas avançadas, sugiro começar com algo simples.

Esta calculadora do valor de um cliente tem 3 campos simples:

image15

Primeiro, insira seu lucro médio por venda. É importante inserir o lucro, e não a receita (deixe seus custos em consideração).

Em seguida, digite o percentual de recompras do seu produto. Se você possui um serviço de assinatura recorrente, isso não levará em consideração a rotatividade. Você nem precisa estimar esta taxa, ou utilizar uma fórmula mais complicada.

Finalmente, insira o seu custo de aquisição do cliente (o valor que você paga por conversão com cada um dos seus anúncios).

Enquanto o seu valor final de um cliente é suficientemente lucrativo, você tem uma boa campanha.

Note que você deve calcular um valor para cada produto que você vende, pois eles provavelmente vão ter resultados bem diferentes.

Adwords para iniciantes erro #5. Estar em uma corrida para ir à falência

O melhor conselho que posso dar a um anunciante iniciante é começar devagar e ganhar experiência com o tempo.

O Google muitas vezes dá cartões de presente com mais de R$50 de anúncios gratuitos para as empresas. A maioria dessas empresas acabam gastando esses créditos em poucos dias por causa de todos os erros neste artigo, e de lances muito altos.

Primeiro, é importante entender como o Google classifica os anunciantes pagos.

O Google se preocupa tanto com satisfazer seus usuários, como com ganhar dinheiro com os anunciantes.

Um componente é o lance máximo que você definir para cada campanha. Este é o valor máximo que você está disposto a pagar por um clique.

Como o AdWords funciona como um leilão, se ninguém mais está investindo em uma palavra-chave, você não vai chegar perto desse montante (se ele for razoável).

O segundo componente é o índice de qualidade, que é determinado pela forma como a sua página reflete o que os pesquisadores estão procurando.

Se você tem uma pontuação de alta qualidade, você ainda pode conseguir uma grande quantidade de impressões e cliques sem ter um alto lance máximo.

image46

Este é o ponto principal: Trabalhe seu índice de qualidade em primeiro lugar, em vez de apenas tentar superar todos os seus concorrentes.

O topo nem sempre é melhor: O outro equívoco comum que as pessoas novas no AdWords cometem (e até mesmo alguns anunciantes experientes), é que a posição número um é sempre o melhor.

image12

O 1º lugar recebe a maioria dos cliques, mas se você está alvejando uma quantidade razoável de palavras-chave com um orçamento limitado, você não precisa maximizar quantos cliques você está recebendo.

Seu objetivo inicial deve ser o de obter alguns cliques, e começar a otimizar sua campanha de publicidade.

Posições inferiores são mais baratas, o que significa que você não vai gastar seu orçamento tão rápido.

Quando você configurar inicialmente a sua campanha, o Google irá lhe sugerir lances máximos baseados em palavras-chave (você pode vê-las no Planejador de palavras-chave).

image21

Sugiro começar mais baixo do que estas sugestões.

Trabalhe para ter o índice de qualidade tão alto quanto possível. Enquanto você faz isso, observe quantas impressões você está recebendo, e quantos cliques.

Em um estudo de caso, Georgia Eye Associates foi capaz de melhorar a sua posição de 4,2 para 3,1, enquanto também reduziu CPC de US$ 4,90 para US$ 2,31. O índice de qualidade pode fazer uma grande diferença.

Às vezes, apesar oferecer um pouco abaixo do que o lance sugerido, você ainda pode conseguir cliques suficientes para testar seu anúncio.

As posições 3 a 5 muitas vezes têm os mais altos retornos sobre o investimento (ROI). No entanto, elas não têm o volume de cliques das primeiras 2 posições.

Se você conseguir uma campanha de anúncios rentável nas posições 3 a 5, otimize ela tanto quanto você puder, e então aumente o seu CPC máximo para alcançar as primeiras posições e aumentar a rentabilidade total.

Adwords para iniciantes erro #6. Começando do zero

Provavelmente você não é o primeiro no seu mercado a usar o AdWords.

Isso significa que você terá alguma competição, mas também que você pode tirar proveito das experiências dos concorrentes.

É possível identificar quais palavras-chave que eles concentram a maior parte de tempo e orçamento, que são as que convertem melhor para eles.

Nota: Há uma chance de que você pode perder algumas boas palavras-chave, mas você sempre pode pesquisar elas separadamente depois.

Vamos mostrar por um exemplo …

Se você é um encanador em Denver, você deve buscar algo como “encanadores Denver”. Todos os melhores resultados de anúncios são de empresas concorrentes que gastam mais em anúncios:

image43

Anote quantas URLs quiser, mais sempre é melhor.

A seguir, vamos precisar de uma ferramenta de pesquisa de mercado como a SpyFu ou SEMRush. Vou usar a SpyFu para este exemplo.

Insira a URL do seu concorrente na principal barra de busca:

image17

Isso fará com que um relatório detalhado, mostrando onde o tráfego dele está vindo (orgânico vs. pago), mais o quanto eles gastam em AdWords por mês:

image35

Além disso, observe o tempo que o concorrente tem utilizado o AdWords (canto inferior direito da foto acima).

Embora todos esses dados não sejam 100% confiáveis, é um indicador muito bom.

Há um monte de informações úteis no relatório, mas, em particular, vá até a seção “principais palavras-chave”.

image47

Você pode ver todas as principais palavras-chave que seus concorrente estão investindo, clicando em “Ver todas as palavras-chave pagas.”

Essas palavras-chave principais são provavelmente as que estão trazendo maior resultado para o seu concorrente, especialmente se eles estão usando o AdWords por um longo tempo.

Adwords para iniciantes erro #7. Deixar seus concorrentes roubarem seu tráfego de busca

Se alguém procura pelo nome da sua marca, é claro que ele sabe quem você é e está interessado em um de seus produtos.

Então, o que os concorrentes sorrateiros vão fazer, é anunciar nessas buscas de marca e tentar oferecer um negócio semelhante aos pesquisadores.

Independentemente de você achar que isso é ou não ético, isso acontece:

image07

Como você pode ver acima, 2 outras empresas que vendem produtos ou serviços relacionados com a vara dyno (para desentupir pias) estão anunciando para a palavra-chave da marca concorrente.

Neste caso, Dyno.com inteligentemente pegou o 1º lugar para que eles não percam muito tráfego, se houver.

Mesmo que os concorrentes não estejam tentando roubar seu tráfego, muitas vezes ainda faz sentido mostrar anúncios para as buscas de marca. Elas são uma oportunidade extra para se certificar que os visitantes estão sendo direcionados para a página certa do seu site.

image09

Lembre-se que você deve anunciar para todas as variações da sua marca. Isso inclui grafias diferentes, bem como diferentes partes de sua marca.

Por exemplo, existem milhares de pesquisas feitas por mês para Quick Sprout (e termos relacionados), assim como Neil Patel (e termos relacionados).

image01

O que você vai notar sobre estes termos de marca é que eles são extremamente baratos para aparecer no topo das buscas.

Como o seu site é o destino óbvio pretendido para o pesquisador, você vai ter um grande índice de qualidade, enquanto os concorrentes terão um inferior.

Por causa disso, a maioria dos concorrentes não podem dar ao luxo de superar os seus lances para os termos de busca da sua marca (pelo menos não de uma forma rentável).

Então, enquanto pode não ser o ideal pagar por tráfego nas próprias buscas por sua marca, é muito barato:

image36

Além disso, estes anúncios geralmente possuem taxa de conversão de visitantes muito alta (porque eles já estão procurando por você), o que significa que vale a pena.

Adwords para iniciantes erro #8. Menosprezar a parte mais importante dos anúncios

Quando novos anunciantes conseguem seus primeiros resultados, eles compreensivelmente ficam animados – é um grande marco.

O próximo passo é intensificar os gastos nos anúncios para gerar mais conversões, mas esta é a abordagem errada para maximizar a rentabilidade.

Em vez disso, eles devem começar a realizar testes A/B com o anúncio em si, para melhorar o desempenho dele. Uma vez que o lucro por clique é maximizado (ou pelo menos otimizado um pouco), então você pode se concentrar em gerar mais tráfego.

Não tente deixar bonito: Há 4 partes principais de um anúncio que você pode definir, embora nós vamos se concentrar nos três primeiros:

image29

O título é o mais importante, seguido pela primeira linha de descrição, e, em seguida, a segunda linha de descrição.

Como você pode ver, há um limite apertado sobre quantos caracteres você pode usar.

Pode parecer muito rigoroso, mas você pode fazê-lo funcionar.

Lembre-se, o pesquisador já está interessado em seu produto ou serviço. Não há necessidade de fazer um título para atrair um pesquisador curioso.

As páginas que são mais relevantes são as mais atraentes para os seus visitantes, de modo que você deve tentar incluir palavras-chave simples, relevantes (idealmente as que eles pesquisaram) no seu título e descrição.

Em primeiro lugar, crie anúncios para sua campanha: Para criar anúncios para sua campanha, primeiro você precisa de um grupo de anúncios. Clique na guia “Grupos de anúncios” e depois no botão vermelho “+ grupo de anúncios”.

image39

Depois de criar um grupo de anúncios da sua campanha, você pode clicar no nome dela.

Em seguida, clique na guia “Anúncios” e clique no botão “+ anúncio”. Isto irá mostrar uma janela pop-up onde você digita o texto para cada linha do seu anúncio:

image45

Para fazer teste A/B dos seus anúncios, você vai precisar de 2 anúncios.

Você deve manter tudo igual, e mudar só um elemento (ou seja, título ou descrição, etc.).

Você pode testar mais de 2 anúncios, mas eu recomendo 2 para testes mais simples e rápidos.

image26

Ou crie um novo anúncio a partir do zero, ou simplesmente clique na seta para baixo ao lado do seu primeiro anúncio e clique em “Copiar e editar”.

Pequenas melhorias significam grandes lucros: Qualquer pequena melhoria que você fizer ao realizar testes A/B nos seus anúncios, vão te trazer um grande retorno no futuro.

Você vai notar que eu mudei o título de “comprar manteiga de amendoim orgânica” para “manteiga de amendoim orgânica agora”.

image49

Aqui estão algumas outras ideias para testes A/B.

Há algumas coisas que você precisa manter em mente para executar um teste A/B válido.

Primeiro, vá para a guia de configurações do grupo de anúncios e clique em “Alterar configurações da campanha”:

image50

Na parte superior, certifique-se que você não escolheu o tipo “padrão”, precisa ser “todos os recursos”:

image00

Quando escolher esta opção, você verá uma área de “Configurações avançadas” na parte inferior. Clique em “Exibição de anúncios: rotação de anúncios, limite de frequência”:

image11

Em seguida, selecione “rodar indefinidamente” e clique em Salvar.

O que isso faz é dizer ao Google para rodar ambos os seus anúncios, para que eles obtenham a mesma quantidade de impressões.

Quando você tem uma amostra grande o suficiente, você pode parar o anúncio com menor desempenho.

O Google recomenda conseguir pelo menos 100 cliques em ambos os anúncios, mas o especialista em conversão Peep Laja diz que ele normalmente usa apenas 25 cliques na maior parte do tempo. Se você não tiver certeza, siga o Google.

Vá além para obter uma melhor taxa de cliques: Uma outra parte do anúncio que você pode otimizar são extensões.

Estas são pequenos ícones especiais e links que você pode adicionar a seus anúncios para aumentar a taxa de cliques e conversões.

Algumas, como classificações de estrelas, vão ser escolhidas automaticamente (se você cumprir os padrões).

image05

Aqueles que você pode controlar são “extensões de sitelinks“, que inserem links para seu site em seu anúncio principal:

image16

O anúncio, de repente, chama muito mais atenção, além disso, fica mais útil para os pesquisadores.

A melhor parte é que você paga o mesmo tanto que pagaria normalmente, a menos que os pesquisadores cliquem em um dos sitelinks.

Apenas acrescentar sitelinks pode ter um grande efeito na sua taxa de cliques:

image02

Como adicionar sitelinks para seus anúncios: O processo é muito simples. Clique na guia “Extensões de anúncio”:

image24

Em seguida, clique no botão vermelho “+ extensão”.

No próximo painel, clique no botão “Novo” na parte inferior:

image28

Em seguida, você pode inserir os detalhes para seus sitelinks preferenciais.

Adicione um texto âncora (“texto do link”), a URL, bem como uma descrição opcional.

image14

Você pode adicionar até 4 extensões de sitelinks.

Adwords para iniciantes erro #9. Enviar visitantes para a página errada

Este é um erro muito simples, mas muito caro.

Muitos novos anunciantes simplesmente enviam todos que clicam nos seus anúncios para a página inicial.

No entanto, a página não é otimizada para receber muitos visitantes. Uma vez que os visitantes não estão felizes, e a landing page não é otimizada, você conseguirá uma pontuação de qualidade baixa.

Não só você vai ter poucas conversões, como você vai pagar mais por cliques também.

Aqui está um exemplo …

Imagine se alguém procurou:

bolsas transpassadas

Se houvesse um empresário inexperiente no TOMS, o anúncio poderia enviá-los para a página inicial:

image20

Não há nenhuma ligação óbvia a este tipo de bolsa, mesmo que eles estejam em algum lugar da coleção de outono.

A maioria dos visitantes deixaria a página imediatamente, resultando em um desperdício de dinheiro.

Por outro lado, se o visitante foi enviado para a página certa, eles iriam ver várias bolsas transpassadas:

image31

A conversão seria muito maior.

Agora, e se você não tem uma boa landing page para uma determinada palavra-chave? É aí que você deve fazer uma para essa palavra-chave específica. Aqui estão algumas grandes ferramentas para fazer landing pages rapidamente e super convertedores.

Adwords para iniciantes erro #10. Pensar que o PPC é perfeito para pequenos orçamentos

O último erro comum é ficar preso no AdWords.

É verdade que o AdWords é uma rede de anúncios enorme e útil. No entanto, isso também significa que a concorrência é alta, e o CPC médio é elevado.

image25

Se você não precisa de um volume extremamente alto de tráfego, ou possui um orçamento muito limitado, pode haver outras redes que irão produzir melhores resultados.

O competidor óbvio é o Bing, que é muitas vezes mais barato, mas ainda tem tráfego de alta qualidade.

image38

Aqui está uma lista de 10 alternativas ao AdWords, mantenha sua mente aberta.

Conclusão

Direcionar o tráfego para o seu site através de anúncios PPC é uma ótima maneira de diversificar suas fontes de tráfego.

É também uma maneira rápida de conseguir tráfego inicialmente, enquanto você ainda está construindo ativos de marketing de conteúdo.

No entanto, é preciso evitar esses 10 erros ou é improvável que você tenha muitos lucros nos seus anúncios.

Tire um tempo para fazer experimentos com os anúncios em um orçamento pequeno, para aprender, antes de começar regularmente a gastar grandes quantidades no tráfego PPC.

Se você tiver quaisquer dúvidas sobre a utilização do Adwords de forma eficaz, apenas deixe-as nos comentários abaixo e eu vou orientá-lo na direção certa.

Share