O Guia de Como Vender Mais Com Remarketing

remarketing

Você sabia que a média de abandono de carrinho de compras é de 68,63%? Apenas dê uma olhada nos resultados dos estudos conduzidos em 33 carrinhos de compra de ecommerce.

As razões para o abandono são muitas. Mas estas duas razões abaixo podem ter distraído o visitante e o feito sair do seu website.

  1.  O design do seu site era pobre e não oferecia uma boa experiência de compra. Talvez os seus processos de checkout eram complicados ou suas opções de pagamento limitadas ou os preços não estavam visíveis.  
  2. Ou, sua proposição de valor não era clara e não atendia às expectativas do visitante.

Isso não significa que o possível consumidor odeie sua marca e nunca irá comprar de você, mas pode significar que ele perdeu a motivação e mudou sua atenção para outra coisa, talvez uma foto legal de um amigo no Facebook. 

Você consegue reverter essa oportunidade perdida e ainda assim converter o visitante? 

Além de otimizar o design do seu website, existe uma estratégia de marketing que pode lhe ajudar nessa situação. 

Faça o download da versão em PDF deste material sobre como vender mais com remarketing. 

Quando a estratégia for executada no tempo certo, ela irá lhe ajudar a fechar a venda. A verdade é que, bilhões de dólares são gastos nessa estratégia todo ano. 

Estou falando sobre estratégia para vender mais com remarketing.

É tão efetivo que 25% dos 1000 melhores vendedores do mundo mandam e-mails sobre carrinhos abandonados aos seus consumidores (remarketing por e-mail).

image05

Se você já comprou produtos online, eu aposto que você já foi exposto a algum tipo de mensagem de remarketing. 

Você já recebeu um e-mail da Amazon baseado em suas compras anteriores? 

No exemplo abaixo de remarketing, a Amazon está sugerindo que você explore os modelos de câmera automática mais vendidos da semana. 

image32

Ou, você pode não ter feito o checkout depois de ter adicionado itens ao seu carrinho. Consequentemente, você recebeu um e-mail o motivando a concluir a compra. 

A Cole Haan, no e-mail abaixo, está informando o visitante de que o checkout está ‘a apenas um clique de distância’.

image36

Você pode também ter sido seguido por um anúncio de remarketing na mídia social. Vejo o exemplo abaixo, no qual as botas da Cole Han aparecem na barra lateral direita do Facebook, lhe sugerindo a ‘Curtir a Página’ e a ‘Comprar Agora’.

image66

Você gosta de um e-mail de FOLLOW UP bem personalizado te relembrando a completar sua compra? 

Uma pesquisa conduzida com 3.000 consumidores nos EUA e RU  pela AgileOne descobriu que 41% das pessoas na faixa etária de 15-34 anos gostam de receber um e-mail de FOLLOW UP sobre o abandono de carrinho. 

Na verdade, vender mais com remarketing é provavelmente minha forma favorita de publicidade. Eu a uso para mostrar anúncios de ofertas para as pessoas que visitaram meu website. 

image57

Você já deve saber que é sempre mais fácil reengajar um usuário que já mostrou algum nível de interesse em você, em vez de tentar adquirir mais daqueles que clicam pela primeira vez. 

É por isso que vender mais com remakerting funciona. Demora, em média, pelo menos 3-4 visitas em seu website para um novo potencial consumidor realmente pensar em comprar de você. Pelo menos 95% dos que visitam pela primeira vez só estão lá para pesquisar em seu website e não para comprar. 

Para a Moz, leva em média sete visitas e meia em seu website, antes que alguém opte por uma versão grátis do seu produto.

Kaushik, em sua pesquisa, descobriu a seguinte correlação entre o número de visitas para efetuar a compra e a fonte de aquisição. 

image39

Então, o veredito é claro. Faz sentido aumentar um pouco do seu orçamento para anúncios com o objetivo de vender mais com remarketing. 

Na verdade, as taxas de conversão apenas aumentam com anúncios de remarketing. Veja o gráfico abaixo:

image38

Um exemplo real é o do cliente da Ben Lloyd. Eles lançaram uma campanha retargeting, em um período de 6 meses, para aumentar suas conversões em 218%. 

É simples a forma pela qual vender mais com remarketing funciona. Conforme o usuário interage com a sua marca/website, ele é marcado com um cookie que você implementa para rastreá-lo. Então, ele é lembrado do seu produto/marca por um anúncio na plataforma que você escolher – Google, Facebook ou até mesmo Instagram.  

Mas, a excessiva quantidade de recomendações e as chamadas boas práticas para lançar uma campanha de remarketing de sucesso podem lhe sufocar. Você pode se confundir em relação à plataforma certa para o seu negócio e o no planejamento da sua campanha. 

Neste artigo, eu gostaria de compartilhar um checklist de 3 pontos simples que irão lhe ajudar a lançar campanhas efetivas de remarketing. 

O checklist irá incorporar elementos das 3 formas proeminentes para se vender mais com remarketing – mídia social, e-mail e anúncios retargeting. 

Você não quer lançar uma campanha de remarketing de sucesso para o seu negócio e aumentar seu ROI? 

Eu aposto que sim.

Vamos nos aprofundar no ponto número 1. 

Ponto #1:Você definiu claramente seu público-alvo e direcionou precisamente sua campanha para alcançar as pessoas certas? 

Você pode ter um texto perfeitamente otimizado e um design brilhante em seu anúncio. Mas, o elemento crítico que mais importa antes de lançar sua campanha é se ela está ou não atingindo as pessoas certas. 

Muito provavelmente, você irá lançar sua primeira campanha de remarketing no Google Display Network (que contém 2 milhões de websites) ou no Facebook (que possui perto de 1.5 bilhões de usuários). 

Vamos ver como você irá visar seu público-alvo em ambos. Eu também irei lhe mostrar os erros mais comuns que os profissionais de marketing cometem quando lançam campanhas de remarketing. 

Como definir seu público-alvo no Google AdWords? 

image42

Digamos que um visitante tenha saído da sua página de consultas de ofertas. E, outro visitante tenha saído do seu blog. 

A mentalidade desses dois visitantes é diferente, logo seus interesses e o nível de intenção de compra também devem ser. 

Certo? 

É aqui que a criação de uma lista de remarketing dentro do Google entra em cena. 

Uma pesquisa feita pela Adobe e Econsultancy descobriu que 52% dos profissionais de marketing online consideram a personalização como um fator fundamental para sua estratégia. Então, você deve dividir os visitantes do seu website e mostrá-los diferentes anúncios baseados nas diferentes seções do seu website que eles visitaram.

Como começar?

Você precisa apenas colocar a tag de remarketing no seu website e o Google irá instalar o cookie no seu visitante. 

image40

Em seguida vem o passo mais importante – definir que tipo de visitante deve ser incluído e excluído do seu público-alvo. 

Não trate todos os visitantes do seu website da mesma forma ao criar apenas uma lista de remarketing selecionando todo mundo que o visita. 

Em vez disso, você pode apostar na seção do seu website em que os visitantes obtêm mais valor com base em seus dados analíticos. 

image55

Como exemplo, veja esta planilha com uma lista de páginas de websites e suas correspondentes conversões, visitas e taxa de conversão:

image02

Quando tiver criado tal lista com as páginas do seu website, veja esses 3 exemplos de direcionamentos que você pode utilizar…

As principais landing pages no seu website (como sua página de produtos, página magnética de ebooks/lead) devem ser direcionadas de forma diferente. Você pode apresentar mensagens agressivas aos visitantes que recuaram dessas páginas e persuadi-los a completar a transação. 

Uma lista de remarketing como essa merece um apelo maior, pois o grupo visado por ela consiste de tráfego emergente que é mais favorável à conversão. Então você deve posicionar melhor os anúncios para fechar mais vendas. 

Você pode até oferecer descontos para esses visitantes e instigá-los a voltarem à sua página de produtos e completarem a venda.

image07

Você também pode prestar atenção em sua landing page de pós conversão e focar em seus consumidores anteriores para fazer com que eles voltem outras vezes. É uma ótima estratégia para aumentar o reconhecimento e lealdade à sua marca. 

Vamos supor que você seja um vendedor de roupas e lançou uma nova coleção de primavera. Para quem você deve apresentá-la? Isso mesmo, para os que compraram roupas da sua coleção de inverno. 

Remarketing com pouca frequência de anúncios feito com consumidores antigos que possuem longa parceria com você pode lhe ajudar a permanecer em seus pensamentos. Isso também irá aumentar as vendas durante o lançamento do seu novo produto. 

Como você pode influenciar a segmentação sendo um profissional de marketing de conteúdo? Você pode ter um bom estoque de postagens, classificadas por categorias, em seu blog. 

Defina suas categorias de público-alvo no AdWords, com base nas categorias de postagens já existentes. 

Eu espero que essas opções de direcionamento lhe proporcionem fluxo criativo de PageRank. Agora, eu quero contar a você dois erros comuns que acontecem nas campanhas de remarketing.

1. Pensar que anúncios de remarketing cansam seus consumidores assim como os anúncios genéricos – Não, eles não cansam. Na verdade, um anúncio de remarketing cansa em menos da metade da quantidade de vezes que um anúncio genérico o faz.  

Veja os resultados da pesquisa do WordStream em CTRs relativas de anúncios genéricos vs. anúncios de remarketing. 

image26

Como você pode perceber, a CTR dos anúncios de remarketing é bem maior no começo. E, ela continua a se manter alta mesmo quando a fadiga de anúncios aparece lentamente. 

Um usuário é bem mais favorável a se engajar com um anúncio de remarketing, mesmo depois de já tê-lo visto seis vezes, do que com um anúncio genérico de uma marca. 

Então, você pode continuar focando em seus consumidores agressivamente até que sua mensagem seja efetiva e sua oferta proporcione valor ao consumidor. 

2. Não excluir o público-alvo que já fez uma compra com você – Essa é clássica. Você tem que excluir os clientes que já compraram de você, da sua nova lista de remarketing e da lista dos leads que já receberam algum tipo de nutrição.

aba de exclusão da campanha pode ser encontrada ao clicar em + Targeting inferiormente à aba Display Network. 

image03

Então, escolha Exclusões de campanha >> Adicionar exclusões de campanha >> Interesses & remarketing.

image29

Selecione a lista de consumidores convertidos por remarketing que você criou a partir das categorias do site. 

image58

Como eu disse anteriormente, você pode lidar de formas diferentes com esses consumidores convertidos ao mostrá-los anúncios (talvez com descontos) no lançamento de seus produtos novos. Talvez você possa oferecê-los um cupom de fidelidade para mostrar aos seus consumidores que você os aprecia.  

Você também deve impedir que seus anúncios  apareçam ao lado de conteúdo impróprio, pois irá atrapalhar a imagem da sua marca. Exclusões baseadas em categorias irão lhe a ajudar a prevenir associações negativas com a sua marca. 

image41

Tente também excluir seus anúncios de websites que não são relacionados aos seus produtos e serviços. O InSkin Media, em sua pesquisa com 1600 adultos do RU, descobriu que sentimentos negativos começam a aparecer depois de terem visualizado o terceiro anúncio.  

image22

Nota: Você não precisa que seus anúncios funcionem 24 x 7. Para melhor rentabilidade e efetividade, administre-os seguindo os 5 passos simples deste artigo. 

Como liberar o poder oculto dos Anúncios do Facebook criando um público-alvo personalizado? 

Similar ao Google, o Facebook também oferece opções para se vender mais com remarketing ao criar sua própria lista de público-alvo. 

Você simplesmente instala um pixel (imagem com pixel 1×1) em seu website através da seção de ferramentas de administração de anúncios do Facebook.

image60

O código para rastrear seus visitantes e conversões é um pouco diferente. Jon Loomer discute sobre a parte técnica dos novos e atualizados pixels do Facebook neste artigo

image68

Vamos pular para como criar agora seu próprio público-alvo

A partir de seu gerenciador de anúncios, selecione Ferramentas >> Públicos-alvo >> Criar Público-alvo >> Personalizar Público-alvo (a partir do menu suspenso).

image64

Você verá um pop-up com as três opções.

image34

Vamos explorar as opções de direcionamento. 

Você pode inserir sua própria lista de e-mails ou telefones. E então, o Facebook irá criar um público-alvo para você, baseado nelas. 

Ou você pode direcionar seu tráfego de website até as pessoas que não o visitam há um determinado tempo. 

image15

Você pode até selecionar pessoas que visitaram sua landing page, mas não converteram, isto é, não visitaram sua página de agradecimentos. 

image62

Você também pode criar anúncios de remarketing para seus produtos. Para uma maior relevância, foque em pessoas que já leram o conteúdo relacionado ao produto em seu blog. 

A demarcação demográfica que se pode atingir no ecossistema de anúncios do Facebook é surpreendente. Existem 1500 pedaços de informação disponíveis em um usuário mediano. Veja os exemplos do público-alvo detalhado abaixo:

image30

Você pode separar sua audiência personalizada em camadas através dessas opções de demarcação. Mas, não seja específico ao ponto de o alcance dos seus anúncios ser jogado foraAtinja um equilíbrio entre seu orçamento e o tamanho do seu público-alvo. 

image20

Você pode expandir o alcance do seu público-alvo mais adiante ao criar um público-alvo semelhante. É uma ótima estratégia que lhe permite se espelhar em seus atuais fãs no Facebook ou visitantes do website.  

Você tem a opção de exibir seus anúncios para 1 por cento dos usuários com maior quantidade de gostos similares em seu país alvo, ou para 10 % dos usuários em seu país-alvo que são mais parecidos com o público-alvo de seu interesse. 

image23

Você pode ler algumas opções de demarcação poderosas  neste artigo de Jon Loomer.

image44

Ao invés de transmitir seus anúncios 24 x 7, você também pode agenda-los para dias específicos da semana, nos picos dos seus níveis de engajamento. 

image50

Dica profissional: Você não deve parar de criar anúncios para suas listas segmentadas de remarketing. Expanda seus esforços para criar uma landing page customizada que incorpore sua mensagem de retargeting para cada segmento da sua lista.  

Para manter a essência, mantenha o título, a foto e a cor da sua landing page igual a do seu anúncio. Preste também uma atenção especial ao texto do seu anúncio e nas palavras-chave específicas que você usar. Se você criar uma experiência tranquila para o usuário, você pode aumentar muito mais as suas conversões.

image47

Ponto#2: Você já experimentou vários formatos de anúncios? E, você está realmente criando anúncios atraentes que prendam a atenção dos seus potenciais consumidores? 

Você sabe o que faz um usuário clicar em um link? 

É o apelo emocional que você dá a eles. 

Como um exemplo, veja o anúncio do ‘Big Data Solutions’ abaixo.

image63

Eles são quase iguais, certo?

E, eles não te animam a clicar. 

Agora, veja o anúncio com um cachorro fofo abaixo, do WordStream:

image65

Viu como prende sua atenção? Eu não estou surpreso que esse seja um anúncio de alta performance para o WordStream. 

Então, por que esse anúncio é apelativo?

O OkDork realizou uma pesquisa nos 10.000 arquivos mais compartilhados

E, eles mapearam os arquivos de acordo com as emoções que eles provocavam. As 3 emoções mais populares foram – medo (25%), risada (17%) e entretenimento (15%).

image01

 

Isso confirma a necessidade de se livrar de anúncios planos e informais sem qualquer personalidade (como aqueles cheios de informações que você viu). Tente incorporar em seus anúncios emoções e benefícios para os seus consumidores.  

Como exemplo, veja os anúncios de chaveiro abaixo. Você acha que irá se importar se o negócio é possuído por uma família (primeiro anúncio) quando você estiver trancado para fora de casa? Ou, você irá para outro website e digitará seu cep para achar chaveiros (terceiro anúncio) perto de você? 

image11

Outro exemplo é este chamativo anúncio do BadMarriageRevenge.com.

image09

Não chamou sua atenção imediatamente? 

Um brilhante exemplo de anúncio retargeting do Facebook é este abaixo:

image31

Ele tem uma proposição de valor sedutora (40% de desconto em hotéis de luxo) junto com uma imagem deslumbrante e uma clara call to action (Ofertas Exclusivas Começam Hoje!). 

Se você estiver planejando passar férias na Ilha Santorini (a qual o usuário estava), então você será instigado a clicar nesse anúncio. 

Assim que a taxa de cliques (CTR) do seu anúncio subir, a pontuação de qualidade dos seus anúncios também irá crescer. E, eventualmente, você irá diminuir seu CPC. 

O WordStream descobriu que para cada 0,1% de aumento ou baixa nas CTRs do seu anúncio, seus custos por clique irão aumentar ou diminuir em 21%.

image46

Então, algum tipo de anúncio em particular consegue mais cliques? 

Sim.

No Google Display Network, anúncios com imagens obtêm uma maior CTR.  

image12

O que significa que o CPC deles é notavelmente diferente. 

image67

Eu sugiro que você contrate um bom designer para criar aqueles anúncios com imagens elegantes. E não, anúncios com textos sem formatação adaptados para imagens não contam.

image27

Isso me leva ao próximo ponto no teste do formato do seu anúncio para achar a melhor mensagem e posicionamento para que o anúncio instigue seu público-alvo.

Você sabia que existem 14 tipos diferentes de formato de anúncios no Google Display Network?

image37

Veja a tabela abaixo com os compartilhamentos de impressões baseados no formato:

image56

Você quer que seu anúncio apareça em locais chamativos? É claro que sim. 

Ao diversificar o formato dos seus anúncios, você pode aumentar as chances do seu anúncio conquistar posições com mais impressões. Também irá lhe ajudar a diminuir sua concorrência em leilões de anúncios e no combate à fadiga de anúncios ao dar aos networks de anúncios opções para rotacionarem seus anúncios.

image43

No Facebook, você também precisa mudar constantemente seus anúncios para manter sua performance. Monitore o gráfico de resposta e fique ligado nos picos e nas depressões.

image16

Se você tem produtos diferentes, você precisa então criar anúncios diferentes para eles e começar a rotacioná-los. 

Mas, até para o mesmo produto, você precisa criar múltiplas variações do mesmo anúncio, brincando com o título, com o texto do anúncio, com a CTA e, mais importante, com sua imagem. 

Veja como a  Shopify faz isso nos exemplos abaixo para manter uma CTR alta:

image69

Durante a campanha de marketing online do Presidente Obama, esta imagem turquesa foi usada:

image48

Então, a foto foi alterada para essa imagem da família em escala de cinza. 

image52

E, ela teve uma performance 13,1% melhor .

Você pode até rotacionar seu público-alvo no Facebook para manter seus anúncios novos. 

Ao escrever mais anúncios, você tem a oportunidade de entender melhor quais deles estão funcionando. Um exemplo brilhante dessa estratégia é a Annalise. 

Ela gastou uma pequena quantia de 100 dólares nos anúncios do Facebook para coletar 14.790 dólares em receita para sua cliente na indústria de hospitalidade. 

image61

Ela confessa que não escreveu apenas um anúncio e esperou. Em vez disso, ela trabalhou duro para escrever +30 anúncios em diferentes formatações para uma única landing page. Ao observar a taxa de cliques (CTR) ela continuou melhorando seus anúncios e excluindo os que não funcionavam. 

Ponto #3: Mexa com as ilimitadas impressões cap no AdWords. E mande seu primeiro e-mail FOLLOW-UP imediatamente, mas sem desconto

Essa parte de teste de impressões é para o AdWords. Mas, a parte seguinte sobre FOLLOWING UP é válida para todas as campanhas de remarketing por e-mail. 

Vamos olhá-los um por um, começando primeiro com o Adwords. 

Lembra que eu lhe disse que a fadiga de anúncios acontece depois de muito tempo nos anúncios de remarketing? 

Você pode ter a sensação de que exibir seus anúncios repetidas vezes irá atrapalhar e irritar o usuário. Você pode estar pensando em configurar uma frequência reduzida de anúncio abaixo de 3 ou 2 (ela controla o número máximo de vezes que o usuário verá seu anúncio).

Mas, você não deve começar com uma baixa impressão cap para suas campanhas. 

Pois, conforme a análise de dados, feita por Larry e pelo time da Word Stream, com 84 clientes espalhados através de várias indústrias (a partir de Junho de 2014), anúncios nunca atingem toda a sua impressão capVeja a separação das impressões expressadas com base na impressão cap diária. 

image54

Uma campanha típica de remarketing não fornece mais do que dois anúncios por dia para os seus usuários. 

Então, a melhor forma de garantir que os seus anúncios tenham um número amplo de impressões é começar com impressões ilimitadas. 

Pois, assim como eu fiz uma observação anteriormente, anúncios de remarketing decaem metade da taxa que os anúncios genéricos caem. 

image19

Além disso, as taxas de conversão para anúncios de remarketing podem aumentar de acordo com quanto mais impressões ele possuir (até um determinado limiar).

image10

Agora como você já sabe, generalizações estão longe de ser uma boa estratégia de marketing, especialmente quando seu dinheiro está em jogo. Você precisa tomar decisões baseadas em dados. 

Então, mesmo que seja aceitável começar com impressões ilimitadas, ainda assim você deve melhorar sua frequência, com base em seus próprios dados. 

Onde você achará os dados? 

Em seu relatório de Alcance e Frequência, localizado dentro da aba Campanhas. 

Clique na opção “Alcançar métricas” a partir da coluna personalizada no menu suspenso.

image06

De uma forma simples, alcance é o número de usuários únicos que viram seu anúncio e frequência é o número de vezes que eles o viram. 

Por exemplo, veja o relatório de uma conta de viagens de luxo que foi compartilhado pela Rebekah no Search Engine Land. As métricas em que você deve prestar atenção são as taxas de cliques e as taxas de conversão. 

image53

Até nesse caso, a taxa de conversão é maior em uma alta frequência de 8 impressões por mês. Isso indica que existem muitos usuários que precisam ver os anúncios algumas vezes para completar o objetivo. 

Você sabe qual a sua maior prioridade como um anunciante? 

É garantir que você criou uma variedade de anúncios atraentes para que então seus potenciais consumidores não se acostumem a ver apenas uma mensagem da sua marca e ignorá-la subconscientemente (lembra da banner blindness?).

Se você apelar para as emoções do seu público-alvo através da criação de anúncios instigantes (como foi discutido no ponto #2), então você pode brincar com uma frequência maior de cap.

Se você estiver disposto a testar sua frequência cap, a Brenda da Martin Software desenvolveu um processo de 4 passos que você pode utilizar.

image04

Ela também mostra como você pode analisar a performance dos anúncios exportando os dados sobre a frequência deles utilizando tabelas dinâmicas neste artigo

Se você não estiver familiarizado, aqui está um tutorial básico sobre como utilizar as tabelas dinâmicas:  

Você precisa apenas configurar a frequência no quadro Row Labels e os outros parâmetros de dados abaixo de Values. 

image21

Você deve ter campos, incluindo CTR, Taxa de Conversão e Custo Por Conversão calculados em sua tabela dinâmica. Finalmente deverá se parecer com o exemplo modelo abaixo:

image08

Os dados da tabela acima mostram claramente uma importante queda na CTR após uma frequência cap de 2. Mas, a taxa de conversão é no máximo 2 (o custo por conversão também está baixo). Então, você sabe a melhor frequência que você deve utilizar. 

Em seguida, eu gostaria de falar sobre vender mais com remarketing por e-mail. 

Veja estes 5 passos detalhados sobre como isso funciona. 

image18

Para acelerar seus resultados você pode se direcionar ao remarketing por e-mail. Deixe-me lhe mostrar os resultados que a WH Smith atingiu .

Eles testaram três tipos de e-mails FOLLOW UP após o abandono de carrinho de compras. Todas as mensagens resultaram em um aumento das conversões. Mas, um e-mail personalizado com um cupom de desconto válido por 48 horas mostrou o melhor aumento nas conversões – 200%. 

Veja o resumo da campanha na imagem abaixo:

image24

Você já deve saber que o e-mail é um canal de marketing efetivo. 72% dos adultos dos EUA preferem que as companhias se comuniquem com eles via e-mail. E, 91% dos adultos gostam de receber e-mails promocionais de companhias com as quais eles fazem negócios. 

Então, quais são as melhores práticas que você pode seguir para vender mais com remarketing por e-mail? 

Veja estas 3 coisas que você precisa considerar em sua campanha:

1. Um atrito mínimo irá resultar em mais vendas – Faça o básico direito. A personalização do e-mail ao se dirigir ao seu potencial consumidor pelo nome e lhe oferecendo ajuda é importante. 

Em seguida, obviamente, você precisa mostrar uma foto do produto que o seu consumidor abandonou. Você pode também colocar um link diretamente para o carrinho de compras salvo a partir do seu botão CTA (o qual também precisa estar em destaque e chamar atenção instantaneamente). 

Veja um exemplo que mostra as formas corretas e incorretas de mandar um e-mail de remarketing. 

i. Right Channel Radios –  Eles se dirigem ao visitante pelo nome, lembram-o do produto deixado para trás no seu website e usam uma CTA clara “Termine Seu Pedido”.  

ii. Neiman Marcus – O e-mail é generalizado – não se dirige ao visitante pelo nome, sem uma CTA em destaque e sem nenhum contexto.  

image17

2. Se reengage com os leads que você perdeu o mais rápido possível – Uma hora. Essa é a quantidade de tempo que você tem para permanecer em primeiro lugar no pensamento do seu consumidor. 

Você irá experienciar uma tremenda queda nas conversões se você se engajar depois da primeira hora. 

image49

3. Mande primeiro um e-mail de Retorno e depois mande um com o cupom – A Peak design usou essa estratégia para recuperar 12% de seus carrinhos abandonados. 

Dentro de 30 minutos do abandono de um carrinho, eles primeiramente mandaram um e-mail. Ele era focado em direcionar os potenciais consumidores o para suporte ao consumidor, para que eles pudessem esclarecer suas dúvidas.  

image25

E depois de 30 horas, eles ofereceram um desconto de 5% para fechar com mais consumidores que ainda estivessem em dúvida. 

image45

Então, quanto esses e-mails conseguiram individualmente em receita na taxa de recuperação de 12%? 

image13

O primeiro conseguiu uma CTR de 14% e contribuiu em 59% na receita de retargeting. 

O segundo e-mail conseguiu uma CTR maior de 18% e a receita foi 41%. 

Além disso, veja estas 3 dicas  da Peak Design’s para conduzir campanhas de remarketing.  

Conclusão

Não considere vender mais com remarketing como uma pílula mágica que irá curar completamente suas vendas perdidas. Seus produtos, design do website, funil de conversão e conteúdo do blog também precisam de otimização. 

Mas, vender mais com remarketing pode lhe ajudar a aumentar suas conversões e também pode ajudar a combater o abandono do visitante quando você estiver fornecendo produtos relevantes e que adicionam valor ao seu público-alvo.  

image14

Com a ajuda do remarketing, a Word Stream aumentou o retorno dos seus visitantes em 50%, triplicou o tempo médio deles no site e observou um grande aumento nas visitas para o seu website. Eu usei pessoalmente anúncios de remarketing para alavancar minha taxa de transações concluídas em 28%.

Você quer atingir resultados similares ao estar em frente às pessoas certas, com a intenção certa, no tempo certo? 

Então comece sua primeira campanha de remarketing no networking de anúncios de sua escolha. O checklist de 3 pontos que eu compartilhei deverá lhe ajudar a ter segurança. Mais uma vez, veja este resumo das estratégias que você pode ultilizar para vender mais com remarketing. 

image35

Você lançou uma campanha paga para vender mais com remarketing e atingiu uma ótima ROI? Eu adoraria ouvir os resultados que você atingiu nos comentários abaixo. 

Share