O Guia Definitivo das Atualizações no Algoritmo Google

google

Você já se perguntou porque ainda existem atualizações no algoritmo Google?

Você entende realmente o que são as alterações no algoritmo do Google?

Nenhum profissional de SEO ou marketing de conteúdo pode prever precisamente o que mudará em qualquer nova atualização. Mesmo alguns funcionários do Google não entendem tudo que está acontecendo com a ferramenta de busca mais poderosa da internet.

Toda essa confusão apresenta um problema para experientes donos de sites: Uma vez que existem cerca de 200 fatores de ranking no Google, quais deles você deve focar sua atenção após cada nova grande atualização no algoritmo do Google?

Foram lançadas quatro principais atualizações de algoritmo do Google, chamados (em ordem cronológica) Panda, Penguin, Hummingbird e Pigeon. Entre essas grandes atualizações, os engenheiros também fizeram alguns ajustes no algoritmo do Google que não foram muito divulgados, mas que ainda pode ter tido um impacto na classificação do seu site nos resultados de busca.

Faça download desse guia passo a passo para proteger seu site de todas as penalidades do Google.

Visão Geral das Alterações no Algoritmo do Google

Antes que você possa entender totalmente o impacto de cada uma das atualizações no algoritmo do Google, você precisa ter conhecimento prático do que é um algoritmo de ferramenta de busca.

A palavra algoritmo se refere ao procedimento lógico, passo a passo, para resolver um determinado problema. No caso de uma ferramenta de busca, o problema é “como encontrar a página mais relevante na internet para este conjunto específico de palavras-chave (ou termos de pesquisa).” O algoritmo é como o Google encontra, classifica e retorna os resultados relevantes.

Google é a ferramenta de busca número #1 na internet, e chegou lá porque seu foco é entregar os melhores resultados para cada busca. Como o Vice-Presidente de Engenharia do Google, Ben Gomes, disse: “nosso objetivo é entregar a resposta exata para o que você perguntou, o mais rápido.”

Desde o início, numa tentativa de melhorar sua capacidade de entregar essas respostas certas rapidamente, o Google começou a atualizar seu algoritmo, que por sua vez mudou – às vezes drasticamente – a forma como entrega resultados relevantes para as buscas dos usuários.

Como resultado dessas mudanças no algoritmo, muitos sites foram penalizados com classificações mais baixas nas buscas, enquanto outros sites enxergaram um aumento no tráfego orgânico e melhora nos rankings.

Uma breve história: Mudanças no algoritmo podem ser grandes ou pequenas – em sua maioria menores. Em 2014, o Google fez aproximadamente 500 mudanças no seu algoritmo. Após cada uma dessas mudanças, uma grande quantidade de sites perderam seus rankings.

image16

Dez anos antes, em fevereiro de 2004, o Google lançou o Brandy update. Uma grande mudança no algoritmo, do Google os pontos de maior foco da atualização Brandy foram aumentar a atenção nos textos âncoras dos links e numa coisa chamada “Indexação Semântica Latente” – basicamente, olhar para outras páginas no mesmo site para avaliar se também são encontrados os termos de busca, além da página indexada.

Eventualmente, o foco do Google mudou para intenção e análise de palavras-chave, ao invés de olhar apenas para a palavra-chave em si.

Voltando um pouco mais atrás, o Google fez uma série de mudanças em 2000, incluindo o lançamento da barra de ferramentas do Google e um ajuste significativo conhecido como “Google Dance.” No entanto, desde que o impacto do SEO nos sites empresariais é uma preocupação, essas atualizações não tiveram muito impacto nos resultados de busca.

Se você quiser ficar atualizado com essas mudanças no algoritmo, você pode rever toda a historia das mudanças no algoritmo do Google.

O Google precisa de um grande volume de dados para ser capaz de tomar as melhores decisões. Quanto mais relevante são os resultados que as pessoas recebem quando pesquisam por uma determinada palavra-chave, mais precisos são os dados que o Google pode extrair e retornar para outras pessoas.

É por isso que essas mudanças também impactaram nos resultados de busca móveis.  As atualizações recentes do Google juntamente com o crescimento explosivo no uso de dispositivos móveis, têm sido significativos para os profissionais de marketing.

image36

Nesse artigo, nós vamos focar nas quatro maiores mudanças no algoritmo do Google. Cada uma dessas atualização tiveram, e continuam a ter, um impacto significante no SEM (Search Engine Marketing), on-page SEO e na estratégia global de conteúdo do seu site. Especificamente, nós vamos discutir:

  • Atualização Panda
  • Atualização Penguin
  • Atualização Hummingbird
  • E na mudança mais recente do algoritmo, Google Pigeon

Principais Benefícios das Mudanças no Algoritmo do Google para o SEO

Nos últimos dois anos, nós vimos os efeitos positivos das atualizações Panda, Penguin, Hummingbird e Pigeon no SEO. Alguns desses benefícios são:

Compromisso do Google com o foco no usuário –  Lembre-se do objetivo do Google: ajudar cada usuário a encontrar a informação correta que ele está procurando o mais rápido possível. Essas atualizações, especialmente a Panda, aumentaram ainda mais o compromisso do Google com seus usuários.

Embora ainda falte muito trabalho para ser feito pelo Google para melhorar os resultados de busca, as chances são boas que você vai obter resultados relevantes e informativos na primeira página de resultados do Google quando você pesquisa.

Por exemplo, vamos dizer que você busca pelas melhores marcas de câmeras. Os primeiros resultados provavelmente irão incluir os termos que você buscou ou seus sinônimos bem próximos um do outro:

image80

Melhores rankings para conteúdos detalhados (in-depth content) – serpIQ concorda que no SEO moderno, “tamanho é documento.” Conteúdos mais longos tendem a dominar os resultados das ferramentas de busca nos dias de hoje.

Antes do Google Panda, conteúdos pequenos podiam ser bem classificados, e muitas vezes eram. Redatores podiam escrever 300 palavras por artigo ou blog post, inserir alguns links com alto PR (Page Rank), e aparecer na primeira posição do Google – e continuar lá por meses. Esses dias acabaram, então se você quer aumentar seus rankings, desenvolva conteúdos longosdiz Brian Dean.

image07

Content farms ou fazenda de conteúdos (sites que produzem e publicam muitos conteúdos de baixa qualidade) foram os principais culpados. Sites como EzineArticles, ArticleAlleyBuzzle perderam seus rankings, apesar de terem domínios antigos. Seus conteúdos não são capazes de fornecer soluções significativas e relevantes por muito tempo.

Hoje em dia, o Google dá preferência para conteúdos mais detalhados que são mais propensos a permanecerem úteis por mais tempo. Por exemplo, um dos artigos desse blog está na #4 posição para a palavra-chave:

image65

Vantagem para conteúdos novos – Quando você publica um novo conteúdo no seu site, o Google dá uma pontuação para sua página. Ao longo do tempo, essa pontuação inicial irá desaparecer, e o seu site precisará de mais conteúdos novos.

Cyrus Shepard notou que “a pontuação de conteúdo novo pode melhorar a classificação de um conteúdo para determinadas buscas,” embora diminua ao longo do tempo. A pontuação de um novo conteúdo do seu site começa quando o Google spider rastreia e indexa sua página.

Basic RGB

Portanto, se você está sempre atualizando seu blog ou site com conteúdos relevantes, detalhados (mais de 2.000 palavras) e que são buscados por muitas pessoas, você deve esperar uma melhorar nos rankings e nas visitas orgânicas vindas do Google. Da mesma forma, sites que publicam conteúdos de forma irregular ou esporadicamente terão dificuldades para conseguir um bom posicionamento no Google.

A maioria dos sites populares postam novos conteúdos ao menos uma vez por semana, e alguns sites, como Moz, publicam um novo conteúdo a cada dia.

image21

Com o intuito de aumentar continuamente a pontuação de conteúdos novos, algumas marcas populares, como Mashable, publicam vários conteúdos detalhados por dia.

image62

Consciência da marca – Isso pode não ser óbvio, mas as mudanças do algoritmo do Google apoiam uma mudança no sentido de construção de marca.

Antes do Google começar a penalizar sites que usam um monte de textos âncora com muitas palavras-chave para links internos, excesso de otimização costumava funcionar. Mas SEO evoluiu e construir links não deve ser o foco principal (embora seja importante). Moz recomenda que 17% dos seus textos âncora devem ser nomes de marcas.

image06

Organizações corporativas, donos de pequenas empresas e blogueiros se tornaram meticulosos ao usar textos âncora. Construir links que vão melhorar a relevância da sua marca online, e evitar construir links que vão impulsionar artificialmente seus rankings orgânicos.

Veja a BeardBrand.com. A maior palavra-chave deles (melhor óleo para barba) está atualmente na primeira página de resultados do Google.

image35

Muitas das frases de textos âncora deles contém nomes de marcas e URL de domínios. Esse é o resultado que eu consegui pelo OpenSiteExplorer:

image87

Agora vamos olhar para as atualizações de algoritmo do Google com mais detalhes…

Google Panda

Você provavelmente ouviu falar sobre o Panda, mas ao menos que você seja um veterano experiente em SEO que diariamente consome notícias relacionadas ao Google, você pode não ser intimamente familiarizado com esses detalhes.

A atualização do Google Panda revolucionou o SEO, levando cada negócio que se baseia no Google para geração de leads e vendas para prestar atenção.

Uma lição importante que nós aprendemos é que SEO nunca será uma constante. Ele evolui de forma contínua, e as “melhores práticas” de hoje podem ficar ultrapassadas amanhã. Afinal, quem acreditaria que nomes de domínio com correspondência exata seriam algum dia penalizados pelo Google?

O que é a atualização Panda?: O nome Panda foi em homenagem ao engenheiro do Google, Biswanath Panda.

Em fevereiro de 2011, o primeiro filtro de pesquisa que fazia parte da atualização Panda foi lançado. É basicamente um filtro de qualidade para conteúdos que tinha como alvo sites pequenos e de baixa qualidade, a fim de impedí-los de conseguirem bons rankings nas principais páginas de resultado do Google (SERPs).

image11

Quando a atualização Panda aconteceu, os donos de sites notaram ou uma queda no tráfego orgânico e nos rankings, ou um salto.

image28

O atualização do algoritmo Panda mudou o mundo do SEO. Mudou a estratégia de conteúdos, pesquisa de palavras-chave, e posicionamento. Mudou até como os links são construídos, uma vez que links relevantes de alta qualidade apontando para uma página, aumentam seu valor.

Agora, o Google pode determinar mais precisamente quais sites são “spams” e quais os sites que provavelmente seriam considerados úteis pelos visitantes.

Antes do Panda, conteúdos fracos poderiam posicionar bem ou até mesmo dominar os principais resultados de busca do Google. Panda 1.0 foi lançado para combater fazenda de conteúdos (content farms). Google disse que a atualização afetou 12% das pesquisas nos Estados Unidos.

image48

Nota: Panda é chamado de uma atualização porque o filtro é executado periodicamente. E cada vez que ele é executado, o algoritmo do Google toma uma nova forma.

Em outras palavras, conteúdo de alta qualidade vão provavelmente aparecer nos resultados de busca, enquanto páginas de conteúdo que escaparam da atualização anterior serão pegos pelo Panda.

Tem acontecido atualizações do Panda a cada 1-2 meses desde 2011, para um total de 26 atualizações desde 14 de fevereiro de 2011. Esse número pode não ser muito preciso, porque um monte de pequenos ajustes devem ter acontecido entre elas, mas encontra-se dentro desse intervalo.

1) Atualização Panda 1.0: O filtro de busca buscava por fazendas de conteúdo (content farms) — esses sites que contratam vários redatores que criam conteúdos fracos para palavras-chave específicas com o intuito de posicionar nos dez melhores resultados do Google. Essa atualização foi direcionada primeiramente para os sites dos Estados Unidos e afetaram 12% dos resultados de busca.

No entanto, isso não significa que todos os sites com multi-redatores são spams e serão penalizados. Por exemplo, Moz possui centenas de redatores, mas ainda sim continua nos melhores rankings do Google porque eles fazem questão que o conteúdo entrega muito valor aos leitores.

Em outras palavras, conteúdo que é muito pesquisado, detalhado, e é compartilhado em Facebook, Twitter, Pinterest, Google+ e outras grandes mídias sociais, continuam posicionando bem no Google – provavelmente ainda melhor do que antes.

2) Atualização Panda 2.0: Essa atualização, lançada em abril de 2011, foi direcionada para as pesquisas internacionais, embora também tenha impactado 2% das buscas nos Estados Unidos.

Esse filtro também afetou buscas internacionais no google.co.uk, google.com.au e pesquisas em inglês feitas em países que não falam inglês, por exemplo google.fr, google.cn, google.com.br, quando os pesquisadores escolhiam pelos resultados em inglês.

Amit Singhal, que é responsável pela qualidade nas buscas do Google, disse para Vanessa Fox que o Google estava “focado em mostrar aos usuários as páginas mais relevantes e com maior qualidade na internet.”

3) Panda 2.1 – 2.4: Aconteceram atualizações menores em maio, junho e julho de 2011 (datas aproximadas), onde o Google incorporou mais sinais para ajudar a avaliar a qualidade de um site.

Conteúdos e páginas de baixa qualidade foram penalizados, enquanto aqueles que trabalharam muito pesado para produzir conteúdos ricos e interessantes notaram uma melhora no tráfego orgânico.

Panda 2.3 foi menor e focou na experiência do usuário. Blogueiros e donos de sites que escreveram e publicaram conteúdos que engajavam os usuários finais e priorizaram a navegabilidade no site se beneficiaram com essas mudanças.

4) Panda 2.4: Essa atualização foi lança em 12 de agosto de 2011, e afetou em torno de 6 a 9% das buscas dos usuários. Foi focada em melhorar as taxas de conversão e engajamento dos sites, como disse Michael Whitaker.

image38

Antes da atualização, Michael Whitaker estava conseguindo mais de 3.000 visitantes únicos no seu site.

image22

Assim que a atualização Panda 2.4 foi lançado, o tráfego mensal do seu site caiu para 207.

image46

5) Panda 3.0: Esse filtro de pesquisa começou a ser utilizado em 17 de outubro de 2011, e foi anunciado oficialmente em 21 de outubro de 2011. Essa atualização ajudou grandes sites a posicionarem melhor nos resultados de buscas (SERPs) – por exemplo, FoxNews, Android.

Após o Panda 2.5, o Google começou a atualizar seu algoritmo mais frequentemente. Esse termo foi chamado de “Panda Flux”.

Para estar em segurança com seu conteúdo, Express Writers recomenda os seguintes passos:

  • Fortalecer os conteúdos antigos do seu site e continuar com o que é valioso
  • Adicionar conteúdos novos, originais e não duplicados ao seu site
  • Inserir novos conteúdos em cada página, nunca reutilizar conteúdo
  • Utilizar apenas dados e fatos com boa fonte de referência
  • Ter uma boa qualidade de escrita (boa gramática e fluidez)

6) Panda 3.1 foi ao ar em 18 de novembro de 2011. Ela foi uma atualização menor e afetou cerca de 1% de todas as pesquisas. Embora esse número pareça pequeno, ele é significante, considerando a quantidade de buscas realizadas todos os dias.

Cada uma dessas mudanças no algoritmo do Google veio como resultado de usuários que não estavam recebendo informações relevantes e úteis. Como uma empresa de mídia publicitária, o Google quer fazer dinheiro, e há não ser que os usuários fiquem satisfeitos, como eles conseguirão fazer isso?

7) Panda 4.0: Em 20 de maio de 2015, Matt Cutts tweetou que o Google estava lançando o Panda 4.0. Essa era a próxima geração do Panda, e gerou tanto ganhadores como perdedores.

image27

Essa atualização teve um grande impacto. Ebay perdeu uma percentagem significativa dos 10 melhores rankings que haviam conseguido anteriormente.

image39

Panda 4.0 foi destinada principalmente aos grandes sites que foram dominando os 10 melhores resultados de palavras-chave primárias.

image37

Quando você constrói um site hoje, você deve escrever e publicar conteúdos detalhados consistentemente. Esse conteúdo deve adicionar valor, ser interessante ao leitor e resolver um problema. Se você falhar ao fazer isso, você não irá engajar os leitores e sua taxa de conversão será pequena. Os maiores perdedores após o lançamento do Panda 4.0 foram:

image83

Como qualquer atualização Panda, também tiveram ganhadores. Aqui está a lista fornecida pelo Search Engine Land:

image08

Em geral, nem todos os setores ou indústrias perderam com o Panda 4.0. Os maiores que vale à pena citar são:

image29

Fatores que levam a uma penalidade do PAnda (e o que fazer sobre eles): Desde que alguns sites vivenciaram um aumento nos rankings e tráfego orgânicos, é válido perguntar: o que faz um site vulnerável ao ataque do Panda? Aqui estão seis fatores que podem ser os culpados, juntamente com sugestões de como consertar tais problemas e voltar às boas graças do Google:

Conteúdo duplicado – Você tem uma grande quantidade de conteúdos iguais no seu site? Isso pode causar vários problemas, especialmente quando falamos de SEO e para os visitantes do site também.

Nesse vídeo Matt Cutts explica que conteúdo duplicado, por si só, não pode afetar o seu site, exceto quando é spam.

Não é aconselhável redirecionar páginas duplicadas. Quando o Google spider descobre conteúdos duplicados no seu site, ele primeiro irá analisar outros elementos que existem na sua página, antes de penalizá-lo.

image30

Assim, é recomendado que você evite completamente qualquer forma de conteúdo duplicado e foque em publicar conteúdos únicos, que ajudam as pessoas e são bem ricos. Não se engane: não há equilíbrio entre conteúdo original e conteúdo duplicado.

image41

Quando o mesmo conteúdo aparece por todo seu domínio e URLs, isso pode provocar um problema.

Há um tempo atrás, Greg Gothaus explicou porque  este é um problema, compartilhando a imagem abaixo. Uma vez que o conteúdo é o mesmo, embora as URLs sejam ligeiramente diferentes, o Google “pensa” que você tem conteúdo duplicado.

image12

Felizmente, encontrar conteúdos duplicados no seu site ou blog é bastante fácil de se fazer. Apenas siga esses passos:

Passo #1: Visite a ferramenta Duplicate Page Finder. Insira a URL do seu site. Insira outra URL que você comparar para conteúdo duplicado – por exemplo, seusite.com/sobre.

image10

Passo #2: Analise seus resultados. Se os resultados mostrarem que sua página contém algum conteúdo duplicado, você pode então resolver o problema de dois jeitos: ou revisar uma das páginas para que cada uma contenha conteúdo 100% original, ou apenas adicionar uma tag de no-index para que o Google spider ignore a página e não a indexe ou passe link juice para ela.

image54

Outro problema que pode te prejudicar é quando existe conteúdo duplicado no site de outra pessoa. Para achar conteúdo duplicado fora do seu site, siga esses passos:

Passo #1: Vá no site Siteliner.com. Coloque a URL do seu site e clique em “Go”.

image70

Passo #2: Analise as páginas de conteúdo duplicado. Na página de resultados, desça a tela até você achar “duplicate content”.

image55

Ao clicar em “duplicate content”, você terá uma lista de todas as páginas que você precisa tornar únicas, e mostrará o quanto é necessário alterar.

image04

Se você aceitar guest posts ou artigos pagos no seu blog, você precisar criar o hábito de procurar por conteúdo duplicado primeiro. No momento que você receber um conteúdo, rapidamente faça o teste em cada uma das várias ferramentas de analise de conteúdo duplicado/plágio que são disponíveis na internet – exemplo, smallseotools.com.

image90

Após rodar seu conteúdo na ferramente, você verá uma análise de únicas vs. duplicadas de frases, sentenças e parágrafos.

image49

Nota: Olhando para a tela acima, nós vemos que os resultados mostram que 92% do conteúdo é único. Esse é um resultado bom, e que você pode viver com ele.

No entanto, se o conteúdo que você está analisando possuir entre 10 e 70% de conteúdo único, você deve ou melhorá-lo ou tirá-lo do ar. Conteúdos duplicados excessivos podem resultar numa penalidade do Google para o seu site quando a próxima atualização do Panda for lançada.

Também é muito importante notar que só porque você tem 100% de conteúdos únicos no seu site, isso não quer dizer que automaticamente você irá posicionar bem. Como Frank Tankington observou, com razão, “se existem cinco artigos que são muito parecidos, não importa qual artigo foi escrito primeiro, o que tiver mais backlinks estará no topo do SERPs.”

image68

No entanto, não é mais sobre ter a “maior” quantidade de backlinks. Nessa era pós Penguin, também é sobre ter backlinks confiáveis e relevantes.

Inbound links de baixa qualidade – Se você percebeu que seu SEO está ruim, e você está certo de que o conteúdo do seu site é útil e único, então o próximo passo é analisar seus inbound links.

Links de baixa qualidade apontando para sua página também podem te atrapalhar, pois o Penguin 2.1 foi todo sobre focar a ferramenta de busca em qualidade sobre quantidade.

De acordo com Kristi Hines, seus conteúdos ruins do passado podem voltar para te assombrar. Então, não é suficiente começar a construir links de alta qualidade hoje. Aqueles que você construiu quando você começou no marketing podem afetar seus rankings.

A triste verdade é que: Se o seu site possui uma grande quantidade de inbound links vindos de sites irrelevantes (exemplo: content farms ou sites de um nicho completamente diferente), suas chances de ser penalizado pelo Google aumentam.

Nessa era do Penguin, você precisa focar em conseguir links predominantemente de sites que possuem o mesmo tema ou assunto do seu site. O gráfico do SEM Blog abaixo te dá uma figura mais clara:

image88

Antes que você possa fazer qualquer coisa sobre esses links de baixa qualidade, primeiro você precisa achá-los. Em outras palavras, você precisa encontrar quantos backlinks você construiu ou ganhou durante a existência do seu site. Felizmente, isso é bem fácil. Apenas siga esses passos:

Passo #1: Vá até o OpenSiteExplorer. Insira a URL do seu site. Clique em “search”.

image72

Passo #2: Clique em“Linking Domains.”

image34

Passo #3: Analise os domínios que estão linkando.

image05

Você pode encontrar links ruins da sua própria página em vários lugares. Links no footer e ao longo do seu site, links com texto âncora muito otimizados, entre outros. Esses são bons lugares para começar.

Se você precisa de mais informações para sanar qualquer um desses dois primeiros fatores de penalização do Panda – conteúdo duplicado e inbound links de baixa qualidade – veja como esses artigos podem te ajudar:

Taxa de rejeição alta – O termo “taxa de rejeição” se refere simplesmente a quantas sessões de uma única página seu site recebe. Uma sessão de página única é quando alguém visita uma página do seu site e então sai do site, sem realizar nenhuma outra interação com o site (clicando em outros links ou lendo outros conteúdos).

Uma taxa de rejeição alta pode ser um sinal para o Google que seus visitantes não estão encontrando o que eles estão procurando no seu site, ou que eles consideram que seu site pode ser muito útil.

Qual é uma taxa de rejeição aceitável ou média? A resposta pode variar dependendo da sua indústria. O que realmente importa é que suas taxas de conversão estão crescendo. Veja aqui a média de taxa de rejeição por mercado.

image03

É absolutamente possível reduzir sua taxa de rejeição e portanto reverter essa tendência. Por exemplo, Recruiting.com a taxa de rejeição deles para 42,84%.

image25

Como um princípio básico, se sua taxa de rejeição está acima de 60%, então você provavelmente irá querer trabalhar na redução desse número. A taxa de rejeição abaixo está justa. Como a sua se compara?

image17

Design e usabilidade são os fatores básicos que afetam sua taxa de rejeição. Lembre-se, se os usuários não podem facilmente encontrar o que eles estão procurando na sua página, o Google irá entender que o seu conteúdo não é útil. Isso é porque o Google spider literalmente segue as pessoas.

Quando você engaja os leitores do seu blog, que por sua vez interagem com o seu site, que então reduzem sua taxa de rejeição e te proporciona um site com rankings melhores.

Taxas de rejeição podem variar significativamente ao longo do tempo – e uma taxa de rejeição que aumenta um pouco não é necessariamente uma coisa ruim. O aumento pode ter sido causado por um grande ajuste no seu site. Por exemplo, quando você faz o redesign do seu blog, sua taxa de rejeição provavelmente irá crescer um pouco temporariamente, enquanto os visitantes estão se acostumando com a nova aparência e layout.

Baixa quantidade de visitas repetidas – Se os visitantes do seu site apenas visitam o seu site uma vez e nunca retornam, o Google pode pegar esse fato para significar que o seu site não é tão relevante ou útil.

Então, é uma boa ideia prestar atenção às estatísticas dos visitantes repetidos. Uma vez que você entrou na sua conta do Google Analytics, localize suas estatísticas de visitantes repetidos e então compare com o número de visitantes nos meses anteriores.

Para melhorar um baixo número de visitantes repetidos, premie os visitantes quando eles voltam ao seu site após uma visita inicial. Se você conseguir fazer isso oferecendo um conteúdo útil, como um relatório grátis, ou com presentes, como um acesso livre a um evento ou um curso online. Além disso, procure por meios que você possa melhorar a experiência dos visitantes repetidos e satisfazer esses visitantes que voltam ao seu site procurando por mais.

Como um exemplo, a Amazon tem uma das maiores taxas de visitantes repetidos entre os sites de compras. Quando um visitante chega ao site da Amazon pela primeira vez e navega, ou procura por produtos diferentes, a Amazon irá automaticamente rastrear os movimentos do usuário. Quando esse visitante retornar, a Amazon irá mostrar o mesmo produto ou produtos similares.

A Amazon também faz excelente uso de uma estratégia de upsell para persuadir pessoas a comprarem seus produtos. Isto torna mais fácil para os clientes encontrarem o produto exato que eles querem comprar e encoraja-os a comprar imediatamente.

image45

Se o seu site não retém visitantes e faz eles quererem voltar ao seu site, isso podem afetar negativamente seu ranking.

Na sua conta do Google Analytics, você também deve prestar atenção às fontes de tráfego do seu site. Vários domínios podem estar referindo visitantes para você, mas alguns podem estar enviando mais visitantes que fazem mais visitas ao seu site.

Foque em retenção. Fontes de referência orgânicas tendem a ser mais confiáveis nesse aspecto do que as fontes de mídias sociais.

Better Biz realizou um estudo de três meses em sites B2B e B2c para determinar as melhores fontes para o tráfego web. Veja o que eles descobriram:

image51

Como você pode conseguir mais visitantes repetidos para o seu site? Aqui estão algumas formas simples que podem te ajudar:

a). Diminuir o tempo de carregamento – Se você quer conquistar mais visitantes repetidos, veja se você pode melhorar a velocidade do seu site, especialmente se ele é lento. De acordo com o Moz, a velocidade do site afeta os rankings de busca. Faça seu site carregar mais rápido e seus visitantes vão ficar mais tempo (e ser mais propensos a voltar no futuro).

image60

Embora o impacto direto nos rankings de busca podem não ser tão significantes, como você vê abaixo, é absolutamente verdade que sites mais rápidos criam uma melhor experiência do usuário, e assim, melhorar o valor percebido do seu site.

image26

Aqui está uma estatística interessante: 40% das pessoas abandonam um site que demora mais do que 3 segundos para carregar. Então uma página que demora a carregar pode resultado numa grande taxa de rejeição, bem como uma menor taxa de visitantes repetidos.

Quando eu descobri que o Google e meus visitantes adoram sites que carregam muito rápido, eu mergulhei nesse tópico. Meus esforços resultaram em diminuir o tempo de carregamento do meu site de 1,9s para 1,21s. Por sua vez, isso aumentou o tráfego direto vindo para o meu blog para mais de 2.000 por dia.

Aqui está meu tempo de carregamento inicial, antes da otimização:

image15

E aqui está o resultado, após o pessoal da StudioPress retrabalharem o código:

image89

Comece a melhorar o tempo de carregamento do seu site hoje. Você pode seguir esse guia passo a passo.

b). Seja útil- Uma das cinco maneiras de conseguir visitantes repetidos é ajudar pessoas. Seu conteúdo precisa ser capaz de resolver um problema de forma definitiva. Por exemplo, você pode escrever um tutorial passo a passo em qualquer tópico relevante para o nicho do seu site.

Por exemplo, se você escreve normalmente sobre SEO ou tópicos relacionados a marketing na internet, você pode fornecer um guia tutorial detalhado sobre o Google Analytics, acompanhado por screenshots explicativas. Esse guia pode ser um grande exemplo de um conteúdo que resolve problemas direcionado para o seu nicho, uma vez que muitas pessoas têm dificuldade de entender o GA.

Alta porcentagem de conteúdo padronizado – Conteúdo padronizado refere-se aos conteúdos que você reutiliza em seu site. Por exemplo, um parágrafo especial em um artigo útil pode ser reutilizado em alguns lugares do seu site. Um ou dois parágrafos provavelmente não farão muito mal, mas se a percentagem global de conteúdo padronizado fica muito alta, o site poderia cair nos rankings.

Como regra geral, evite usar os mesmos ou conteúdos muito parecidos em mais de uma página no seu site. Foque em desenvolver conteúdos únicos – essa é a melhor forma de você melhorar seus rankings.

image63

Um tipo de conteúdo padronizado que ocorre frequentemente é “conteúdo oculto.” Quando você exibe uma determinada para os usuários, e faz com que o Google rastreie outras páginas, o Google vê isso como conteúdo padronizado. Se você fizer isso muitas vezes, seu site pode ser penalizado.

Meta tags irrelevantes – É muito importante criar meta tags precisas e relevantes, pois meta tags irrelevantes podem aumentar o risco de ser penalizado pelo Google. Veja aqui como adicionar meta tags relevantes para as páginas do seu site.

Lembre-se, meta tags consistem no título, a descrição e as palavras-chave.

image32

Se você instalou o plugin All in One SEO, você vai descobrir que é fácil configurar suas meta tags em três minutos ou menos. Lembre-se que o Google Panda não gosta de páginas duplicadas. Travel Blog Advice mostra como é simples de configurar o plugin.

image71

Na imagem abaixo, você verá como as meta tags do Pat Flynn são específicas e relevantes para a página em questão. No entanto, na prática do SEO atual, não é aconselhável ter um monte de palavras-chave, mesmo que todas elas sejam relevantes.

image73

Nota: Evite colocar palavras-chave excessivas, também conhecido como palavras-chave de enchimento. De acordo com David Amerland, isso pode penalizar seu site quando a atualização do Panda for lançada.

Como recuperar de uma penalização do Panda – Como você pode identificar e recuperar seu site de uma penalização do Panda? Se o seu site ou blog foi pego pelo Panda, seu próximo passo é configurar um plano para remediar o problema ou os problemas. Isso pode ser difícil; existem muitos artigos e posts de blog que discutem a teoria por trás das penalidades, mas não fornecem uma forma prática para resolver o problema.

Ao realizar mudanças, o Portal Programas recuperou 65% do seu tráfego após a atualização Panda 4.0. E eles fizeram isso seguindo um simples plano focado em experiência do usuário.

image52

Se você ver uma queda no tráfego orgânico e nos rankings após uma atualização Panda, você pode ter certeza que foi penalizado pelo Google.

Para o Panda, você deve querer evitar mostrar para as pessoas conteúdos pequenos e fracos nas páginas do seu site. Ou você reforça um conteúdo fraco ou remove ele do seu site, especialmente as páginas do arquivo que possuem 10 a 100 palavras.

Reescrever seu conteúdo é uma forma simples de remover a penalização do seu site, e transformá-lo em um site de alta qualidade aos olhos do Google. Eric Enge, Presidente da Stone Temple Consulting, disse à Search Engine Watch que um dos seus clientes conseguiu 700% de recuperação ao reescrever e adicionar conteúdos ao seu site. 

Melhorar o Índice de Qualidade Panda – Além de remover as páginas com conteúdos fracos ou adicionar mais conteúdo para fazê-las mais detalhadas e úteis, você também deve prestar atenção ao seu índice de qualidade Panda.

Siga essa equação de qualidade Panda para conseguir uma pontuação melhor:

image18

  1. Elementos Estáticos
  2. Verificações de Qualidade
  3. Experiência do Usuário

A equação acima veio do Google, então nós podemos confiar que ela nos ajudará a recuperar de uma penalização Panda. Vamos explorar cada um dos itens:

1) Elementos Estáticos – Todo site deve possuir elementos estáticos ou páginas que mostram o que o site faz, quem está por trás dele e e quaisquer termos de serviço aplicáveis. Os elementes estáticos são normalmente: Política de Privacidade, Contato, Sobre e Termos de Serviço.

i). Política de Privacidade – A maior parte do conteúdo de uma Política de Privacidade é gerado com ferramentas de terceiros. Você pode adicionar uma tag no-index ou no-follow ao elemento HTML <head> dessa página.

image58

Mas o Google ainda prefere que você faça essa página única. Evite copiar e colar conteúdo de outras fontes, o Google considera isso conteúdo duplicado.

Se você utilizar ferramentas de terceiros, personalize e reescreva o conteúdo. Após gerar o conteúdo da sua política de privacidade, você pode reescrevê-la. Um serviço premium (pago) a ser considerado é MyPrivacyPolicy.

image61

ii). Contato – Outro elemento estático no seu site é a página de “contato”. Normalmente ela é pequena, com um conteúdo de menos de 100 palavras.

image00

É importante você inserir uma tag no-index à essa página ou adicionar mais conteúdo abaixo do formulário de contato ou endereço, como o Googlebot rastreia e armazena endereços de casas e escritórios, e-mails, autores, números de telefone, etc.

Nota: Google deixou claro que “se apenas uma ou duas páginas no seu site são de alta qualidade enquanto o resto são consideradas de baixa qualidade, então o Google irá determinar que o seu site é de baixa qualidade.”

Cada página conta, então se esforce para fazer seus elementos estáticos (página de contato, sobre, etc.) ricas, únicas e úteis.

iii). Sobre – Sua “Página Sobre” é um outro elemento estático importante que pode aumentar ou diminuir seu índice de qualidade Panda. Você sabe Como Criar Uma Página Sobre Perfeita?

Em poucas palavras, se você quer escrever conteúdo único e de valor para essa página, assim como em todas as páginas do seu site. Conte uma história para cativar sua audiência e forneça um call to action (chamada para uma ação) claro.

Uma página “Sobre” com apenas algumas frases pode levar o Google a assumir que o seu site inteiro é de baixa qualidade. Pegue essa oportunidade para atualização sua página – afinal, é a sua história, sua experiência, suas dores e suas glórias.

iv). Termos de Serviço – Embora a maioria dos visitantes nunca irão clicar nessa página para ler seu conteúdo, é importante fazê-la única e amigável aos olhos do Google. Se você é um blogueiro, adicionar essa página ao seu blog é opcional. No entanto, se o seu site é um e-commerce ou um site de serviços, você deve ter certeza que possui essa página.

As mesmas regras que você seguiu quando criou o conteúdo da sua “política de privacidade” também se aplicam aqui. Tente desenvolver uma página única. Tenha certeza que é detalhada (700 – 1000 palavras) e, na medida do possível, interessante de ler.

2) Verificações de Qualidade – Na Equação de Qualidade Panda que nós falamos anteriormente, um dos fatores que podem ajudá-lo a recuperar seu site de uma penalização Panda é uma sólida Verificação de Qualidade. Em outras palavras, o código do site precisa ser excelente e deve atender aos padrões atuais.

Quality.

Não fechar tags HTML, erros no PHP, Javascript quebrado, regras de CSS impróprias podem resultar numa experiência do usuário ruim. Nós sabemos que o Google valoriza uma boa experiência do usuário, porque isso ajuda o Google a medir o engajamento do seu site.

Se o seu site foi desenvolvido usando versões antigas do HTML, você deve considerar atualizar seu site utilizando HTML5. Tenha certeza que sua meta description e title tags são únicas e contém as palavras-chave relevantes para seu direcionamento.

3) Experiência do Usuário – Uma vez que o Google Panda é uma penalização que avalia seu site inteiro, você deve focar em melhorar a experiência do usuário no seu site. Lembre-se: experiência do usuário é sobre os usuários. Quando melhorar a experiência dos seus clientes, você se recuperará de uma penalização Panda.

À medida que você mapear a experiência do usuário, certifique-se que todos esses fatores foram atendidos:

image20

Se sua análise mostra uma necessidade em melhorar a experiência do usuário no seu site, considere essas questões para ajudá-lo a começar:

i) Você fornece algum ponto de uma boa experiência do usuário? Se você vende um produto ou serviço, como os seus visitantes ou clientes potenciais o recebem?

ii) O seu site resolve um problema particular? Seus usuários vão exibir o quão satisfeitos eles estão com o seu site por meio do engajamento deles com seu conteúdo. Eles permanecem no site e leem seu conteúdo? Eles deixam comentários nos seus posts?

iii) Você pode melhorar a navegação? Se os usuários não podem navegar facilmente de qualquer parte do seu site para a homepage, você tem um pouco de trabalho a fazer. Procure por sites com excelentes navegações – um bom exemplo é o Mindtools.com.

image02

No momento em que a navegação do seu site é aprimorada, ela começa a melhorar seu tráfego orgânico e seus rankings. Faça todos os seus links de navegação clicáveis e assegure-se que a sua barra de pesquisa está funcionando perfeitamente.

iv) Os usuários visitam seu site mais de uma vez? Como nós já discutimos, o Google se preocupa não apenas seus visitantes atuais, mas também sobre os seus visitantes repetidos.

Quando o seu conteúdo é top de linha, as pessoas irão voltar para procurar por mais. Mas se ele não for, as pessoas não irão voltar, resultando numa pontuação de baixa qualidade para o seu site.

v). Quão rápido suas páginas são carregadas? Se o seu tempo de carregamento é menor do que 4 segundos, então você está seguro. Mas se não, você precisa realizar algumas melhorias. Procure sempre deixar o carregamento do seu site mais rápido através de otimizações.

Como você descobre a velocidade do seu site?

Passo #1: Vá até tools.pingdom.com. Insira a URL do seu site e clique em “Test Now”.

image79

Passo #2: Verifique a velocidade do seu site.

image50

Atualização Google Penguin

Em 24 de abril de 2014, o Google lançou a primeira atualização Penguin. Enquanto a atualização Panda foi destinada principalmente aos conteúdos pequenos e de baixa qualidade, Google Penguin é uma série de atualizações no algoritmo que põe mais foco em links recebidos.

image19

Antes do Penguin ser lançado, donos de sites, profissionais de marketing de conteúdo e webmasters utilizavam diferentes táticas para link building.

Um punhado dessas táticas ainda funcionam, mas a maioria das estratégias antigas de link building estão mortas. De acordo com Rival IQ, quatro fatores farão seu site ser penalizado pelo Penguin. Veja a imagem abaixo:

image69

i). Esquema de links – Links continuam a ser importantes, mas links de sites de alta qualidade são a melhor maneira de melhorar seus rankings de busca.

Esquema de links são esses tipos de atividades voltadas para a geração de links que irão manipular ou induzir as ferramentas de busca para classificar bem suas páginas. Se você cair na armadilha de construir links para o seu site de qualquer outro site, você poderá ser penalizado pelo Penguin.

Rap Genius, um site dedicado a interpretar letras e poesias, foi penalizado porque o Google descobriu que eles estavam usando esquema de links para manipular seus rankings.

image09

Nota: Evite todas as formas de esquemas de links. Simplesmente não vale à pena o risco.

ii). Excesso de palavras-chave – Matt Cutts já havia advertido contra encher sua página com palavras-chave relevantes. Não importa o quão detalhado e fácil de navegar seu site é, Penguin provavelmente irá encontrá-lo e penalizá-lo. Na maioria dos casos, é fácil de perceber o motivo, especialmente se você já viu alguma página cheia de palavras-chave. Veja esse exemplo:

Comprar presente do dia dos namorados para seu conjugue é um ótimo passo para se tomar. Esse ano, o presente do dia dos namorados deve ser uma avenida para expressar quanto amor você tem por ele ou ela. Certifique-se de que o presente do dia dos namorados foi bem pesquisado. Mas não pare por aí. Faça disso uma cultura de sempre mostrar o amor ao seu conjugue, sempre que tiver uma celebração de dia dos namorados, natal, etc. Quando você demonstra amor, você recebe amor. Por exemplo, quando você demonstra amor hoje, você vai viver para ser amado. Você está pronto para escolher o melhor presente do dia dos namorados?

Você viu quantas vezes a palavra-chave foi mencionada nesse pedaço de conteúdo? Isso é excesso de palavra-chave e isso é contrário ao Google Webmaster Guidelines.

Não use palavras-chave excessivas no seu conteúdo. Não tente manipular seus rankings. Se uma palavra-chave específica não soou bem ou não parece se encaixar no seu conteúdo, então não a use.

Nota: Palavras-chave ainda são relevantes na era pós-Panda e pós-Penguin. Apenas mantenha seu foco na intenção das suas palavras-chave, e escreva conteúdo que apela para as emoções das pessoas e resolve seus problemas. SEO efetivo sempre foi desse jeito. Vamos mantê-lo simples.

iii). Excesso de otimização – De acordo com KISSmetrics, “SEO é ótimo, mas SEO demais pode causar excesso de otimização.” Se você otimizar demais seus textos âncora, por exemplo, isso pode trazer uma penalização do Penguin. A melhor abordagem é incorporar o marketing nas mídias sociais, e ganhar links naturais ou orgânicos para suas páginas.

Em abril de 2012, o Google lançou outra atualização que penalizava grandes sites que otimizavam excessivamente palavras-chave e textos âncora, utilizando esquemas de link building e buscando outras formas de manipulação de links.

Um dos sinais que você pode estar otimizando excessivamente é ter textos âncora com palavras-chave ricas nos links internos, ou seja, um texto âncora que aponta para uma página dentro do seu próprio site.

Veja esse exemplo:

Aprenda mais sobre os notebooks Hp Pavilion 15 e seus recursos.

(Links para: exemplo.com.br/notebooks-hp-pavilion-15.htm)

Outro exemplo:

Você conhece a melhor capa de iPhone feita à mão para você?

(Links para: exemplo.com.br/melhor-capa-de-iphone-feita-a-mao-para-voce)

Nota: Quando seu texto âncora aponta diretamente para uma página com a exata URL de destino, isso pode criar um bom SEO. Quando isso se torna demais, no entanto, seu site pode ser penalizado por excesso de otimização.

iv) Links não-naturais – O fato engraçado sobre links não-naturais é que eles não parecem bons para ninguém – nem para os seus leitores, nem para o Google. Esses links podem aparecer em sites que são de um nicho de mercado ou de um assunto totalmente diferente do seu. A Cardstore perdeu seu ranking por causa de links não-naturais que apareceram nos diretórios de artigos.

image44

Sim, tais links funcionavam no passado e grandes sites foram os grandes players desse jogo. Google Penguin destruiu o campo de jogo desses grandes sites, que acabaram perdendo todos os benefícios do seu trabalho duro. A moral da história: Seus links devem ser natuais.

image13

Quando você compra ou troca links com alguém, existe a possibilidade que o texto âncora ou que os links sejam totalmente irrelevantes. Aqui está outra lição: Overstock.com despencou nos rankings para buscas de produtos quando o Google descobriu que o site trocava descontos por links de sites .EDU.

Eu não recomendo comprar links, mas se você precisar fazer isso, certifique-se que o site referido é relevante e possui autoridade, e que o link seja natural. Aqui está uma melhor explicação da Search Engine Land:

image56

Como o Penguin funciona – O algoritmo Penguin é um filtro de pesquisa que depende das atualizações frequentes do algoritmo do Google e foi desenvolvido para penalizar links spam e links não-naturais.

image31

O código do Penguin simplesmente olha para as práticas de construção da links agressivas destinadas a manipular os mecanismos de busca.

Por exemplo, se você está construindo backlinks muito rapidamente para um novo site, Google pode facilmente detectar que você está agindo de forma agressiva e penalizar seu site ou até mesmo deletá-lo do seu índice de busca completamente.

Lembre-se, qualquer link que você constrói agora ou no futuro com a intenção de impulsionar seus rankings de pesquisa violará o Google Webmaster Guidelines.

Troca de links, links pagos e outras formas de violar a construção de links são todas práticas ruins de SEO. Elas podem funcionar por um tempo, mas cedo ou tarde, o Google irá descobrir. Mais importante ainda, evite usar rodas de links ou trocas para manipular os rankings de busca.

image64

A correlação entre Panda & Penguin – Quando você se esforça para melhorar as páginas do seu site com conteúdo de baixa qualidade, você está construindo um site que as pessoas vão naturalmente criar links. E essa é a relação entre as atualizações Panda e Penguin.

image24

Tenha em mente que, mesmo se sua página contém conteúdo único, útil e detalhado, você ainda pode sofrer uma penalização Penguin, caso os seus links sejam de baixa qualidade.

Qual a diferença entre Panda e Penguin? A atualização Panda é focada principalmente sobre a qualidade do conteúdo, enquanto Penguin quer acabar com links spam e links agressivos que manipulam os rankings de busca.

É importante olhar para as duas atualizações. Quando o seu site é penalizado pelo Panda por exemplo, existe uma chance que o Penguin afete seu site também. Alguns profissionais de SEO e donos de sites já sofreram múltiplas penalidades, o tempo todo querendo saber o que aconteceu com seus rankings.

Um bom exemplo dessa interação entre Panda e Penguin é o que aconteceu com o Finestationery.com. Quando o site começou a cair nos rankings orgânicos, não estava precisamente claro o que estava acontecendo. O site estava sendo penalizado pelo Panda ou pelo Penguin?

image81

Como evitar uma penalização do Penguin – Se você não quer sofrer uma penalização Penguin, então posicione seu blog para conseguir links naturais. Search Engine Watch compartilhou um estudo de caso instrutivo de um site onde eles descobriram uma mistura de 61% de links naturais e 39% de links não-naturais, e explicaram quais as medidas que eles tomaram para melhorar o site.

image43

Você pode usar o Web of Trust (WOT) para avaliar o quanto seus visitantes confiam em seu site. Se sua pontuação WOT for baixa, então você tem um pouco mais de trabalho para fazer, que ainda se resume em produzir excelentes conteúdos e construir engajamento social.

image84

Entendendo o texto âncora: Texto âncora é simplesmente o texto clicável no seu link. O hiperlink em si é mascarado ou escondido. Você não pode ver o URL de destino do link até que ele seja clicado ou que você posicione o mouse em cima do link, mas o texto âncora é visível na página.

image14

Como se constata, o uso excessivo das palavras-chave exatas nos seus textos âncoras podem gerar uma penalização Penguin. Isso foi uma constatação impressionante para muitos profissionais de SEO. Por um bom tempo, profissionais de SEO focaram em criar textos âncoras que correspondiam a palavras-chave específicas como um esforço de ajudar a construir links.

Após o lançamento do Penguin, muitos donos de sites verificaram uma grande queda nos rankings e tráfego orgânico. A razão é simples: o uso excessivo de palavras-chave exatas nos textos âncora.

image53

Na verdade, o texto âncora desempenha um papel vital na atualização Penguin. É por isso que é importante construir os tipos certos de links, usando palavras genéricas e relevantes, a fim de reduzir o risco de uma penalização do Google.

Outros tipos de manipulações de links e conteúdos visadas pela atualização Penguin também podem acabar gerando uma penalização do Google:

image82

Mudanças do Google Hummingbird

Em 26 de setembro de 2013, o Google lançou uma das melhorias mais significativas no algoritmo de busca até hoje. Hummingbird dá ao Google uma plataforma “rápido e preciso” onde os usuários podem encontrar facilmente o que eles estão procurando enquanto digitam uma determinada palavra-chave no campo de busca.

image86

Em outras palavras, essa atualização foi projetada para melhorar os resultados de busca para palavras-chave específicas – e não apenas a própria palavra-chave exata, mas o que nós chamamos de “intenção da palavra-chave.” De um certo modo, Panda e Penguin foram atualizações para o algoritmo do Google já existente, enquanto Hummingbird foi um novo algoritmo.

Esse novo algoritmo do Google faz uso dos mais de 200 fatores de ranking para determinar a relevância e qualidade de um determinado site. Hummingbird serve como uma espécie de linha divisória distinguir o antigo SEO do novo.

image76

Agora o foco é nos usuários, não em palavras-chave. É claro, pesquisa de palavra-chave continuará a ser relevante, especialmente se você quer explorar um novo mercado.

Mas quando é hora de produzir conteúdo que irá realmente resolver os problemas das pessoas, você deve focar em responder perguntas. No SEO de hoje, comece com o usuário, desenvolva conteúdo de qualidade e então meça o impacto dos links da sua página.

Jim Yu, CEO e fundador da BrightEdge, explica alguns dos elementos que ainda importam quando você está fazendo SEO na era do Hummingbird. Yu acredita que pesquisa de palavra-chave continua ocupando um lugar de destaque no SEO, mas isso deve ser feito como uma forma de aumentar a qualidade do seu conteúdo.

image59

Nota: Hummingbird usa frases-chave de cauda-longa, em vez de palavras-chave primárias. Sites que usam palavras-chave de cauda-longa tem conseguido muito sucesso. 91% do meu tráfego de pesquisa vem de palavras-chave de cauda-longa. 

Marcus Sheridan usou e continua usando, palavras-chave de cauda-longa para conseguir visitantes orgânicos para o seu blog River Pools Company.

image49

Se você quer aprender mais detalhes sobre o Hummingbird e como ele afeta o SEO desde seu lançamento em 2013, este infográfico da Search Engine Journal destacado abaixo irá ajudar:

image47

Clique Aqui para Ver o Infográfico Completo

Elementos do Hummingbird: Uma vez que o Hummingbird não é apenas uma atualização do algoritmo como Panda e o Penguin, mas na verdade, uma mudança total com foco em melhorar os resultados de busca dos usuários, você deve conhecer alguns dos seus elementes mais importantes. Para que todos esses elementos se unam e trabalhem juntos, você deve entender o seu público.

Pesquisa de Conversação

Pesquisa de conversação é o principal elemento na mudança do algoritmo Hummingbird.

Não importa qual é o seu nicho, existem palavras-chave de conversação que irão lhe permitir criar conteúdos de alto valor. Nos dias de hoje, as pessoas procuram na internet como se estivessem conversando. Quarenta e quatro porcento dos profissionais de marketing visam rankings de palavra-chave. Mas há mais do que palavras-chave no SEO.

image91

O Google extrai dados do seu Gráfico de Conhecimento e Sinais Sociais para entender o significado das palavras em uma página na internet.

 

image42

Por que o Quora é um site tão popular? Provavelmente existem várias razões, mas é em parte devido a um simples fato: Quora oferece especialistas de diversas áreas que respondem de bom grado a perguntas numa forma de conversação.

image67

Donos de sites e redatores precisam alinhar suas palavras-chave e conteúdo a fim de conseguir corresponder à forma como as pessoas falam e procuram informações. Palavras-chave de conversação são palavras-chave com base em perguntas. Você irá se deparar com elas quando fizer uma busca.

image66

A sua landing page deve ser capaz de responder a pergunta que levou a consulta em primeiro lugar. Como um exemplo, vamos dizer que alguém está procurando por “melhores cuidados para artrite em RJ.” Então, o conteúdo da sua página deve ter essa informação para a pessoa que pesquisou, e não direcioná-lo para outro site de cuidados para artrite em Fortaleza.

Então, como você encontra palavras-chave de conversação, conhecidas como palavras-chave cauda-longa & baseadas em perguntas?

Passo #1: Inicie seu Google Keyword Planner. Insira uma palavra-chave “como fazer” relevante, como por exemplo, “como perder peso.”

image01

Passo #2: Identifique suas palavras-chave de conversação de cauda-longa.

image77

Na imagem acima, você pode ver o que as pessoas estão buscando informações em várias palavras-chave de conversação. Eles querem saber as respostas de você. É o seu trabalho fornecer as melhores respostas também numa forma de conversação.

Frases-chave de “Como fazer” e conteúdo em particular vão responder melhor as perguntas dos seus visitantes, que por sua vez, irão aumentar o engajamento. No nosso exemplo, você pode escrever um estudo de caso de como perder peso que é útil, interativo e detalhado.

Por volta de 87% dos meus posts no blog são tutoriais de “como fazer”, e essa tem sido a razão para o meu sucesso.

Lembre-se: Pós-Hummingbird, os usuários são o foco principal.

image92

Copyblogger também entendeu como agradar seu público. Os títulos dos posts no blog são magnéticos e de conversação por sua natureza. Além disso, eles entendem seus concorrentes, possuem um site responsivo e usam mídias sociais para ganhar sinais. Todos esses fatores fazem com que o Google tenha prazer em enviar mais tráfego para o Copyblogger.

image57

Conteúdo é o novo anúncio. Anúncios tradicionais tendem a interromper os usuários, mas conteúdo útil e interessante irá atrair eles e ainda transformá-los em clientes fiéis.

Essa é toda a essência do marketing de conteúdo – e tem sido a minha arma secreta para crescer minhas empresas de software. Você pode não compreender completamente as políticas do Google, mas siga os conselhos de Jenna Mills e o seu site irá não apenas evitar as penalidades do Google, como também irá desfrutar de tráfego e rankings orgânicos.

image75

Atualização Google Pigeon

Até agora, nós falamos sobre Panda, Penguin e Hummingbird, e como essas atualizações do algoritmo do Google afetam os donos de sites que querem melhorar os rankings de busca sem serem penalizados.

No entanto, existem outras mudanças e atualizações de algoritmo têm ocorrido desde o lançamento do primeiro Panda em 2011. Especificamente, em julho de 2014, foi lançada a atualização Pigeon. Para mais informações sobre a Pigeon, veja este post eu escrevi anteriormente sobre tudo o que você precisa saber sobre a atualização Pigeon.

Qual será o impacto da atualização Pigeon no SEO e no marketing? De acordo com Search Engine Land, 58% dos profissionais de marketing locais irão mudar definitivamente suas táticas após a atualização Pigeon.

Conclusão

Eu espero que este artigo sobre o Algoritmo do Google tenha te ajudado a compreender plenamente as principais atualizações do Google: Panda, Penguin, Hummingbird e Pigeon. Essas atualizações e mudanças no algoritmo têm revolucionado o SEO.

Resumindo: Tudo o que você precisa fazer é construir links de forma orgânica e escalável, e focar em fornecer o conteúdo com a melhor qualidade (seja escrevendo posts no blog ou infográficos criativos) que você consegue, para crescer o tráfego do seu blog.

Quais efeitos dessas atualizações no algoritmo do Google você já reparou no seu site?

Share