Como Criar Landing Pages Super Convertedoras: o Guia Definitivo

Algumas vezes, tudo o que você precisa é criar landing pages super convertedoras para ganhar muito dinheiro.

Aqui está a prova.

Conversion Rate Experts gerou $1,000,000 (um milhão de dólares) para a Moz com uma única página de conversão e alguns emails.

image50

Mesmo se você não gerar um faturamento deste tamanho, uma landing page super convertedora pode ser o alicerce de um negócio online de sucesso. Neste guia, eu vou mergulhar profundamente nos elementos de sucesso de uma página de conversão otimizada e vou te mostrar como criar landing pages que convertem muito bem, sempre:

Este guia vai cobrir os seguintes tópicos:

  • Entendendo as Landing Pages
  • Conduzir uma Pesquisa de Mercado
  • Desenhando sua Landing Page
  • A Psicologia das Cores
  • Como Aumentar a Taxa de Conversão da sua Landing Page

Vamos nessa…

Faça o download deste passo a passo para criar sua própria landing page super convertedora.

Entendendo as Landing Pages

Empresas gastam muito tempo para direcionar visitas para seus sites e blogs. Mas se essas páginas não ajudam os interessados a entrarem no funil de vendas, não os educam nem os convertem em clientes, você está perdendo seu tempo.

É por isso que as páginas de conversão são tão importantes. Então desenhar, planejar e criar landing pages é mais do que simplesmente adicionar algumas imagens bonitinhas, textos e botões de ação (Call to action — CTA).

Vamos começar pelo básico:

O que é landing page? A tradução literal desta expressão em português é “Página de Pouso” ou “Página de Aterrissagem” — pois faz referência à página que recebe a visita do cliente, vindo de outro lugar, como se ele estivesse pousando no seu site. Mas o significado dela para projetos online é mais amplo do que isso. O termo Landing Page normalmente é usado para descrever uma página que faz parte do processo de vendas. Que de alguma forma captura informações do cliente com o objetivo de iniciar ou avançar o processo de vendas de alguém interessado no seu produto/serviço. Então qualquer página que direciona o visitante do seu site para iniciar uma conversa de vendas ou fechar um negócio, é uma landing page.

Landing pages eficientes normalmente são páginas independentes com um único foco.

De acordo com o The Landing Page Course, “as Páginas de Conversão existem separadamente do seu site e são projetadas exclusivamente para receber visitas de campanhas específicas. Como veremos, esta separação permite que essas páginas seja focadas em um único objetivo e permitem analisar, criar relatórios e testes de forma mais simples”.

Você pode usar uma landing page para qualquer propósito – desde uma simples captura de leads, vender produtos, convidar pessoas para uma palestra online (webinar), fazer anúncios importantes, oferecer descontos… a escolha é sua. Mas esse propósito precisa estar claro e linkado com um botão de ação (call to action), como mostra o exemplo da Yellow Pages abaixo:

image53

Por que criar landing pages: De acordo com a Hubspot, 48% dos profissionais de marketing criam uma nova landing page para suas campanhas.

Qualquer negócio online tem razões específicas para precisar de páginas de conversão, mas eu posso resumir em poucas palavras: você precisa de uma landing page para atingir um objetivo específico, que pode ser construir sua marca, aumentar sua lista de e-mails ou gerar lucro.

Aqui estão alguns dos principais benefícios que seu negócio online ganha ao criar landing pages específicas para suas campanhas:

1. Promove uma primeira impressão positiva: Um estudo de “eye tracking” dirigido pela empresa Conversion XL, mostra que o olho de um visitante do seu site demora apenas 2,6 segundos para entender o seu site e criar uma impressão sobre ele.

De fato, este tempo pode ser ainda menor. Ion Interactive diz que as pessoas formam impressões em apenas 1/20 de um segundo.

image44

Em outras palavras, pessoas não vão ficar no seu site por muito tempo, então a primeira impressão conta muito. Criar landing pages pode fazer com que sua mensagem principal seja entendida pela sua audiência. Assim, eles vão ficar um pouco mais no seu site e quem sabe não se transformam de leitores em clientes.

As landing pages da Help Scout me despertaram o interesse e me fizeram querer testar seus serviços. Este é o impacto de um excelente design aplicado em páginas de conversão.

image51

2. A vantagem de elementos de confiança: Você sabia que imagens, vídeos e gráficos podem atrair seus visitantes e persuadi-los emocionalmente para que eles tome uma ação? Isso acontece porque 40% das pessoas respondem melhor à informações visuais do que textos.

Eu tenho visto excelentes resultados de uma ilustração feita à mão na minha página “Sobre”.

image09

adicionando imagens na minha Série de Guias Avançados tive resultados espetaculares, atraindo em torno de um milhão de visitas do google (exclusivamente).

3. Aumentar taxa de conversão: É mais fácil capturar emails através de uma página bem desenhada do que através de uma página básica de um blog ou site. Isso porque enquanto seu blog está focado em destacar seus textos mais lidos, conquistar mais assinantes ou recomendar produtos de afiliados, uma página de conversão tem apenas UM objetivo.

Algumas landing pages sequer tem menu de navegação para reduzir a distração. Veja este exemplo de landing page de Jonathan Mead, fundador do “Paid To Exist”.

image04

Se você quer criar uma landing page super convertedora, você tem várias opções:

Páginas somente de texto: A maioria dos profissionais de marketing online preferem usar uma página de conversão baseadas em texto. Eles não incluem vídeos ou grande imagens, apenas alguns gráficos para completar seu apelo comercial e ativar a parte do cérebro que processa informações visuais.

Uma vez que o tempo de carregamento do site afeta os rankings do Google, a maior vantagem de uma páginas focada em texto é sua velocidade de carregamento.

Uma landing page baseada em texto irá entregar mais rápido o que o título da página promete. No site Copyblogger tem um exemplo disto:

image38

O pessoal do site Copyblogger usa botões de ação (CTA) ao invés de links de texto, o que é algo que eu também faço no meu site para criar um botão bem óbvio e atraente.

image37

Landing page baseada em vídeo: De acordo com o eWeek, a projeção de faturamento para plataformas de vídeo está estimada para $800 milhões até 2019, pois o YouTube, Vimeo e outros sites de vídeo estão cada vez mais populares.

Conforme mostra uma pesquisa recente, um em cada três pessoas online está assistindo um vídeo e isso é uma excelente maneira dessas pessoas entenderem seus produtos e serviços. Por isso, você deve considerar incluir vídeo na sua landing page. Muitos profissionais de internet bem sucedidos já fazem isso.

Aqui está uma landing page de vídeo do Blog Tyrant. Esta é a sua página “Sobre”, mas é engenhosamente desenhada para construir uma imagem de uma pessoa e também construir uma lista de emails.

image40

Não importa qual seja seu produto ou serviço, adicionar um vídeo curto que mostra o que você oferece para as pessoas irá aumentar sua conversão.

Os benefícios de usar vídeo ao criar landing pages são:

  1. Retenção: Um vídeo valioso irá inspirar as pessoas a ficarem um pouco mais na sua página, permitindo que sua mensagem penetre ainda mais.
  1. Aumentar confiança: Vídeos dão vida e voz aos seus produtos e serviços, aumentando assim a confiança das pessoas na sua empresa.
  1. Conhecer a preferência do cliente: Unbounce descobriu que muitas pessoas preferem assistir um vídeo de 5 minutos do que ler um artigo de texto. Se você fizer o que as pessoas querem, sua página de conversão vai converter muito mais.

Você irá precisar criar um botão de ação dentro do seu vídeo. Veja um exemplo do Derek Halpern.

image07

Vídeos também podem mostrar como seu produto funciona, o que é uma grande necessidade quando você precisa explicar como instalar ou configurar algo. Por exemplo, quando você visita Long Tail Pro, você automaticamente assiste um vídeo para aprender o que esse software de palavras-chave pode fazer por você, e como usá-lo.

image41

Deixe sua landing page baseada em vídeo bem pequena e útil, porque usuários de computador desktop tendem a ficar presos com vídeo por mais de 5 minutos. Em contraste com esta informação, usuários de iPad podem ficar assistindo vídeos por mais de 5 minutos.

Nota: Algumas vezes você pode ter uma landing page mista, onde mais de um elemento é usado na construção de argumentação e discurso.

Página longa ou curta? O conteúdo da sua página deve ser longo ou curto? Isso depende da página. É comum criar landing pages longas no mercado de internet marketing. É um excelente formato quando você tem que explicar um caso de sucesso e os benefícios do seu produto ou serviço para conseguir fechar uma venda.

Por outro lado, se sua páginas tem o objetivo de simplesmente capturar o email das pessoas em troca de um material gratuito, seu conteúdo não precisa ser tão longo.

Um exemplo é o conteúdo da página de conversão do Quicksprout. Ela tem uma taxa de conversão de 67.2% porque eu peço somente o endereço do site das pessoas (URL).

image52

Minha opinião pessoal é que você deve fazer testes com vários tipos diferentes de conteúdo e então tire suas próprias conclusões e decida qual usar.

Conversion Verve conduziu um teste A/B com uma página longa e uma página curta. Neste estudo, eles descobriram que a página curta teve excelentes resultados quando o compromisso e risco para o cliente era pequeno — relacionado ao objetivo principal da página.

image46

Neste outro exemplo, uma landing page longa funcionou bem melhor porque a oferta exigia um nível muito maior de compromisso e segurança, e quanto maior o risco para o usuário, mais necessidade de segurança ele sente. Por isso, eu costumo dizer: “quanto maior o risco, maior o tamanho da página”.

image12

Se você está vendendo um produto premium por um preço de $1.997, você precisa dar plenas razões para que as pessoas sintam confortáveis em investir dinheiro em seu produto.

Bons e maus exemplos sobre criar landing pages: Como diferenciar uma página de conversão boa e uma ruim? Eu penso que tudo se resume ao objetivo a ser cumprido. Se a landing page resolve o problema que o visitante tem, ela é boa.

Mas se ela não satisfaz o usuário do seu site, é uma péssima landing page. Não é somente pelo conteúdo, mas também a posição dos botões (CTA), as cores e a facilidade de navegação. Se você quer que os visitantes convertam na sua página, não deixe eles procurarem por nada.

Vamos “dissecar” alguns exemplos com relação a criar landing pages:

Exemplo #1: Quando eu pesquisei por “kits de treino militar” (sem aspas) no google, eu decidi clicar nos dois primeiros resultados da busca orgânica, para ver qual tinha a melhor landing page. Eu estava procurando por kits de treino tático, com preço razoável, fácil de serem comprados e divertidos de usar. A primeira página que encontrei foi da Govx, que de fato era uma excelente página.

image10

Por que esta landing page é boa? Pessoas que pesquisam por palavras chaves específicas são muito segmentadas.

Quando eu cheguei no site (pousei), eu imediatamente vi o kit tático que estava querendo comprar. Isso foi ótimo.

Uma outra coisa boa sobre esta landing page foi que a foto do kit está no lado esquerdo.

Já que eu sei que as pessoas leem no padrão F-shaped, eu olhei para o kit antes que pudesse me distrair com outra coisa.

A única coisa negativa que vi foi justamente o botão. A página não me diz o bastante para me atrair para me tornar um membro e me tornar um aluno. No entanto, o grande desconto que estavam oferecendo poderia me convencer e substituir a necessidade de mais informações.

Nota: B

O segundo resultado para minha busca sobre Kits Militares, foi uma página horrível.

image22

Por que essa landing page é ruim? O primeiro problema aqui foi que esta página não estava relevante para minha busca. Eu estava procurando por kits de treinamento militar (tudo junto), não equipamentos individuais ou peças de roupa.

Ainda pior, foi muito difícil navegar neste site e encontrar os kits de treinamento militar que eu estava procurando. O site quebrou a primeira regra de design de páginas de conversão ao me obrigar procurar pelo o que eu queria.

Minha avaliação: Nota C

Exemplo #2: O próximo, eu estava procurando por aulas de baixo e encontrei a excelente landing page do ArtistWorks.

Honestamente, esta é uma das melhores landing pages que eu vi recentemente porque todos os elementos essenciais da página (título, oferta, benefícios, depoimentos, imagem, botões) estavam bem colocados. As cores estavam super harmonizadas com a imagem.

image19

Vamos dar uma olhada de perto nesta captura de tela. Até mesmo o menu de navegação é bem limpo, e isso não me distraiu do foco do conteúdo – que era levar as pessoas a fazer uma aula grátis.

Quando o Nathan East sorri, você sabe que ele definitivamente vai te guiar até se tornar uma celebridade da música. Esta imagem sozinha cria uma primeira impressão muito positiva, especialmente para os visitantes que veem pela primeira vez.

Avaliação desta landing page: Nota A

Ao contrário, a CyberfretBass ainda precisa de muitas melhorias.

image29

O maior problema com essa página é: Se alguém que nunca tocou baixo visitar esta página, a pessoa vai ficar confusa porque as aulas não estão classificadas. Em outras palavras, qual destas aulas foi feita para iniciantes, e qual são mais avançadas?

É bom que várias das lições estejam disponíveis gratuitamente, existe uma pequena ajuda para que a pessoa não fique sufocada por causa de tantas informações.

Também não existe um botão de ação específico nesta página de conversão.

Minha nota: B

Agora que você já entendeu o que é uma boa página de conversão, você está pronto para criar sua própria landing page super convertedora. Vamos começar!

Passo #1: Conduzir uma Pesquisa de Mercado

Toda boa landing page começa com uma pesquisa de mercado: reunir informações vitais sobre seu mercado e sobre seu cliente com o objetivo de criar valor e uma experiência enriquecedora.

Veja esse guia sobre o método 7×7 para criar landing pages.

Pesquisa de mercado é uma coisa importante, mas se você for obrigado, você pode fazer isso com orçamento apertado. Fridge Magazine mostra alguns dos canais mais populares para fazer uma pesquisa de mercado:

image25

Quão popular é o seu assunto? Uma peça principal de informação é onde existe informações sobre o tema do seu negócio. Supondo que você está fazendo algo para pessoas de nível gerencial. Como uma demanda nesta área normalmente se parece?

Vamos ver isso em apenas 3 passos:

Passo #1: Visite o site Google Trends. Digite sua palavra chave na caixa de busca e clique no ícone de busca (botão azul).

image18

Passo #2: Estude a tendência de busca dos anos anteriores.

image36

O gráfico acima mostra uma grande demanda por “project manager” como termo de pesquisa em 2014. Este é um bom começo para decidir montar uma landing page focada nesta área.

Agora, é hora de saber mais o que seu público quer sobre este assunto (neste contexto).

Uma coisa para ter cuidado durante uma pesquisa de mercado é que nem sempre o que as pessoas FALAM é realmente o que elas FAZEM. Por exemplo, se você envia uma pesquisa para sua lista tentando entender as dificuldades, talvez eles digam que estão com problemas para gerar mais tráfego para seus sites.

Mas o que você pode não perceber é que eles não necessariamente irão querer outro ebook ou software que prometa uma avalanche de visitas da noite para o dia. Ao invés disso, eles talvez estejam procurando por um vídeo de treinamento ou uma palestra que mostre ao vivo como gerar tráfego para seus sites.

Para criar uma landing page altamente convertedora, você deve entender o modelo mental das pessoas.

O modelo mental de um visitante de landing page: Como dono de negócios online, você tem que focar em reorganizar todo o seu negócio em torno do cliente. Sua landing page tem que fazer com que eles queiram o que você está oferecendo, mas isso pode ser um grande desafio, como mostra a ESPN:

image14

Este infográfico nos mostra o processo de 5 passos que homens fazem antes e depois de comprar um produto ou serviço:

Passo #1: Eu preciso comprar alguma coisa – Esta é a fase de decisão. O comprador decide o que comprar e esta fase é muito direcionada pela emoção. Em outras palavras, o cliente talvez não necessariamente PRECISA do produto, mas ele pensa que QUER aquilo.

Passo #2: Pesquisa e planejamento – O cliente tenta obter mais informações. Ele usa gráficos de comparação de produtos, lê revisões do produto e obtém informações em lojas.

Passo #3: Pronto para comprar – Onde o produto pode ser adquirido? O estudo revela que os homens querem ver, sentir e tocar o produto. Onde está localizada a loja? Eles comparam também a conveniência de comprar online vs. compras na loja.

Passo #4: A compra – Uma vez que a questão da localização da loja e conveniência comercial foi abordada, o consumidor masculino irá considerar mais produtos com as melhores ofertas e qualidade. Se ele está convencido, ele vai fazer a compra.

Passo #5: Pós-compra – O comprador masculino está preocupado com a experiência que ele teve enquanto comprava em determinada loja. Os itens foram enviados no prazo e estão em boas condições?

Sua landing page terá que responder algumas destas perguntas.

Outra maneira de descobrir mais sobre seus clientes é através das redes sociais.

A pesquisa de mercado através de rede social: Quando você monitora seu cliente via rede social, você começa saber o que ele fala sobre sua marca e onde ele fala.

image54

Ter uma conversa com um prospect ou cliente é uma das melhores formas de extrair dados úteis sobre eles, sobre sua marca e sobre o mercado. Isso também é rentável.

Mas como é que a mídia social se compara com métodos de pesquisa de mercado tradicionais, como entrevistas? Germin8 fez essa comparação, e observou que você tem mais chance de conseguir respostas sinceras através das redes sociais.

image34

Qual plataforma você deve usar? Isso depende do que você está procurando. O Twitter é muito usado para fazer pesquisas rápidas sobre assuntos do momento, mas também sobre produtos e serviços. Já o Facebook funciona bem para analisar compartilhamento de conteúdo, palestras online ou lançamentos de produtos e eventos para criar um buzz em torno disso.

Eu sou um grande usuário de Twitter e gosto de usar Topsy para descobrir se as pessoas estão falando sobre o meu tema. Vamos ver como isso funciona com o tema “geração de leads”.

Passo #1: Entre no site Topsy. Digite sua palavra chave principal na caixa de busca.

image27

Passo #2: Analise os resultados.

image02

Grau de Sentimento do Topsy foi 83. Este é um bom número, considerando que estamos buscando por uma palavra-chave específica, e não uma palavra-chave de cauda longa (long-tail keyword), e que o período que usamos foi 10 dias (que é um período bem limitado). Os resultados dizem que este é um bom tópico para criar uma landing page.

Você também pode usar o Quora para fazer uma pesquisa de mercado.

Basta jogar sua palavra chave na caixa de busca (usei “lead generation”):

image03

Depois: clique no link ‘view all’.

image05

Você verá todas as respostas para perguntas sobre geração de leads (lead generation). Isso pode te ajudar encontrar direcionamentos para criar sua landing page de alta conversão.

image48

Entenda a intenção da palavra-chave (keyword intent): Para fechar o assunto sobre pesquisa de mercado neste post, vamos ver como olhar para além de uma determinada palavra-chave e entender a intenção (propósito) por trás dela.

Você precisa entender a intenção de busca (keyword intent) para saber o que as pessoas realmente querem. Curiosamente, é mais fácil saber a intenção por traz de uma palavra-chave de cauda longa do que uma palavra chave curta.

Usando o Google Keyword Planner, eu procurei por “flat abs training.” (treinamento para malhar o abdômen). Estas são as palavras-chave relacionadas e seus respectivos volumes de busca por mês.

image17

A primeira busca de cauda longa (ab workouts for women) tem em média 14.800 buscas por mês. A competição é baixa — o que significa que tem poucos anunciantes concorrendo por este termo.

Como blogueiro e produtor de conteúdo, se você escrever conteúdo que contenha a palavra-chave no seu título, se criar links relevantes para essa determinada página e enviar algum tráfego de redes sociais para sua página, é provável que consiga melhorar seu ranking, mas sua conversão será baixa.

Por quê? Porque você não escolheu uma palavra-chave que mostra pessoas que querem comprar o seu produto (ou algum produto).

Vamos ver como a intenção de busca dos resultados acima pode te ajudar escolher o melhor produto para sua página de conversão:

  1. Exercícios de abdômen para mulheres: Estas buscas são provavelmente de mulheres que malham e querem melhorar seus resultados abdominais. Conteúdos que indicam os melhores exercícios (em geral) para mulheres não são relevantes para essa consumidora porque o foco (intenção) delas é malhar o abdômen.
  2. Como perder gordura na cintura: Aqui, é óbvio que quem está fazendo essa busca é um iniciante no assunto de perder gordura e talvez irá adorar um passo a passo (ou um guia de como fazer) para perder gordura localizada na cintura.
  3. Como conseguir abdômen rápido: Se você tem um produto tipo treinamentos em vídeo ou tutorial passo a passo, você pode facilmente converter estes leitores, pois eles estão DESESPERADOS. Sempre que você vir a palavra “rápido” antes ou depois da sua palavra-chave principal, você deve saber que se trata de um grupo especial de pessoas que acreditam e querem resultados da noite para o dia.

No entanto, não use pegadinhas no seu conteúdo. Seja bem honesto e entregue valor para conseguir converter os visitantes em clientes.

Passo #2: Desenhando sua Landing Page

Nesta seção, nós vamos olhar para a anatomia de uma página de conversão perfeita. Mesmo que o conteúdo seja o rei, o design irá gerar mais interesse e influenciar em como seu conteúdo será percebido. Conforme mostra o pessoal da Unbounce, todo elemento da sua landing page é importante. Você pode inovar, mas não deixe nada importante de fora.

image16

Aqui está uma rápida explicação dos principais elementos de uma landing page:

1. Título (Headline): O título da página é o primeiro e mais importante elemento da sua landing page. Deixe ele destacado, bem claro e direcionado por benefícios.

Blogs que escrevem títulos cativantes e valiosos obtêm mais compartilhamentos sociais.

image15

Isso funciona para landing pages também. Para uma landing page de alta conversão, seu título deve ser criativo, direto ao ponto, que crie um senso de urgência e resolve um problema particular. De fato, o título precisa ser um ímã.

Um exemplo é o Pop Up Domination.

image00

2. Subtítulo de suporte (bigode): Nunca subestime a importância de um subtítulo bem feito. Top Left Design diz que um subtítulo pode dar às pessoas a razão para lerem sua página inteira, ao invés de ficar escaneando seu conteúdo. Sempre use subtítulos para criar um contexto mais profundo sobre o que seu título quer dizer. Veja este ótimo exemplo do Qualaroo.

image13

3. Foco visual (foto do rosto, video etc.):cérebro processa informação visual mais rápido do que processa texto. É por isso que você precisa adicionar elementos visuais na sua landing page, como uma foto sua do ombro para cima, pode ser uma foto ou vídeo.

OkDork tem uma boa landing page que começa com um elemento visual de engajamento. Dá uma olhada:

image33

4. Depoimento de clientes (opcional): Você também pode adicionar depoimentos reais de clientes na sua landing page. Depoimentos podem acelerar suas vendas, mas apenas use depoimentos depois de ter resultados para outras pessoas. Se você está começando um negócio, apenas para deixar claro, incluir depoimentos é algo opcional.

Eu uso depoimentos de clientes na minha landing page. Depoimentos criam confiança e credibilidade para sua marca pessoal porque você está mostrando resultados reais para pessoas que também são reais.

image56

5. Benefícios principais: Para falar diretamente com seus clientes e inspirá-los à tomar uma ação,  destaque os benefícios principais do seu produto ou serviço na sua landing page. Derek Halpern, fundador da Social Triggers, faz isso na sua página inicial.

image26

6. Botões de ação (Call to action): Para conseguir ter sucesso em converter visitantes em assinantes ou clientes, você precisa de um simples, claro e clicável botão de ação. Você pode usar um link, mas botões são mais frequentemente usados porque eles captam mais atenção, especialmente quando são coloridos.

Pipeliner tem um excelente botão call to action em sua landing page:

image45

Ferramentas de design para criar Landing pages: Existem várias ferramentas que podem ser usadas para criar landing pages. As ferramentas corretas ajudam você trabalhar em equipe com mais eficiência.

Algumas das melhores ferramentas de design para criar landing pages são:

  1. Unbounce: Você pode usar para construir e otimizar landing pages. Pode também conduzir testes A/B para determinar o que funciona e o que não funciona nas suas páginas.
  2. OptimizePress: É possível criar landing pages facilmente com essa ferramenta, bem como páginas de vendas e portais de assinaturas.
  3. PopUpDomination: Um dos melhores criadores de pop ups e formulários de captura de e-mails que existem por aí. Utilizado tanto por iniciantes até por experts em marketing digital.
  4. OptinMonster: Uma excelente ferramenta de “exit intent” que vai ajudar você a capturar e-mails das pessoas. É bem flexível e também muito fácil de usar.
  5. Optinskin: Esse é um plugin de WordPress feito por Glen Allsop, que permite você adicionar caixas de captura de e-mail no seu blog, em suas landing pages e fan pages.
  6. Instapage: Você pode usar o Instapage para criar landing pages simples, mas ainda sim que parecem bem profissionais. O melhor de tudo é que é 100% grátis. Se você quiser mais opções, você terá que fazer upgrade e pagar por isso.
  7. Leadpages: Esta ferramenta é popular porque você pode coletar e-mails de seus leads de qualquer parte sem que tenha que mostrar um formulário de captura.
  8. Landerapp: Use para criar landing pages impressionantes para suas campanhas de marketing.
  9. Getresponse: Use o criador de landing page para rodar uma campanha de marketing que irá te trazer receita e lucro. Ela custa um adicional de $15 por mês, se você se tornar cliente.

Uma vez que tenha decidido sobre as ferramentas que irá usar para sua landing page, existem mais algumas áreas que você precisa de prestar atenção quando estiver criando essas páginas.

Interface limpa e melhor experiência do usuário: Para criar landing pages que funcionam, certifique-se de que a interface esteja bem limpa e clean. O foco deve ser no seu cliente (visitante), não em você e no seu produto. Então você precisa de alinhar cada elemento na página para construir um apelo voltado para o usuário final.

Letras de texto simples e legíveis: A maioria dos clientes que compram online, usam o celular durante o processo de decisão, diz a Pew Internet. Isso significa que você tem que garantir que sua landing page super convertedora funciona perfeitamente em tablets e celulares (mobile friendly).

Você pode ver como sua página vai aparecer em diferentes celulares e tablets usando o site mobiletest.me.

image23

Navegação simples e amigável: Geralmente, não é recomendável ter o menu principal na sua landing page. Mas se você decidir que a sua página deve ter esse menu, certifique-se de que seja simples e amigável.

Você pode aprender com o David Risley, fundador do Blog Marketing Academy. Sua landing page tem uma apresentação bem profissional, bem focada no visual, um design clean e bem fácil de navegar.

image42

Modelo A.I.D.A.: Uma das melhores práticas amplamente conhecidas no marketing de conteúdo é o modelo Modelo A.I.D.A. A.I.D.A. é o acrônimo para: Attention, Interest, Desire and Action. Em português a abreviação é a mesma Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

Use este modelo para encaminhar o seu cliente potencial através do seu funil de vendas em sua landing page. Vou te mostrar como.

image47

1. Atenção (Awareness): Você começa atraindo atenção, para conseguir criar consciência para uma oferta em particular. Este é o papel de um título e um subtítulo de sua landing page. É por isso que o Sugarcrm usa uma letra bem grossa no seu texto “CRM” que está na sua landing page para chamar atenção das pessoas.

image11

2. Interesse: Você cria interesse para seus produtos/serviços quando destaca seus benefícios principais e funcionalidades mais interessantes. Mencionar outros especialistas ou linkar para eles, também pode gerar interesse nas pessoas.

3. Desejo: Depois que os prospects estão interessados, é hora de pegar pesado e usar palavras emocionais para fechar uma venda. Empresas multinacionais usam celebridades em placas de rua, porque eles querem que você deseje aqueles produtos.

image35

Os interessados precisam desejar seus produtos antes que ele comprem. Use depoimentos, garantias de dinheiro de volta e frete grátis para canalizar o desejo dos seus clientes para seu produto.

4. Ação: Depois de gerar interesse e desejo, será bem mais fácil de aprovar uma venda — é só cutucar. Em termos de uma landing page, você precisa cutucar o cliente através do sentimento de urgência, colocando um prazo para tomar decisão, criando escassez, cortando preços ou dando algum tipo de bônus. Um período de experiência funciona muito bem para empresas de software:

image55

Passo #3: A psicologia das cores

As cores certas vão melhorar sua taxa de conversão. A psicologia das cores nos diz que você pode ficar ansioso em uma sala pintada de amarelo, e tranquilo em uma sala pintada de azul. A psicologia das cores funciona online também, conforme o gráfico de logos e como as cores afetam nossas decisões de compra:

image06

Em uma pesquisa intitulada “O Impacto das Cores no Marketing,” pesquisadores descobriram que mais de 90% das decisões de certos produtos são baseadas em cores.

Aqui estão algumas áreas importantes do site e cores chaves para ter em mente.

Cor do fundo do seu site (Background color): Se o fundo do seu site tiver a cor errada, sua página não irá converter bem.

Use uma cor sólida no fundo da sua landing page para ter certeza que ela não irá interferir nas áreas de texto. Se for uma cor escura, tenho certeza de que o texto terá bom contraste para facilitar a leitura.

Mind Tools tem muitas cores nas suas páginas de conversão, mas eles usam uma cor de fundo (esta imagem de um céu) que confunde um pouco e dispersa a atenção para a parte mais importante que são as caixas laranjadas.

image43

Milani Cosmetics usa um fundo escuro e textos claros, harmonizando também a cor do título com a cor predominante da imagem de forma eficiente.

image58

Por outro lado, você pode adotar um design minimalista para sua landing page e deixar o fundo totalmente branco. Eu já tive muito sucesso com backgrounds brancos especialmente no CrazyEgg. O blog Copyblogger Media também usa a cor branca.

image32

Cor do link: Eu tenho que concordar com o Peep Laja, fundado da Conversion XL que diz que “NÃO existe uma com melhor para aumentar conversão.”

Linkar para fora da sua landing page, especialmente quando você precisa atingir um objetivo (como capturar o email das pessoas) não é uma boa prática. Mas se você for criar um link, use as convenções do início da internet onde o link é azul e sublinhado (e marrom/roxo para links já visitados).

image28

Nota: Fique à vontade para ser criativo nas suas páginas de conversão. Se vermelho funcionar melhor para você, então use vermelho. Se verde for a cor que seus leitores clicam mais, então use a cor verde.

Cores dos botões de ação: Eu acredito que a cor do seu CTA pode inspirar as pessoas clicarem ou não no seu botão. Muitos especialista em conversão têm conduzido estudos profundos sobre a melhor posição e melhor texto para seus botões de ação.

Eu pessoalmente gosto muito deste guia: Qual Cor Converte Mais, feito pela Conversion XL.

Quando se trata de selecionar uma cor para botões de ação, considere a cor mais adequada para seu cliente.

Por exemplo, a cor rosa simbolicamente significa amor incondicional. Algumas marcas usa esta cor para conversar com mulheres, pois parece mais feminina. Já o laranja irradia calor e alegria.

Abaixo, Mingle2 usa a cor laranja para enviar mensagens sutis.

image08

Se seu público não são mulheres ou se seu mercado não é o mercado de relacionamento/namoro, você ainda deve usar o rosa ou laranja em seus botões? Claro que sim.

image01

Azul é a cor da confiança e da paz. Se você vende produtos tipo livros, software, plugins e temas, azul vai te ajudar a criar credibilidade e confiança, além de lealdade entre os clientes e leads.

Muitos gateways de pagamento online usam a cor azul pois eles querem entregar a sensação de paz e tranquilidade (o que só acontece na presença de confiança).

image39

Resultado: Não acredite em ninguém que diz que uma determinada cor é o melhor para seus botões de ação. Lembre-se que todas as campanhas de marketing são diferentes, de acordo com o mercado; faça testes e acompanhe os resultados para encontrar as cores certas para você.

Por fim, você sempre deve pensar que as pessoas usam celular. Eu não posso nem explicar como é frustrante para mim, quando eu entro em uma loja online e o preço do produto está por baixo do botão de compra porque a página quebrou — não carregou corretamente no celular. Obviamente eu não continuo na loja.

Faça seus botões de ação para suportarem navegação via celular e tablets (mobile-friendly).

image57

Passo #4: Como Aumentar a Taxa de Conversão da sua Landing Page

Como a abordagem certa, você pode aumentar sua taxa de conversão em 134% – ou até mais!

Existem formas simples de otimizar seus botões de ação e seu conteúdo para produzir melhores resultados.

Use o princípio chamado K.I.S.S.: De acordo com o Princeton University, K.I.S.S. se destaca porque prega o conceito de “Keep It Simple, Stupid.” (deixe isso simples, estúpido — tradução livre). No modelo K.I.S.S. marketing, basta você manter o foco na sua landing page. O tempo de atenção das pessoas é curto, então você deve capturar sua atenção e atraí-lo rapidamente.

image30

Jon Morrow usou o princípio K.I.S.S. no seu curso de guest blogging. Isso o ajudou gerar mais de  $100,000/mês em 2014.

image21

Sabe como aplicar o princípio K.I.S.S. na sua landing page e aumentar a taxa de conversão?

  1. Use um título atrativo para explicar os benefícios que as pessoas têm a ganhar.
  2. Liste 3 a 5 benefícios principais do seu produto e use “bullet points”
  3. Adicione um foco visual na parte esquerda da landing page — assim como fez o Jon
  4. Certifique-se de que seu botão de ação está em harmonia perfeita com seu background

Nota: Você pode usar ambos — botões de ação ou links — na sua página. Coloque links abaixo do botão, conforme a imagem acima.

Sistema de CTA que funciona: Existem vários casos de sucesso sobre botões de ação (CTA). Eu quero compartilhar alguns destes com você.

Wedbuddy conseguiu aumento de 73% na sua assinatura do plano experimental fazendo algumas mudanças na sua página inicial.

Eles retiraram a palavra “Free” do texto antes do botão de ação.

image20

Depois, eles personalizaram o botão de ação. Mudaram o padrão (Start Your Free Trial) para “I want to try it out.” (eu quero testar isso agora — tradução livre). Como resultado destes pequenos ajustes, eles conseguiram mais cliques no botão e aceleraram a assinatura do seu plano em 73%.

Lição: Mudar algumas palavras do seu botão das frases ao redor do seu botão de ação podem aumentar sua conversão. E a palavra “free” não funciona bem para qualquer produto.

OpenOffice, um pacote de software, estava celebrando mais de 100 milhões de downloads.

image49

Note que eles têm dois CTAs, e um deles destaca que a versão completa é gratuita.

image24

Se você quer saber mais sobre call to action, a psicologia por traz do seu posicionamento e até mesmo sobre as palavras certas para usar, veja este texto 100 Casos de Otimização de Conversão no site da KISSMetrics.

Conclusão

Criar landing pages funciona, mas as regras não são definitivas.

Como sempre, eu recomendo testar diferentes modelos de página de conversão bem como botões de ação para ver qual funciona melhor para o seu mercado. Aqui estão quatro guias para ajudá-lo a criar testes A/B:

  1. O Guia Definitivo sobre Teste A/B
  2. O que é teste A/B?
  3. Como Criar Testes A/B Usando Dados Qualitativos
  4. O Guia Definitivo sobre Otimização de Conversão

Você tem usado landing pages para conseguir leads e vender produtos?

Share