Palavras-chave de Cauda Longa: Como Usar nos Posts do Blog

words

Não se engane: as palavras-chave ainda são importantes para o SEO.

Integrar palavras-chave de cauda longa em seus posts do blog pode te ajudar a maximizar o seu ranqueamento na busca orgânica e tráfego.

Entretanto, isso não é um passe livre para encher seus posts de palavras-chave. Você já sabe que o excesso de otimização do seu conteúdo com palavras-chave pode fazer com que você seja penalizado.

Este artigo irá mostrar o potencial de palavras-chave de cauda longa e como você pode utilizá-las de forma natural em seus posts.

Faça o download deste guia para aprender como integrar palavras-chave de cauda longa em seus posts do blog.

Você pode ter uma alta classificação no Google para palavras-chave que tenham mais de 3 palavras e direcionar um tráfego segmentado para o seu site. Afinal de contas, estima-se que palavras-chave de cauda longa geram 70% do tráfego de busca.

image07

As palavras-chave não são criadas da mesma maneira. Se você quer usar palavras-chave primárias (por exemplo, aprender espanhol), o conteúdo de suas páginas certamente não irão ranquear no top 10 do Google, por causa da competição acirrada.

Mas, se em vez disso, você for atrás de palavras-chave de causa longa (por exemplo, melhores ferramentas para aprender espanhol online), você facilmente irá ranquear no topo das listas de busca orgânica para essa frase chave e diversas outras. Você pode até mesmo conseguir isso em menos de 60 dias, supondo que você irá construir links relevantes e de autoridade.

Como isso é possível?

Simples: Grande parte das principais marcas não tem como objetivo palavras-chave de cauda longa por causa do volume baixo de pesquisas

Não é incomum para um termo de pesquisa principal ter um volume médio mensal de + de 5000 pesquisas, enquanto que uma variação do mesmo termo tem menos de 100 pesquisas.

As marcas principais tem orçamentos de otimização on-page e off-page enormes. Elas não podem se dar ao luxo de perder tempo em palavras-chave que poucos consumidores utilizam. 

Mas, isso é uma boa notícia para os blogueiros. Em vez de perder tempo, dinheiro e recursos tentando ranquear em 1º para palavras-chave como “otimização de taxa de conversão”, porque não procurar variações mais longas e mais inteligentes para ranquear, como “as melhores estratégias para otimização da taxa de conversão”? 

A seguir listaremos algumas maneiras simples de usar palavras-chave de cauda longa nos posts do blog: 

1. Defina o objetivo do seu conteúdo.

As palavras-chave são um fator crítico no algoritmo de ranqueamento utilizado pelos motores de busca, como o Google.

Na realidade, as palavras-chave são ainda mais importantes hoje em dia, porque a intenção do usuário só pode ser determinada pelas palavras-chave utilizadas por ele. 

Não importa qual foi o último fator de ranqueamento – velocidade do site speed, site adaptado para dispositivos móveis, engajamento ou algo completamente diferente — você precisa lembrar que a utilização de palavras-chave on-page aumenta o desempenho de pesquisa do seu conteúdo em 15,04%. 

image00

O SEO moderno está ligado à intenção do usuário, e não necessariamente às palavras-chave do título.

Esclarecido esse ponto, é importante definir qual o propósito do seu marketing de conteúdo.

O que você quer alcançar com o seu post do blog?

É uma pergunta básica, mas sua resposta honesta pode te ajudar a criar um post amigável que irá ranquear melhor nos resultados de pesquisa. Lembre-se que o objetivo do seu marketing de conteúdo precisa estar alinhado ao objetivo da empresa.

image15

O Copyblogger apresentou 10 objetivos de marketing de conteúdo que valem a pena traçar, incluindo:

  • Construir confiança e relacionamento com os clientes
  • Atrair potenciais clientes para o seu sistema de marketing 
  • Explorar as dores dos prospects
  • Ilustrar os benefícios
  • Superar as objeções
  • Construir sua reputação nos motores de busca

Com certeza, um bom conteúdo pode realmente alcançar todos esses objetivos, com muito trabalho e paciência.

A melhor abordagem é escolher um ou dois objetivos principais que você deseja que todos os conteúdos criados atinjam.

Se você quiser aprofundar a fidelidade dos seus clientes existentes, você precisa ser transparente em seus posts. 

image06

Por outro lado, se você quiser atrair novos propects para o seu sistema de marketing, você precisa encontrar palavras-chave que eles estão procurando e criar um conteúdo útil, educativo e evergreen, baseando-se nessas palavras-chave.

A maioria dos blogueiros e escritores pensam que usar palavras-chave é algo relevante apenas em termos de SEO, para ajudá-los com um bom ranqueamento no Google. Mas, vai além disso.  

Geralmente, quando clientes potenciais encontram os termos de busca em seu post, não importa se eles vieram através outro blog ou através de mídias sociais – eles vão se sentir animados com o post encontrado.

Além disso, as pessoas também utilizam palavras-chave no Youtube, quando estão procurando por um vídeo em específico. A mesma coisa acontece no Facebook, quando estão procurando por uma determinada página. Não é apenas o Google que utiliza palavras-chave. Toda plataforma as utiliza.

Por isso, você precisa definir o objetivo do seu conteúdo. Não escreva nada até que você tenha o seu objetivo definido. Uma palavra-chave de cauda longa específica pode te auxiliar a definir o seu objetivo. 

Por exemplo, o que vem em sua mente quando você procura pelo seguinte termo?

  • queime gordura rapidamente em casa e sem pílulas

Obviamente, o usuário que fez essa busca está cansado de tomar pílulas para perder peso. Ele quer queimar gordura de maneira rápida e em casa, sem ter que gastar horas na academia. 

Em seu post do blog, você não precisa mencionar a academia como uma alternativa. Foque na premissa inerente à frase principal.

O seu conselho precisa estar alinhado à intenção do usuário. Nesse caso, o usuário pode estar aberto a fazer exercícios, dieta, gerenciamento da mente e outros hábitos saudáveis – apenas não quer pílulas. 

image20

2. Pesquise suas palavras-chave de cauda longa.

Pergunta: Você sabe quanto o Google se preocupa com palavras-chave?

Resposta: Nem tanto quanto os usuários.

image10

Aos olhos do Google, os usuários são a prioridade. Os spiders de busca seguem os usuários para determinar as palavras-chave utilizadas por eles.

Não importa quão detalhado o conteúdo seja, ou quanto dinheiro você gastou terceirizando a criação – o Google não se importa. 

O Google se importa apenas com as buscas dos usuários. Lembre-se que, sem as buscas dos usuários, o Google não seria um negócio. 

Infelizmente, muitas pessoas não entendem isso e acreditam que o Google está sendo injusto com elas.

Elas acreditam que seus posts são superiores a aqueles que se encontram no top 10 dos resultados orgânicos. 

Não seja como elas.

O Google pode ser imprevisível algumas vezes. Mas, o fato de você não estar ranqueamento muito bem pode não ser culpa do Google. 

A realidade é essa: motores de busca acham seu conteúdo relevante quando os usuários acreditam que seu conteúdo é relevante. Nesse sentido, o Google é como uma criança que precisa receber a comida na boca. 

Os usuários ditam o que e como os motores de busca irão se envolver. Todas as principais atualizações do algoritmo do Google foram motivadas pelas pesquisas dos usuários.

Até mesmo a atualização que tornou a adaptação de dispositivos móveis um fator de ranqueamento em abril de 2015, foi por causa das interações dos usuários com os dispositivos móveis. 

image16

As palavras-chave de cauda longa são poderosas para geração de tráfego orgânico. E, mais ainda, o tráfego será segmentado e engajado – visitantes que indicaram ter interesse em sua solução para o problema deles.

image05

Você está pronto para pesquisar palavras-chave de cauda longa?

Apenas siga estes passos simples:

i).   Primeiro passo: Vá até o Keyword Planner do Google Adwords. Digite sua palavra-chave principal (por exemplo, “list building tool”) na caixa de pesquisa. Depois, clique no botão “Obter ideias”.

image17

ii).   Segundo passo: Clique em “Ideias de palavras-chave,” para mostrar as palavras-chave individuais e o volume médio de procura.

image21

Em seguida, aqui estão as palavras-chave:

image13

Você perceberá que nenhuma delas é uma palavra-chave de cauda longa. Então, o que fazer agora? 

É preciso se aprofundar um pouco mais. Cada uma dessas palavras possui variações longas, que podem ser encontradas utilizando o Ubersuggest.org.

Na homepage, digite uma de suas palavras-chave principais (por exemplo, “modelo de email marketing”). Depois, clique no botão “suggest”.

image04

Quando você clicar no botão “suggest”, estas são as palavra-chave de cauda longa que você verá: 

image18

O Ubersuggest lhe dá uma lista longa de palavras-chave de cauda longa relacionadas com aquela que você digitou.

Em vez de focar na palavra-chave principal (“modelo de email marketing”) em seu post, você pode conseguir uma classificação melhor e mais rápida com o termo “modelo criativo de email marketing.”

3. Crie títulos com palavras-chave ricas que fluam naturalmente.

Não importa o que você esteja escrevendo – posts de blog, anúncios de mídias sociais, emails – o título é crucial.

De acordo com o escritor Jeff Goins,

A parte mais importante da escrita de um artigo é o título.

E, por essa razão, você precisa prestar uma atenção especial ao título. Não minimize o trabalho que você coloca nessa parte, ou você terá dificuldade para conseguir atenção para o seu conteúdo. 

Lembre-se que os indicadores sociais são essenciais para o SEO de hoje, porque eles guiam o Google na determinação de quanto engajamento essa página em particular tem. 

Para conseguir esses valiosos indicadores sociais (curtidas do Facebook, comentários, retweets, etc), você precisa criar títulos poderosos.

Uma palavra-chave rica sempre terá uma performance melhor do que uma genérica. 

Vamos ver uma pesquisa para os resultados da palavra-chave de cauda longa popular – “start a fashion blog”:

image01

O terceiro resultado foca em uma palavra-chave diferente. E se essa é a razão para ela ter perdido as duas primeiras posições, eu não ficaria surpreso.

Vamos validar buscando por outra palavra-chave de cauda longa popular — “fat burning meal plan”:

image11

Todos os quatro primeiros resultados têm um título com palavras-chave ricas. Quando você escuta as pessoas dizerem que o Google não considera mais as palavras-chave um fator importante, ignore.  

Lembre-se de que o Google segue os seus usuários. Qualquer atividade que envolva um usuário será importante na decisão que o Google toma com relação ao ranqueamento de determinada página. 

O Brian Dean utiliza palavras-chave de cauda longa na maioria dos títulos de seus posts no blog. Sempre que possível, ele coloca as palavras-chave no início do título: 

image03

A palavra-chave de cauda longa em questão é “estudo de caso sobre o SEO white hat.”

Agora, vamos ver como Brian está classificado no Google. Será que ele consegue ser o #1 em um post publicado em 23 de fevereiro?

Nossa… ele já é o #1:

image09

Um bom conteúdo que foi escrito com uma palavra-chave particular sempre terá uma performance melhor em relação aos outros. O Brian também conseguiu o primeiro lugar para “estratégia de SEO white hat,” uma palavra-chave que ele mencionou algumas vezes no post.

image12

O Backlinko.com é um blog com autoridade. Ele tem centenas de links relevantes apontando para suas páginas.  

Por isso, as páginas do blog do Brian provavelmente terão uma classificação melhor do que as suas, especialmente se você ainda não começou.

Mas, um dos fatores para o sucesso do Brian no SEO é a abordagem das palavras-chave. Você pode aumentar suas chances de ranquear melhor nos motores de buscas se seguir a linha dele.

Vamos supor que sua pesquisa lhe rendeu as seguintes palavras-chave de cauda longa primárias: 

  • Software de otimização de taxa de conversão
  • Construção de um checklist do funil de vendas
  • Como criar um blog no Tumblr

Você pode adaptar a estratégia de Brian Dean e adicionar as palavras-chave dele no começo dos seus títulos. Aqui estão alguns títulos que você pode utilizar: 

  • Software de otimização de taxa de conversão: Aumente os cadastros de e-mails rapidamente 
  • Construir um checklist do funil de vendas: Estratégias simples par aumentar as vendas 
  • Como criar um blog no Tumblr para iniciantes em 5 passos 

Melhor ainda, utilize números em seus títulos. Dados da Conductor descobriram que números nos títulos têm forte impacto com leitores do público masculino e feminino.  

image19

Portanto, os títulos acima ficaram assim:

  • 13 ferramentas de otimização da taxa de conversão que você deveria utilizar 
  • 7 passos para construir um funil de vendas: Um checklist para aumentar as vendas 
  • 5 passos simples para criar um blog do Tumblr rapidamente 

Quando eu comecei a integrar palavras-chave de cauda longa em meus posts, eu aumentei meu tráfego orgânico gerado pelos motores de busca para 173.336 visitantes por mês.

Esse é um ótimo resultado. Mas, nem todos os backlinks gerados pelo QuickSprout.com são somente por causa dos meus esforços. Eu tenho minhas limitações. Outros blogs e sites de autoridade criaram links para os meus posts.

Então, a lição é esta: Aprenda a criar links para outros blogs. Não tenha medo da concorrência – gere um link para os melhores posts. O Rand Fishkin destacou as 5 maiores razões para você criar links para outros sites:

  • Torna seu site mais valioso
  • Os motores de busca estão mais propensos a recompensar esse comportamento no algoritmo 
  • Criar um link gera um tráfego rastreável
  • Linkar incentiva os outros criarem um link de volta para seu site 
  • Linkar encoraja participações positivas

Não se veja competindo com os outros. Em vez disso, pense que você está “complementando os outros blogs.”

Encontre o que os seus até então chamados concorrentes não estão fazendo, e faça. Complemente os seus esforços e faça da web um lugar melhor.

Criar links para blogs de autoridade e páginas é uma boa prática de SEO. image02

Eu também crio links para blogs de autoridade em meus posts, especialmente quando essas páginas contém imagens, gráficos, capturas de tela ou informações relevantes para o meu post:

image08

E, falando de palavras-chave, faça links para blogs e páginas com palavras-chave de cauda longa. Desde que você não esteja tentando manipular a performance de sua pesquisa de maneira alguma e os termos fluam naturalmente no post, textos âncoras longos e com correspondência exata não irão incomodar o Google.

Aqui está um exemplo, em meu post recente:

image14

Para ficar seguro, utilize palavras-chave que fazem menção à marca em seus textos âncora quando criar um link para páginas de autoridade. Desse jeito, os usuários irão estar bem informados sobre qual é a referência que você está fazendo com relação ao outro site. 

Conclusão

O SEO não é um atalho para classificar no Google rapidamente.

Ainda assim, infelizmente, a maioria das marcas e profissionais de marketing veem o SEO como um jeito rápido de dominar as pesquisas orgânicas e aumentar a receita.

Entretanto, os reais benefícios do SEO geralmente começam a aparecer após 6 meses ou mais. Se você não for paciente, nem comece.  

Você pode utilizar outros canais para gerar tráfego para o seu site. Os anúncios pagos, como Facebook ads, Google ads, Twitter ads and outras plataformas, ainda são úteis.

Mas, se você seguir nossa linha, irá colher os frutos, porque tráfego gerado pelas pesquisas normalmente é um tráfego mais qualificado em comparação ao tráfego das mídias sociais e outras plataformas. 

Eu acredito que vale a pena a espera.

Quais são os resultados específicos que você alcançou quando começou a integrar palavras-chave de cauda longa em seus posts do blog?

Share