Por Que Guest Blogging é a Melhor Estratégia de Inbound Marketing

inbound

Pergunta: Guest blogging é a melhor estratégia de inbound marketing? 

Resposta: Sim.

Mas não acredite nisso apenas por essa afirmação. Deixe-me mostrar como o guest blogging transformou startups e melhorou negócios. 

Milhões de blogs estão prontos para receber um artigo profundo e útil de algum convidado. Como blogueiro, não importa o quão profundo seja o seu conhecimento em um assunto, os leitores podem não levá-lo tão a sério se você só faz as coisas por conta própria.

Baixe esta versão em PDF para saber por que guest blogging é a melhor estratégia de inbound marketing.

Na realidade, dados do Social Marketing Writing revelaram que “62,96% das pessoas têm a percepção de que blogs com vários autores têm mais credibilidade.”

Você quer ser uma autoridade, ter tráfego qualificado, links relevantes, leads motivados e vendas para o seu negócio. Bom, a estratégia de guest blogging pode proporcionar tudo isso e muito mais .  

Eu já tentei muitas estratégias de inbound marketing, mas a de guest blogging ainda é a ferramenta que mais valorizo. O QuickSprout não teria se tornado o sucesso que é hoje se eu tivesse negligenciado o guest blogging. 

Você poderia até dizer que é o coração do meu negócio digital.

De acordo com a HubSpot, táticas de inbound marketing (ex, guest blogging) não só auxiliam a direcionar tráfego para o seu site, como ainda podem aumentar a receita. 

image21

No entanto, nem todos os guest posts são criados da mesma forma e geram os mesmos resultados. Você precisa se dedicar a isso do jeito certo e escolher cuidadosamente os seus alvos. 

Um dos motivos pelos quais algumas marcas falham com o guest blogging é porque elas não entendem como produzir o conteúdo certo de maneira efetiva.

Em primeiro lugar, a estratégia de guest blogging requer conteúdo. Essa é a dura realidade sobre qualquer estratégia de marketing: não existe um botão que você possa apertar para obter resultados instantâneos.  

Segundo o Copyblogger, “resultados de marketing de conteúdo acontecem lentamente e após um bom tempo.” 

Se você criar o conteúdo certo, certamente receberá os benefícios. O que inclui um fluxo constante de tráfego orgânico, além de novos leads e clientes muitos anos após a publicação.  

Antes de compartilhar alguns estudos de caso de marcas que se beneficiaram muito do guest blogging, vamos dar um mergulho profundo no mundo do inbound marketing.

Um mergulho profundo no mundo do inbound marketing

O que o guest blogging não é…

  • Guest blogging não é um atalho para o seu blog crescer.
  • Guest blogging não é uma forma rápida de levar a sua classificação de buscas ao 1º lugar.

Às vezes, na realidade, leva mais tempo do que o marketing de mídias sociais.

Se você estiver disposto a pesquisar sobre o seu assunto e produzir conteúdo que tenha engajamento – algo com o que em torno de 60% dos profissionais de marketing B2B enfrentam problemas  – você terá sucesso.

image00

Acima de tudo, o guest blogging se encaixará perfeitamente na sua atual estratégia de inbound marketing, desde que você não faça isso sem foco ou objetivo. 

Antes de compartilhar os passos que comprovadamente podem auxiliar você a criar artigos de alto valor e que vão melhorar o seu negócio online, vamos dar uma olhada em alguns estudos de caso que provam o poder do guest blogging.

1. Gregory Ciotti usou estratégias de guest blogging para gerar 36.733 inscrições por e-mail.

O que 10.000 inscrições de e-mail podem fazer pelo seu negócio?

Gregory Ciotti usou o guest blogging para adicionar 36.733 inscritos de qualidade em sua lista de e-mails. Isso é um feito e tanto, não é? 

Um dos meus blogs de gestão de clientes favoritos é o HelpScout. Mas o site não era popular até Gregory embarcar em uma grande ação de guest blogging.

Quando o HelpScout foi lançado, o guest blogging foi a estratégia de inbound marketing que realmente ajudou o negócio a decolar. Até hoje, Gregory Ciotti ainda gosta de contribuir para blogs de autoridade de grandes audiências. 

image15

Se você perguntar para qualquer blogueiro inteligente onde ele investe bastante tempo e dinheiro, o e-mail marketing com certeza será mencionado. Na realidade, em 2013, profissionais do marketing digital na Índia aumentaram seus gastos com email marketing em 57%.

image36

Mas construir uma lista de e-mails de inscritos pode ser um grande desafio. Principalmente no início do negócio. O guest blogging é um excelente caminho para superar esse desafio. 

Se você vai construir a sua lista de e-mail por meio do guest blogging, Gregory recomenda que você evite a “cegueira da assinatura” ” – a situação em que leitores simplesmente pulam a assinatura como autor do artigo e vão embora.  

Para superar a cegueira, não se fixe a apenas encerrar um post de um jeito chato. Em vez disso, utilize esta estratégia de 3 passos comprovados:

i).  Subcabeçalho de fechamento: Neste blog, eu uso “Conclusão” para mostrar que meu artigo está no fim. Isso também é o que eu uso quando escrevo guest posts. Outros autores usam “Agora é com você” ou “Chegou a sua vez…”

ii).  Faça uma pergunta: Greg geralmente faz uma pergunta quando encerra um dos seus guest posts. Uma que se origine do assunto de maneira suave e natural. Essa pergunta pode ser em um marcador (bullet point).  

iii).  Insira um pequeno call-to-action: A peça final do quebra-cabeça que garante que a sua assinatura não seja ignorada é o seu CTA. O call to action perfeito  (ex, “baixe o meu e-book”) que está estrategicamente posicionado em um marcador (bullet point) vai parecer como se fosse parte do conteúdo. Leitores vão se sentir satisfeitos em clicar nele. 

Aqui está a assinatura de Gregory exatamente da maneira como ele colocou quando enviou um guest post ao Copyblogger:

image27

Ao utilizar de maneira consistente uma assinatura com essa fórmula de 3 passos acima, garantir que as pessoas cliquem no seu link e se inscrevam na sua lista é relativamente simples. Você realmente deve estudar a fórmula e usá-la para produzir uma assinatura irresistível.  

2. Jon Cooper gerou em torno de 400 visitas com apenas um guest post no portal Moz.

Jon Cooper ganhou a credibilidade como expert da otimização de mecanismos de busca quando ele publicou “A Lista Completa de Táticas de Link Building,” que atualmente está em #1 na busca orgânica pelas palavras-chave “estratégias de link building.”

image34

Jon adotou o guest blogging e colheu recompensas significativas como resultado. Por exemplo, um só guest post dele que foi publicado na Moz gerou quase 400 visitantes.

image08

O guest article foi promovido na homepage do portal Moz. Mesmo depois de 2 semanas, Jon ainda recebia entre 10 e 20 visitantes ao seu blog vindos daquele único post.

Mas isso não é tudo – Jon também atraiu 2 clientes novos daquele único guest post. De acordo com ele, não havia muito tempo para administrar novos clientes, então ele teve que passar a recusar novos contatos. Esse é provavelmente um problema que você gostaria de ter! 

Eu falei antes que um guest post pode ajudar você a alcançar muito mais que tráfego, links e visibilidade de marca, por gerar vendas rápidas e aumentar a sua receita.

image10

O sucesso de Jon Cooper é a prova de que o guest blogging é uma estratégia eficiente de inbound marketing, especialmente se você cuidadosamente pesquisar blogs do mercado e criar conteúdo de alto valor que as pessoas não conseguem encontrar em outros lugares. 

3. Começando com um guest post no Okdork, Bryan Harris construiu um negócio em período integral que gera mais de $15.000 por mês.

Para guest bloggers, criar o conteúdo certo significa criar o conteúdo que seja atrativo para os clientes e que os ajuda a tomar decisões de compra. 

Segundo a LookBookHQ Study, “49% dos profissionais de marketing estão aprendendo a direcionar conteúdo de acordo com a jornada de compra.”

Enquanto muitos profissionais de marketing ainda estão aprendendo como criar conteúdo tão interessante e que engaje, Bryan Harris se tornou um mestre nisso.

Bryan é um cara inteligente. Ele é um dos poucos que começou no mundo do marketing digital com muitos competidores e, ainda assim, conseguiu aprender como construir e prolongar o sucesso do seu negócio.

Ele sabia que mesmo que houvesse muitas estratégias de inbound marketing que funcionem, a de guest blogging era mais fácil de aplicar e geralmente criava resultados muito melhores, porque tende a alavancar blogs que já estão bem estabelecidos naquele determinado mercado. 

Antes que o primeiro guest post de Harris sobre “Como conseguir as suas primeiras 100 inscrições por e-mails” foi publicada no Okdork, seu blog (videofruit.com) tinha uma média de 285 visitantes por dia.

image16

Curiosamente, no dia em que o guest post entrou no ar,  recebeu 1.086 visitas – 686 no dia seguinte. Desses 1.782 visitantes, 73% deles eram novos.

Os leitores fiéis do blog Okdork.com leram o post, o acharam útil e foram ao blog dele para aprender mais.  

Esse público-alvo chegou no blog e se tornou membro. Após 2 dias em que o guest article estava no ar, 215 novas pessoas assinaram a lista de e-mail – uma taxa de conversão média de 12%.

image25

Uma das mais valiosas lições que Bryan aprendeu de seu primeiro guest post de enorme sucesso foi que conteúdo de valor leva tempo. Em suas próprias palavras: “Leva mais de 20 horas escrevendo.”

Em mais detalhes: ele produziu um post de mais de 4 mil palavras. Muitas e muitas vezes, eu disse que conteúdos longos produzem os melhores resultados.

image29

O guest blogging ajudou Bryan a lançar o seu blog. Hoje, ele construiu uma audiência fiel e o lançamento de seu produto mais recente gerou $220.750 em vendas . Lembre-se que tudo isso começou com um único guest post.

Não há como precisar os resultados que você terá ao fazer guest blogging estrategicamente e construir uma lista de e-mails nesse processo. 

Existem muitos outros estudos de caso que vale a pena conferir – histórias de sucesso que provam a eficácia de uma campanha de guest blogging bem aplicada.  Você também pode querer estudar estas duas outras fontes:

O Guia Definitivo para o Guest Blogging

A demanda para guest posts práticos, válidos e interessantes é insaciável.

De acordo com o Komarketing Associates, blogueiros, profissionais de marketing de conteúdo, RPs e mestres do marketing cada vez mais estão comprometidos a investirem mais em marketing de conteúdo em 2016. Na realidade, estima-se que 64% dos profissionais de marketing aumentarão seus gastos com marketing de conteúdo este ano.

image31

Não importa se o seu negócio é grande ou pequeno, você precisa do conteúdo certo – o conteúdo que vai inspirar prospects e clientes que podem confiar em você. 

Um bom conteúdo faz uma coisa essencial: melhora a imagem da sua marca. Além disso, ainda dá à audiência certa um forte motivo para escutar você. 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, guest blogging não é algo novo. Sim, virou uma palavra da moda em 2011 quando a atividade de blogueiro explodiu, levando muitas pessoas a largarem seus empregos diários para tentar construir uma audiência. 

Veículos de mídia de autoridade como New York Times, Entrepreneur, Huffington Post, e outros já utilizaram estratégia similar para elevar sua taxa mensal de leitores aos milhões.

Tenho certeza de que você já se animou com os estudos de caso acima, mas você também pode alavancar os blogs e sites de autoridade de outras pessoas para aumentar o seu próprio tráfego, leads, vendas e base de clientes. 

Siga estes passos simples:

1). Pesquise o seu mercado: Você tem que desenvolver a vontade de inovar, explorar e descobrir insights de consumo ainda não explorados nessa indústria. Segundo o London Business School Review, “Mercados se movem mais rápido do que o marketing.” Consequentemente, você precisa estar à frente se quer descobrir novos terrenos para crescimento de negócio.

image03

O guest blogging com uma pesquisa profunda sobre o mercado. Lembre-se que você não está escrevendo para todos, mas para um grupo seleto de pessoas com uma necessidade específica.  Você identifica e procura conhecer esse público-alvo que está pronto para ler o seu conteúdo por meio de uma busca de mercado. 

Uma janela de oportunidade única foi abera para mim em 2012 quando comecei a contribuir para blogs de autoridade e tráfego elevado. 

Antes disso, QuickSprout estava recebendo alguns milhares de visitantes por mês, mas isso melhorou de forma significativa quando eu saí do meu site e comecei a fazer  networking.

Sim, guest blogging é uma estratégia poderosa de networking.

Entretanto, nem todos os blogs são criados da mesma forma. Alguns blogs vão enviar para você menos de 50 visitantes, enquanto outros vão trazer não só tráfego, mas leads e os clientes que mais pagam. 

Mas antes, você precisa conduzir a pesquisa de mercado.

Segundo o Canada Business Network, “pesquisa de mercado é o processo de coletar informações relevantes que irão melhorar a compreensão sobre a audiência para quem você pretende vender, e como eles irão reagir aos seus atuais ou potenciais produtos e serviços.”

A pesquisa de mercado posiciona você com firmeza a despeito de mudanças na economia ou na indústria. O US Small Business Administration diz os insights válidos que você coleta por meio da pesquisa de mercado que ajudam você a: 

  • Reduzir riscos para o negócio
  • Identificar problemas atuais e possíveis de acontecer em seu mercado
  • Descobrir oportunidades que irão ajudar você a aumentar suas vendas

Quando o assunto é pesquisa de mercado, é importante não deixar nada de lado. Por essência, toda atividade que você realiza no seu negócio é na realidade uma forma de pesquisa. Por exemplo, perguntar aos seus clientes o que eles pensam sobre o seu novo produto ou qual recurso eles acreditam que pode ser adicionado é método de pesquisa.

Do mesmo modo, antes de escrever um guest post, você precisa realizar uma pesquisa de mercado. Algumas das questões em que você deve focar: 

  • O que a minha audência quer?
  • Onde mais a minha audência está? 
  • Quais respostas o meu público-alvo precisa e busca?

E por aí adiante..

A verdade é que quanto mais você entender o seu cliente ideal, mais impacto o seu conteúdo com o guest post vai ter em suas vidas. 

Escrever para uma audiência ampla (ex, marketing na internet) pode não ser a melhor ideia para um guest blogging. Isso porque todo cliente/leitor de blog está em um estágio diferente do ciclo de compra. 

Com frequência, nós superestimamos o tamanho do mercado e, em muitos casos, pode nem mesmo existir um,

diz Robert Hisrich, diretor do Walker Center for Global Entrepreneurship na Thunderbird School of Global Management em Glendale, Arizona.

Uma das propostas de pesquisar o seu mercado é se informar sobre índices demográficos da sua audiência. Informações demográficas são fáceis de medir, porque são tangíveis e úteis porque providenciam informações práticas e geradoras de insights sobre consumidores individuais.  As informações demográficas fundamentais que você deve coletar a respeito da sua audiência incluem: 

  • idade
  • gênero
  • nível de educação 
  • renda
  • localização geográfica/tamanho da comunidade
  • estado civil
  • tamanho da família
  • raça/identidade étnica
  • profissão
  • número de filhos

Aqui estão alguns passos simples para aprender mais sobre os índices demográficos da sua audiência para um guest blog post:

i).   Primeiro passo: Acesse Alexa.com – Na homepage, insira a URL do blog que você pretende colaborar com um guest post (ex., searchenginejournal.com) no canto superior direito. Depois, clique no botão “Find”:

image07

ii).   Segundo passo: Faça uma análise do blog de autoridade – Você vai querer saber a média de visitantes que o blog que gera por dia e as visualizações de página mensais.

image32

iii).    Terceiro passo:  Estude os indíces demográficos da audiência – Ao analisar a demografia da audiência para a qual você escreverá, ficará mais fácil definir o conteúdo que melhor atende às necessidades dela.  

Nos resultados de página da Alexa, desça a rolagem e você encontrará isto:

image18

Logo de imediato, você pode ver que a audiência do Search Engine Journal consiste em mais homens do que mulheres. Esses membros da audiência se formaram na escola e navegam pela web do trabalho e de casa – e não da escola. 

Com essas informações em mãos, você pode desenvolver uma persona de leitor  para representar o seu leitor de conteúdo ideal baseado na sua pesquisa de mercado e nas informações reais existentes sobre a sua audiência.  Aqui está um exemplo de um buyer persona padrão:

image33

Conseguir decifrar os membros da sua audiência, suas necessidades e quais blogs eles leem regularmente, vai eliminar o trabalho de adivinhação e garantir um guia de sucesso comprovado para que você faça guest blogging de maneira eficaz.

Depois de decifrar a sua audiência e descobrir como costurar o seu conteúdo para que seja atraente à sua audiência, você precisa determinar o que você quer atingir com o seu guest post.

Verdade seja dita,  mesmo um único guest post tem potencial de direcionar tráfego do seu público-alvo para a sua landing page, enviar leads de qualidade para o seu funil de vendas e aumentar o seu índice de classificação de busca orgânica. 

image06

No entanto, criar um guest post válido, profundo e otimizado com palavras-chave leva tempo e nem todo mundo está pronto para fazer esse trabalho. É melhor pensar num objetivo específico para o seu artigo. 

2).    Defina um objetivo específico: Você já entendeu – empreendedores online estão utilizando o  guest blogging para crescer as suas startups e seu negócio digital. 

Para alinhar tanto o seu conteúdo quanto o que o usuário quer, a linha de conexão deve ser o objetivo específico que você definiu.  

O que exatamente você quer atingir com o seu guest post? Por exemplo,você pode usar o guest blogging para gerar leads de qualidade que você pode nutrir por e-mail. 

image26

Ramit Sethi utilizou guest blogging para promover o crescimento do seu blog – iwillteachyoutoberich.com. Os seus guest posts em sites como Get Rich Slowly e o blog Four Hour Work Week resultaram em centenas de milhares de novos leitores, dezenas de milhares de novas inscrições por e-mail e milhares de livros vendidos. 

image13

As sua intenções precisam estar claramente descritas e não podem violar a política do Google.

Em 2014, Matt Cutts, chefe de WebSpam no Google publicou um post chamado, “A Decadência e a Queda do Guest Blogging para SEO,” e o post viralizou (bom trabalho, Matt) primeiramente porque muitas pessoas foram afetadas por suas palavras. 

Matt Cutts não parou e não pode parar com o guest blogging. Na realidade, o que Matt estava preocupado era com a incessante aparição de guest posts que buscavam manipular os rankings de busca. 

Aqui está um trecho do que Matt falava no post…

Ok, eu estou dizendo: se você está usando o guest blogging como uma forma de obter links em 2014, você deveria parar. Por quê? Simplesmente porque ao longo do tempo isso se tornou uma prática de spam, e se você está fazendo muito guest blogging então você está se aliando a más companhias.

Então, se o seu objetivo é utilizar o guest blogging como uma forma de manipular os rankings de pesquisas, você vai ter um grande choque.

Claro, quando você escreve e publica vários artigos em blogs de autoridade, o seu posicionamento no ranking de pesquisa vai definitivamente melhorar, mas isso é apenas uma recompensa belo bom trabalho que você fez. Esse não pode ser o foco. 

Ao usar guest blogging como uma estratégia de inbound marketing, a Bamidele Onibalusi aumentou o seu tráfego orgânico para 60.000 em 6 meses .

image04

Ferramentas de pesquisa seguem pessoas. O comportamento do consumidor definitivamente afeta os rankings de pesquisa. Eu tenho uma forte percepção de os fatores de ranking do Google são primordialmente baseados em dados de comportamento do consumidor coletados ao longo de um período de tempo. 

Antes que você lance a sua campanha de  guest blogging, defina um objetivo específico como:

  • Gerar os primeiros 1000 visitantes do seu blog
  • Construir 50 links de contexto e autoridade
  • Adicionar 500 novos inscritos em sua lista 
  • Aumentar o número de seguidores no Twitter em 27%

Lembre-se: você não está apenas escrevendo um guest post para ajudar o blog a crescer. Você também quer que o seu negócio cresça – e para fazer isso, você precisa ter objetivos específicos definidos.  

iii).   Encontre blogs em potencial para escrever: WordPress é o CMS mais utilizado no mundo. Em 2014, os números mostravam que 74,6 milhões de sites dependiam do WordPress, com mais de 23 milhões de downloads.

image22

Com milhões de blogs do WordPress já lançados e muitos outros ainda por vir, nunca foi tão fácil encontrar os blogs certos para os quais escrever. 

Mas obviamente você não irá mirar em todo blog por aí para fazer guest blogging.  

Enquanto muitos blogueiros podem ter uma ação generalizada – escrever um guest post e rezar para os leitores aparecerem – blogueiros profissionais utilizam uma técnica mais estratégica. Eles procuram blogs com os mais altos potenciais de tráfego, links de qualidade e influência nas mídias sociais. E focam apenas nesses sites. 

Além de contribuir para blogs de SEO populares e de credibilidade como o Moz, Search Engine Journal e Search Engine Land, sempre que eu estou atrás de blogs de autoridade para plantar a minha ideia de guest post eu começo com o mecanismo de busca. 

image20

Eu prefiro começar com os mecanismos de busca, porque os blogs que já estão nas 5 primeiras posições são considerados de confiança por usuários e ferramentas como o Google. 

Vamos supor que eu quero escrever sobre estratégias de marketing de Facebook ads. Eu vou procurar no Google por aquela frase, e avaliar os 5 primeiros resultados que aparecem. 

image23

Na minha opinião, aqueles são os blogs mais viáveis para endereçar o meu guest post e você pode ter certeza de que eles irão gerar tráfego orgânico eventualmente. Para descobrir mais blogs de autoridade que aceitarão o seu guest post, Peter Sandeen listou os “140+ Melhores Sites para fazer Guest Post.”

As duas lições que aprendi de 300 guest posts que redefiniram o jeito que eu faço inbound marketing são (1) utilizar cabeçalhos que as pessoas buscariam, e (2) criar mais posts de listas.

Por exemplo, ao analisar estes dois títulos, qual você acha que as pessoas buscariam? 

  • Como Construir uma Landing Page
  • Como Construir uma Landing Web Page Poderosa 

O primeiro título é o que as pessoas que querem construir uma landing page provavelmente procurariam.  

Posts de listas também apresentam desempenho melhor a despeito do blog em que estão publicados. O gráfico de preferências de título abaixo mostra que títulos que com números desempenham melhor que outros tipos de títulos.  

image02

Consequentemente, se o assunto do seu guest post for “táticas de link building,” então você pode adicionar números para torná-lo mais clicável, fácil de compartilhar e válido para os leitores. Aqui estão alguns exemplos: 

  • 17 Táticas de Link Building Que Você Negligenciou
  • 6 Táticas Simples de Link Building de Qualidade para o Seu Blog 

Por último, mas não menos importante, você pode encontrar blogs no seu mercado de atuação que estão aceitando guest posts ao realizar uma rápida pesquisa no Google utilizando qualquer desses termos:

  • sua palavra-chave + “envie um guest post”
  • sua palavra-chave + “escreva para nós”
  • colaborar guest article + “suas palavras-chave” + blog
  • guest post por + “nome do autor” (ex, guest post por “Gregory Ciotti”)
  • Artigo escrito por + “nome do autor”

image28

iv).   Como determinar os melhores blogs para colaborar:  Você identificou vários blogs para os quais você pode enviar o seu guest post. Mas como saber quais desses blogs irão ajudá-lo a alcançar o seu objetivo? 

Existem três métricas simples que você pode usar para medir um blog.  

As métricas são:

a).  Autoridade: Autoridade de Domínio (DA) é uma importante métrica de websites desenvolvida pela Moz. A maior parte dos profissionais de SEO,  marketing digital e pessoas interessadas na otimização de mecanismos de busca entendem esse número e querem melhorar o seu.

Na realidade, quanto melhor for o seu DA (autoridade de domínio), mais fácil será para você obter um tráfego intenso e um posicionamento alto.  

Por essas razões, o seu guest post provavelmente terá um bom desempenho em sites de alto DA, porque milhares de pessoas que estão conectadas ao blog de autoridade irão acessar o conteúdo.  

Claro que você pode incrementar a sua autoridade de domínio. Por meio de atividades de guest blogging, a autoridade do seu blog aumenta. Dê uma olhada em blogs com DA alto quando estiver em busca de fazer guest blogging.

image12

Como Autoridade de Domínio é uma métrica de websites desenvolvida pela Moz, o melhor jeito de saber o índice de autoridade de qualquer blog para o qual você quer contribuir é utilizar o Open Site Explorer da Moz.

i).  Primeiro passo: Acesse o OSE. Na homepage, insira a URL do blog (ex, bloggingwizard.com) na caixa de busca. Então, clique no botão “search”:

image17

ii).   Segundo passo:  Verifique os resultados – Do lado esquerdo, você verá a autoridade de domínio do blog que você analisou. Geralmente, links de blogs com alto índice de DA tendem a colaborar mais para o PageRank do que aqueles de blogs com DA menores.  

image01

Eu sempre aconselho meus leitores a escolherem blogs ativos para fazer guest posting. Se as pessoas estão ativamente utilizando um blog, mesmo aqueles com uma autoridade de domínio menor, seu guest post vai gerar mais tráfego.

Contudo, para uma otimização de mecanismos de buscas inicial e mídias sociais, submeta o seu guest post para blogs do seu mercado de atuação que tenham ao menos um índice de 30.

b).  Tráfego: Os melhores blogs para fazer guest blogging são aqueles que podem enviar tráfego para você. Não importa o quão alto seja o índice da autoridade de domínio – se você não conseguir tráfego do seu trabalho duro, você terá desperdiçado muito tempo.

image14

Para obter uma estimativa da quantidade de tráfego que o seu guest post pode gerar de um determinado blog, você pode perguntar para outro blogueiro que tenha contribuído para o mesmo blog. 

Você também pode estimar o tráfego em potencial daquele blog baseado no número de comentários de um post.  Se um blog gera mais de 50 comentários, esse é um sinal básico de que aquela comunidade é engajada. 

c).  Marca: É fácil supor que qualquer blog do seu mercado seja ideal para você. Mas em vez de apenas fazer conjecturas, descubra o que a marca representa.

Por mais que essa métrica não seja um fator visível e que possa ser fácil de identificar em um blog, possui um efeito significativo nos seus resultados de inbound marketing.  

Como exemplo, existem muitos blogs de autoridade com grande potencial de tráfego em que você não deve tentar colocar o seu guest post. O motivo é simples:  o público-alvo deles está interessado em um desdobramento específico que talvez você não tenha interesse. 

John Lee Dumas é um blogueiro de podcast e fundador do EntrepreneurOnFire.com. A audiência dele consiste sobretudo em quem quer aprender a fazer podcasts, ou melhorar o seu negócio de podcasts.

image30

Se o seu guest post topic não está relacionado a podcasting de nenhuma maneira, o John pode até decidir aceitar publicá-lo, mas qual será o resultado?

Eu aposto que até mesmo se toda a enorme audiência de John ler o seu post, apenas um punhado irá clicar para visitar o seu blog.

O seu objetivo de marca não é o mesmo que o dele. Você tem que sempre levar isso em consideração quando procurar blogs para fazer guest blogging.  

Criando artigos com guest blogging para resultados

Criar conteúdo original e de alto valor é essencial para qualquer campanha de guest blogging de sucesso. O público-alvo quer conteúdo fresco que agregue valor, não conteúdo refeito e regurgitado.

image11

Dados do Social Media Examiner revelam que 58% dos profissionais de marketing disseram que “conteúdo escrito original” é o tipo de conteúdo mais importante – até mais do que o conteúdo visual, como imagens ou vídeos. 

Blogueiros estão sempre atrás das últimas técnicas e atalhos para ajudá-los a levar mais tráfego aos seus blogs. 

É fácil saber por quê. Quanto mais visitas um blog recebe, mais autoridade aquele blog ganha. Como resultado disso, anunciantes pagarão mais por posts patrocinados, banners, reviews de produtos e por aí em diante. 

O marketing de conteúdo está sempre em transição. No entanto, existem algumas táticas rápidas e dicas que seguem eficazes. 

O tipo de conteúdo que você cria pode mudar de posts escritos até conteúdo visual (ex, vídeos, infográficos, apresentações de Slideshare), mas você ainda pode usar estas dicas rápidas para criar artigos focados em resultados: 

i).   Priorize a relevância acima de tudo: Todo blogueiro quer ter o seu guest post publicado na CNN. Esse é um objetivo para o qual vale a pena trabalhar, mas por que você quer um site de mídia que não seja diretamente relevante para o seu blog? 

Claro, muitos pessoas podem ler o seu artigo na CNN, mas quantas delas fazem parte do seu público-alvo? Você quer pessoas que leiam o seu conteúdo, cliquem no seu link e visitem a sua landing page ou blog. Faça os seus títulos relevantes ao incluir as palavras-chave do seu alvo.

image09

Se o seu blog é sobre marketing nas mídias sociais e a sua contribuição de RP em um site da mídia não é atrativa para a sua audiência, não importa quantas pessoas clicaram no seu link – você não terá leads qualificados. É uma perda de tempo.  

Priorize a relevância acima de qualquer outro fator.  Se o seu blog é sobre “negócios”, então sites como Entrepreneur, Business Insider, Inc, StartupBros, e outros são relevantes para você. Trabalhe duro para conseguir publicar nesses blogs antes de direcionar esforços a outros blogs com os quais você não tenha tanta ligação. 

Na mesma linha, se o seu blog é sobre e-commerce, você pode querer direcionar o seu guest post para o Shopify, BigCommerce, Volusion, EcommerceFuel, Etsy e outros blogs focados em ecommerce.

ii).    Desenvolva ideias de guest posts: Conforme você tenta alavancar o guest blogging como estratégia de inbound marketing, pode ser desafiador – e caro – fazer tudo por conta própria. 

Entretanto, mesmo se você não tem dinheiro o suficiente para pagar redatores freelancers, você ainda pode estabelecer um sistema que deixa mais fácil a produção de guest posts.  

Tudo o que você precisa é desenvolver assuntos de guest posts. Não espere até você receber uma resposta do seu pedido de guest post para começar a sua pesquisa. 

Quando se trata de desenvolver uma lista de assuntos poderosos e títulos irresistíveis, eu gosto de utilizar o Digg. Digg é um antigo site de sindicância social que faz uma curadoria do melhor conteúdo na web. 

A boa notícia é que esse conteúdo é sempre escrito por autores e redatores renomados – redatores especializados em técnicas para produção de conteúdo persuasivo. Veja alguns dos artigos mais recentes:

image35

Geralmente, se você possui um blog de marketing na internet, alguns dos assuntos gerais que você pode abordar em seu guest post incluem: 

  • Otimização dos mecanismos de busca
  • Publicidade paga
  • Mídias sociais
  • Otimização de taxas de conversão 
  • Email marketing
  • Criação de listas
  • Construir backlink
  • Marketing de conteúdo
  • Blogging
  • Promoção de conteúdo
  • Marketing visual

Em cada um desses sub-tópicos, você pode modelar um dos cabeçalhos cativantes do Digg e fazer o seu melhor e mais relevante para a audiência do blog para o qual você irá escrever. 

image05

Um dos títulos que chamou minha atenção foi: 

  • Como A Canção Pop Reconquistou o seu Groove 

Aqui estão alguns títulos novos que eu criei a partir daquele: 

  • Como Este Blogueiro de 22 Anos Reconquistou seu Blog Hackeado 
  • Como um Blogueiro Fashion Obteve Mais de 1.000 Inscrições de E-mail

Ainda melhor: veja o conteúdo mais compartilhado no seu mercado e que seja relacionado ao seu assunto de guest post e faça a modelagem para criar os seus títulos. 

Para organizar melhor, acesse o Buzzsumo.com. Digite o seu assunto (ex faça dinheiro blogando) na caixa de busca. Então, clique no botão “Go”:

image19

A seguir, analise os títulos de blog mais compartilhados: 

image24

Um desses títulos que obteve mais de 1.500 compartilhamentos é: 

  • Como Estudantes Podem Fazer Dinheiro Com Blogs do WordPress 

Aqui estão alguns novos títulos que eu modelei:

  • Como Blogueiros Iniciantes podem fazer $5.000 com Blogs do WordPress 
  • Como Desenvolvedores Podem Fazer Dinheiro Blogando em Meio-Período 
  • 15 Maneiras Que Estudantes Podem Fazer Dinheiro Com Blogs do WordPress 

Conclusão

O tráfego do QuickSprout e do KISSmetrics explodiu em 2013 quando eu comecei a fazer muito guest blogging . Não importa se o seu blog gera 50 ou 1.000 visitantes por dia – guest blogging pode mudar a sua história. 

Não cometa erros sobre isso: você precisa continuamente aprender sobre a sua audiência. Afinal de contas, é ela que lerá os seus artigos.  

A sua própria experiência e conhecimento podem fazer você acreditar que você já conhece o seu público-alvo. 

Mas muitas vezes, isso não é verdade.  Ainda que necessidades humanas não mudem, tecnologia e ambiente mudam. 

Logo, como o seu cliente ideal procura por informações e soluções pode já ter mudado. 

Por exemplo, alguns clientes vão gostar do seu conteúdo escrito, mas outros que preferem não ler vão querer assistir a vídeos ou aprender por meio de infográficos.

Uma pesquisa de mercado que inclua perguntas a sua audiência é crucial para o crescimento do seu negócio com o inbound marketing.

Guest blogging pode ajudar você a melhorar a sua campanha de geração de leads, mas você precisa ter certeza sobre a audiência para a qual você irá escrever. Em vez de espalhar a sua rede abertamente esperando pegar mais peixes, mas terminar desapontado, você vai preferir uma abordagem mais segmentada e lógica. 

Faça perguntas, aprenda com os usuários, ouça as suas questões no Quora e responda os comentários deles. Tudo isso irá fortalecer a sua marca e ajudar as pessoas a terem uma melhor percepção sobre você.

O guest blogging é a melhor estratégia de inbound marketing para o seu negócio online?

Share