Por Que Seu Conteúdo Não Atrai Links de Outros Sites? (Veja Como Corrigir)

tugawar

A maior parte do SEO off-page tem a ver com apenas uma atividade – link building.

Quando o Google vê uma peça de conteúdo conseguindo links com uma palavra-chave em particular, ele sabe que o conteúdo DEVE ser bom e relevante para aquela palavra-chave. Então ele classifica melhor aquele conteúdo nos resultados para aquela palavra-chave.

O algoritmo de classificação do Google usa links para determinar o posicionamento de uma página. 99,2% dos sites que aparecem no topo dos resultados de busca têm pelo menos um link de outros sites. image06

Enquanto a maioria dos resultados do topo tem pelo menos um backlink, muitos têm centenas de milhares de backlinks.

O quadro a seguir mostra os números de backlinks para os 30 melhores resultados de busca do Google. Como você pode observar, os primeiros 10 resultados tiveram muito mais backlinks do que os outros.

image01

Em seu relatório dos fatores de classificação do algoritmo do Google, o Dean, cérebro do Backlinko, identifica aproximadamente 15 fatores de link externos.

Tenho certeza que você agora está ainda mais ciente da influência dos backlinks no seu SEO. Junto com o valor de SEO, os backlinks também ajudam a gerar mais tráfego e exposição.

Mas fazer link building não é tão fácil quanto costumava ser (como há 5 ou 10 anos atrás).

Por quê?

Bem… porque todo mundo está se esforçando. Mas nem todos são bem sucedidos com link building. De fato, a maioria falha.

Brian teve uma taxa de êxito de 11%, quando tentou a técnica Skyscraper. Para os meus email de link building, vi taxas de conversão entre 6 a 7% (e até 11%).

Faça o download deste material para aprender porque como o seu conteúdo não atrai links de outros sites e como você pode consertar isso.

A maioria dos esforços não verão tais números, porque, como eu disse, agora é mais difícil obter links de outros sites. Além do mais, você pode estar fazendo algo errado. Se o seu conteúdo não atrai links, aqui estão 5 coisas que você deve analisar e consertar.

1. O seu conteúdo não está no ponto certo

Você tem falhado em criar “conteúdos dignos de links.”

Um conteúdo digno de links é algo tão incrível que as pessoas vão querer fazer links pra ele. Criar um é a essência de todas as estratégias de link building e dos esforços de divulgação.

Se as pessoas não fazem links para o seu conteúdo, ou se todos os seus emails de backlink forem ignorados, a maior razão para isso pode ser que você tenha falhado em criar algo digno de um backlink.

Mas, se você se esforçar, esse problema não será tão difícil de ser corrigido.

Para criar um conteúdo digno de link – primeiro você precisa escolher um assunto que seja popular e que tenha potencial para ganhar links.

Segundo, você precisa criar algo que é melhor que o conteúdo existente com a maioria dos backlinks sobre esse assunto.

Para o primeiro passo, você precisará de ferramentas como o BuzzSumo ou o Ahrefs. Essas ferramentas te ajudarão a identificar os assuntos mais populares no seu segmento, aqueles que receberam a maioria dos backlinks.

Vamos ver como escolher um assunto digno de links usando o Ahrefs.

(Os planos do Ahrefs começam a partir de $99 dólares, mas você pode testá-los por 2 semanas gratuitamente.)

Uma vez que você se inscreveu, coloque a palavra-chave que está considerando. Ou apenas coloque o nome do seu segmento.

Por exemplo, se você está querendo construir um conteúdo digno de links sobre curadoria de conteúdo, apenas digite “curadoria de conteúdo” e aperte buscar. O Ahrefs mostrará os conteúdos mais populares sobre esse assunto.

Aqui está o que eu encontrei, quando fiz a busca:

image02

Como você pode ver na imagem de tela acima, curadoria de conteúdo é um assunto que ganha muitos backlinks, então, sim, esse assunto se qualifica para ser um conteúdo digno de links.

Para o segundo passo do desenvolvimento de algo melhor do que o conteúdo com a maioria dos backlinks, use as seguintes táticas:

Tática #1: Atualize

Se você percebeu na imagem de tela acima, a primeira coisa que irá te impressionar é que o conteúdo com a maioria dos backlinks é antigo. É do começo de 2014, e o primeiro resultado é de 2011.

Então, sim, se você puder atualizar esse conteúdo adicionando informações, táticas avançadas e ferramentas, você pode entrar nos sites que estão fazendo links para esses recursos e dizer, “Ei, escrevi algo melhor, e mais atualizado sobre esse assunto – você se importa em conferir?”

É possível que alguém que esteja fazendo links para um post que é velho possa estar interessado em conferir o que você tem a oferecer.

Tática #2: Escreva mais

Se você perceber que o conteúdo com mais backlinks não está desatualizado, veja a sua extensão e profundidade. Uma vez que você tem uma ideia sobre como esses sites cobriram o tópico, você precisa apenas ir mais afundo em seus posts.

Se você estiver criando um post de listas, isso é de alguma forma mais fácil, porque se um post com “10 dicas para fazer algo” tem a maioria dos backlinks para um tópico, você pode escrever um com “50 melhores dicas para fazer algo” e roubar todos os backlinks.

Tática #3: Dê um ponto de vista único

Para dar um ponto de vista único para um post você precisa de mais conhecimento sobre o assunto.

Por exemplo, você pode dar ao seu post de curadoria de conteúdo um aspecto de transparência, mostrando aos seus leitores como você fez a curadoria dos conteúdos e os resultados que obteve.

Dessa forma, você garante que o seu conteúdo tenha um ANGULO ÚNICO e que nenhum outro blog pode fazer isso. As pessoas também confiarão um pouco mais quando você compartilhar os seus resultados.

O Groove pegou diversos tópicos e deu a eles um aspecto único de “transparência”.

Veja o post deles sobre contatar influenciadores. O tópico “contatar influenciadores” foi discutido muitas vezes, entretanto, a forma que o Groove o cobriu, fez como que ele se tornasse melhor do que a maioria dos conteúdos já existentes sobre o assunto.

image03

Tática #4: Use uma abordagem baseada em dados

Outra forma de polir conteúdos já existentes é dar suporte a eles com dados. Então se você puder procurar pelos últimos dados, estudos, e pesquisas sobre um tópico, você pode fazer um conteúdo existente ser melhor.

Para o nosso exemplo de curadoria de conteúdo, você pode procurar pelas últimos dados e estudos de caso para curadoria de conteúdo e facilmente melhorar o conteúdo já existente.

image00

Uma simples busca no Google te dará as últimas informações para esse passo.

Tática #5: Use boas imagens

Você já sabe a importância das imagens em posts de blogs. Elas dividem o conteúdo de texto e fazem o post ser mais legível. Imagens também impulsionam compartilhamentos sociais.

Imagens são meios excelentes de criar versões melhores de qualquer conteúdo. Porque elas melhoram a percepção de valor do conteúdo.

Quando você utilizar imagens para melhorar um conteúdo existente, tenha certeza de que você vai usar um mix saudável de elementos visuais: fotos armazenadas, gráficos, imagens de tela, quadros e imagens customizadas.

Você pode até mesmo criar um infográfico das informações atualizadas que você coletou no passo acima e usar esse formato para alcançar blogs e obter links de outros sites. Infográficos são um dos formatos de conteúdo mais populares para obter links de outros sites.

Tática bônus: Deixe o post amigável ao leitor.

Escrever um conteúdo melhor não é o único caminho para superar um conteúdo já existente. Às vezes a resposta pode estar em algo tão simples como a apresentação.

Se você perceber que o conteúdo que você está tentando superar é ótimo, mas formatado e apresentado de forma ruim, você pode reescrevê-lo com as suas percepções e formatá-lo melhor.

O Brian sugere que você faça o seu conteúdo melhor em todas as áreas:

Observação importante: Recomendo que você supere o conteúdo existente em todos os níveis: extensão, design e informações atuais, etc.

Além disso, você também pode usar as dicas do Rand Fishkin, a fórmula 10X para criar conteúdos melhores.

image04

A próxima vez que você se procurar um site com uma solicitação de backlink, tenha certeza de que você está oferecendo algo que é melhor do que o recurso que o blog recomenda. Por ser mais profundo, mais engajado e/ou com mais apelo visual. O que quer que seja, tem que ser melhor.

2. Você não tenta (o suficiente)

“Escreva e as pessoas farão links para ele.”  Se assim é como você aborda os links, temo que o seu conteúdo não obterá nenhum backlink (a menos que você já tenha alcançado um ponto onde você “ganha” links pela sua autoridade).

O negócio é o seguinte: Você não consegue links de outros sites sem tentar.

É quase impossível que um grande blog tropece no seu site, leia o seu post e faça um link pra ele.

VOCÊ tem que procurar aquele GRANDE blog e dizer a eles sobre o conteúdo incrível que você publicou. Uma das melhores técnicas que você pode tentar é a técnica Skyscraper.

É uma técnica de três passos:

Passo #1: Encontre tópicos de conteúdos dignos de links.

Passo #2: Crie algo melhor do que o melhor conteúdo já existente sobre esses tópicos.

Passo #3: Alcance todos os sites que fazem links para o conteúdo original e peça por backlinks.

Ainda que a técnica Skyscraper seja uma das técnicas mais efetivas de link building (na maioria dos segmentos), existe uma pequena melhoria que você pode fazer para obter melhores resultados. (Compartilhei isso no quarto ponto.)

Mas por agora, tudo que você precisa saber é que você tem que tentar obter links e que a técnica Skyscraper é o melhor ponto de partida.

3. Você pede aos blogs errados

Às vezes, os seus esforços de link building podem estar equivocados. Pode ser que você criou um bom conteúdo e tentou usá-lo para conseguir links de outros sites, mas ainda não conseguiu. Às vezes, nesses casos, o real motivo para poucas resposta pode ser que você solicitou links aos blogs errados.

A próxima vez que você for até um blog para pedir links, tenha certeza de que eles passam pelos 3 seguintes pontos da lista:

1. Estão no mesmo segmento que você

Escolher blogs no seu segmento é importante por algumas razões:

  • A probabilidade deles fazerem links para você é maior.

Quando um blog está no seu segmento, ele estará mais disposto e te dar um backlink, porque o seu conteúdo será diretamente, ou de uma forma muito forte, relacionado com o que é oferecido aos leitores deles.

Por exemplo, se você tem um blog de marketing de conteúdo, então sites como o Ahrefs, Content Marketing Institute e outros, serão bons sites para você solicitar backlinks, porque eles estão no mesmo segmento que você.

Mas, se você procurar blogs de comida, os seus emails serão ignorados.

Outra razão para você querer obter apenas links de outros sites relacionados ao seu é que isso te manterá à salvo das penalidades do Google. O Google penaliza sites que tem backlinks de domínios não relacionados.

Além disso, se um link é de um site do seu segmento, provavelmente terá mais valor, e trará mais público-alvo do que links de outros sites aleatórios.

2. Estão interessados em seu tópico

Todos gostariam de ter backlinks de sites de autoridade como o Lifehacker, Forbes ou a Entrepreneur.

O problema em se aproximar de sites como esses, nas maioria das vezes, é que eles podem não estar interessados no seu tópico. Com isso, não importa o quão incrível o seu post seja, você não terá o retorno deles.

Antes de você enviar um email solicitando um backlink, tenha certeza de que o blog escolhido esteja interessado no que você tem a oferecer.

3. Estão abertos a fazer links para outros sites (de preferência já tendo feito links para um post similar)

Antes de enviar o seu email de solicitação de link, tenha certeza de que o site escolhido já tenha feito backlinks para tópicos parecidos.

A lógica é simples: se um site tiver um recurso similar a esse no passado, ele pode estar interessado no seu conteúdo também.

Quando você usa as ferramentas certas para encontrar blogs, você irá bem nesse passo, porque ferramentas como o Ahrefs farão o trabalho pesado, e te darão uma lista cheia de sites que fizeram links  sobre o tópico que você está querendo cobrir.

Assim você saberá se os blogs que você procurou está de acordo com todos os pontos listados acima.

Note que alguns sites deixam claro que eles não fazem backlinks. Evite sites como esses pois você não terá o retorno deles. 

4. A sua forma de pedir por links é falha

A maioria dos influenciadores e dos blogs reconhecidos de qualquer segmento estão sendo constantemente bombardeados por emails de solicitações de links, ser notado se tornou muito difícil. O seu email de solicitação de links parece mais um dos muitos emails de solicitação que blogs populares recebem todos os dias.

As chances são de que… como a maioria dos emails que os blogs recebem, o seu email também SERÁ jogado fora. E isso não é porque você solicitou ao site para fazer um link para um conteúdo ruim, mas porque o seu email de solicitação não tinha nada de especial.

Mas existe uma solução para o problema:

Em vez de passar pelos 3 passos do processo de link building a seguir:

  1. Crie algo que seja digno de um link (que supere o recurso com mais links sobre o tópico)
  2. Encontre blogs/sites que fazem links para o post original digno de um link
  3. Envie emails de solicitações de links

… use os 4 passos do processo de link building:

  1. Crie algo que seja digno de um link (que supere o recurso com mais links sobre o tópico)
  2. Encontre blogs/sites que fazem links para o post original digno de um link
  3. AQUEÇA OS BLOGS ALVOS (interaja com eles)
  4. Envie emails de solicitações de links

O Groove criou uma dinâmica sobre o seu conteúdo inicial usando influenciadores para promovê-lo. Eles conseguiram influenciadores para compartilhar o seu conteúdo, interagindo com eles antes de pedir o favor.

Até construíram uma lista de controle de engajamento que eles usam para interagir com blogs alvos, antes de contatá-los.

image05

De acordo com Cialdini, autor do best seller Influência – os Princípios da Psicologia, essa abordagem é quase garantida porque as pessoas amam retribuir bons gestos.

Se você interagir com um influenciador, antes de solicitar um link ou um compartilhamento, é mais provável que funcione melhor em comparação com uma abordagem fria.

5. O seu email de solicitação de email é ineficaz

Se você acha que você está fazendo todas as coisas acima de forma correta e ainda não está vendo nenhum resultado, então o problema provavelmente está no seu email de solicitação.

A razão mais comum que faz os emails de solicitação falharem, é que eles soam como um modelo pronto sem credibilidade. Escrevi sobre como evitar esse erro comum em emails de solicitações neste post e você pode encontrar alguns modelos de emails prontos para usar aqui.

Algumas vezes, os blogueiros se esforçam para personalizar os seus emails, mas exageram e acabam escrevendo emails tão longos que deixam de ser efetivos. Visto que blogs populares recebem muitos emails, é melhor mantê-los mais curtos.

Quando você segue a tática acima de interagir com um blog, antes de solicitar um backlink, você estará apto a escrever um email mais caloroso, porque terá descoberto mais sobre o blog alvo por meio do engajamento.

Essas percepções irão naturalmente refletir no seu email de solicitação e o blog alvo também notará.

Conclusão

O email de solicitação é uma das melhores formas de obter links de outros sites. Mas, para ter sucesso, você terá que personalizar os seus esforços. Criar um conteúdo digno de um link não é o suficiente. Modelos de emails também te ajudarão a chegar mais longe.

Mas, tudo começa com a criação de um bom conteúdo, aprofundado, com uma visão única, dados e imagens para criar algo que os leitores do blog queiram ver.

Qual é a sua taxa de sucesso de solicitação de backlinks usando emails? Alguma das razões acima já te custou backlinks?

Share