Quer Criar um Blog? 11 Erros de Iniciantes Que Acabam Com os Blogs no Primeiro Ano

fail

Mais e mais empresas estão mergulhando no marketing de conteúdo. Esse número está crescendo tão rápido, que mais de 77% das empresas aumentaram a sua produção de conteúdo em 2015. E com certeza, criar um blog faz parte dessa estratégia. 

Mas o aumento na concorrência tem resultado em um cenário lotado de marketing de conteúdo. A maioria das empresas de blogs consegue ter só um pouco de tráfego por ano. 

O sucesso começa estabelecendo uma base forte, certo? Sim, mas a maioria das empresas estraga isso. E, uma vez que isso acontece, é difícil se recuperar.   

Novo no mundo dos blogs? Evite estes 11 erros de iniciantes ao criar um blog. 

Se você quer alcançar o sucesso rapidamente e prosperar no mundo do marketing de conteúdo, evite estes erros abaixo na hora de criar um blog: 

Criar Blog Erro #1. Escrever sem definir o seu público-alvo e uma estratégia de blog 

image73

Para quem você está escrevendo – Eles são profissionais de marketing de negócio com renda anual de $1M? Ou você está mirando em indivíduos com um rendimento de $100.000? 

Eles são homem ou mulheres? Quais são os seus pontos fracos? O que eles gostam de fazer no seu momento de folga?

Você precisa saber detalhes específicos e relevantes sobre o seu público-alvo ao criar um blog. Em seguida, use esses detalhes para inventar uma estratégia de blog que atraia o seu público.

Não se engane em pensar que o seu público vai te encontrar. Como um artista, é o seu dever transmitir o seu trabalho para o maior número de pessoas possível. 

image74Escrever conteúdos que interessem ao seu público-alvo tem uma chance forte de ajudar você a realizar os seus objetivos de negócio.

Você precisa falar com a sua audiência em sua língua, usando as plataformas que ela usa.

Boundless mostra a você como manter o seu público em mente enquanto você escreve. 

image26

Deixe-me compartilhar uma estratégia prática para documentar os detalhes do seu público e atrair leads de qualidade através do seu conteúdo. 

Crie um marketing persona: Todos que criam conteúdo para o seu blog devem ter a mesma visão que você tem sobre o seu público. Criar uma persona significa atribuir um nome e uma introdução para os seus consumidores. É como um palpite de quem são os seus leitores. 

Se você está ciente dos objetivos, desafios e da demografia da sua audiência: 

Você pode escrever e se relacionar com eles como humanos. 

Vejamos um exemplo – o Tom, criado pela Visual Creatives. 

image76

Você pode achar detalhes relevantes que variam dos objetivos pessoais do Tom para os seus pontos fracos no seu dia-a-dia. 

Você pode criar o seu primeiro marketing persona usando este modelo gratuito

Lembre-se, o propósito de uma persona é fazer o seu conteúdo mais relevante e interessante para o seus consumidores. 

É bom procurar a fundo sobre as preferências do seu público antes de criar um blog, mas não se preocupe com detalhes irrelevantes. Foque em fazer a persona funcionar. 

Uma vez que você tem a persona, imagine que você está falando com a sua audiência pessoalmente enquanto escreve. Isso vai ajudá-lo a construir as suas palavras em uma conversação e um tom de escrita envolvente.  

A ferramente para espionar o público da sua concorrência: Antes de criar a sua persona, você talvez queira espionar a demografia do público da sua concorrência. 

Cole a URL do site da sua concorrência no Quantcast e clique em “Demografia”, no lado esquerdo da barra. Veja aqui, por exemplo, os resultados para a demografia do público da LifeHacker.

image42

Nota: Você não pode agradar a todos, mas você pode escrever um texto direcionando para mais de um público em uma página só. Apenas crie um Diagrama de Venn e defina os pontos fracos que se sobrepõem.

image18

Criar Blog Erro #2. Não criar uma lista de emails

Você já ouviu falar de John Chow e Gregory Ciotti?

Eles estão entre os melhores blogueiros sobre fazer-dinheiro-online e nos nichos de marketing online, respectivamente. 

Você sabe qual é o maior erro que os blogueiros cometem ao criar um blog e que os dois reconhecem?

É não criar uma lista de emails desde o primeiro dia. 

image15

O email é o canal de marketing mais efetivo para negócios – é 40 vezes mais efetivo do que as redes sociais. 

Ele traz tráfego repetitivo para o seu site e, o melhor de tudo, essa lista de emails é fácil de criar.

Veja os números do tráfego do NeilPatel.com em março de 2015 (o tamanho da minha lista era 3.612 nessa época)

image67

Mesmo no Quick Sprout, 16,25% do tráfego do meu blog veio de emails em julho de 2014. 

Os seus inscritos na lista de emails são confiáveis e engajados… Eles são os primeiros a comentarem ou a realizarem alguma ação nos seus posts. Eles ajudam na distribuição de mídia social do seu conteúdo ao compartilharem os seus artigos.

35,7% de todos os comentários do blog para junho de 2014 no Quick Sprout vieram do email. 

image10

Para o mesmo período, 34,3% dos compartilhamentos em mídias sociais também vieram do email. 

image05

As vendas pelo email geraram as plataformas das mídias sociais – Entenda que construir uma lista de email não é um luxo. E, definitivamente, o email não está morto.

image07

Todos os dólares que você gasta no marketing de email possuem um retorno de $44,25. Ele tem uma taxa de conversão 3 vezes maior do que as redes sociais, com um valor 17% maior em cada conversão.  

Então, como você pode colocar todos os visitantes do seu site na sua lista de emails?

Oferecendo a eles uma vantagem, como por exemplo um eBook ou um curso de graça.

image43

Eu dei 15 dicas práticas neste post

E aqui está uma lista com 67 ferramentas para a coleta. Você pode começar com estas duas ferramentas – Thrive Leads e Hello Bar.

image69

Criar Blog Erro #3. Não criar um calendário editorial ou seguir um cronograma

Quanto mais você tira o pé do acelerador, mais o tráfego começa a diminuir. 

E lembre-se que é exponencial por natureza, não linear.

Eu levei mais de 3 meses para me recuperar de uma queda no tráfego, após não postar por mais de 1 mês. 

image21

O Buffer também reportou uma queda de 4% no tráfego por não postar por um mês. 

image04

Se a maior parte do seu tráfego vem de mídia social, você precisa ser ainda mais cauteloso. O Buffer sofreu uma queda gritante de 11,43% no tráfego das mídias sociais no seu experimento de 1 mês sem postagens. 

image12

Escrever é o seu pão com manteiga. Você precisa construir o hábito de escrever regularmente. 

O Ryan, do Blogging from Paradise, publica no seu blog pelo menos 1 artigo de 7000 palavras a cada semana. Ele aconselha a escrever 1000 a 2000 palavras diariamente (para ser mais preciso, ele aconselha a fazer isso durante 362 dias no ano). 

image62

Eu não estou obrigando você a publicar toda semana um post longo de 4000 palavras ao criar um blog.  

Você precisa desenvolver uma estratégia de postagem baseada no seu nicho e no seu público-alvo.

Crie um editorial publicando o calendário e seguindo um cronograma.

  • Isso constrói antecipação no seu público e o satisfaz. 
  • bloqueio criativo é verdadeiramente evitado.
  • Ele ajuda o SEO do seu site. 

Observe este blogueiro – James Clear. Na sua jornada de blog de 939 dias, ele escreveu uma postagem nova a cada segunda e quinta. 

image53

Então, como essa consistência nas postagens ajudou o seu blog?

200.727 – Esse é o número de pessoas inscritas na sua lista de emails. Você é o juiz. .

image25

O seu calendário editorial deve se alinhar com a sua estrátegia de inbound marketing. Veja aqui algumas questões para se considerar enquanto você está criando o seu calendário. 

image06

No WordPress, você pode começar com o Calendário Editorial, apenas clicando para organizar o seu cronograma. É de graça e fornece uma simples interface de copiar e colar. 

image52

Como alternativa, você também pode usar o Trello. Ele é usado por grandes blogs como o Mashable e o ReadWrite. 

image72

Criar Blog Erro #4. Exagerar em nome do storytelling

Você está blogando para realizar as suas metas de negócio?

Então primeiro você precisa manter os seus leitores.

image02

A sua meta de marketing de conteúdo vai ser basicamente educar o seu público, mostrando os seus pontos fracos e inspirando-os a tomar uma providência.

Então, não encha todos os seus artigos com boatos sobre você mesmo, seus problemas ou alguma história de vida irrelevante.

Se organize para escrever cada palavra com a sua persona em mente. Se a história não atrair o seu público, então irá prejudicar o seu blog e os seus objetivos de negócio. 

Então, o que é todo esse alarde acerca das narrativas?

Ao incluir as narrativas, o GrooveHQ encontrou um aumento de 296% em seus leitores da página completa e um aumento de 520% na média de tempo na página. 

image56

Isso diz respeito à relevância contextual

image33

Você pode compartilhar suas experiências e até contar histórias de ficção em conteúdos que agregam valor para o leitor. Isso vai adicionar cor e personalidade ao seus posts, além de melhorar a sua clareza. 

Antes de compartilhar uma história, pergunte a si mesmo:

Há alguma lição relevante para o meu leitor na minha história? 

Se a resposta é sim, então faz sentido integrar a história. 

Aqui estão algumas dicas, desenvolvidas pelo HubSpot, para desenvolver uma história que interesse ao seu público.

image77

Lembre-se que algumas histórias precisam ser compartilhadas visualmente. Usar imagens e vídeos pode provocar uma maior conexão com o público e aumentar a personalidade da marca. 

Veja o apelo sensorial da criação da propaganda do site Squarespace. 

Para começar a contar histórias digitais, você pode explorar estas 9 ferramentas gratuitas

Criar Blog Erro #5. Acreditar que o SEO ou as redes sociais são as varinhas mágicas do tráfego

Você está pensando em construir os seus links de entrada antes de ganhar a confiança do seu público? 

Você pensa no Google antes de pensar nos seus usuários

Então você corre um grande risco. 

Acumular muitas palavras-chave na página. Envio de spams. Conteúdo escasso e sem valor. 

image78

Todas essas estratégias de blackhat para trapacear o algoritmo do Google vão acabar com o seu site – talvez devagar, mas ele não vai sobreviver a longo prazo. 

image00

Ao invés disso, na hora de criar um blog, escreva para o seu público-alvo ou para a persona. 

Faça uma pesquisa de palavras-chave, mas para abordar o seu mercado. Não faça isso para achar potencial de tráfego.

O que você deve procurar são as palavras-chave populares que os seus leitores estão procurando. Compreender a linguagem exata que eles estão usando. 

Não espere obter um grande aumento de tráfego das ferramentas de busca imediatamente. 

Leva em torno de 4-5 meses para um site novo obter um tráfego significativo nas ferramentas de busca e você pode acabar ficando preso na página 25 por causa das palavras-chave competitivas de um determinado nicho. 

image75

Primeiramente, você precisa construir a sua audiência, estabelecer uma autoridade de marca e criar um conteúdo de base.

Enquanto você continuar adicionando valor, vai ficar feliz em saber que escrever para pessoas funciona bem com as ferramentas de busca.

Argumentos similares servem para as mídias sociais também. 

O Facebook, o Twitter e o Pinterest são boas fontes de tráfego

image14

Mas no seu primeiro ano: 

Não invista uma quantidade substancial do seu tempo e dinheiro construindo seguidores nas principais plataformas de mídias sociais.

Primeiramente, foque os seus esforços em obter 5000 (ou pelo menos 1000) inscritos no email.

Analisando todas as técnicas de condução de tráfego, Jon Morrow descobriu que as plataformas de mídia social têm a segunda pior média de Visitantes por Hora (VPH).

image22

Nota: o número médio de VPH é único e engloba os visitantes adquiridos em um período de 30 dias dividido por horas investidas. 

Então, como um blogueiro iniciante, como você deve gastar o seu tempo na hora de criar um blog? 

Métodos de Pesquisa de Palavras-Chave Modernos: Eu já escrevi com detalhes sobre como usar o Quora, fóruns de nicho, chats do Twitter, Udemy e outras ferramentas para fazer uma pesquisa de palavras-chave efetiva. 

image11

SEO Yoast: Uma vez que você encontra as palavras-chave, adicione-as com naturalidade na sua escrita e garanta um bom SEO on page usando o Yoast. 

image17

Buffer: Para agendar a atualização das mídias sociais em determinadas quantidades e continuar produzindo com o marketing da sua mídia social, você pode confiar nessa ferramenta. 

Ela te conecta com todas as principais contas de mídias sociais e agenda atualizações, simultaneamente, em qualquer uma ou em todas elas.

image16

Criar Blog Erro #6. Acreditar que adicionar valor ao seu conteúdo irá abrir as portas do tráfego

Menos de 1% do conteúdo criado é compartilhado por mais de 1.000 usuários nas mídias sociais. 

image51

Então você precisa ter sorte para atrair esses milhares de compartilhamentos nas mídias sociais e uma quantidade substancial de tráfego para o seu blog? 

Eu acho que não. 

Geralmente, essas duas barreiras restringem o alcance do seu conteúdo: 

  1. A sua definição de adição de valor ao seu conteúdo de alta qualidade.
  2. Depender somente do compartilhamento dos seus posts na sua plataforma pessoal das mídias sociais como uma estratégia de promoção. 

Em vez disso, você precisa criar o tipo certo de conteúdo

image23

E planejar uma campanha estratégica de divulgação para construir relacionamentos com pessoas influentes em seu segmento.  

image19

Deixe-me explicar melhor.

Recentemente, eu compartilhei 14 exemplos de um conteúdo épico no QuickSprout. Sem dúvida cada pedaço dele tinha alta qualidade e adicionou um valor imenso para, talvez, milhões de pessoas.  

Mas será que os criadores de conteúdo só apertam o botão publicar e sentam para assistir o tráfego fluir? 

A maioria (ouso dizer todos) dos posts nos blogs populares alcança números de sucesso por causa de uma estratégia de promoção documentada.

Deixe-me mostrar alguns exemplos. 

1. A Nomad List 1.0 não parecia muito atraente.  

image60

Baseado em feedbacks, o fundador Pieter Levels construiu uma nova versão e promoveu-a novamente.

Ele explica as mudanças que fez na versão 2.0 (baseadas em feedbacks) nesse post de lançamento no Product Hunt.

image41

2. Jon Morrow conseguiu ter milhões de visitantes no seu post inspirador no ProBlogger. Com certeza, o seu estilo de escrita agradou as pessoas.

Mas a sua estratégia de promoção teve um grande papel no sucesso do seu guest post.

image58

John fornece uma prévia da sua estratégia de promoção para esse post, no seu curso de curta duração  – “Como se tornar um escritor muito procurado” 

Não acredite nos seus palpites.

Em vez disso:

Reverta o mecanismo do tipo de conteúdo que já começou a ser compartilhado e linkado no seu nicho usando uma ferramenta como a BuzzSumo.

Dedique uma quantidade substancial de tempo (equivalente à escrita) para promover o seu conteúdo e construir relacionamentos com grandes influenciadores da sua área.

BuzzStream é uma ótima ferramenta para organizar as suas campanhas de divulgação.

Através de uma planejada estratégia de promoção, Brian Dean conseguiu transformar o Backlinko em um negócio altamente rentável.

image55

Criar Blog Erro #7. Não implementar técnicas de copywriting persuasivas na sua escrita 

Blogueiros experientes escrevem os seus posts com certa sutileza. 

Eles chamam a sua atenção com o título e a introdução. Eles simpatizam com os seus pontos fracos. Eles oferecem um bônus especial causando gratificação.  

Não é à toa que a escrita deles te convence.

Com a taxa de atenção continuamente se reduzindo, você também precisa aproveitar as vantagens do uso da psicologia no seu artigo.  

Vai inspirar os visitantes do seu site a se envolverem com o seu conteúdo e a agirem

image40

Brian Dean escreve na introdução do seu artigo usando o método de CPP – Concordar, Prometer e Prévia. 

image38

Concordar é equivalente a simpatizar com os pontos fracos do seu público. 

image01Depois vem a promessa – Brian anima os seus leitores oferecendo uma prova de que ele pode resolver os seus problemas.

image25 image46

E finalmente ele dá uma prévia de como os posts do seu blog oferecem uma solução para os problemas dos leitores. 

image28

Esse método de CPP chama a antenção dos visitantes imediatamente.

Além do CPP, há mais ferramentas que os profissionais usam para criar um conteúdo atraente.

Aqui estão 3 estratégias comprovadas de copywriting que podem ter um grande impacto no seu engajamento e nas conversões do seu site.

1. Estruture o seu post no blog e as atualizações de mídias sociais com a AIDA

A AIDA é uma fórmula que ajuda você a escrever os seus posts, os textos da landing page e as atualizações de mídias sociais de forma cativante.

Vejamos o que cada letra no acrônimo representa.

Atenção – Atraia a atenção do seu leitor (com um título sedutor).

Kevan, do Buffer, usa a atenção fornecendo os títulos nas suas atualizações nas mídias sociais regularmente.  

image09

Interesse – Forneça informações novas e que gerem insights que irão interessar ao seu leitor. Você pode usar o método de CPP do Brian Dean para escrever introduções interessantes para os seus posts. 

Desejo – Atice o seu leitor. Convença-o a acreditar na sua ideia, expondo os seus benefícios comprovados. 

Ação – Uma vez que o leitor se envolveu com o seu texto, não assuma que ele vai, necessariamente, dar o próximo passo.

Finalize o seu post com um Call to action (CTA) atraente, deixando claro para o seu leitor ir adiante.

Aqui está um anúncio do Los Angeles Times publicado em 1988 seguindo o modelo de AIDA. Você pode ler a explicação detalhada de como o anúncio se encaixa nessa fórmula, no Crazy Egg.

image08

2. Venda as qualidades do seu produto/ideia, não as suas características

Qual é a diferença entre benefícios e características?

Aqui está uma explicação do meu guia de copywriting

image30

Isso é básico, mas uma fórmula extremamente eficaz de copywriting. 

As pessoas se preocupam em como os produtos afetam positivamente as suas vidas. No seu artigo, foque as qualidades. As características são secundárias. Você pode chamá-las de a cereja do bolo. 

Qual versão da propaganda do iPod você prefere? 

image34

O consumidor não vai ligar para perícias técnicas – 1GB de memória. Mas ele vai amar ter as suas 1.000 músicas favoritas no bolso.

Brian Clark estabelece um processo de 4 etapas para extrair as qualidades das características. 

image65

Não se esqueça de seguir essas escritas básicas.

3. “Você” precisa trazer para o pessoal

Os blogueiros experientes entendem que os seus leitores se importam em atender as suas próprias necessidades.

Então, eles mudam o foco de cada post para o leitor, propositalmente. 

Mas como?

Usando mais “você” e menos de “eu” no texto. 

Há poucas coisas que nos animam mais do que ouvir o nosso próprio nome.

Fale diretamente com o seu leitor, aumentando o uso de “você” e de “seu” na sua escrita. 

Confira abaixo o uso dessas palavras na propaganda da Sprint.

image54

De novo, não subestime os efeitos de uma estratégia por causa da sua simplicidade. Brian Clark lista “você” como uma das duas palavras mais importantes nos blogs. 

Criar Blog Erro #8. Publicar 10 posts pequenos no blog todo dia

Você vai, geralmente, começar como o único escritor do seu blog. 

Quando você ouvir sobre blogs como Huffington Post publicando mais de 2.000 artigos em um único dia, você pode ficar surpreso. 

Se você quer ter um centésimo do sucesso deles, você precisa se transformar em uma máquina e produzir, pelo menos, 300 palavras para os posts no blog todo dia. 

Você pode até acreditar nisso.

Mas você está esquecendo um time de grande in-house e os contribuintes voluntários que escrevem nesses grandes blogs.

image20

A qualidade dos seus posts publicados é de grande importância. Você não pode escrever apenas por escrever e desperdiçar o precioso tempo do seu público.  

Então, a não ser que você tenha os recursos necessários para se igualar aos grandes nomes como Huff Po, não pense em seguir esse caminho.  

Olhe o sucesso de blogs de uma única pessoa como o Wait But Why e Mark Manson.

O Wait But Why ganhou mais de 1 milhão de visitantes, publicando menos de um post por semana.

image50

Mark Manson publica até menos que isso. Ele só publicou 12 posts até agora em 2015. E o seu blog também está chegando perto de um milhão de visitantes.  

Como eles conseguem alcançar tanta quantidade de tráfego com uma frequência de postagem tão pequena?

Eles escrevem a partir de perspectivas originais (e não ideias requentadas de outros blogs).

image59

Os seus posts no blog são, normalmente, suportados pelo gráfico original.   

O Wait But Why sustenta o seu blog com figuras de palito

image37E o Mark Manson, ocasionalmente, apresenta os seus argumentos e gráficos originais.

image66

Eles só publicam conteúdo fresco de longa duração (1.500 – 2.000 palavras no artigo). 

image47

Eles se preocupam com os leitores, abordando suas ideias originais e tomando diretrizes rígidas de qualidade. 

image32

Outro exemplo brilhante de um blog que prospera com uma baixa frequência de posts é o Backlinko.

Brian Dean só publica conteúdo de alta qualidade, bem pesquisado e continua, simultaneamente, atualizando os seus posts antigos. 

Seu estudo de caso sobre a técnica do arranha-céu foi publicado e enviado aos seus assinantes no dia 03 de fevereiro. 

image44

Mas a última vez que ele atualizou o post foi em 18 de Junho.  

image03

O esforço extra mantém as duas partes felizes – os visitantes de pesquisa e o Google.

Como você pode ver, qualidade ganha da quantidade. 

Então: não publique, a não ser que você tenha algum conteúdo importante para publicar.

Escreva um post original e de formato longo ao invés de 10 posts pequenos e com prazo de validade limitado. Os seus leitores vão ficar animados em receber o novo post na atualização do email.  

Criar Blog Erro #9. Uso inadequado de imagens com direitos autorais. 

Você gostaria de pagar $3000 por uma foto do Nebraska?

image63

Ou pagar $4000 por uma foto que vale $8?

Não, eu não estou ficando louco. Confie em mim, processos não são brincadeira. 

Tenha muito cuidado ao usar imagens de terceiros.

Não importa se você conseguiu as imagens usando o filtro não comercial do Google. Há muitas imagens postadas incorretamente.  

image35

Não importa se você as usou acidentalmente ou tem um aviso legal no seu site.

E não importa se você deu os créditos para o fotógrafo ou para a fonte. 

Deixe-me apenas resumir as coisas que não te isentam da responsabilidade. 

image71

Mas você pode me perguntar – Qual é a probabilidade de ser pego? 

O direito autoral está provavelmente enterrado entre as centenas de outras imagens que você usou no meu blog. 

Sinto desapontá-lo.

Mas, cedo ou tarde, você vai ser pego. 

image31

Ao invés de prejudicar a si mesmo, entenda as consequências de infringir os direitos autorais. 

Mesmo as imagens com licenças criativas comuns ou as de domínio público, possuem implicações além da atribuição ao dono e as vinculações ao seu site. Você não sabe o que conta como uso justo do material. 

Na dúvida, não arrisque violar os direitos autorais. Use imagens só depois de ter uma permissão autorizada pelo dono.  

Então, quais são as suas opções mais seguras?

  1. Compre fotos de um site, como o PhotoDune. Ou compre uma assinatura anual.
  2. Contrate um fotógrafo ou um designer gráfico.
  3. Aprenda a fotografar e compre uma câmera profissional.

Você pode aprender mais sobre o uso justo de imagens online no Social Media Examiner.

Se você está com o orçamento apertado, você pode pesquisar imagens em listas de fotos gratuitas em sites como o nuSchool e o Canva.

Mais uma vez, há ressalvas, mesmo quando você usa fotos dos sites listados acima. Você precisa escolher cuidadosamente as fotos e atribuí-las ao dono (sempre que necessário). 

Quando for escrever o conteúdo, você também precisa citar as fontes e indicar devidamente outros blogueiros – é a etiqueta da internet. 

É bom mencionar o nome do blogueiro no qual você usou a citação e linkar essas citações ao site deles.  

image64

E quando citar estatísticas, conectá-las ao seu artigo.

image29

Você pode aprender mais sobre citar fontes em mídias sociais famosas, como Facebook, Twitter, LinkedIn, Google+ e Pinterest, neste post da HubSpot. 

Criar Blog Erro #10. Criar um blog gratuito para evitar decepções técnicas

Você vai levar o seu blog a sério? 

Criar um blog gratuito no WordPress é fácil como 1…2…3.

Em menos de 2 minutos, você pode ter o seu próprio site com um endereço de: 

SeuNome.wordpress.com.

Mas nesses blogs gratuitos, o seu crescimento e as suas opções de monetização são muito limitadas.

image24

Mesmo que você esteja só testando, você precisa ter uma configuração e um controle mais profissional.

Com um blog gratuito, você estará sempre vivendo com o perigo de ter o seu blog fechado. 

Por quê?

Porque você violou os termos e condições inconscientemente. 

image61

E todos os seus esforços foram em vão. 

Poupe-se da dor de perder o seu conteúdo e o seu público. 

Comece com o seu próprio host. Muitas empresas de host oferecem até um plano com domínio gratuito pelo primeiro ano. Elas às vezes instalam também o WordPress para o domínio. 

Mesmo que eles não o façam, você vai achar muitos tutoriais de como configurar o seu site. 

Eu recomendo a instalação do WordPress –  é poderoso e simples de usar. Você vai achar muito tutoriais de blogs do WordPress, como o WPBeginner, para customizar o seu website. 

Ramsay, do Blog Tyrant, começou com um site gratuito no Blogger. Mas se arrependeu mais tarde. 

image57

Criar Blog Erro #11. Não criar o seu próprio funil de vendas e ficar satisfeito com a renda do AdSense 

Pense por um instante. 

Um anúncio direciona os visitantes do seu site para o site do seu concorrente e eles vendem seus produtos, gerando uma renda maior do que a sua com os anúncios. 

Você vai se dar bem vendendo os seus próprios produtos e serviços para monetizar o seu tráfego

image49

Até Zac Johnson lista o fato de você não desenvolver o seus próprios produtos como um grande erro nos blogs.

image48

Então, comece construindo o seu próprio funil de vendas na hora de criar um blog. Vai levar um bom tempo para testar e fazer um levantamento dos seus clientes. Mas depois que você se esforçar, é possível ganhar $1 por cada visitante. 

Conclusão

É fácil criar um blog. Mas o caminhão de conselhos de ‘especialistas’ em blogs pode te confundir.  

Os erros nos blogs acima são os mais comuns que eu ja vi. Você pode acertar o seu curso tomando as ações necessárias depois de errar ou evitando os erros antes deles acontecerem. 

Você precisa criar um blog pensando na estratégia, tendo os seus objetivos de negócio em mente. Ramsay, do Blog Tyrant, fornece uma simples estratégia para blogs que você pode seguir.

image45

Eu iria adorar ouvir a sua opinião nos comentários. 

Você já cometeu alguns dos erros acima na hora de criar um blog?

Share