Reutilizar um Conteúdo do Blog Funciona? Veja a Resposta Baseada em Dados

reuse

Quantas vezes você já ouviu esta máxima do marketing de conteúdo? 

Escreva menos…divulgue mais.

Ainda assim você pode duvidar de que, escrever menos conteúdo irá, na verdade, ajudar o ranqueamento das páginas do seu site nos mecanismos de busca. 

Na atual atmosfera de conteúdos, apenas publicar conteúdo não vai ser suficiente. Você precisa sair da caixa e colocar o seu conteúdo diante do seu público-alvo. 

Uma forma efetiva de atrair mais olhares ao seu conteúdo é reutilizando-o em outras plataformas. 

O seu site pode até conseguir tráfego decente todos os dias. Mas, existem outros sites que são pontos de encontro comuns dos seus consumidores ideais e eles podem ainda não conhecer a sua marca. 

Se você atrair a atenção dos seus potenciais consumidores nesses outros sites, você vai conseguir colocá-los dentro do seu funil. A melhor parte é que você não precisa criar um conteúdo novo

do zero. 

Você precisará apenas adicionar alguns toques para remodelar o seu conteúdo, de acordo com as especificações das outras plataformas e você estará pronto para extender seu tráfego. 

Agora, deixe-me falar sobre o principal motivo pelo qual a maioria dos profissionais de marketing de conteúdo detestam reutilizar conteúdo…

Medo de ser penalizado por conteúdo duplicado. 

Em 2013, Matt Cutts disse que, por volta de 25-30% do conteúdo na web é duplicado ou repetitivo. E, ele é agrupado em conjuntos pelo Google. Isso não é considerado spam.

Eu já disse que não há nada como uma penalidade de conteúdo duplicado. O Google se dá ao direito de penalizar o seu site, apenas se você estiver copiando excessivamente conteúdo de forma manipuladora. 

Quando você está reutilizando, você está apenas tentando aumentar a percepção da sua marca – então você não está violando as regras do Google. 

Faça o download desta versão em PDF  para aprender sobre como reutilizar conteúdo. 

Na verdade, o conteúdo textual pode não ser o meio mais apropriado para cada parte do conteúdo. Então, experimentar reutilizar conteúdo existente, transformando-o em infográficos e vídeos, pode realmente te ajudar conseguir mais compartilhamentos nas redes sociais. 

E, como você sabe, os indicadores sociais têm pelo menos uma pequena contribuição nos rankings dos mecanismos de busca.

image09

Em alguns casos, o seu artigo publicado em sites de terceiros pode acabar superando nas SERPs o conteúdo original localizado em seu próprio site. Então, se certifique de que seu artigo seja indexado ao publicar sua URL através do console. Só então reutilize o conteúdo em outras plataformas. 

Para te ajudar, eu listei alguns resultados de estudo de caso para aumentar as suas expectativas sobre reutilizar conteúdo.

Se as pessoas gostarem da versão reutilizada nas plataformas publicadas, você pode acabar melhorando o ranking dos dois conteúdos para uma mesma palavra-chave. Isso aconteceu com o Adespresso.

image05

Benjamin Hardy  foi capaz de conseguir 20.000 inscritos na Medium em 6 meses – simplesmente ao copiar e colar todos os posts do seu blog na plataforma de blogs. A razão principal pela qual a Medium funcionou para ele, foi porque a plataforma sempre exibe os conteúdos de alta qualidade, independente de quem você siga atualmente. 

image17

Eugene Cheng reutilizou o seu conteúdo no Slideshare. Ele atraiu mais de 10.000 inscritos ao aumentar as visualizações dos seus slides. 

image13

Bom, agora você já tem alguns dados comprovados sobre a eficácia de se reutilizar conteúdo. 

Você está interessado em se conectar com uma audiência mais ampla, sem ter que fazer nenhuma pesquisa extra ou utilizar o seu conteúdo existente? 

Então, veja como começar a remodelar o seu conteúdo (junto com dados para provar que isso pode trazer mais tráfego e mais dinheiro). 

Explore os conteúdos atuais para descobrir posts interessantes

Nem todos os seus conteúdos vão receber o mesmo tipo de atenção da sua audiência. Você pode acabar conseguindo a maior parte do tráfego do conteúdo que você menos esperava.  

Os seus posts mais populares têm mais chances de darem mais resultados com relação à sua audiência. 

Faça o login em sua conta da Google Analytics (GA) e vá até Comportamento >> Conteúdo do Site >> Todas as Páginas.

image21

Classifique as páginas por Visualizações de Páginas e você verá uma lista sequencial das páginas mais populares do seu website. 

image01

Bryan Harris, do Videofruit, extraiu seus posts mais populares junto com o número de conversões que eles direcionavam. Ele lançou seu primeiro produto que acabou trazendo a ele 10.000 dólares em 24 horas.

Além disso, descubra os conteúdos mais populares no mês anterior. Você pode mudar o intervalo de tempo no canto superior direito, dentro do GA.

image32

Você também pode utilizar o Buzzsumo para descobrir que conteúdo teve mais compartilhamentos nas redes sociais. Você terá até a contagem individual de compartilhamentos das plataformas sociais – o que ajudará a determinar que tipo de conteúdo funciona com os diferentes tipos de audiências das mídias sociais. 

Se você conseguir encontrar uma série de posts que direcionaram tráfego massivo para o seu site, então você pode até agrupá-los em um eBook. 

Darren Rowse do ProBlogger recebeu um feedback tremendo por sua série – 31 Dias para Construir um Blog Melhor. Eram dicas específicas de blogueiros de sucesso sobre como eles aumentaram seus seguidores e aperfeiçoaram seus blogs. 

image28

Então, ele agrupou suas série de posts em um eBook pago. Atualmente, ele está vendendo sua segunda edição por 29,99 dólares.

image25

Mesmo que as pessoas possam acessar seu conteúdo de graça, elas desejam ter recursos tangíveis que ofereçam uma experiência de leitura conveniente. 

Gael e Mark da Authority Hacker fizeram algo similar com seu site de autoridade HealthAmbition.com. Eles criaram um eBook a partir de conteúdo já existente do blog, juntamente com alguns conteúdos exclusivos e acabaram ganhando 2.500 dólares mensais em renda passiva. 

Se você adicionar valor e ajudar sua audiência através do seu blog, ela começará a comprar de você. 

Pat Flynn começou sua jornada empreendedora vendendo um eBook por 19,95 dólares no GreenExamAcademy.com.

Depois do seu primeiro mês de vendas, ele descobriu que 25-30% dos pesquisados não compraram seu eBook porque eles precisavam, mas porque eles passaram na prova utilizando seu conteúdo de graça. 

O motivo pelo qual eles compraram o livro foi “porque você finalmente me deu uma forma de te pagar de volta pelo que você fez por mim.”

O ponto de partida é que a sua audiência irá mostrar mais apreço pelo conteúdo de alta qualidade que eles acharem que acrescenta mais valor e que seja mais útil. 

Então, procure por esses conteúdos e dê mais destaque para eles. 

Em um determinado mês, sem experimentar a publicação de nenhum conteúdo novo, a Buffer fez uma lista com os seus posts mais populares e fez a seguinte planilha. Você pode copiá-la aqui.

image23

Identifique a plataforma mais adequada para reutilizar o conteúdo

Quando você tiver construído uma lista com as sua peças de conteúdo mais populares, é hora de achar a plataforma que mais se encaixe à reutilização do conteúdo. 

A HubSpot tem as 2 seguintes dicas brilhantes para te ajudar a determinar onde você deve reutilizar conteúdo.

Qual é o atual estágio na jornada do consumidor dos leads que você está tentando alcançar com o seu conteúdo reutilizado? Normalmente ele é facilmente identificável entre os 3 estágios abaixo. 

image11

Se você criou múltiplas personas para atrair diferentes segmentos direcionados para o seu negócio, então molde o seu conteúdo para alcançar os diferentes segmentos da persona. 

image18

Para identificar rapidamente a persona e o estágio no processo de tomada de decisão do consumidor, diga esta frase em voz alta: 

“Ok, eu quero reutilizar isso para atingir a pessoa X,” onde X é a combinação da persona com um estágio no processo de tomada de decisão. 

Com a mentalidade acima, você pode pensar em reutilizar conteúdo como se fosse uma matriz e estender o alcance de um conteúdo que já te dá um bom resultado. 

image29

A HubSpot utilizou o processo acima para estruturar a reutilização do conteúdo. Eles usaram alguns posts de SEO básicos com o objetivo de atrair a Persona 2 no estágio de percepção. Mas, eles acabaram preenchendo toda a matriz ao criar 9 versões.  

Quando você tiver uma proposta, veja estas sugestões diretas para reutilizar conteúdo: 

1. Se o seu conteúdo tiver muitos gráficos e for orientado para negócios, então utilize o Slideshare. Posts com listas e com resumos de especialistas também são fáceis de converter em Slides. 

A Buffer criou 3 novos Slideshares sobre Ferramentas do Twitter, Dicas Sobre o Twitter e Palavras Que Convertem, em sua tentativa de não publicar conteúdo novo. Eles acabaram conseguindo 199.000 visualizações, no total, por investir mais ou menos 2-3 horas de trabalho no Canva, agrupando conteúdos e gráficos. 

Se o seu conteúdo for grande e se tratar do segmento de negócios/marketing, então o LinkedIn é uma boa escolha. 

O Matthew Woodward reciclou alguns dos seus posts populares sobre SEO, utilizando o LinkedIn. 

image06

Eles converteram um pouco mais de 76%, conseguindo para o Matthew um aumento de 332 novos inscritos. 

image16

3. A Medium funciona bem para ambos os negócios B2C e B2B. E, é uma maneira excelente de construir sua marca.

É importante formatar o seu post – as pessoas em uma determinada plataforma gostam de destacar as frases que elas gostam e compartilhar na rede social. 

Veja um tutorial ótimo, feito por Benji Hyam, sobre como se tornar viral na Medium, junto com sugestões de outras publicações onde você pode submeter o seu post. 

image07

4. Você também pode criar um curso por email a partir de alguns dos seus melhores conteúdos. A Buffer criou um curso de mídia social que recebeu 18.185 assinaturas em seis dias e teve um engajamento espetacular. 

5. Você pode agrupar sua ferramenta de posts em uma Coleção da Product Hunt.

image00

6. Por fim, você também pode transformar seus posts mais interessantes em um webinar para melhorar o engajamento com a sua audiência. 

image30

Faça seu conteúdo se destacar

Seu lema com relação à reutilização de conteúdo em plataformas mais concorridas, precisa ser conseguir o máximo de atenção possível. Como a maioria dessas plataformas já publica uma grande quantidade de conteúdo, você precisa se esforçar ainda mais para se destacar. 

Matthew Barby conseguiu a primeira página do BuzzFeed remodelando um post. Isso porque ele fez um anúncio pago no Facebook, no Stumbleupon, no Reddit e no Twitter. 

image04

Ele aumentou sua pontuação social para atrair a atenção dos editores do BuzzFeed. 

image24

Benji Hyam também mandou seu post da Medium para sua lista de emails e o compartilhou na sua conta do Facebook para conseguir mais resultados. 

image22

No LinkedIn, você precisará twittar seu post para conseguir sua atenção. 

image03

Se você ajustou o seu post para o Slidesare, então um bom ponto de partida para ganhar exposição está abaixo do seu post original.

image20

Você também pode incorporá-los com guest posts relevantes. 

O Twitter tem até a opção para incorporar outros tipos de mídia, como apresentações no Slideshare, diretamente na plataforma, para que você consiga ainda mais engajamento.  

image02

Por fim, isso também vai te ajudar a expor o seu conteúdo diante dos editores. Se eles escolherem o seu conteúdo para aparecer em suas principais histórias do dia (ou, melhor ainda, na página inicial), então com certeza você mandou muito bem.

Reforme e republique posts antigos

Brian Dean é mestre em extrair o máximo de valor do seu conteúdo publicado. Mas, em vez de constantemente publicar conteúdo novo, ele mantém seus posts atualizados e com uma ótima qualidade. 

De fato, grande parte das suas dicas é relacionada a como você pode conseguir tráfego sem publicar conteúdo novo constantemente. Recentemente, ele compartilhou como ele usou um estudo de caso de um leitor em um dos seus posts. 

image14

Então, ele promoveu novamente esse post em uma lista de email e em contas de mídias sociais.  

O resultado foi um aumento de 111,37% em tráfego orgânico para a página. 

image19

Você também pode tentar colocar seu conteúdo popular em lugares mais visíveis – como sua barra lateral direita. 

image31

Leve em consideração o uso de palavras-chave segmentadas para as suas páginas. Se você mudar a palavra-chave principal para uma mais lucrativa nos seus artigos antigos, é possível que você consiga novo tráfego orgânico. David mudou a segmentação em mais ou menos 40 páginas existentes em seu site e conseguiu um  aumento geral de 54% no tráfego.

image26

Primeiro ele usou o Ahrefs para achar uma palavra-chave nova com potencial. 

image08

Então ele otimizou o artigo para a nova palavra-chave – inclusive mudando o título do artigo e a URL. 

Veja como o artigo sobre ‘otimizar o usuário no Twitter’ se parecia antes das mudanças. 

image12

E como ficou depois. 

image27

Você deve estar se perguntando se isso poderia ter bagunçado a autoridade existente da página?

É por isso que o David configurou um redirecionamento 301, utilizando esse plugin WordPress plugin.

image10

E ele ainda pediu ao Google para re-indexar a página. 

image15

Como a estratégia envolve um redirecionamento permanente:

Eu não recomendo que você faça essa tentativa a não ser que você seja um especialista em SEO e saiba o que está fazendo.

Mas, você pode trabalhar com os fatores SEO on page, com links internos e também construir mais meta descrições atraentes para aperfeiçoar seu CTR.

Conclusão

Gary Vaynerchuk mencionou que Pat Flyn criou um conteúdo sensacional, “mas sem fazer o suficiente para alavancar o conteúdo e maximizar a exposição e os resultados.”  

Então, Pat levou em consideração o feedback e começou a reutilizar o conteúdo do seu blog. Eu tenho certeza que você também pode atingir resultados tremendos mudando o formato do seu conteúdo e republicando-o em outras plataformas. Comece com uma plataforma agora mesmo. 

Será que reutilizar conteúdo pode se encaixar na sua estratégia de marketing? Quais plataformas têm sido mais eficientes para você? 

Share