SEO Negativo: Como Garantir Que Nada de Ruim Aconteça Com Seu Site

seo

O Google lançou o algoritmo Penguin em Abril de 2012. E desde o lançamento, a busca pelo termo ‘SEO negativo‘ vem crescendo.

Você deve ter algumas perguntas ou ter lido alguns artigos sobre temas como:

  • SEO negativo existe?
  • Você pode prejudicar os rankings de um site por causa da construção de backlinks ruins de sites adultos e de jogos de azar?
  • Você realmente precisa proteger o seu site de ser esmagado por um ataque negativo?

Infelizmente, a resposta para todas essas perguntas é…

Sim.

Por qual outra razão o Google lançaria uma ferramenta de rejeição e ofereceria aos webmasters para relatar um ataque negativo nos fóruns do webmaster?

Veja, o Google tem uma boa quantidade de engenheiros que estão constantemente melhorando o algoritmo de busca. E, sem dúvidas, o mecanismo de busca está ficando cada dia mais inteligente.

Ainda assim seu site pode ter uma queda nos rankings de busca devido a um ataque de SEO negativo. 

Faça uma busca por ‘SEO negativo’ no Fiverr. Você verá vários freelancers prontos para atacar o site criando centenas de milhares de backlinks por apenas $5.

image66

Até o Google mudou sua posição sobre os concorrentes prejudicarem o seu site.

image24

Mas por que ter táticas de SEO negativo começou a ganhar destaque depois da atualização do Penguin?

A razão é – essa atualização reprimiu sites que estavam usando links obscuros para manipular os rankings do Google. Embora o black hat SEO tenha uma menor relevância atualmente, as táticas de SEO negativo continuam efetivas. 

Eu tenho visto SEOs tentando atacar até mesmo os rankings de busca da Forbes, fazendo links de sites maliciosos. Eles não obtêm sucesso porque a Forbes tem um domínio autoritário.

Esse pode não ser o caso com um site novo ou menos estabelecido. Seu site pode ser atacado por um post spam direcionando para o seu site.

image45

Então, neste artigo, eu quero te ajudar a combater o SEO negativo. Eu também quero te apresentar estratégias para prevenir o seu site de ser atacado. Além disso, irei te mostrar algumas ferramentas que você pode usar para garantir que nada de ruim aconteça com o perfil do seu site.

Você é novo em SEO? Siga este guia essencial para monitorar, enfrentar e prevenir SEO negativo.

Que tal eu começar com os diferentes tipos de ataques negativos que um site pode sofrer?

Aqui vamos nós.

O que é SEO negativo?

O SEO negativo em um site pode assumir diversas formas e causar muitos danos ao site de um concorrente.

São métodos utilizados para convencer os mecanismos de busca que eles deveriam punir um determinado site por utilizar técnicas de SEO black hat, quando na verdade esse site não está utilizando.

5 tipos diferentes de ataques negativos em sites

Construir backlinks não naturais é o tipo mais comum de ataque em um site. Mas aqui estão outros tipos de ataques também. Vamos ver um por um. 

1a. Backlinks de spam ou remover os melhores backlinks do seu site – Este é o ataque mais implementado. Seu concorrente paga sites de pornografia, poker, casino e outros sites maliciosos para linkar ao seu domínio.

Aqui estão os vários tipos de links que podem prejudicar o seu site.

image01

O resultado?

Sua força no ranking de busca e o seu site podem até começar a desaparecer das primeiras listas das páginas de palavras-chave competitivas.

Tasty Placement conduziu um ataque maldoso de SEO negativo em um site bom com 2 anos de existência (propriedade do Tasty Placement):

Ele era o terceiro colocado no ranking para a palavra-chave “limpeza de piscina houston” antes de começarem esse experimento (30 de Abril, 2012).

Eles conectaram links de baixa qualidade ao site.

image38

O gasto para conduzir esse ataque foi de apenas $45.

4 semanas depois a posição do site no ranking para a palavra-chave “limpeza de piscina houston” foi fortemente afetada.

image12

Um site maior e/ou de marca (tendo backlinks de alta qualidade) é mais difícil de se abater nos rankings devido à construção de links ruins. Isso porque os links de autoridade superam os links de spam.

Existe também a possibilidade do spammer tentar remover seus melhores backlinks. Eles podem contactar, em seu nome, os webmasters de sites de grande autoridade que fazem links para o seu site.

Depois, pedem a eles que removam o backlink do seu site.

Você pode prevenir um ataque desses, sempre se comunicando com os webmasters a partir de um email autêntico que represente a sua marca.

Seu email para comunicação deve ser do tipo: seunome@seudomínio.com.

1b. Ataque de texto âncora não natural – Esse é outro ataque relacionado aos links, feito usando palavras-chave irrelevantes (spammy) e super-otimizando o seu site para palavras-chave pagas.

image37

PRWeb está em revisão por vender links de textos-âncora de “busca otimizada” através de um press release.

image46

Esses links são colocados em artigos de spam (conteúdo de baixa qualidade) que, por sua vez, poluem os resultados de busca do Google e do Bing.

image06

Imagine como uma distribuição natural de texto-âncora difere de uma distribuição super-otimizada/spammy.

Então, dê uma olhada nas duas distribuições de texto-âncora abaixo.

image15

A distribuição não natural não é óbvia?

image23

Vamos observar um ataque de texto-âncora não natural em ação.

Spencer Haws criou um site de nicho que experimentou um ataque de SEO negativo com texto-âncora não natural.

Alguém se conectou ao site dele (bestsurvivalknifeguide.com) a partir de um site spam várias vezes, usando exatamente o texto-âncora “melhor faca de sobrevivência”.

86,1% dos links continham a palavra-chave “melhor faca de sobrevivência” e ela era de uma fonte de baixa qualidade.

image56

Ele recebeu um alerta do Google de links não naturais.

image69

E também sofreu uma perda de visibilidade nos mecanismos de buscas.

image54

2. Spam relatando o seu site ou copiando o seu conteúdo – Pessoas (ou, no caso de um ataque, competidores) podem relatar o seu site para o Google, se acharem que você está disponibilizando conteúdo irrelevante.

Existem vários problemas que podem ser relatados sobre o seu site. O seu site pode ser colocado sob observação do Google devido à divulgação de informações privadas, tentativa de obter informações privadas, não cumprimento das diretrizes do Google (como comprar links), violações de direitos autorias, entre outros.

image11

Se existir um grande número de queixas de spam contra o seu site, então o gigante de busca irá olhar o perfil do seu site para saber se você está manipulando os resultados de busca violando o Guia do Webmaster deles.

Você pode ser penalizado se estiver usando técnicas de black hat, como mascarar ou extrair conteúdo, etc. Você terá que reverter suas ações e reparar os problemas no seu site para ter a reconsideração do Google.

image08

Outro jeito similar de ser atacado é copiando e distribuindo o seu conteúdo extensivamente em outros sites.

Isso pode despencar o seu ranking e o seu tráfego de busca.

image63

A motivação é que o Google quer fornecer os resultados mais relevantes e de melhor qualidade para os seus usuários. É um turn-off (usuário com experiência ruim) ver a mesma informação repetida nos resultados de busca.

Mesmo que raro, isto também pode fazer com que um site que copiou o seu conteúdo tenha uma posição melhor que você no ranking para a mesma palavra-chave.

image60

Aqui está um exemplo do post original do David Naylor em uma posição mais baixa no ranking do que sites que republicaram o seu conteúdo.

image03

O Google costumava permitir que os webmasters reportassem sites que extraíssem conteúdo usando a Ferramenta de Reportar Scraper.

image14

Infelizmente, a ferramenta não está mais aceitando respostas.

Mas Matt Cutts deixou claro que somente o conteúdo duplicado que é spam ou palavras-chave exageradas podem ser penalizadas pelo algoritmo ou manualmente.

Um exemplo prático de um site que sofreu ataques é o Orbit Media Studios. Eles tiveram problemas de plágio com 4 sites. Uma firma de web design copiou 20 peças de conteúdo e até o mesmo design da página inicial deles.

image30

Eles enviaram um email de ameaça para o plagiador. Você pode ler sobre suas ações para saber o que fazer caso o seu conteúdo seja usado sem o seu consentimento.

3. Modificando seus arquivos robots.txt ou injetando malware no seu site – Isto é mais uma tentativa de hacker do que um ataque.

Depois de invadir o seu site, o hacker tenta introduzir um conteúdo spam e links ou tentam bloquear o acesso do Google ao seu site.

Isso aconteceu comigo no NeilPatel.com. Eu descobri uma mensagem depois de entrar na minha conta de webmaster.

image47

Eu só descobri isso meses depois, porque não estava checando minha conta de webmaster. Certifique-se de ou checar regularmente ou criar um email em algum desses endereços listados abaixo para receber notificações.

image64

A IQMatrix também enfrentou um ataque de malware. Ela recebeu um email do Google sobre o problema.

image35

O ataque levou a uma diminuição de 70% no pico de tráfego e uma queda de 25% nas contas de subscritos RSS. Na verdade, houve uma queda de 400 contas de subscritos no próprio dia do ataque.

image19

4. Brincando com a sua reputação online postando falsos comentários negativos e criando falsos perfis sociais – Comentários negativos online e uma opinião negativa contra a sua marca podem dificultar seu bom posicionamento nos rankings de buscas locais. Somente 5% dos consumidores irão se tornar clientes após encontrarem críticas negativas sobre o seu produto.

O problema é que críticas negativas falsas podem facilmente ser filtradas por algoritmos de sites como o Yelp. Aqui estão alguns exemplos de comentários negativos.

image29

Site como o webcide.com até se oferecem para ajudar as empresas a lançarem campanhas de relações públicas negativas contra seus competidores.

image20

Você pode sinalizar tais comentários como spam e informar ao site se isso violar os termos de serviços dele. Você também pode contactar diretamente o crítico ou responder publicamente.

Mas se nada funcionar, você pode responder estrategicamente o comentário, levantando os seus erros e a sua falsa natureza.

image17

Outro ataque prejudicial à reputação da sua marca é a criação de contas falsas de mídia social com o nome do seu site/empresa.

Você deve se preocupar com isso, porque é fácil criar uma presença online falsa para sua marca.

image28

Em Fevereiro de 2014, o Facebook constatou oficialmente que 7% das 1,39 bilhão de contas são fakes e aproximadamente 28 milhões são indesejadas – ou seja, usadas para spam.

As vezes, algumas companhias compram curtidas e seguidores falsos e criam perfis falsos para atacar competidores ou para apoiarem suas empresas contra a repercussão negativa.

Uma dessas situações foi quando o presidente da Chic-Fil-A foi acusado de criar contas de mídia social falsas para contrariar o debate sobre o casamento gay.

image61

O BuzzFeed até achou outro perfil falso para ajudar o Chick-Fil-A a controlar os danos depois da forte crítica contra eles.

image58

Você tem as ferramentas para reportar um usuário abusivo no Twitter e reportar comportamento de assédio no Facebook.

image70

Mais adiante neste post, eu listarei algumas ferramentas que você pode usar para monitorar as menções da sua marca e se prevenir de ser enganado.

5. Redirecionar domínios não relacionados ao seu site – Esse tipo de ataque acontece quando um alguém faz um redirecionamento 301 para sites banidos, de jogos, pharma ou adultos para o seu domínio.

Então, como isso é importante?

Bem, um redirecionamento 301 transmite 90-99% do PageRank para a página redirecionada.

image52

Se um site penalizado ou um site pornográfico é redirecionado para o seu site, sinais de links ruins serão passados para o seu site e você pode perder seu ranking nos mecanismos de busca.

John Mueller (funcionário do Google) acredita que este é um problema teórico. E ele nunca viu um site sequer ser penalizado por um ataque de redirecionamento.

image43

Mas o Google já mencionou anteriormente que redirecionar seu site penalizado para um novo domínio irá transferir a penalidade para ele.

Em uma discussão no Inbound.org, James Norquay afirma que ele já trabalhou com alguns casos onde a penalidade foi transferida por meio do redirecionamento 301.

image53

Apanhar tal ataque pode ser ainda mais dificil para o Google, se for em uma seção interna do seu site.

3 Passos necessários para combater o SEO negativo

Já aconteceu.

Seu site já perdeu tráfego de busca ou você já recebeu uma notificação do Google.

E agora?

Como você pode reverter os efeitos de uma campanha de SEO negativo?

image07

A primeira coisa que você deve fazer é remover qualquer malware do seu servidor e ter a certeza de que está mais seguro. Você pode comprar o SiteLock ou um produto/serviço similar para consertar tais problemas. Você pode também considerar migrar para um site de hospedagem mais profissional que não deixe buracos na segurança do seu site.

Quando você tiver consertado os problemas de segurança do seu servidor, você pode seguir esses 3 passos para combater os tipos mais comuns de SEO negativo.

1. Reunir a lista de backlinks ruins em um lugar – Use uma ferramenta profissional de checagem de backlinks como o Ahrefs para escanear os backlinks do seu site.

image18

Filtre os backlinks de texto-âncora irrelevante, spammy e super-otimizados.

image31

Então, prepare a lista de nomes e endereços de email dos webmasters desses backlinks ruins.

Se o email de um webmaster não for listado publicamente, você pode tentar obter o seu contato utilizando a ferramenta whois.

image36

Veja o email do registrante nas informações que aparecem na busca.

2. Use o nome timbrado de uma firma de advocacia para enviar um pedido de remoção aos webmasters – Não envie emails genéricos com o pedido de remoção para os donos dos sites spam. Você terá respostas de qualidade extremamente baixa ou até mesmo não terá respostas.

Tenho observado que cabeçalhos com o timbrado legal funciona muito melhor. Peça permissão para a sua firma de advocacia, use o logo deles e envie os emails com o pedido de remoção dos links.

Aqui estão algumas dicas da Marie Haynes da Terra dos Mecanismo de Busca sobre enviar emails com pedidos de remoção de links.

image67

Se você não tiver uma resposta ou o link não seja removido, as vezes contactar a companhia de hospedagem do site pode funcionar.

Você pode encontrar a companhia de hospedagem de um site no WhoIsHostingThis.com.

image26

3. O último recurso é recorrer a ferramenta Disavow do Google – Seu pedido foi ignorado pelo site e pela companhia de hospedagem, mas não desista ainda.

O Google lançou a ferramenta Disavow no seu conjunto de ferramentas de webmaters. Usando isto, você pode enviar os links ruins para o Google e pedir para que eles não contem com esses links específicos para avaliar o seu site.

image34

O Sujan mencionou os 3 tipos necessários de informação que você deve incluir no seu arquivo de texto de repúdio.

image50

Aqui está um exemplo de arquivo disavow.txt que você pode se espelhar.

image39

Se você tem uma conta premium do Ahrefs, repudiar é extremamente fácil.

image16

Você pode até criar uma lista dos seus backlinks spam e enviá-los juntos diretamente para a ferramenta Webmaster.

image62

Mas você não deve pular diretamente para a ferramenta Disavow. O Google quer que você aja antes. Então, primeiro mande os emails para os webmasters dos sites spam.

Caso contrário, o Google não aceitará seu pedido de remoção dos links de baixa qualidade.

Nota: Por favor proceda com precaução quando usar a ferramenta de repúdio. O Google te avisa que usando essa ferramenta incorretamente você pode atrapalhar a performance do seu site nos resultados das ferramentas de busca.

image27

Nota 2: Repudiando backlinks ruins usando a ferramenta não garante a recuperação do seu site no ranking e uma melhora do tráfego de busca. Mas é a sua última chance de reverter a penalidade.

Como monitorar o seu site e prevenir SEO negativo?

A ferramenta Disavow leva 2-4 semanas para funcionar. E, ainda depois disso, seu site provavelmente não retornará ao estado normal.

A dura realidade é:

Quando você é atacado, você irá perder permanentemente uma porcentagem do tráfego, talvez alguns consumidores/inscritos e provavelmente uma certa autoridade aos olhos do Google.

Então, prevenir é bem melhor que combater ou corrigir SEO negativo. Aqui estão 5 passos que você pode seguir para monitorar seu site e prevenir qualquer atividade maliciosa de acontecer.

1. Configure notificações de email de Ferramentas do Google Webmaster – Primeiro conecte seu site com a Ferramenta Google Webmaster. Opte por receber alertas por email a partir das preferências da ferramenta WebMaster na sua conta.

image44

Ativando notificações do email irá garantir que você esteja sempre ciente de qualquer problema que ocorra em seu site.

Você vai receber alertas de ataques de malware, problemas de conexão do servidor, penalidade manual do Google e até se seu site não está sendo indexado.

image04

2. Localize seu perfil de backlink usando MonitorBacklinks.com – Como eu mencionei anteriormente, construir backlinks de baixa qualidade para o seu site é o ataque de SEO negativo mais comum.

Verifique o perfil de backlinks do seu site usando uma ferramenta simples como MonitorBacklinks.com.

A melhor parte desta ferramenta, é sua simplicidade. Você recebe alertas no email somente quando novos backlinks são criados ou se são removidos do seu site.

image51

Adicionalmente a ferramenta também permite que você adicione marcações aos seus backlinks.

image00

Então, você pode filtrar seus melhores backlinks de sites de autoridade usando as marcações e ficar de olho neles.

image41

Se você encontrar um webmaster que remova o link do seu site, você vai saber imediatamente. As vezes uma remoção pode acontecer acidentalmente ao mover um site.

Você pode entrar em contato com eles e perguntar qual a razão da remoção e com sorte ter seu backlink de volta.

Duas outras ferramentas mais profissionais para analisar os backlinks do seu site são Ahrefs e Open Site Explorer.

3. Proteja o conteúdo do seu site usando Copyscape – Tenho certeza que você tem pelo menos um artigo no seu blog que ganhou milhares de visualizações.

O problema é que posts populares também são plagiados, integralmente ou parcialmente.

Então, o que você pode fazer para prevenir plagiadores de distribuírem seu conteúdo com o nome deles?

A primeira opção é pagar uma inscrição de uma ferramenta profissional como o Copyscape.

image22

Ele verificará se há duplicações do seu conteúdo na internet todo dia.

Usando a opção de busca em lote, você pode checar mais de 10.000 páginas do seu site de uma vez só.

Outra opção mais entediante é ficar checando manualmente o conteúdo do seu site.

A maior probabilidade do conteúdo do seu site ser copiado, são dos posts mais populares.

Existe uma ferramenta que eu amo usar para encontrar o conteúdo mais popular (ou até mesmo uma rede social particular) – BuzzSumo.

Basta digitar o seu site na barra de pesquisa para obter uma lista dos seus artigos mais compartilhados.

image57

Depois, realize uma busca no Google de trechos aleatórios dos seus textos dos posts mais populares. Você pode encontrar bookmarking ou resultados de submissão do Inbound ou do Reddit, ou talvez um blog que conectou ao seu post.

Mas procure por qualquer site que tenha publicado seu conteúdo sem o seu consentimento e que publicou em nome do próprio site.

Se você encontrar sites plagiadores, entre em contato com o webmaster deles e peça que tirem seu artigo. Preencher um DMCA é provavelmente a última opção para remover sites scrapers dos seus resultados de busca.

4. Monitore as menções da sua marca na mídia social  – Mention é uma ótima ferramenta para encontrar conversas sobre sua empresa e seus competidores que estão acontecendo em várias plataformas de mídia social.

Existem milhões de fontes que alimentam a ferramenta para monitorar as menções da sua marca em tempo real.

image55

Você pode também configurar para receber resumos das suas menções do dia anterior em seu email.

5. Checar a velocidade do seu site e o tempo de carregamento do servidor criando alertas no PingdomOs Spammers as vezes tentam derrubar seu servidor enviando muitas solicitações.

Isto pode aumentar tremendamente o tempo de carregamento do seu site. E só um segundo de atraso pode diminuir suas conversões em 7%.

Você pode checar a velocidade do seu site usando a ferramenta de teste do Pingdom.

image33

Mas, um jeito fácil de monitorar seu site é cadastrando uma conta grátis (para 1 site/servidor) e ativando alertas de email. Você ganha ainda 5 alertas por SMS no plano gratuito.

8 ferramentas para monitorar e combater campanhas de SEO negativas diretamente do seu site

Já cobrimos uma vasta gama de assuntos.

Espero que, agora, você se sinta confiante para monitorar e combater ataques no seu site.

Mas eu quero ter certeza de que você está por dentro das ferramentas profissionais para lidar com ataques de SEO negativo. Aqui estão 8 ferramentas para protegê-lo completamente.

1. Google Authenticator Plugin

Se o seu site roda WordPress, você pode prevenir que entrem no seu site se usar um login com 2 passos de segurança.

Ao instalar o plugin, você vai precisar digitar um código gerado pelo Autenticador Google no seu smartphone (Android/iPhone/Blackberry).

image21

2. Cognitive SEO

Este é outra ferramenta profissional de análise de backlinks. Você pode usar a ferramenta de detecção de links não naturais para identificar backlinks ruins no seu site – não naturais ou suspeitos.

image48

Isto pode ser útil depois de ser atingido por uma penalidade manual ou algorítmica.

Logo que a detecção do link é completada:

Você pode ou contactar o webmaster ou gerar um arquivo de repúdio.

image13

3. Authority Labs – Mantenha-se atualizado com as trocas de palavras-chave ou as perdas de visibilidade nos rankings de busca.

image65

4. Link Alerts

Este é um Alerta Google equivalente a ferramenta para backlinks. Você pode configurar alertas no email sempre que você (ou seus concorrentes) receberem um novo backlink.

image25

Você também pode avaliar a qualidade do link usando a ferramenta Power Trust metric.

image10

A ferramenta detecta ataques de SEO negativo baseado em links no modo hands-off.

image02

Alerta de Links também permite que você exporte seus backlinks ruins para que possa carregá-los mais tarde na Ferramenta do Google Webmaster (arquivo Disavow).

5. URL Profiler

Até agora, nós vimos várias ferramentas para reunir os backlinks spam.

Mas uma vez que você tenha organizado esses dados:

Você gostaria de ir e voltar para encontrar os detalhes de contato dos webmasters?

Eu imagino que não.

O URL Profiler é uma solução produtiva.

Essa é uma ferramenta poderosa de auditoria para extrair dados sociais e informações de backlinks.

Ele vai colher as informações de contato dos webmasters (o endereço de email, as páginas de contato do site, emails whois) de um arquivo csv.

image59

6. Rmoov

Você gostaria de fazer com que enviar pedidos de remoção aos webmasters fosse mais eficiente, menos doloroso e mais escaláveis?

Então conheça o Rmoov – uma ferramenta especializada na limpeza de backlinks ruins.

Ele encontra a informação de contato dos donos de sites de backlinks spammy e envia automaticamente o pedido de remoção. Além disso, também envia notificações com lembretes.

Então, o que você precisa pra começar?

Apenas adicione a lista de URLs dos sites que você quer as informações de contato.

Você pode também customizar os padrões de email.

Aqui está uma explicação das funções de editores de domínio.

image05

Você pode registrar na versão básica (grátis) que permite que você remova os backlinks ruins de até 25 fontes de domínios.

Siga estes 5 passos para começar sua limpeza de links com o Rmoov.

image09

7. Trackbacks e Pingbacks

Trackbacks e Pingbacks (no WordPress) é uma maneira construtiva de se envolver com as pessoas que leem/comentam nos seus posts.

Você recebe notificação toda vez que alguém linkar ao seu post e eles aparecem como comentários no seu post linkado.

image32

Você pode encontrar seu conteúdo roubado imediatamente pelas notificações do trackback.

Mas, lembre-se de nunca configurar a publicação automática desses trackbacks. Sempre opte por ‘aprovação manual’.

Você pode ser vítima de spam se alguém publicar seu conteúdo.

image40

Você pode também configurar domínios de spam conhecidos nos seus filtros de spam.

image49

8. Cyfe

Existem tantas ferramentas que você vai precisar usar para monitorar seu site. Pode ser chato ter que entrar em vários painéis para rastrear suas palavras-chave, analisar seus backlinks e checar as menções da sua marca.

O Cyfe é uma solução brilhante para esse problema.

Ao invés de entrar em múltiplos painéis, você pode usar somente essa ferramenta para reunir toda informação necessária para você.

image42

É útil para empresas monitorar vários aspectos importantes dos seus negócios, do seu marketing, das vendas, das análises, do apoio, da mídia social e de outros dados.

Conclusão

Um ataque de SEO negativo no seu site pode ser bem doloroso. Ele pode afetar seu tráfego, danificar o valor da marca, manchar sua imagem e matar suas vendas de produtos.

Acredita-se que uma publicidade ruim sobre o Tom Cruise custou aproximadamente $100 milhões nas vendas dos tickets para o Missão Impossível 3.

Continue vigiando usando as técnicas e as ferramentas que eu mencionei neste artigo. Não seja receoso sobre gastar um pouco de dinheiro extra em um host seguro e um software profissional para monitorar seu site.

Por outro lado, se você for atacado, não espere até que o Google reprima suas classificações.

Aja imediatamente, nesta ordem:

  • Envie emails para os webmasters dos sites spam e limpe o perfil de backlinks do seu site.
  • Entre em contato com o site de hospedagem do spam.
  • Como um recurso final, repudie os backlinks ruins usando as Ferramentas de Webmaster do Google. Ou, no caso de conteúdo plagiado, apresente um pedido DMCA.

Se sua página inicial não foi penalizada, tente trocar as páginas afetadas por novas URLs (mas não com um redirecionamento 301). Os backlinks de autoridade podem seletivamente ser transferidos para a nova URL.

Recuperar de um ataque ou de uma penalidade em sua página inicial é mais complexo, mas se livrar dos seus backlinks ruins é sua melhor aposta.

Você usa qualquer outra ferramenta ou técnica para proteger seu site de ataques? Seu site já foi atacado alguma vez por uma campanha de SEO negativo?

Share