Taxa de Conversão ou SEO: Qual Você Deveria Usar Agora?

web traffic

Quem não se sente bem ao ver um aumento no tráfego no seu site?

Seja por um pico de popularidade de um de seus artigos em redes sociais, ou através de um constante crescimento mensal, vindo do tráfego dos mecanismos de busca.

Satisfeito então, você decide acessar o painel de estatísticas do seu site.

E em seguida…

Fica extremamente decepcionado com o que vê.

O aumento das suas visualizações de página não contribuiu em nada para os lucros do seu negócio.

(Pausa dramática).

Você conseguiu zero conversões.

Novamente, você vasculha suas estatísticas para descobrir as razões.

De fato, o que acontece é que você não está sendo o alvo do tráfego das palavras-chave comerciais pelas quais você esperava se classificar melhor.

Até mesmo o Brian Dean recentemente se viu nessa situação. Ele havia escolhido a palavra-chave “high quality backlinks”, (backlinks de alta qualidade), em seu post “How to Get High Quality Backlinks (Without Guest Posting)”, (Como Conseguir Backlinks de Alta Qualidade (Sem fazer Guest Posting)).

Taxa de conversão ou SEO? Faça o download desta planilha exclusiva para aprender em qual você deve focar agora.

Adivinhem o que aconteceu?

Ele começou se classificando em 6º lugar na primeira página do Google para a palavra-chave “how to get high.”, (Como ficar chapado).

image18

Engraçado, não?

E então, mesmo para esta palavra-chave, seu ranking caiu para 12º.

Em seguida 14º.

Passou pelo 25º. E finalmente, terminou em 33º.

Você sabe porque o Google direcionou seu artigo para a palavra-chave “how to get high.”, (Como ficar chapado)?

Ok, eu sei que os resultados não são relevantes, e que provavelmente uma pessoa que está querendo “ficar chapada” não estaria interessada em construção de links.

Mas como o algoritmo do Google rastreou isso?

Brian Dean encontrou a resposta em sua conta do Analytics. O “Tempo na Página” médio do seu site era 2 minutos e 57 segundos.

Porém, seu “Tempo na Página” para o post “Como Conseguir Backlinks de Qualidade” não chegava a menos da metade da média. Eram meros 1 minuto e 12 segundos.

Ficou clara a razão para tão pouco engajamento? Pessoas que querem “ficar chapadas” realmente não se importam com backlinks.

Entenda, nem todas as pessoas que estão na internet serão seus clientes (Eu me sentia culpado por ter cometido esse erro quando lancei meu primeiro negócio). Você precisa definir seu público-alvo. E é nesse ponto que a criação de personas irá te ajudar.

Todavia, a mensagem principal que estou tentando passar é que conseguir tráfego por si só através de muitas palavras-chave não irá te garantir rendimentos maiores.

O que você precisa é focar em palavras-chave muito específicas do mercado (palavras-chave de cauda longa têm uma melhor taxa de conversão) para alcançar visitantes que estão realmente interessados no que você está vendendo.

image07

Algumas vezes você poderá até mesmo perder tráfego para conseguir mais clientes.

Não acredita?

Bem, leia este estudo de caso.

O William Reed percebeu que o crescimento do tráfego do site de um cliente havia diminuído – com um aumento de apenas 10-13% durante seis meses.

Avaliando as estatísticas ele descobriu que o site estava se classificando na primeira página para uma palavra-chave que possuía 50.000 pesquisas mensais. Entretanto, isso não contribuía muito para os serviços da empresa de seu cliente.

Então, William e sua equipe intencionalmente tentaram diminuir a classificação para esta palavra-chave e começaram a focar em obter tráfego de pessoas realmente interessadas, que não apenas entravam no site por acidente.

Com essa estratégia, William ajudou seu cliente a perder tráfego em seu site.

E sim, houve um aumento em seu rendimento.

Não parece loucura?

Veja o gráfico abaixo.

image27

Isso significa que você deveria focar seus esforços e investimentos em simplesmente obter conversões em seu site logo no começo ?

Não.

Sem visitantes significativos, para quem você irá otimizá-lo? (Pausa dramática).

Essa é a razão pela qual me concentrei em alcançar rapidamente 100.000 visitantes na KISSMetrics, CrazyEgg e aqui no NeilPatel.com. Entretanto, durante o crescimento do tráfego, eu preparei meus blogs para coletar leads através da criação de formulários opt-ins e iscas digitais.

image12

Taxa de conversão e SEO não brigam entre si. Pelo contrário, ambos precisam trabalhar em conjunto para proporcionar uma maior rentabilidade.

É por isso que quero esclarecer algumas coisas para você neste artigo. Eu lhe darei um programa de 3 etapas que te ajudará a determinar se no momento você precisa construir mais backlinks ou criar mais landing pages.

1ª Etapa: Execute cuidadosamente seu Marketing de Conteúdo e Campanhas de Construção de Links

Lembre-se que a maioria das páginas do seu site devem ser feitas para agregar valor à vida do seu cliente, construir uma relação de confiança e te proporcionar autoridade dentro do seu mercado.

Pense nos blogs com conteúdo de qualidade que você gosta de visitar. Como NeilPatel.com (obviamente). Ou Quick Sprout. Ou Copyblogger. Ou ProBlogger.

Por acaso eles te empurram um produto (ou mesmo uma amostra grátis) ou um curso pago em todos os posts que você lê?

Isso certamente seria muito irritante.

Serviria apenas para diminuir o engajamento em seu site e eventualmente suas vendas.

Abrir um negócio não deve ter como um único propósito ganhar dinheiro. Em vez disso, o propósito deve ser gerar valor para a vida do seu público-alvo.

Essa é a razão pela qual o Ramit Seth oferece 98% do seu conteúdo de graça no “I Will Teach You To Be Rich”, (Eu te Ensinarei a Ser Rico).

image05

Eu também invisto milhares de dólares em criar conteúdo de valor para te oferecer gratuitamente.

O pessoal da Moz inicialmente acreditou que suas páginas com foco em SEO e marketing de conteúdo também os levariam a conversões. Eles imaginaram que os novos visitantes iriam começar com uma amostra grátis, comprando o software da Moz, ou talvez até a API oferecida por eles.

Foi então que eles perceberam que pensamentos de curto prazo como esse não eram produtivos. O que eles precisavam era de landing pages dedicadas a conseguir conversões.

Então o que você, sendo um profissional do marketing, espera de um texto informativo desenvolvido apenas para satisfazer as dúvidas dos usuários (como este abaixo feito pela Moz)?

image20

Levar informação ao seu público-alvo e ajudá-lo na solução do seu problema.

Isso é tudo.

E você já sabe como as coisas funcionam.

Alguns visitantes irão acessar seu site.

Poucos irão comentar em suas publicações, compartilhá-las em redes sociais ou interagir com seu site de alguma maneira.

Mas a maioria irá apenas ler seu conteúdo e sair sem deixar vestígios.

Te apresento a regra do 90-9-1. Espere que 90% do seu público-alvo apenas observe e não se envolva em seu conteúdo.

image34

A única estratégia que você pode usar nessa etapa é oferecer um conteúdo exclusivo ou uma isca digital em troca de cadastrar o e-mail dos seus visitantes durante o primeiro acesso ao site. Isso irá garantir a você a construção de um círculo de seguidores, que funcionarão também como uma fonte produtora de tráfego repetitivo.

Então você deve estar pensando…

Qual é o ROI para o meu negócio ao oferecer conteúdo gratuito? Não é ao menos conseguir pessoas para experimentar a amostra grátis do meu produto?

Ao oferecer valor de graça para seu público-alvo, você começa um relacionamento com o pé direito. Isso trará seus seguidores mais para o centro do seu funil de marketing, e talvez eles até mesmo comecem a interagir com seu conteúdo.

image23

A maioria das pessoas irá primeiro adquirir confiança em sua marca antes de começar um teste grátis de um de seus produtos. Segundo a Moz, é preciso uma média de 7,5 visitas em seu site antes do usuário experimentar um produto gratuito.

E adivinhem onde essas visitas antes dos testes grátis estão localizados no site deles?

Nas palavras do próprio Rand,

Quatro ou cinco delas são geralmente na parte de conteúdo, e não nas páginas de vendas e preços, ou em áreas ligadas ao nosso funil. E normalmente, dois desses contatos vem de mídias sociais, alguns poucos de buscas orgânicas, e normalmente um ou dois são diretos.

Se seu pensamento é focado em taxa de conversão, você pode até achar que muitas das visitas em seu site são um desperdício.

Mas adivinhe o que acontece se um visitante experimenta a amostra grátis da Moz depois de apenas duas ou três visitas no site?

Geralmente visitantes como esses não finalizam a amostra grátis e acabam não adquirindo a assinatura paga.

Por essa você não esperava, estou certo?

Em virtude disso, a Moz tem uma diferenciação clara entre seu marketing de conteúdo e seu funil de conversão.

O que me leva a um outro grande impacto no negócio quando você publica conteúdo de alta qualidade, constrói backlinks e trabalha com a performance de SEO do seu site.

Além do mais, isso influencia positivamente na credibilidade do seu site e te ajuda a ganhar autoridade aos olhos do Google.

Mesmo quando você publica páginas com produtos para conseguir conversão, você irá perceber que eles começam se classificando na primeira página do Google para sua palavra-chave escolhida, sem que se construa nenhum backlink para essa página em particular.

Deixe-me mostrar um exemplo relacionado ao ecommerce para ilustrar meu ponto de vista.

Veja o resultado para a palavra-chave “ternos masculinos” abaixo. A página Nordstrom está bem no topo dos resultados de busca. Ela não esta ali porque tem mais backlinks ou compartilhamentos em redes sociais, mas sim pela autoridade que o site tem como um todo.

Como o Rand disse,

Porque a Nordstrom é uma marca que, dentro e fora da internet, construiu uma reputação memorável ao redor de todos os aspectos positivos de sua marca e em conjunto com seu site.

image08

Se você está planejando lançar uma nova loja eCommerce, você pode estar pensando: “eles são a Nordstrom, e eu não tenho essa autoridade no mercado e nem mesmo estou nadando em dinheiro”.

É possível para um novo proprietário de site eCommerce competir com gigantes como a Amazon (ganhando milhões de dólares com vendas todos os meses)?

A resposta é: absolutamente sim.

O Brian Dean divulgou um estudo do seu revisor, Chris Laursen, que mostra como ele classificou seu novo site eCommerce na Dinamarca sem escrever uma única palavra. Seu site JustBuyIt.com estava inserido no mercado de eletrônicos.

image11

Bem, como ele conduziu seu site para a classificação sem produzir conteúdo?

Encontrando recursos em seu mercado que foram movidos ou expirados e contactando seus respectivos webmasters para conseguir links para suas páginas de produto e categorias.

Esse é o método chamado “Moving Man’s” criado por Brian Dean. Dedicando apenas uma hora em divulgação, Chris foi capaz de aumentar consideravelmente o número de sites que faziam referência ao JustBuyIt.

image15

Esses links contextualmente relevantes até mesmo lhe proporcionaram um impulso em seu tráfego de referência.

image01

Você pode assistir no vídeo abaixo o detalhamento completo da estratégia de backlinks feito pelo Brian Dean.

Se você quer aprender mais sobre lançamento de SEO e campanhas de marketing de conteúdo, talvez estes dois artigos lhe interessem.

Você também deveria realizar um SEO técnico para seu site nessa etapa, para ajudar os mecanismos de busca indexarem mais facilmente seu site.  Recorra ao meu guia de iniciantes para iniciar dentro do SEO técnico.

image03

Ao investir tempo em SEO e marketing de conteúdo, você começará a obter tráfego. Isso significa que você pode reduzir seu orçamento em publicidade paga, tanto online quanto offline.

Nota para sites com modelo de negócio baseado em impressão de anúncios

Você não precisa ir além desse estágio de construção de tráfego, uma vez que sua taxa de conversão por si só irá atrair mais tráfego, mais tempo em página e diminuirá sua taxa de rejeição.

Apenas coloque isso como uma meta em seu Google Analytics e continue a ver o tráfego fluir.

image04

Além disso, você deveria testar o posicionamento dos seus anúncios. Meu artigo sobre como evidenciar seus banners ignorados é um bom ponto de partida.

Nota: Eu não estou dizendo que você precisa esperar por 3 meses até ver o tráfego de SEO fluindo e só então prosseguir para a 2ª Etapa. Se for possível para você, dedique tempo ao SEO, marketing de conteúdo e taxa de conversão simultaneamente.

Não existe apenas um único jeito de fazer marketing online. Se você tem um orçamento razoável para publicidade, você pode elaborar uma landing page, lançar uma campanha publicitária e conseguir leads para seu site. Saiba apenas que o inbound marketing custa 62% a menos por lead que o tradicional outbound marketing.

2ª Etapa: Não existe SEO sem Taxa de Conversão, e vice-versa. Ambos têm de trabalhar juntos.

Você já elaborou conteúdo para construção de marca, enquanto construía sua autoridade e backlinks contextualmente relevantes. Com alguma esperança, você tem também uma lista de e-mails considerável e está vendo uma leve onda de tráfego em seu site.

Isso é basicamente a abordagem de construir uma reputação com seu público-alvo antes do lançamento do seu negócio.

Mas, por que você produziu tráfego em seu site utilizando estratégias de SEO?

Porque você estava em busca de conversões. Ou mais precisamente, você estava atrás de conseguir rendimentos.

Você não quer perder dinheiro com seu site, certo?

Então não caia na armadilha de enxergar taxa de conversão e SEO como inimigos entre si. Ambos estão no mesmo time e precisam de atenção.

Embora 90% das experiências online se iniciem com uma busca, você não pode dedicar todo o seu orçamento de marketing apenas para conseguir estar no topo da página de resultados dos mecanismos de busca.

Classificar para palavras-chave ultimamente se tornou uma vaidade. Você precisa focar agora em oferecer uma navegação fácil e uma boa experiência para seu cliente, de forma que ele encontre o que estava procurando em seu site.

Vou te mostrar um exemplo do meu próprio negócio para demonstrar a importância da taxa de conversão.

Nós contratamos especialistas em taxa de conversão para otimizar nossa página principal do Crazy Egg.

Eles fizeram um excelente trabalho aumentando nossas conversões em 30%.

Como eles alcançaram isso?

Convertendo nossa página principal de modelo conciso em um modelo de vendas de longo formato. A nova página tornou-se 20 vezes mais longa que a anterior.

image26

Eu estava feliz porque, como você já deve saber, eu valorizo os conteúdos de longo formato. Imaginei que com longos textos de marketing nós poderíamos atender quaisquer preocupações ou objeções que nossos visitantes pudessem ter. Eu então presumi que isso sempre iria aumentar a taxa de conversão.

Tudo estava maravilhoso até então, porém…

Ao olhar para o mapa de calor da página principal de longo formato, você verá que ela de fato não estava alcançando qualquer engajamento em sua parte inferior (onde se localizam os preços).

image22

Veja o caso da Joanna do Copyhackers.

Ela realiza uma grande quantidade de pesquisas sobre os segmentos dos clientes, e então desenvolveu 4 variações de páginas principais para teste.

image06

Sim, páginas mais curtas também foram incluídas.

E adivinhem?

A página vencedora era uma de modelo conciso, sem muitas delongas. Ela era 60% menor em comprimento e ainda sim respondeu às maiores preocupações e objeções dos visitantes.

image09

O aumento na taxa de conversão foi de 13%.

E a minha hipótese de que os textos de longo formato funcionam em todos os tipos de situações se provou errada (eu escrevi detalhadamente neste artigo sobre quando o marketing conciso funciona bem).

Essa é a razão pela qual eu gastei US$ 252.000 contratando consultores em taxa de conversão para executar testes em meu site. O tráfego do seu site por si só não é uma medida confiável para determinar o sucesso do seu negócio.

Qual é a vantagem em conseguir 10.000 visitantes por dia em seu site, se eles não permanecem por lá nem por alguns segundos?

Você ainda deve estar preocupado se a taxa de conversão irá prejudicar seus esforços de SEO e levará a uma perda de tráfego em seu site (o que obviamente você não quer ver).

Vamos analisar como um todo os fatores que afetam a capacidade de classificação de sua página e explorar aqueles que a taxa de conversão realmente precisa testar.

image24

Taxa de Conversão implicará em mudanças apenas em três aspectos dos mencionados acima (ao menos que você se envolva em algo bem duvidoso, sua autoridade de domínio/página não será afetada e seu site não terá problemas com o teste de spam).

image10

Imagine que o especialista em taxa de conversão divida os testes e faça alterações no conteúdo de sua página, nos dados de uso/usuário e no SEO de sua página (utilizando palavras-chave, por exemplo).

Ele descobre então que a combinação perfeita desses elementos é a que oferece maior relevância aos usuários e aumenta sua taxa de conversão.

Mas espere um minuto… essas mudanças não apenas irão aumentar sua taxa de conversão.

Elas irão impulsionar seu engajamento e tempo em página, uma vez que agora seus usuários estão mais interessados em seu site.

A-ha…

E você sabe como esses dois fatores impactam em suas classificações.

image19

Se você está preocupado que talvez as mudanças de palavra-chave e mudanças na página feitas para melhorar a taxa de conversão irão atrapalhar o SEO, não tem por que se preocupar.

Além disso, gostaria de te oferecer 2 métodos extras sobre como implementar uma estratégia de marketing abrangente, que faça suas equipes de taxa de conversão e de SEO conversarem longamente.

1. Sua otimização de conversão rastreou o perfil exato de usuário que clica nos anúncios PPC (Pague por clique) do seu site, e é levado à suas landing pages.

Seus testes rigorosos revelam que seu conteúdo não está de fato indo de encontro as expectativas dos usuários.

E o que o SEO pode fazer a respeito dessas resoluções?

Exatamente. Você pode otimizar seu conteúdo incluindo os termos exatos utilizados pelo seu público-alvo e oferecer uma entrega baseada nas expectativas do usuário. Isso irá garantir que ele se sinta à vontade ao navegar em seu site e então realize a compra.

A Kate Morris tem um bom exemplo de como as resoluções sobre suas landing pages obtidas pelas campanhas de otimização da taxa de conversão por PPC sugerem mudanças para o SEO em página.

2. A seguir vem uma das clássicas estratégias do Brian Dean. Ele a descreve em seu artigo de elaboração de SEO para conseguir tráfego.

Deixe-me começar fazendo uma simples pergunta…você gostaria de ter mais cliques em seus resultados das páginas de busca?

É claro que sim.

Uma maior CTR irá ajudá-lo a conseguir mais tráfego para o seu site e até mesmo alcançar classificações melhores.

Tenho certeza que você conhece aquele breve detalhamento que acompanha os resultados das buscas, conhecido como meta descrição.

Aqui vai um exemplo que mostra a diferença entre uma meta descrição otimizada e uma não otimizada

image32

Está claro qual delas irá conseguir mais cliques, certo?

Você também deve ter em mente que é recomendado utilizar sua palavra-chave escolhida nessa descrição.

Como você irá convencer seu público-alvo que você tem as soluções CERTAS para os problemas dele?

Através do uso de palavras e frases que comprovadamente geram mais cliques.

Onde você pode encontrá-las?

Isto mesmo, nos anúncios AdWords.

Esses anúncios tem um custo muito alto para as empresas, mas são bastante eficazes e entregam em torno de 300% de ROI.

image13

E você pode confiar tranquilamente neles uma vez que foram submetidos a milhares de testes para encontrar as palavras exatas que têm um maior apelo com os clientes e geram mais cliques.

Sendo assim, apenas inclua essas palavras em sua meta descrição para torná-la mais atraente.

Quer um exemplo?

Veja este artigo do Brian Dean sobre como construir uma lista.

image02

Essa meta descrição não parece muito boa.

A tag do título foi cortada pela metade e a meta tag não faz muito sentido.

O Brian pesquisou então nos anúncios Adwords o assunto de seu artigo – construção de listas.

Ele percebeu que todos os anúncios que apareceram para a palavra-chave “construção de listas” utilizam as palavras “lista de email” ou “listas de email”.

Então ele adicionou isso em sua meta descrição.

image17

Além do mais, muitos dos anúncios AdWord também tinham as palavras “construir” e “aumentar” em seus textos.

Decidiu também incorporá-las em sua meta descrição.

image31

Muito simples, não?

E foi assim que o Brian tornou seu artigo muito mais atraente aos cliques.

Existem duas ferramentas que podem te ajudar a por facilmente essa estratégia em prática.

i. Spyfu.com – Insira sua palavra-chave nessa ferramenta e então role a página para baixo.

Você encontrará todos os anúncios AdWords para a palavra-chave selecionada. Aqui estão os resultados para “pesquisa de palavras-chave”

image14

ii. Yoast SEO – Se você utiliza o WordPress, então esse plugin poderoso irá facilitar bastante suas edições de meta descrição. Com ele você poderá adicionar palavras-chave dos textos Adword sem nenhum inconveniente.

image21

Nota: Você não precisa se preocupar que o Google fique confuso quando você apresentar versões diferentes de uma página aos usuários para comparar o comportamento deles (enquanto estiver executando testes A/B). Apenas tenha certeza que você está exibindo a mesma versão de página tanto para os usuários quanto para o Googlebot (sem máscaras).

E use a tag rel=canonical ao executar testes A/B com diferentes URLs. Você pode ler mais dicas a respeito neste artigo. No geral você não precisa se preocupar, uma vez que o Google incentiva a realização desses testes. Ele até mesmo oferece a você um software próprio – Content Experiments, para executar testes sobre landing pages.

3ª Etapa: A batalha entre taxa de conversão e SEO. Proporcione uma experiência única a seus visitantes.

Se você analisar a fundo seu site, descobrirá que tanto a taxa de conversão quanto o SEO pedem que você tenha um cuidado especial com o usuário. Não se trata apenas de alimentar os mecanismos de busca. Apostar no algoritmo desses mecanismos não é sustentável e já não funciona mais.

Há 5 anos diferentes fatores afetavam a taxa de conversão e SEO e as experiências dos usuários não estavam sendo consideradas nesse meio. Porém, veja como as atualizações de algoritmo do Google se desenrolaram desde então.

Com base nessas atualizações, veja como a taxa de conversão e SEO trabalharam em conjunto para proporcionar uma melhor facilidade de uso aos clientes.

  • Velocidade é um fator importante para classificações e um carregamento lento de página também prejudica suas conversões (um atraso de 1 segundo equivale a 7% de perdas em vendas).

image28

  • Oferecer conteúdo que agregue valor e seja contextualmente relevante é essencial para uma página se classificar nos SERPs. Do mesmo modo, para conseguir mais conversões, você precisa oferecer uma proposta poderosa no que diz respeito ao valor (que é composto por um texto persuasivo e relevante). Só assim seus seguidores irão em direção ao seu funil de marketing.
  • Estratégias de construção de links manipulados não são mais produtivas. Você precisa de backlinks de autoridade para alcançar as melhores posições. Se você constrói links que entregam o máximo de conversões, você provavelmente irá conseguir um maior impulso em classificações.
  •  Utilizar uma hierarquia de conteúdo com as tags primárias apropriadas. Uma tabela de conteúdo ajuda o SEO, uma vez que atende as expectativas dos usuários, mas também te força a pensar sobre sua progressão de mensagens, o que também eleva suas conversões.

Ainda não acredita que valha a pena investir dinheiro na experiência dos usuários?

 Assista então o vídeo abaixo sobre o ROI gerado pelas experiências de usuários.

Anteriormente, eu havia previsto que as experiências de usuários seriam o futuro da SEO. De fato, neste momento você pode verificar as marcas causadas por elas.

Veja os resultados para o termo “marketing online”. Meu site Quick Sprout está bem ali na posição mais alta (acima até de sites de autoridade como a Forbes e a Wikipedia).

Agora se você avaliar as medições de página, você perceberá que não é a minha que possui um maior número de backlinks, ou mesmo maior autoridade de página.

image25

Entretanto, ela oferece uma experiência de alta qualidade, uma vez que gastei US$ 40.000 na criação de gráficos personalizados e na contratação de especialistas no assunto para escrever pra mim.

Semelhantemente, para alcançar um design elegante, simples e limpo com um apelo para seu público-alvo, Derek gastou impressionantes US$ 25.000 no novo design do seu blog. Ele foi em busca exclusivamente de designers com um olhar diferenciado e que haviam recebido premiações.

Outro grande exemplo em proporcionar uma experiência única para seu público-alvo é o Pat Flynn. Ele substituiu sua enorme lista de emails (com em torno de 135.000 inscritos) do Aweber para o Infusionsoft e por fim para o Convertkit.

image00

Por que ele escolheu passar por tantas mudanças complicadas?

Para que ele pudesse oferecer uma experiência personalizada para seus inscritos – oferecendo apenas o conteúdos mais relevante, baseado em seus interesses.

Não aposte no curto prazo se concentrando em aumentar suas conversões. Mesmo conseguindo um novo inscrito para sua lista de emails através de mensagens negativas via popup, você não irá mantê-lo por muito tempo.

image30

Você precisa pensar no longo prazo.

O valor como cliente de um visitante engajado pelo valor de sua proposta será muito maior do que qualquer um que tenha sido enganado para se inscrever em sua lista de emails.

Oferecer uma boa experiência a seus clientes aumenta também a fidelidade deles. O Harvard Business Review avaliou que um simples aumento de 5% na retenção de clientes te ajudará a aumentar seus lucros em 25%.

Essa é a razão pela qual a otimização da experiência do usuário depende diretamente da otimização da taxa de conversão. A partir de agora, comece a elaborar seu site baseado nestes importantes aspectos da experiência de usuário.

image16

Conclusão

Se seu site não tem tráfego suficiente, então você precisa iniciar a 1ª etapa através da criação de um conteúdo poderoso, uma vez que suas conversões não acontecerão simplesmente através das cores, posicionamentos, tamanhos e fontes do seu botão call-to-action.

Você precisa iniciar um diálogo com seu cliente e criar um apelo emocional para sua marca. O simples uso de palavras atraentes poderá te ajudar nisso. Uma vez que seu público-alvo te encontre, você precisa criar um caminho de fácil conversão para eles.

E se você tiver tráfego suficiente para realizar testes A/B significativos? Então você já pode pular para a 2ª etapa desse artigo. A combinação de seus dados de taxa de conversão e SEO irá te ajudar no alcance de um número maior de vendas e engajamentos.

Tudo gira em torno de satisfazer os objetivos do seu público-alvo. É preciso concentrar todos os esforços em oferecer conteúdo de alta qualidade e semanticamente relevante, e ao mesmo tempo proporcionar uma experiência agradável aos seus clientes.

Lembre-se que existe sempre uma maneira de trabalhar com taxa de conversão e SEO no mesmo time. Mesmo que sua taxa de conversão mostre que um site baseado em flash irá gerar mais conversões em resultados pagos, você não precisa se preocupar que isso possa arruinar seu SEO.

A Kate mostra 5 passos que irão te impulsionar em cenários como esse e não afetarão o SEO do seu site.

Adotando uma estratégia de marketing abrangente, você começará a direcionar mais visitantes de qualidade para seu site. A união de taxa de conversão e SEO desencadeia uma série de reforços que irão te ajudar a alcançar as metas online da sua empresa.

Após a leitura desse artigo, espero que você já não mais enxergue taxa de conversão e SEO como inimigos.

É a sua vez agora. Você está levando a experiência do usuário em conta ao elaborar sua estratégia de marketing digital? Você tem algum estudo de caso pessoal que mostra que sua taxa de conversão colaborou com o SEO do seu site (e vice-versa)?

Share